< Return to Video

Consciência sem escolha - O Segredo dos Segredos - A sabedoria que leva ao Samádi

  • 0:09 - 0:11
    O que vamos descrever
  • 0:11 - 0:13
    foi chamado de "O segredo dos segredos",
  • 0:13 - 0:17
    a sabedoria Esotérica que leva ao samádi.
  • 0:18 - 0:21
    O samádi é o objetivo de toda
    a espiritualidade,
  • 0:21 - 0:24
    a comunhão com o Universo.
  • 0:25 - 0:28
    A verdade de quem ou o que você é.
  • 0:28 - 0:31
    A verdade que transcende a mente limitada,
  • 0:31 - 0:34
    não pode ser vista por intermédio
    da mente limitada.
  • 0:34 - 0:37
    O ponto fixo não pode ser alcançado
  • 0:37 - 0:40
    por meio do movimento. Se você quiser
  • 0:40 - 0:43
    encontrar o ponto fixo para
    além do pensamento,
  • 0:43 - 0:47
    deixe de lado todo o interesse pelos
    pensamentos e sensações,
  • 0:48 - 0:51
    todas as preferências, todos os fenômenos
  • 0:51 - 0:54
    gerados pela mente e pelos sentidos,
  • 0:54 - 0:58
    e repouse na pura Consciência Espiritual.
  • 1:21 - 1:23
    Existem duas dimensões fundamentais
  • 1:23 - 1:26
    para a existência neste momento.
  • 1:26 - 1:30
    Há o que está a mudar
  • 1:30 - 1:32
    e o que é imutável.
  • 1:32 - 1:35
    Os pensamentos e as sensações são um campo
  • 1:35 - 1:37
    de fenômenos em constante mudança.
  • 1:40 - 1:43
    O que é imutável é a Consciência
  • 1:43 - 1:45
    desse campo de mudança.
  • 1:49 - 1:51
    Normalmente, estamos tão presos no campo
  • 1:51 - 1:55
    da mudança, fixados nos seus objetos, que
  • 1:55 - 1:58
    ignoramos a dimensão da Consciência.
  • 1:58 - 2:01
    Portanto, começamos nossa investigação
  • 2:01 - 2:04
    tomando consciência da Consciência,
  • 2:04 - 2:08
    estando conscientes da Consciência.
  • 2:44 - 2:46
    O desafio de descansar em Consciência
  • 2:46 - 2:49
    por longos períodos, é que
  • 2:49 - 2:51
    a maioria das pessoas não cultivou
  • 2:51 - 2:54
    a concentração e a equanimidade
  • 2:54 - 2:56
    para permanecer nessa Consciência.
  • 2:56 - 2:59
    Somos viciados no conforto
  • 2:59 - 3:00
    e a mente limitada desejará
  • 3:00 - 3:03
    escapar desse exercício,
  • 3:03 - 3:05
    vai achá-lo profundamente desconfortável
  • 3:05 - 3:08
    e vai criar todo o tipo
  • 3:08 - 3:11
    de obstáculos ou distrações.
  • 3:12 - 3:15
    Há dois nós principais que
  • 3:15 - 3:18
    nos prendem à identificação com o ego.
  • 3:18 - 3:21
    O corpo está ligado ao conforto
  • 3:21 - 3:25
    e a mente quer saber.
  • 3:26 - 3:29
    Se continuarmos a procurar o conforto
  • 3:29 - 3:31
    do corpo e continuarmos a procurar
  • 3:31 - 3:33
    saber com a mente,
  • 3:33 - 3:35
    nunca iremos para além da
  • 3:35 - 3:38
    mente e do corpo limitados.
  • 3:38 - 3:41
    Continuaremos a ser como
    um animal de rebanho,
  • 3:41 - 3:44
    uma criatura que anseia pelo prazer
  • 3:44 - 3:46
    e evita a dor, respondendo incessantemente
  • 3:46 - 3:50
    a estímulos, agindo incessantemente
  • 3:51 - 3:55
    e sem consciência da dimensão do ser.
  • 3:57 - 4:01
    Estar consciente,
    estar totalmente atento ao
  • 4:01 - 4:03
    que está a acontecer, sem a mediação
  • 4:03 - 4:07
    do condicionamento egoico, sem conceitos,
  • 4:07 - 4:10
    sem controlar, manipular
  • 4:10 - 4:14
    ou distorcer, sem a filtragem
  • 4:14 - 4:15
    da mente limitada,
  • 4:15 - 4:18
    é estar presente sem escolher.
  • 4:19 - 4:22
    Presente sem escolha, portanto,
  • 4:22 - 4:25
    sem aquele que escolhe.
  • 4:26 - 4:29
    Cada vez que a mente se move
    sem a sua vontade,
  • 4:29 - 4:33
    mesmo o mínimo movimento,
  • 4:33 - 4:36
    é devido à filtragem através
  • 4:36 - 4:39
    do condicionamento da autoestrutura.
  • 4:42 - 4:45
    O caminho conduz à cessação de
  • 4:45 - 4:47
    todas as flutuações da mente.
  • 4:52 - 4:56
    Alcançando todos os níveis do seu ser
    como vazios.
  • 5:01 - 5:03
    Como é que deixo de fazer tudo,
  • 5:03 - 5:06
    como é que deixo a atividade mental?
  • 5:07 - 5:11
    Ouçam bem, este é o paradoxo.
  • 5:11 - 5:15
    A mente Egoica limitada ouve essa pergunta
  • 5:15 - 5:18
    e quer saber como,
  • 5:18 - 5:23
    mas essa mente limitada não consegue.
  • 5:24 - 5:27
    A mente sempre falhará
    em qualquer tentativa
  • 5:27 - 5:32
    de alcançar a quietude, porque
    a mente é movimento.
  • 5:33 - 5:38
    A mente em si é movimento,
  • 5:39 - 5:42
    é um processo interminável de realizar.
  • 5:42 - 5:45
    Precisamos passar do fazer
  • 5:45 - 5:47
    para o SER.
  • 5:47 - 5:50
    O "você" que você pensa que é
  • 5:50 - 5:54
    é um processo, um movimento constante,
  • 5:54 - 5:57
    uma coleção de padrões.
  • 6:02 - 6:06
    Esse VOCÊ precisa morrer.
  • 6:06 - 6:08
    O padrão patológico de você
  • 6:08 - 6:12
    tem que acabar para que o
    Samadhi seja realizado.
  • 6:12 - 6:16
    Deixe que isso se aprofunde em você...
  • 6:16 - 6:18
    Os professores espirituais deram
  • 6:18 - 6:21
    instruções para alcançar o Samádi.
  • 6:21 - 6:24
    Fique quieto e conheça.
  • 6:24 - 6:27
    Fique quieto e conheça o Eu Verdadeiro.
  • 6:27 - 6:30
    Consciência Primordial além
    do nome e da forma.
  • 6:31 - 6:36
    Fique quieto e saiba que você é Deus.
  • 6:38 - 6:41
    O que exatamente eles querem dizer?
  • 6:42 - 6:46
    O que é que se torna quieto?
  • 6:47 - 6:50
    Obviamente, o corpo físico de ninguém pode
  • 6:50 - 6:52
    ficar absolutamente quieto,
  • 6:52 - 6:55
    existindo no tempo e no espaço.
  • 6:55 - 6:59
    Porque o próprio tempo espacial
    é movimento.
  • 7:00 - 7:03
    O tempo espacial é a mente,
  • 7:03 - 7:08
    o Universo é a grande mente ou Logos.
  • 7:10 - 7:14
    O primeiro princípio Hermético é que
  • 7:14 - 7:18
    O Todo é mente; o Universo é mental.
  • 7:19 - 7:22
    Se o Universo é mente e mente
  • 7:22 - 7:26
    é movimento, como posso
    ficar quieto e saber?
  • 7:26 - 7:30
    Como é possível ficar parado em
    um globo que gira
  • 7:30 - 7:34
    a mil milhas por hora em
    torno de seu eixo,
  • 7:35 - 7:40
    que gira a 67.000 milhas por hora
    ao redor do Sol,
  • 7:41 - 7:46
    movendo-se a 500.000 milhas por hora
    ao redor da Galáxia
  • 7:47 - 7:51
    e milhões de outras ao longo do Universo?
  • 7:52 - 7:56
    Seu coração está batendo,
    as células estão se movendo por dentro,
  • 7:57 - 8:01
    o alimento sendo digerido, o cérebro
    produzindo ondas cerebrais.
  • 8:02 - 8:06
    Seu sangue está circulando,
    a energia está em movimento,
  • 8:06 - 8:09
    como podemos ficar quietos?
  • 8:09 - 8:12
    Quando os Mestres espirituais dizem
    'fique quieto e saiba',
  • 8:13 - 8:16
    eles devem estar falando de outra coisa,
  • 8:16 - 8:19
    algo além do tempo e do espaço,
  • 8:19 - 8:23
    algo além do físico e do mental.
  • 8:23 - 8:26
    O que se entende por quietude é algo
  • 8:26 - 8:30
    que não temos nenhuma palavra em nosso
    sistema linguístico moderno.
  • 8:30 - 8:34
    O idioma Sânscrito, o idioma
  • 8:34 - 8:37
    dos iogues, tem termos mais precisos
  • 8:37 - 8:40
    que apontam para o não dual.
  • 8:41 - 8:45
    O termo "sunyata" é
    frequentemente traduzido
  • 8:45 - 8:49
    como "vazio", quietude ou vacuidade.
  • 8:49 - 8:52
    É o que é usado em conexão com
  • 8:52 - 8:55
    com "anata" ou não-eu,
  • 8:55 - 8:58
    a realização da natureza de Buda.
  • 9:02 - 9:05
    Quietude talvez seja a palavra mais
    próxima em Português,
  • 9:05 - 9:07
    mas ela é inadequada para descrever algo
  • 9:07 - 9:10
    que não pertence a esse mundo dualista.
  • 9:12 - 9:16
    O que é de fato realizado é a
    Consciência Primordial,
  • 9:16 - 9:19
    que está além da quietude e do movimento,
  • 9:19 - 9:22
    além do tempo.
  • 9:22 - 9:25
    Ela é eterna, a base do seu ser,
  • 9:25 - 9:27
    a natureza fundamental da realidade
  • 9:27 - 9:31
    que não muda.
    Na verdade, está além
  • 9:31 - 9:34
    da mudança e o imutável.
  • 9:34 - 9:37
    Quando nossa verdadeira
    essência é realizada
  • 9:37 - 9:40
    torna-se óbvio que a quietude
    e o movimento
  • 9:40 - 9:43
    são uma dualidade criada pela Mente,
  • 9:43 - 9:49
    o silêncio e o ruído são uma dualidade
    criada pela mente.
  • 9:51 - 9:54
    Tudo já é inerente dentro
  • 9:54 - 9:56
    dessa quietude primordial,
  • 9:56 - 10:01
    o movimento do mundo
    é idêntico à quietude.
  • 10:02 - 10:04
    Fique quieto e saiba,
  • 10:04 - 10:07
    esteja em movimento e saiba.
  • 10:07 - 10:10
    Tudo é uma dança vazia.
  • 10:10 - 10:13
    Isso não é algo filosófico,
  • 10:13 - 10:14
    mas sim uma maneira diferente
  • 10:14 - 10:17
    de interação com o mundo.
  • 10:17 - 10:20
    Na verdade, trata-se de abandonar
    a interação,
  • 10:20 - 10:23
    eliminar a válvula redutora que é
  • 10:23 - 10:27
    a autoestrutura, e experimentar
    sua verdadeira natureza
  • 10:27 - 10:29
    sem a mediação da mente limitada.
  • 10:30 - 10:33
    O chamado mundo exterior é transcendido
  • 10:33 - 10:38
    ao perceber a quietude,
    que, quando realizada,
  • 10:38 - 10:41
    inclui aquilo que transcende.
  • 10:42 - 10:46
    A dualidade da quietude e do
    movimento entra em colapso.
  • 10:47 - 10:51
    Ao atingir o samádi,
    esse grande despertar
  • 10:51 - 10:54
    é apenas o começo do caminho.
  • 10:54 - 10:58
    Patanjali diz que todo o esforço
  • 10:58 - 11:01
    do Yoga tem como objetivo o acalmar
  • 11:01 - 11:03
    das flutuações da mente.
  • 11:03 - 11:06
    'Chitta vritti nirodha'
    (supressão das flutuações da mente).
  • 11:06 - 11:09
    Pode-se dizer que é a cessação do
    do carma,
  • 11:11 - 11:14
    a cessação de padrões inconscientes
    profundos
  • 11:14 - 11:18
    em diversos níveis.
  • 11:18 - 11:21
    Quando percebemos nossa
    verdadeira natureza,
  • 11:21 - 11:23
    cessamos temporariamente
    nossa identificação
  • 11:23 - 11:25
    e a reação à mente.
  • 11:27 - 11:30
    É como desligar o plugue de um ventilador.
  • 11:30 - 11:33
    Quando desligamos o ventilador,
  • 11:33 - 11:35
    a inércia das pás do ventilador
  • 11:35 - 11:38
    o mantém funcionando,
    contanto que não ligamos
  • 11:38 - 11:39
    o plugue novamente,
  • 11:39 - 11:44
    ele acabará ficando parado.
  • 11:44 - 11:46
    O carma é simplesmente a
    tendência da energia
  • 11:46 - 11:49
    seguir caminhos estabelecidos.
  • 11:49 - 11:53
    Quando a consciência volta
    para o seu padrão,
  • 11:53 - 11:55
    é como ligar o ventilador.
  • 11:55 - 11:58
    A energia segue a Consciência.
  • 11:58 - 12:02
    A energia volta para os padrões antigos.
  • 12:04 - 12:07
    Outra maneira de descrever isso,
  • 12:07 - 12:09
    é por meio da lei da inércia.
  • 12:09 - 12:13
    Uma mente em movimento
    permanece em movimento,
  • 12:13 - 12:17
    a menos que seja influenciada
    por uma força externa.
  • 12:17 - 12:20
    Na matriz da mente condicionada
  • 12:20 - 12:22
    que chamamos de Universo,
  • 12:22 - 12:24
    a energia e o pensamento circulam
  • 12:24 - 12:28
    por labirintos fractais que existem
    em um Continuum,
  • 12:28 - 12:30
    dos níveis micro ao macro,
  • 12:30 - 12:33
    ramificando-se e explorando infinitamente
  • 12:35 - 12:38
    Toda prática espiritual é uma intervenção,
  • 12:38 - 12:41
    uma força externa,
  • 12:41 - 12:44
    uma Consciência que desvia a energia
  • 12:44 - 12:47
    de fluir pelos caminhos condicionados.
  • 12:47 - 12:51
    Você precisa estar disposto a
    a mudar a sua vida.
  • 12:54 - 12:56
    Alguém pode fazer todas as meditações
  • 12:56 - 12:58
    no mundo, mas se essa pessoa voltar a seus
  • 12:58 - 13:00
    mesmos padrões antigos,
  • 13:00 - 13:02
    suas mesmas rotinas,
  • 13:02 - 13:05
    então a conexão permanece no mesmo lugar.
  • 13:07 - 13:10
    Nossas motivações inconscientes devem ser
  • 13:10 - 13:13
    exploradas e confrontadas.
  • 13:13 - 13:15
    Se por meio de grande perseverança e
  • 13:15 - 13:18
    determinação, nós não conseguimos conectar
  • 13:18 - 13:20
    o ventilador, então há uma verdadeira
  • 13:20 - 13:23
    cessação das 'vrittis' (movimentações).
  • 13:23 - 13:26
    Um profundo silêncio que nasce
  • 13:26 - 13:28
    dentro da autoestrutura.
  • 13:28 - 13:32
    Toda vez que nos identificamos com
    e reagimos a
  • 13:32 - 13:35
    alguma preferência produzida pela mente,
  • 13:35 - 13:37
    ligamos o ventilador novamente.
  • 13:37 - 13:40
    Quanto mais tempo permanecermos
    conscientes,
  • 13:40 - 13:43
    mais os "samskaras" (hábitos mentais)
    são purificados.
  • 13:43 - 13:46
    Quanto mais lento o ventilador,
  • 13:46 - 13:48
    o corpo humano se torna
  • 13:48 - 13:50
    mais permeável à Consciência,
  • 13:50 - 13:54
    mais nos tornamos vazios do nosso ego.
Title:
Consciência sem escolha - O Segredo dos Segredos - A sabedoria que leva ao Samádi
Description:

A iniciativa AwakenTheWorld foi fundada para servir ao despertar da humanidade para sua verdadeira natureza. Temos muitos recursos, como meditações guiadas, eventos ao vivo e vídeos em vários idiomas no site http://www.awakentheworld.com.

Gostaríamos de convidá-lo a participar da comunidade on-line AwakenTheWorld. O espaço é para aqueles que se dedicam ao trabalho interior profundo (meditação e autoinvestigação). Este é um lugar para se conectar com outras pessoas no caminho sem vias, para fazer perguntas e compartilhar conhecimento e recursos:

https://awaken-the-world.circle.so/join?invitation_token=83be29d9b7ccf7d6926f273836fc3e2ad3ba2849-16fec90c-88a6-44ff-8d2b-b39af319dbef

Siga-nos no Facebook em: www.facebook.com/awakentheworldfilm

more » « less
Video Language:
English
Team:
Awaken the World
Project:
Short Films - Stepping Stones
Duration:
13:54

Portuguese, Brazilian subtitles

Revisions Compare revisions