Return to Video

Wong Ping: The Freedom of Animation | Art21 "Extended Play”

  • 0:01 - 0:03
    (Música calma)
  • 0:26 - 0:29
    [Wong Ping] Crescendo em uma cidade
    como Hong Kong
  • 0:29 - 0:31
    vivemos em prédios grandes.
  • 0:31 - 0:33
    Estamos dentro de uma caixa.
  • 0:33 - 0:36
    (conversa de pessoas)
  • 0:39 - 0:40
    Viver na cidade grande
  • 0:40 - 0:43
    cria um certo isolamento.
  • 0:50 - 0:53
    Sempre me perguntei como
    as pessoas interagem entre si.
  • 0:54 - 0:57
    (música calma continua)
  • 1:02 - 1:06
    15 anos atrás eu comecei a fazer animação.
  • 1:09 - 1:14
    Então, tenho um trabalho diurno
    em uma estação televisiva em Hong Kong.
  • 1:14 - 1:16
    Me sinto preso, deprimido,
  • 1:17 - 1:21
    Então percebi que minha mente
    voava para longe enquanto eu trabalhava.
  • 1:24 - 1:27
    Então comecei a pensar em cenários
  • 1:27 - 1:31
    ou situações engraçadas, e aleatórias,
  • 1:31 - 1:33
    e eu escrevia em um blog na minha casa.
  • 1:37 - 1:39
    Um dia eu abri o programa,
  • 1:39 - 1:43
    e tentei só desenhar formatos coloridos,
  • 1:43 - 1:46
    e isso fez eu me sentir muito bem.
  • 1:48 - 1:51
    Então percebi que,
    ah, eu posso criar animação
  • 1:51 - 1:52
    Eu não podia acreditar.
  • 1:53 - 1:56
    Acho que aquele foi o estalo.
  • 1:57 - 2:00
    Eu tenho a necessidade de criar.
  • 2:01 - 2:04
    (música calma)
  • 2:10 - 2:14
    A animação como mídia me deu a liberdade.
  • 2:14 - 2:18
    É quase como uma
    embalagem de doces para pessoas
  • 2:18 - 2:20
    Mais fácil de engolir.
  • 2:27 - 2:30
    (porta fechando)
  • 2:30 - 2:33
    (língua estrangeira)
  • 2:33 - 2:35
    Posso dizer coisas mais terríveis.
  • 2:38 - 2:39
    Ou pensamentos ruins.
  • 2:50 - 2:53
    Posso até colocar coisas mais pessoais.
  • 3:14 - 3:16
    Esse basicamente fala sobre,
  • 3:16 - 3:19
    uma elefanta que se torna monge
  • 3:19 - 3:22
    porque não conseguia arrumar encontros,
  • 3:22 - 3:25
    ela odeia sua pálpebra
  • 3:25 - 3:28
    Mas já que o K-pop é popular,
    é como uma moda.
  • 3:28 - 3:30
    Mas ela já fez a cirurgia de pálpebra.
  • 3:30 - 3:32
    Então isso é uma lição que quero passar,
  • 3:32 - 3:34
    Você pode ser feio nesse momento
  • 3:34 - 3:37
    Mas em outra hora, será a moda.
  • 3:39 - 3:41
    (música distorcida)
  • 3:45 - 3:48
    Nas fábulas, eu tento fazer
    tudo em um quadro
  • 3:48 - 3:51
    Para contar a história sem nenhuma
    transição de edição,
  • 3:51 - 3:52
    Sem cortes de cena.
  • 3:56 - 3:59
    Tento usar isso para me desafiar.
  • 4:03 - 4:06
    (língua estrangeira)
  • 4:21 - 4:24
    O cenário é só um container.
  • 4:26 - 4:29
    Posso basicamente usar qualquer cenário
  • 4:29 - 4:33
    para fazer essa observação
    se encaixar na história.
  • 4:48 - 4:50
    Acho que no geral,
  • 4:50 - 4:52
    preciso de material ou uma história.
  • 5:01 - 5:05
    Eventos, acidentes,
    situações caóticas na rua.
  • 5:05 - 5:08
    Na hora de escrever uma história concreta,
  • 5:08 - 5:10
    Eu olhava para trás.
  • 5:18 - 5:21
    A coisa que eu acho difícil
    em escrever durante a pandemia,
  • 5:21 - 5:26
    é que eu não vejo diferença
    nas pessoas ao redor do mundo.
  • 5:32 - 5:34
    Sinto que perdi o poder de escrever.
  • 5:36 - 5:38
    Onde estão as diferenças?
  • 5:52 - 5:53
    Na pandemia,
  • 5:53 - 5:54
    todo mundo usa o Zoom o tempo todo.
  • 6:03 - 6:08
    Pensei que poderia usar o Zoom
    para fazer uma sátira.
  • 6:16 - 6:18
    Estou mais interessado em pisar na linha
  • 6:18 - 6:20
    Ao invés de cruzar,
  • 6:20 - 6:22
    Porque pisar é mais provocativo.
  • 6:29 - 6:31
    Criei essa figura lendária,
  • 6:34 - 6:37
    o homem que pode fazer um panda ficar duro
    mais rápido
  • 6:40 - 6:43
    Acho que é um trabalho difícil
    Porque eles querem se extinguir.
  • 6:43 - 6:45
    Não querem ter bebês mais.
  • 6:45 - 6:47
    Não gostam de orgasmos.
  • 6:50 - 6:53
    Então isso estava na minha cabeça.
  • 6:53 - 6:56
    Tenho que fazer um laboratório para isso.
  • 7:02 - 7:03
    Em meu trabalho,
  • 7:03 - 7:07
    há muitos elementos eróticos e sexuais.
  • 7:10 - 7:12
    Esse era só o 'container'.
  • 7:12 - 7:13
    Não é a história que quero contar.
  • 7:17 - 7:20
    O motivo de eu aproveitar e explorar
    o desejo com frequência
  • 7:20 - 7:22
    é porque temos que fazer escolhas.
  • 7:26 - 7:29
    Na cama, as pessoas
    podem ser mais honestas.
  • 7:29 - 7:31
    e revelar o outro lado de si mesmas.
  • 7:37 - 7:41
    Estamos olhando para nosso
    verdadeiro eu mais do que nunca.
  • 7:49 - 7:50
    Olha aquilo.
  • 7:52 - 7:53
    Isso.
  • 8:00 - 8:01
    Tão suave.
  • 8:02 - 8:04
    Wow, wow, wow.
  • 8:07 - 8:09
    Pobres lagostas.
  • 8:09 - 8:10
    Viu, elas estão brigando.
  • 8:13 - 8:16
    Só preciso de alguém que faça perguntas,
  • 8:17 - 8:20
    Porque perguntas podem
    me levar a um lugar diferente.
  • 8:25 - 8:26
    Por causa da Covid,
  • 8:26 - 8:30
    Eu percebi mais que preciso
    de conversas com estranhos.
  • 8:38 - 8:41
    Quando trabalho sozinho no estúdio,
  • 8:41 - 8:43
    me sinto meio preso.
  • 8:46 - 8:49
    Preciso me forçar a encontrar inspiração.
  • 8:54 - 8:58
    Quero que essa inspiração venha até mim.
  • 9:01 - 9:06
    Acho que posso tentar ter uma pequena loja
  • 9:06 - 9:08
    e me expor.
  • 9:20 - 9:23
    Nem quero colocar a etiqueta
    de preço em cada coisa,
  • 9:23 - 9:26
    para forçar as pessoas a falarem comigo.
  • 9:26 - 9:29
    É como forçá-los a me inspirar.
  • 9:29 - 9:32
    Bem ao lado dessa mulher doida dos gatos.
  • 9:34 - 9:35
    Mas esse aqui é bonitinho.
  • 9:39 - 9:42
    Então basicamente esse mês sou só eu,
  • 9:42 - 9:44
    desfazendo as malas, mudando.
  • 9:51 - 9:52
    Não comecei ainda
  • 9:52 - 9:56
    mas estou animado para escrever
    uma história para cada item.
  • 10:01 - 10:04
    Não preciso me esforçar
    tanto para encontrar inspiração
  • 10:04 - 10:08
    agora a inspiração está aqui todo dia.
  • 10:08 - 10:09
    Olha esse braço.
  • 10:10 - 10:12
    Eu gostei.
  • 10:12 - 10:14
    Parece que estou dançando com esse cara.
  • 10:17 - 10:18
    Amei.
  • 10:19 - 10:21
    Estou animado.
  • 10:21 - 10:24
    Já que só me estabeleci a poucas semanas.
  • 10:24 - 10:28
    Tudo se trata de fazer um trabalho melhor.
  • 10:28 - 10:29
    Eu acho.
  • 10:29 - 10:30
    Eu espero.
  • 10:32 - 10:34
    (música peculiar)
Title:
Wong Ping: The Freedom of Animation | Art21 "Extended Play”
Description:

more » « less
Video Language:
English
Team:
Art21
Project:
"Extended Play" series
Duration:
10:50

Portuguese, Brazilian subtitles

Revisions