YouTube

Teniu un compte YouTube?

New: enable viewer-created translations and captions on your YouTube channel!

Portuguese, Brazilian subtítols

← O mito de Loki e o mestre construtor - Alex Gendler

Obtén el codi d'incrustació
20 llengües

Showing Revision 16 created 11/17/2019 by Custodio Marcelino.

  1. Asgard, um reino de maravilhas, era onde
    os Deuses Nórdicos faziam sua morada.
  2. Lá, Valhala, o grande salão de Odin,
    pairava sobre as montanhas,
  3. e a ponte arco-íris Bifrost
    ficava ancorada.
  4. Mas, embora seu domínio fosse magnífico,
  5. ele permanecia indefeso contra os gigantes
    e trolls de Jotunheim,
  6. que desprezavam os deuses
    e buscavam destruí-los.
  7. Um dia, quando Thor, o deus mais forte,
    estava fora, lutando contra tais inimigos,

  8. um estranho apareceu,
    montado em um poderoso cavalo cinza.
  9. O visitante fez aos deuses
    uma oferta escandalosa.
  10. Ele construiria para eles
    o muro mais grandioso já visto,
  11. maior do que um gigante podia escalar, e
    mais forte do que um troll podia quebrar.
  12. E tudo o que ele queria em troca era
    a mão da bela deusa Freya em casamento...
  13. junto com o Sol e a Lua do céu.
  14. Os deuses recusaram a proposta,
    e estavam prontos para mandá-lo partir.

  15. Mas o ardiloso Loki inventou
    um plano desonesto.
  16. Ele disse aos deuses que eles deveriam
    aceitar a oferta do estranho,
  17. mas impôr condições tão rígidas que
    ele falharia em terminar o muro à tempo.
  18. Assim, nada seria perdido, e a maior parte
    do muro seria construída de graça.
  19. Freya não gostou nada dessa ideia,
  20. mas Odin e os outros deuses
    foram convencidos
  21. e chegaram a um acordo com o construtor.
  22. Ele teria apenas um inverno
    para completar o muro.
  23. Se qualquer parte estivesse inacabada
    até o primeiro dia do verão,
  24. ele não receberia nada do pagamento.
  25. E ele não poderia ter a ajuda de ninguém.
  26. Os deuses selaram o acordo
    com juras solenes
  27. e prometeram que o construtor
    não sofreria nenhum mal em Asgard.
  28. Pela manhã, o estranho começou a cavar
    as fundações a uma velocidade assombrosa

  29. e, à noite, ele partiu para as montanhas
    para obter pedras para a construção.
  30. Mas foi apenas na manhã seguinte,
    quando viram que ele estava retornando,
  31. que os deuses começaram a se preocupar.
  32. Como combinado, nenhuma pessoa
    estava ajudando o construtor.
  33. Mas seu cavalo Svadilfari estava rebocando
    um carregamento tão maciço de pedras
  34. que formava valas no chão, atrás deles.
  35. O inverno veio e se foi.

  36. O estranho continuou construindo,
    Svadilfari continuou rebocando,
  37. e nenhuma neve ou chuva
    poderia desacelerar seu progresso.
  38. Faltando apenas três dias para o verão,
    o muro já estava alto e impenetrável,
  39. e restava apenas construir o portão.
  40. Horrorizados, os deuses perceberam
    que não apenas perderiam
  41. sua deusa da fertilidade para sempre,
  42. mas que, sem o Sol e a Lua,
    o mundo mergulharia em eterna escuridão.
  43. Eles se perguntaram o porquê
    de terem feito uma aposta tão tola...
  44. e então, se lembraram de Loki,
    e de seu péssimo conselho.
  45. De repente, Loki não se achou tão esperto.

  46. Todos os seus colegas deuses ameaçaram-no
    de uma morte inimaginavelmente dolorosa
  47. se ele não achasse uma maneira de prevenir
    o construtor de reivindicar seu pagamento.
  48. Então, Loki prometeu
    cuidar da situação, e fugiu.
  49. Lá fora, já havia caído a noite,

  50. e o construtor se preparava para partir
    em busca do último carregamento de pedras.
  51. Mas, assim que ele chamou Svadilfari,
    uma égua apareceu no meio do campo.
  52. Ela era tão linda que Svadilfari
    ignorou seu mestre
  53. e se libertou de suas rédeas.
  54. O construtor tentou pegá-lo,
  55. mas a égua correu para as profundezas
    da floresta, e Svadilfari a seguiu.
  56. O estranho ficou furioso.

  57. Ele sabia que os deuses estavam
    por trás daquilo, e os confrontou,
  58. não mais como um construtor educado,
  59. mas em sua verdadeira forma,
    como um amedrontador gigante da montanha.
  60. Aquilo havia sido um grande erro.
  61. Thor acabara de retornar para Asgard,
  62. e agora que os deuses sabiam
    que havia um gigante em seu meio,
  63. eles quebraram seus juramentos.
  64. O único pagamento
    que o construtor receberia,
  65. e a última coisa que ele veria na vida...
  66. era o balanço de Mjölnir,
    o supremo martelo de Thor.
  67. Assim que assentaram as últimas pedras
    no muro, os deuses celebraram sua vitória.

  68. Loki, entretanto, não estava com eles.
  69. Passariam muitos meses
    antes que ele finalmente retornasse,
  70. seguido de um lindo
    potro cinza de oito pernas.
  71. O potro cresceria, virando
    um magnífico corcel chamado Sleipnir
  72. e se tornaria a montaria de Odin,
    um cavalo que superaria o próprio vento.
  73. Mas o local exato de onde ele havia vindo
    era algo que Loki preferia não discutir.