Return to Video

Refugees & Migrants: Interview with Foni Joyce

  • 0:03 - 0:07
    Fony Joyce é uma refugiada do Sudão do Sul
  • 0:07 - 0:09
    Phony, obrigada por juntar-se a nós
  • 0:09 - 0:12
    As Nações Unidas estimaram que haviam
  • 0:12 - 0:16
    20 milhões de refugiados mundialmente
    até o final do ano passado.
  • 0:16 - 0:19
    Nós ouvimos com frequência macro estatísticas
  • 0:19 - 0:21
    Mas são as histórias mais pessoais
  • 0:21 - 0:23
    que podem ressoar e trazer sobre
    conhecimento e mudança.
  • 0:23 - 0:26
    Você pode, por favor, nos dizer mais sobre
  • 0:26 - 0:28
    sua experiência, como refugiada
  • 0:28 - 0:29
    Muito obrigada.
  • 0:29 - 0:32
    Como você disse, meu nome é Foni Joyce.
  • 0:32 - 0:36
    Eu nasci no Sudão, mas sou originalmente
    do Sudão do Sul.
  • 0:36 - 0:39
    Meus pais fugiram do nosso país em 1981
  • 0:40 - 0:41
    devido à guerra e eles tiveram
    um longo caminho
  • 0:43 - 0:43
    do Sudão do Sul para Uganda
  • 0:43 - 0:46
    antes eles fizeram isso para o Kenia
  • 0:48 - 0:51
    e isso foi uma daquelas experiências
  • 0:51 - 0:52
    que você literalmente está correndo pela vida.
  • 0:52 - 0:54
    Porque meu pai era jornalista
  • 0:55 - 0:59
    e haviam pessoas perseguindo-o
  • 0:59 - 1:01
    porque eles acreditavam que ele era
    informante
  • 1:01 - 1:03
    e ele literalmente teve que
  • 1:03 - 1:07
    dar uma longa caminhada, só para
    sobreviver
  • 1:07 - 1:10
    e ter certeza que a família dele está
    segura e acabou em Nairóbi
  • 1:11 - 1:15
    onde ficamos atualmente com meus irmãos
    e minha mãe.
  • 1:15 - 1:20
    Nós estamos falando antes da Reunião Geral
    ONU.
  • 1:20 - 1:22
    reunião plenária de alto nível sobre o
    tratamento
  • 1:22 - 1:25
    dos grandes movimentos de refugiados e
    migrantes
  • 1:25 - 1:27
    Para ser realizado em 19 de Setembro de
    2016
  • 1:27 - 1:30
    Isso servirá como um fórum para
    os membros
    do estado
  • 1:30 - 1:32
    para determina como atender às
    necessidades dos efugiados
  • 1:32 - 1:35
    e humanitárias imediatas e necessidades
    de desenvolvimento
    a longo prazo
  • 1:35 - 1:37
    Como pode o resultado desta cúpula
  • 1:37 - 1:40
    fazer a diferença para mim e
    sua família
  • 1:40 - 1:43
    O resultado desta cúpula
  • 1:43 - 1:45
    desempenha um papel vital
  • 1:45 - 1:48
    porque políticas serão feitas e
    as que políticas serão feitas
  • 1:49 - 1:51
    afetarão minha vida e a dos meus irmãos
  • 1:52 - 1:56
    e de outros refugiados de um jeito bom
  • 1:56 - 1:58
    porque se políticas são feitas
  • 1:58 - 2:01
    sobre educação, serviços sociais
  • 2:01 - 2:05
    sobre permissão de
    trabalho e
    tudo isso
  • 2:05 - 2:07
    isso nos permite como refugiados
    tornar-nos atores humanitários
  • 2:07 - 2:10
    no nosso próprio espaço.
  • 2:10 - 2:13
    Isso nos dá capacidade de sermos
    empoderados
  • 2:13 - 2:15
    e de onde somos empoderados
  • 2:15 - 2:16
    isso automaticamente leva a
  • 2:16 - 2:21
    criar, tornando-nos construtores da paz
    para um país
  • 2:21 - 2:24
    então, se há uma elaboração de políticas
    desta cúpula
  • 2:24 - 2:29
    então definitivamente há um grande
    impacto em nossas vidas.
  • 2:30 - 2:34
    Você esteve envolvido com os encontros
    globais de jovens refugiados.
  • 2:34 - 2:37
    Qual linguagem você espera ver
  • 2:37 - 2:39
    na esperada cúpula o documento final
  • 2:39 - 2:42
    O Compacto Global sobre os refugiados
  • 2:42 - 2:44
    para garantir as únicas contribuições
    dos jovens,
  • 2:44 - 2:47
    a esse processo são representados?
  • 2:47 - 2:49
    Eu espero ver mais oportunidades
    para os jovens
  • 2:49 - 2:52
    mais oportunidades para eles
    para expressar as ideias,
  • 2:52 - 2:56
    mais oportunidades para eles
  • 2:56 - 3:00
    assumirem papéis e
    habilidades de liderança,
  • 3:00 - 3:03
    porque eu acredito
    se eles tiverem essa oportunidade,
  • 3:03 - 3:06
    então definitivamente eles se
    tornam líderes,
  • 3:06 - 3:08
    eles se tornam a mudança que queremos ver
  • 3:08 - 3:12
    Por isso, toda a cúpula global
    e funcionários
  • 3:12 - 3:16
    Eu espero ver mais oportunidades
    educacionais para eles,
  • 3:17 - 3:21
    habilidades de capacitação para eles,
  • 3:21 - 3:23
    e ele se tornam mais iluminados
  • 3:23 - 3:26
    e mais ativos naquilo que eles
    estão fazendo.
  • 3:26 - 3:28
    Então isso muda a vida deles
    e eles se tornam
  • 3:28 - 3:34
    pessoas melhores que irão
    liderar as futuras gerações.
  • 3:34 - 3:37
    Você mencionou a construção da paz.
  • 3:37 - 3:40
    A juventude é com, frequência, considerada
    uma ameaça para muitos.
  • 3:40 - 3:44
    O que você acha que ajudaria a garantir
    que a juventude
  • 3:44 - 3:46
    possa ser líder na construção da paz?
  • 3:46 - 3:49
    Jovens podem ser líders na construção
    da paz
  • 3:49 - 3:52
    se eles tiverem a oportunidade.
  • 3:52 - 3:55
    Se eles tiverem poderes,
    se forem orientados.
  • 3:55 - 3:57
    Os jovens têm o potencial inexplorado
  • 3:57 - 4:00
    e se eles forem ignorados,
    se ninguém prestar atenção neles,
  • 4:01 - 4:03
    então nada será feito
    será que alguém ou alguma coisa que
  • 4:03 - 4:07
    vai prestar atenção neles
    os distrai.
  • 4:07 - 4:10
    Mas se prestarmos atenção
    para as habilidades que eles têm,
  • 4:10 - 4:13
    se investirmos nas competências que
    os jovens têm,
  • 4:13 - 4:15
    então definitivamente eles
    se tornam construtores da paz.
  • 4:15 - 4:18
    Se os ignorarmos e
    pensarmos neles como atores passivos,
  • 4:18 - 4:20
    isso realmente não importará muito
  • 4:20 - 4:22
    porque eles vão se sentir como
    ninguém está prestando atenção neles.
  • 4:22 - 4:24
    Mas tomamos esse tempo e
  • 4:24 - 4:27
    damos a eles a atenção que eles querem
  • 4:27 - 4:28
    se os ouvirmos,
  • 4:28 - 4:31
    se os orientarmos,
    se desenvolvermos suas habilidades,
  • 4:31 - 4:32
    se nós, se caminharmos com eles,
  • 4:32 - 4:34
    orientá-los em coisas diferentes,
  • 4:34 - 4:37
    em diferentes espaços então,
    eles verão a necessidade de usar
  • 4:37 - 4:40
    esse potencial que eles têm
  • 4:40 - 4:42
    e acabamos nos tornando
    construtores da paz.
  • 4:42 - 4:45
    Bem, muito obrigado por juntar-se a nós
    e compartilhado sua história.
  • 4:45 - 4:49
    Foi um privilégio. Obrigada.
  • 4:49 - 4:53
    Obrigada Foni Joyce.
Title:
Refugees & Migrants: Interview with Foni Joyce
Video Language:
English
Team:
Amplifying Voices
Project:
Refugee Crisis and Solutions
Duration:
04:58

Portuguese, Brazilian subtitles

Incomplete

Revisions Compare revisions