Return to Video

Hiwa K in "Berlin" - Season 9 - "Art in the Twenty-First Century" | Art21

  • 0:04 - 0:05
    Arte no século 21
  • 0:36 - 0:39
    Eu vivo na Alemanha já fazem 16 anos
  • 0:39 - 0:42
    Berlim é a cidade mais barata
  • 0:42 - 0:45
    E tem funcionado bem para mim como artista
    independente
  • 0:46 - 0:50
    Você teve alguma experiência negativa com
    algum berlinês?
  • 0:51 - 0:54
    Não, eu me sinto muito bem em Berlim
  • 0:54 - 0:57
    Eu me sentia quase em casa aqui
  • 0:57 - 0:59
    até a ultima eleição
  • 1:03 - 1:05
    As pessoas tendem a esquecer
  • 1:06 - 1:09
    Essa amnésia que as pessoas estão
    tendo
  • 1:09 - 1:13
    especialemnte agora, com o retorno do
    partido de direita
  • 1:14 - 1:18
    As vezes os artistas trabalham mais com o
    futuro, mostrando o que pode vir
  • 1:19 - 1:23
    Mas as vezes você tem que lembrar o que
    aconteceu ontem, por que, as vezes
  • 1:23 - 1:25
    as pessoas tendem a esquecer
    mais e mais
  • 1:33 - 1:37
    Baruther Strafe é o nome da minha rua,
    eu vou neste estudio aqui
  • 1:37 - 1:41
    Baruthe em arábe significa pó explosivo
  • 1:54 - 1:58
    Tudo que eu faço é arte arqueológica
    você começa a cavar
  • 2:01 - 2:04
    e os materiais começam a dizer quem é
    você
  • 2:10 - 2:14
    Os materiais dizem: Okay, você está
    indo bem, gosto que você goste disso
  • 2:14 - 2:16
    Vá mais a fundo, pare.
  • 2:16 - 2:20
    Você brinca e testa seus limites como um
    pequeno chiuaua
  • 2:20 - 2:25
    Você tenta ver quem é o mestre e os
    materiais sempre ganham
  • 2:34 - 2:38
    Os meus trabalhos vem de anédotas
    como minha infância
  • 2:40 - 2:42
    Eu nasci no Curdistão, Iraque
  • 2:43 - 2:45
    Curdistão é uma pequena parte do Iraque
  • 2:47 - 2:51
    Em sua maioria as tvs no Iraque não eram
    coloridas por que o governo não investe
  • 2:51 - 2:54
    nessas areas para as minorias
  • 2:55 - 3:00
    Meu pai colocava cores na Tv
  • 3:00 - 3:03
    Uma semana era vermelho,
    uma semana era azul
  • 3:04 - 3:08
    A cidade toda estava fazendo isso
    É um protesto silencioso
  • 3:26 - 3:28
    Eu acredito que meus trabalhos são
    bem Curdos
  • 3:31 - 3:34
    Curdo é sobre ser sem forma, por que
    você não tem um país
  • 3:35 - 3:38
    Você existe, mas você não existe
    oficialmente em um mapa
  • 3:40 - 3:44
    Depois da primeira guerra mundial os
    franceses e ingleses decidiram não
  • 3:44 - 3:48
    dar aos curdos um país, eles deram uma
    parte ao Iraque, uma parte a Siria e
  • 3:48 - 3:50
    uma parte a Turquia
  • 3:51 - 3:54
    Nós fomos cortados em pedaços, como
    uma pizza
  • 3:55 - 3:59
    Como uma pessoa curda você está duas
    vezes em perigo, como Iraquiano você
  • 3:59 - 4:05
    está em perigo uma vez, como Curdo você
    está em perigo em dobro
  • 4:21 - 4:27
    Esse trabalho aconteceu em 2011 quando eu
    fui ao Curdistão e era primavera Arábica
  • 4:30 - 4:32
    Eu não gosto de me esconder atrás
    da minha câmera
  • 4:33 - 4:37
    Para estar em frente as câmeras você se
    faz vulnerável, e não está olhando para
  • 4:37 - 4:40
    as coisas como objetos, você é
    parte do todo
  • 4:41 - 4:44
    E esse engajamento é muito importante
    pra mim
  • 4:46 - 4:52
    Eu digo que foi muito estupido de fazer
    por que eu não faria agora.
  • 4:55 - 4:58
    Foi muito perigoso aquele momento que
    andamos em direção as milicias
  • 4:58 - 5:04
    que está atirando em um por um e estamos
    tocando Ennio Morricone e inalando gás
  • 5:08 - 5:11
    O absurdo de tudo é uma grande piada
  • 5:12 - 5:13
    Seu irmão está atirando em você
  • 5:14 - 5:17
    O que você tem a perder?
    Você só tem que fazer um gesto
  • 5:21 - 5:23
    Estou usando o mecanismo da piada
  • 5:25 - 5:29
    Você não espera que algum estupido chegue
    tocando gaita
  • 5:30 - 5:34
    Você vivencia as coisas de forma diferente
    com uma piada
  • 5:34 - 5:38
    Tem uma virada, tem uma maneira de
    estimular seu pensamento
  • 5:39 - 5:44
    Uma piada nos acorda com um tapa, que vem
    de onde você não espera.
  • 6:10 - 6:15
    Eu tenho uma parte bem racional na minha
    prática, mas também uma irracional
  • 6:15 - 6:21
    Eu quero trazer algo que não caiba, que
    não caiba e seja um pouco estranha, sabe.
  • 6:33 - 6:38
    Eu conheço o filósofo Curdo Bakir Ali a
    muitos anos, ele esta em Berlim
  • 6:38 - 6:40
    trabalhando como taxista
  • 6:41 - 6:44
    Nós temos longas discussões em curdo
  • 6:45 - 6:47
    Eu queria interromper seu pensamento
  • 6:51 - 6:54
    Então comecei a ataca-lo fisicamente
  • 6:55 - 6:57
    Ali: A verdade não está na superficie
    brilhante,
  • 6:57 - 7:00
    mas nas profundezas desconhecidas
  • 7:00 - 7:01
    Hiwa: Verdade
  • 7:01 - 7:02
    está naquele lugar inalcançavel
  • 7:07 - 7:10
    Não é retornar as origens, mas...
  • 7:18 - 7:23
    Lutar interrompe esse tipo de debate
    intelectual linear
  • 7:25 - 7:28
    Quando você está sem ar e tem alguém
    segurando seu pescoço
  • 7:28 - 7:32
    Você não consegue verbalizar o que
    gostaria
  • 7:33 - 7:38
    Algumas vezes você acaba esperienciando
    questões existencialistas
  • 7:38 - 7:41
    Ali: é como se colocar em perigo
  • 7:42 - 7:45
    ao invés de mostrar seu truque
  • 7:45 - 7:48
    Hiwa: frequentemente as pessoas falam
    "Você é um artista visual"
  • 7:48 - 7:50
    e eu digo "Sou um artista visual cego"
  • 7:50 - 7:53
    Eu busco cegamente por ferramentas
  • 7:54 - 7:58
    Eu sou mais um pedinte com uma caneca
    batendo nas portas " Você tem alguma
  • 7:58 - 7:59
    coisa para me dar?"
  • 8:00 - 8:05
    Eu empresto elementos da dança, de
    brincadeiras, da musica, da cozinha.
  • 8:06 - 8:08
    Eles são a lingua do povo
  • 8:09 - 8:15
    Eu acredito que se a arte pudesse, deveria
    mudar totalmente essa lingua intelectual
  • 8:54 - 8:57
    Quando você está tentando equilibrar algo,
    você está em pânico
  • 8:58 - 9:02
    Você está balançando o tempo todo, você
    não tem um centro. Não tem ancôra.
  • 9:06 - 9:10
    Frequentemente as pessoas dizem que estou
    baseado em Berlim
  • 9:10 - 9:14
    Mas não tenho base, além dos meus pés
  • 9:14 - 9:16
    Eu vim andando
  • 9:19 - 9:23
    Eu tentei 7 vezes deixar o meu pais, fui
    inclusive preso algumas vezes,
  • 9:23 - 9:25
    por que não consegui
  • 9:34 - 9:37
    Nós tentamos todas as possibilidades
    de escapar para o outro lado
  • 9:40 - 9:44
    Agora nós, um grupo de pessoas, precisa
    andar 180 quilometros dentro da Grécia
  • 9:46 - 9:48
    Você deve andar a noite através das
    colinas e dos tuneis
  • 9:49 - 9:50
    Em completo silêncio
  • 9:51 - 9:53
    Para não ser pego pela policia grega
  • 9:56 - 9:59
    Finalmente comi alguma coisa,depois de
    tantas noites caminhando.
  • 10:06 - 10:09
    A onda de imigrantes por si só é
    uma declaração
  • 10:10 - 10:14
    É na verdade um espetáculo de artes, como
    se as pessoas estivessem se apresentando
  • 10:14 - 10:18
    chegando e dizendo "Você vê o que acontece
    comigo devido a sua ignorância, por que
  • 10:19 - 10:22
    você não se importa com o que
    o sistema faz."
  • 10:23 - 10:26
    Eu ficaria muito feliz de voltar
    ao meu país,
  • 10:26 - 10:30
    Por que eu gostaria de passar um tempo com
    as minhas montanhas, meu povo, mas em paz
  • 10:31 - 10:34
    E essa paz, eu digo, o ocidente arruinou
  • 10:36 - 10:40
    Eu me lembro que sempre tivemos guerra,
    Eu não me lembro de nunca o
  • 10:40 - 10:41
    Iraque não estar em guerra
  • 10:42 - 10:45
    Eu passei por 3 guerras antes de vir
    para o Ocidente
  • 10:46 - 10:48
    Kassel, Alemanha
  • 10:50 - 10:53
    Durante a Segunda Guerra Mundial,
    Kassel foi destruida
  • 10:54 - 10:59
    e agora Kassel está produzinda tantas
    armas e exportando muitas,
  • 10:59 - 11:03
    muitas armas para o meu
    e para outros países
  • 11:04 - 11:07
    Kassel está esquecendo seu próprio passado
  • 11:15 - 11:17
    Você pode usar o banheiro
  • 11:19 - 11:20
    Ele funciona?
  • 11:20 - 11:22
    Sim, funciona super bem.
  • 11:22 - 11:23
    Você usou?
  • 11:23 - 11:26
    Sim, eu testei, eu construi isso
  • 11:27 - 11:28
    É minha obra
  • 11:29 - 11:32
    São os canos de Kassel, foi construido
    com eles
  • 11:33 - 11:35
    É super confortável, eu dormi aqui
  • 11:53 - 11:58
    Na Grécia havia essa estrutura de 5 canos
    que seriam usados em uma construção
  • 11:59 - 12:04
    Refugiados estão vivendo lá, então era
    como um campo de refugiados ou um hotel
  • 12:07 - 12:11
    Não é sobre ser condescendente, mas sobre
    lembrar as pessoas
  • 12:11 - 12:15
    Os refugiados que você vê só estão aqui
    por que a guerra
  • 12:15 - 12:17
    foi exportada aos seus países
  • 12:19 - 12:25
    Os trabalhos que faço são para nos lembrar
    de quantas digitais temos entre nós,
  • 12:25 - 12:27
    o quanto estamos integrados
  • 12:39 - 12:44
    As vezes você diz que seu trabalho é
    politico, mas o faz tanto que deixa de ser
  • 12:45 - 12:48
    Então pra mim é importante que essa
    conexão seja sutil
  • 12:49 - 12:53
    e aqui eu digo que faça essa conexão com
    seu mindinho, não com o indicador.
  • 12:54 - 12:58
    Ao invés de dizer a todas essas pessoas
    brancas "Veja o que vocês estão
  • 12:58 - 13:00
    fazendo com a minha familia,
    pessoas estão morrendo."
  • 13:00 - 13:03
    Não, faço com que eles cheguem a
    essa conclusão
  • 13:04 - 13:08
    Eu acredito que é nossa responsabilidade,
    povos com países dominados,
  • 13:08 - 13:13
    educar sobre politica. Educar para que
    conheçam a nossa dor.
  • 13:17 - 13:19
    As grandes mudanças deveriam ocorrer aqui,
  • 13:19 - 13:21
    por que esses são os países que estão
    no controle
  • 13:21 - 13:25
    das grandes decisões sobre o mundo.
  • 13:26 - 13:29
    As pessoas aqui vivem muito bem e não
    se importam
  • 13:29 - 13:30
    eles não querem mudar nada.
  • 13:32 - 13:38
    De alguma forma estamos presos. estou
    em uma situação stressante no momento
  • 13:38 - 13:42
    Pensando no que estou fazendo, se é
    util ou se só estou ajudando a decorar
  • 13:42 - 13:47
    a fachada do sistema, com essa
    "cor democrática"
Title:
Hiwa K in "Berlin" - Season 9 - "Art in the Twenty-First Century" | Art21
Description:

more » « less
Video Language:
English
Team:
Art21
Project:
"Art in the Twenty-First Century" broadcast series
Duration:
14:52

Portuguese, Brazilian subtitles

Revisions Compare revisions