Return to Video

The Ferguson Effect

  • 0:06 - 0:10
    Este episódio de "é o fim do mundo e eu me sinto ótimo"
  • 0:10 - 0:13
    Foi foi realizado graças a contribuições de escravos como você
  • 0:13 - 0:15
    "spank "you very much
  • 0:16 - 0:20
    que é que tem na sociedade que te decepciona tanto?
  • 0:20 - 0:22
    ah eu não sei
  • 0:22 - 0:25
    será que é por que nós coletivamente escolhemos Steve Jobs
  • 0:25 - 0:27
    como um grande homem mesmo quando soubemos
  • 0:27 - 0:31
    que tirou bilhões de dólares nas costas de crianças?
  • 0:31 - 0:33
    Ou será que é porque parece que todos
  • 0:33 - 0:35
    os heróis estão de escanteio?
  • 0:35 - 0:39
    O mundo em si é uma grande farsa
  • 0:39 - 0:42
    se maltratando com comentários de merda
  • 0:42 - 0:44
    enraivecidos, mascarandos por dentro
  • 0:44 - 0:49
    numa mídia social fingindo sua intimidade
  • 0:50 - 0:52
    ou será que nós que votamos por isso?
  • 0:52 - 0:54
    não com nossas eleições roubadas
  • 0:54 - 0:58
    mas com as nossas coisas, nossas propriedades, nosso dinheiro
  • 0:58 - 1:00
    Não vou falar nada de novo, agente sabe por que
  • 1:00 - 1:02
    nós não fazemos isso porque os livros do Hunger Games
  • 1:02 - 1:05
    nos faz feliz, mas porque queremos ser sedados
  • 1:05 - 1:07
    porque é doloroso não fingir
  • 1:07 - 1:09
    porque somos covardes
  • 1:10 - 1:11
    Foda-se a sociedade!
  • 1:18 - 1:20
    Boooom dia escravos
  • 1:20 - 1:22
    bem vindos a mais uma edição de
  • 1:22 - 1:24
    é o fim do mundo e eu to de boa
  • 1:24 - 1:26
    onde após dois meses de
  • 1:26 - 1:29
    arrepio tóxico pela escola de taco
  • 1:29 - 1:31
    Estou feliz por anunciar que
  • 1:31 - 1:33
    que a Submedia atingiu o seu motherfucking
  • 1:33 - 1:35
    objetivo de arrecadação
  • 1:49 - 1:52
    ... enfim, eu sou seu anfitrião, o Stimulator
  • 1:52 - 1:53
    e esta semana nós começamos em Manila
  • 1:53 - 1:55
    onde , na quinta, 19 de novembro
  • 1:55 - 1:57
    líderes dos 21 países líderes da APEC
  • 1:57 - 2:00
    ou Cooperação Econômica Ásia-Pacífico
  • 2:00 - 2:02
    estavam na cidade para tentar descobrir
  • 2:02 - 2:04
    um jeito de espremer ainda mais lucro
  • 2:04 - 2:06
    nas regiões hiper-exploradas
  • 2:06 - 2:08
    de trabalhadores industriais
  • 2:08 - 2:10
    Eles foram recebidos calorosamente
  • 2:10 - 2:13
    por uma coalizão de estudantes, uniões e índios
  • 2:13 - 2:16
    reivindicando um fim nas ofertas baratas malucas e sanguessugas
  • 2:16 - 2:19
    e levaram uma porra de um abutre gigante
  • 2:19 - 2:21
    que construíram como símbolo apropriado para
  • 2:21 - 2:23
    o imperialismo ianque
  • 2:23 - 2:26
    o povo filipino está lutando por independencia nacional
  • 2:26 - 2:27
    e independência no nosso país
  • 2:27 - 2:32
    e países poderosos, ricos, como os Estados Unidos,
  • 2:32 - 2:36
    têm super lucros às custas dos trabalhadores Filipinos
  • 2:36 - 2:38
    no dia de fechamento da cúpula
  • 2:38 - 2:41
    milhares de manifestantes tentaram invadir o prédio
  • 2:41 - 2:43
    onde a reunião acontecia
  • 2:43 - 2:46
    levando à violentos confrontos com a polícia Filipina
  • 2:56 - 2:57
    O que nós queremos?
  • 2:57 - 2:58
    Justiça!
  • 2:58 - 2:58
    o que nós queremos?
  • 2:58 - 2:59
    Justiça!
  • 2:59 - 3:03
    enquanto isso, em Minneapolis, companheiros responderam
  • 3:03 - 3:04
    ao assassinato do dia 15 de novembro
  • 3:04 - 3:07
    feito pela polícia, de Jamar Clark, de 24 anos
  • 3:07 - 3:09
    com vários dias de protestos gigantescos
  • 3:09 - 3:12
    uma minoria que seguia os manifestantes
  • 3:12 - 3:14
    começou a cercar a DP onde
  • 3:14 - 3:16
    trabalham os porcos responsáveis por sua morte
  • 3:16 - 3:18
    impediram acesso ao prédio
  • 3:18 - 3:20
    membros da comunidade pedem a liberação
  • 3:20 - 3:22
    de imagens da camera de segurança
  • 3:22 - 3:24
    mostrando a morte de Clark, dizendo que
  • 3:24 - 3:26
    ele foi executado à queima-roupa, embora estivesse algemado
  • 3:26 - 3:28
    Eu não consigo nem imaginar quando ele foi
  • 3:28 - 3:31
    antes de tomar os tiros, morto como um cachorro
  • 3:31 - 3:33
    Não surpreendentemente, os policiais não estão
  • 3:33 - 3:35
    muito afim de liberar as imagens
  • 3:35 - 3:37
    em vez disso, preferiram atacar manifestantes
  • 3:37 - 3:39
    com gás de pimenta e pancadas
  • 3:39 - 3:42
    No dia 18 de novembro, os militantes responderam
  • 3:42 - 3:44
    a esses ataques vandalizando 12 carros da tropa
  • 3:44 - 3:47
    arremessando pedras, tijolos e e coquetéis molotov
  • 3:47 - 3:49
    nas barricadas policiais
  • 3:49 - 3:52
    que levaram à condenação de organizadores do protesto pelos oficiais de justiça
  • 3:52 - 3:55
    Que culparam que o uso de tais táticas de milícia
  • 3:55 - 3:57
    a anarquistas forasteiros
  • 3:57 - 3:59
    Quaisquer sejam as razões para o ataque
  • 3:59 - 3:59
    é nosso deve eliminar a escória
    Quaisquer sejam as razões para o ataque
  • 3:59 - 4:00
    é nosso deve eliminar a escória
  • 4:01 - 4:03
    É a opinião do primeiro ministro
  • 4:03 - 4:05
    mas o movimento anarquista é uma ameaça
  • 4:05 - 4:06
    paz, ordem e bom governo.
  • 4:06 - 4:09
    os porcos também dizem que os manifestantes
  • 4:09 - 4:11
    atacaram os policiais sitiados com pimenta
  • 4:11 - 4:13
    bom, seria lindo se fosse verdade
  • 4:13 - 4:15
    parece que os porcos podem estar confusos
  • 4:15 - 4:17
    quanto à identidade do agressor
  • 4:17 - 4:19
    dá uma olhada:
  • 4:24 - 4:25
    Tá demitido!
  • 4:25 - 4:27
    Na segunda, 23 de novembro, três membros
  • 4:27 - 4:30
    da White Supremacy abriram fogo em manifestantes
  • 4:30 - 4:32
    assentada na parte de fora da polícia
  • 4:32 - 4:33
    machucando 5 pessoas,
  • 4:33 - 4:35
    felizmente, ninguem morreu, mas o ataque mostra
  • 4:35 - 4:37
    que a vigilância racista branca
  • 4:37 - 4:40
    nos United Snakes está ainda viva e saudável
  • 4:40 - 4:42
    enquanto que os camaradas pretos e marrons continuam
  • 4:42 - 4:44
    o levante contra o terrorismo racista da polícia
  • 4:44 - 4:46
    ataques nojentos como esse
  • 4:46 - 4:48
    provavelmente intensificarão
  • 4:48 - 4:51
    fuck the police
  • 4:51 - 4:54
    companheiros da cidade de Widnes também foram às ruas
  • 4:54 - 4:56
    protestar devido ao assassinato do ano passado
  • 4:56 - 4:58
    de Laquan McDonald, depois que as imagens de sua morte
  • 4:58 - 5:00
    foi liberada, na terça, dia 24 de novembro,
  • 5:00 - 5:02
    mostrando um porco de Chicago
  • 5:02 - 5:04
    Jason Van Dyke atirando no menino de 17 anos
  • 5:04 - 5:07
    negro, 16 vezes
  • 5:07 - 5:09
    enquanto ele havia virava e ia embora
  • 5:09 - 5:11
    a liberação desse vídeo coincidiu com
  • 5:11 - 5:14
    o aniversário de 1 ano da decisão do júri de Ferguson
  • 5:14 - 5:16
    que livrou Darren Wilson do assassinato
  • 5:16 - 5:18
    de Mike Brown
  • 5:18 - 5:20
    provocando protestos na nação toda
  • 5:20 - 5:22
    e levando ao bloqueio de estradas, pontes
  • 5:22 - 5:24
    e dezenas de cidades ao longo dos EUA
  • 5:24 - 5:26
    Políticos e porcos de alto escalão
  • 5:26 - 5:28
    estão cagando na calça, preocupados que
  • 5:28 - 5:30
    a história pode estar pronta pra se repetir
  • 5:30 - 5:33
    eu falei com os oficiais em privacidade
  • 5:33 - 5:35
    de uma grande cidade em questão
  • 5:35 - 5:37
    que descreveram estar rodeados de jovens
  • 5:37 - 5:39
    com celulares em punho
  • 5:39 - 5:41
    insultando-lhes aos sair de seus carros
  • 5:41 - 5:43
    eles me disseram:
  • 5:43 - 5:46
    nos sentimos assediados e não sentimos vontade sair do carro
  • 5:46 - 5:49
    durante este tumulto, manifestantes de Chi Town
  • 5:49 - 5:51
    se uniram aos camaradas de Nova Iorque
  • 5:51 - 5:53
    e os organizadores anunciaram planos de invasão
  • 5:53 - 5:56
    de um distrito comercial para quebrar a Black Fraude
  • 5:56 - 5:58
    o deprevado espetáculo anual
  • 5:58 - 6:01
    onde americanos se pisoteiam até a morte
  • 6:01 - 6:03
    num louco frenesi para pegar um bom preço
  • 6:03 - 6:05
    no último X-box
  • 6:05 - 6:07
    Yeeeeah, enquanto milhões de americanos brancos
  • 6:07 - 6:09
    se deliciam com peru para celebrar
  • 6:09 - 6:11
    o nascimento colonial do united snakes
  • 6:11 - 6:14
    camaradas negros e mulatos se levantam novamente
  • 6:14 - 6:16
    para desafiar a estrutura de poder da supremacia branca
  • 6:16 - 6:19
    que segura todo esse sistema
  • 6:19 - 6:21
    e essas últias insurgências somente
  • 6:21 - 6:23
    estão começando, você pode ter certeza
  • 6:23 - 6:25
    que ainda tem muito por vir
  • 6:32 - 7:08
    Olá, Olá, pessoas com pressa, nervos na cabeça
    Que defendem um reino que se assemelha ao inferno
    Pronto para morrer para defender a gaiola
    Quem matou nossas almas e tudo o que há nela
    Plantas de cores ou barras de ferro
    Barreiras no horizonte onde as paredes nos circundam
    Cenário escuro
    Pensei que eles fosse apagar toda a sabedoria antiga
    Hoje não há marcos, vícios civilização e banksters
    Formas de indignação, vindos de todo o mundo
    Filho dos séculos de aberrações estranguladas
    Quebrar suas correntes! ser o guardião do seu irmão
    Encarna a dignidade que o céu lhe deu
    Iniciar a revolução, em atmosfera elétrica
    Babilônia cai por terra quando agimos por nós mesmos
    Em seguida, quebrar suas cadeias!
  • 7:08 - 7:25
    Olá, Olá pessoas com pressa, cabeça na chapa
    Uma vida inteira de olhar para fora da janela
    Para silenciosamente sonhar com outra vida
    Por outro auto
    Então, auto-esquecimento fará
    Nascido na mente, todas as noites do festival será
    A angústia e choro abafado pelo som
    Nodes nos pulsos cabeça ligada
    Herdeiros de mal-estar
    Quebrar suas correntes!
  • 7:27 - 7:29
    As pessoas na Europa estão no limite desde
  • 7:29 - 7:32
    desde os ataques em Paris, com a mídia dizendo
  • 7:32 - 7:34
    que alguns atiradores ainda estão foragidos
  • 7:34 - 7:36
    e provavelmente planejando novos ataques
  • 7:36 - 7:38
    na região, no meio dessa atmosfera de
  • 7:38 - 7:40
    ansiedade generalizada
  • 7:40 - 7:42
    políticos aliados se agilizaram rapidamente para
  • 7:42 - 7:45
    re-assegurar o mundo que a COP-21
  • 7:45 - 7:47
    de negociações pelo clima, marcada pra acontecer em Paris
  • 7:47 - 7:49
    durate o período de 30 de novembro até 11 de dezembro
  • 7:49 - 7:51
    vai seguir em frente conforme planejado
  • 7:51 - 7:54
    a 21a conferência pelo clima foi construída como
  • 7:54 - 7:55
    como um "verdadeiro evento histórico"
  • 7:55 - 7:58
    onde os pica-grossas de mais de 120 países
  • 7:58 - 8:01
    devem unir-se para finalmente
  • 8:01 - 8:03
    martelar um acordo
  • 8:03 - 8:05
    sobre qual cor de verde devem pintar
  • 8:05 - 8:07
    a economia global capitalista
  • 8:07 - 8:09
    nosso primeiro passo para um futuro verde é a
  • 8:09 - 8:11
    nova latinha de coca-cola, investimos milhões
  • 8:11 - 8:13
    pra mudar as cores da nossa clássica lata
  • 8:13 - 8:15
    para verde, para que você se sentir mal sobre você mesmo
  • 8:16 - 8:18
    mas apesar do discurso do governo ocidental
  • 8:18 - 8:19
    autoritário sobre não dar
  • 8:19 - 8:21
    liberdade aos terroristas foragidos
  • 8:21 - 8:23
    no dia 16 de novembro,
  • 8:23 - 8:25
    o presidente socialista da França, Hollande
  • 8:25 - 8:28
    anunciou que ele vem usando seus poderes de estado
  • 8:28 - 8:30
    de emergência para cancelar todas
  • 8:30 - 8:32
    as demonstrações públicas preparadas pra
  • 8:32 - 8:34
    acontecer durante a COP-21,
  • 8:34 - 8:36
    incluindo a massiva marcha pelo clima
  • 8:36 - 8:38
    agendada para o dia 29 de novembro
  • 8:38 - 8:40
    num choro unificado, a coalizão de
  • 8:40 - 8:43
    ONGs que organizaram a marcha
  • 8:43 - 8:45
    concedeu ao governo Francês
  • 8:45 - 8:47
    concordando que a ameaças terroristas
  • 8:47 - 8:50
    justificam o cancelamento da parada pacifista
  • 8:52 - 8:55
    nós estamos em outros tempos e não podemos arcar mais nada vindo deles
  • 8:55 - 8:58
    não podemos arcar com pequenas mudanças incrementais
  • 8:58 - 9:00
    em torno dos limites
  • 9:00 - 9:03
    do tipo que conserta facilmente , que os políticos
  • 9:03 - 9:05
    fazem sem ofender ninguém
  • 9:05 - 9:08
    chegou o tempo de começar a ofender
  • 9:08 - 9:11
    apesar da retórica imbecil de que esta é a última
  • 9:11 - 9:13
    oportunidade pra salvar a humanidade.. blablabla
  • 9:13 - 9:15
    aparentemente poucos estão dispostos a correr
  • 9:15 - 9:17
    risco de vida numa inútil marcha simbólica
  • 9:17 - 9:20
    mano, sério, quem diabos pode culpar eles?
  • 9:20 - 9:22
    deixando de lado preocupações éticas sobre
  • 9:22 - 9:25
    os medonhos precedentes que suas decisões terão nos protestos futuros
  • 9:25 - 9:28
    os representantes da 350.org
  • 9:28 - 9:30
    alegremente lembraram aos camaradas da marcha de paris
  • 9:30 - 9:33
    é somente uma das milhares de ações globais
  • 9:33 - 9:35
    que fazem a "marcha pelo clima"
  • 9:37 - 9:40
    é, como eles falam: O show não pode acabar
  • 9:40 - 9:42
    e desde que os companheiros em Paris tem
  • 9:42 - 9:44
    proibidos e masturbar publicamente seu caminho
  • 9:44 - 9:46
    para uma nova e brilhante economia verde
  • 9:46 - 9:48
    é tempo para o resto do mundo arregaçar
  • 9:48 - 9:51
    as mangas e dar a eles a maior
  • 9:51 - 9:53
    DUTCH RUTTER que o planeta jamais viu
  • 9:53 - 9:57
    Ei Stim, que diabo é DUTCH RUTTER?
  • 9:57 - 9:58
    procura ai!
  • 10:00 - 10:03
    o ato sexual que atravessa a linha entre
  • 10:03 - 10:05
    punheta e masturbação
  • 10:05 - 10:08
    enfim, algumas semanas antes de toda essa
  • 10:08 - 10:10
    merda ir pro saco eu me encontrei com
  • 10:10 - 10:12
    o pesquisador e jornalista Dahr Jamail
  • 10:12 - 10:14
    pra enteder sua visão no espetáculo COP-21
  • 10:15 - 10:18
    e o presente estado do movimento de justiça para o clima global
  • 10:18 - 10:20
    Ei Dahr, como vai essa merda?
  • 10:20 - 10:22
    To bem, é muito bom estar aqui
  • 10:22 - 10:24
    Então, voceê ficou conhecido por sua
  • 10:24 - 10:26
    cobertura independente da guerra do iraque
  • 10:26 - 10:28
    porque diabo começou a cobrir mudança climatica?
  • 10:28 - 10:31
    é claramente a única maior história
  • 10:31 - 10:33
    de hoje e vai ser até o fim de
  • 10:33 - 10:35
    nossas vidas e para todos no planeta
  • 10:35 - 10:37
    quer dizer, não tem dúvidas sobre isso
  • 10:37 - 10:39
    entamos olhando para o fato de que nós
  • 10:39 - 10:41
    já estamos dentro de uma mudança do clima abruta
  • 10:41 - 10:46
    e está mudando o planeta e a vida de todos
  • 10:46 - 10:48
    para sempre, então,
  • 10:48 - 10:50
    é de se reoconhecer que como jornalista,
  • 10:50 - 10:52
    que tão importante quanto a história no Iraque foi
  • 10:52 - 10:54
    de se mudar e começar a cobrir
  • 10:54 - 10:56
    a história vários anos atrás
  • 10:56 - 10:57
    foi o que eu fiz
  • 10:57 - 10:59
    então segura a onda um minutinho, Dahr
  • 10:59 - 11:01
    Quão fodido estamos?
  • 11:01 - 11:04
    evidências mais recentes, eu diria que
  • 11:04 - 11:06
    em um artigo que acabou de sair
  • 11:06 - 11:08
    no momento em que fazemos essa entrevista
  • 11:08 - 11:10
    que mostra que se nós queimarmos todas as reservas
  • 11:10 - 11:12
    de combustíveis fósseis conhecidas
  • 11:12 - 11:14
    no planeta nós vamos literalmente derreter
  • 11:14 - 11:16
    todo o gelo do mundo o que levaria ao
  • 11:16 - 11:18
    aumento dos níveis globais do oceano
  • 11:18 - 11:20
    em mais de 60 metros, então, vamos dizer
  • 11:20 - 11:22
    adeus à todas as cidades costeiras...
  • 11:22 - 11:24
    isso obviamente levará um longo tempo
  • 11:24 - 11:26
    e não será algo que nós
  • 11:26 - 11:28
    veríamos ao longe de nossas vidas
  • 11:28 - 11:30
    mas o que nós já estamos vendo, mesmo sem
  • 11:30 - 11:32
    fazer isso, somente pelo que já queimamos
  • 11:32 - 11:34
    o mais recente artigo de James Hanson,
  • 11:34 - 11:36
    mostra que em 2050
  • 11:36 - 11:38
    nesse curto período de tempo, nós podemos
  • 11:38 - 11:40
    ver 10 metros de subida do nível do mar
  • 11:40 - 11:42
    o meu ponto é que, nós já estamos
  • 11:42 - 11:45
    tão imersos na mudança climática abrupta
  • 11:45 - 11:48
    que é simplesmente um fato conhecido
  • 11:48 - 11:50
    e não tem jeito de pararmos.
  • 11:50 - 11:54
    os tão chamado acordos políticos sobre
  • 11:54 - 11:57
    o limite de dois graus celscius de aquecimento global
  • 11:57 - 11:59
    nós vamos estourar direto esse limite
  • 11:59 - 12:02
    o chefe de mudanças climáticas das nações unidas
  • 12:02 - 12:04
    ontem em Bruxelas disse
  • 12:04 - 12:06
    nós já vamos ultrapar ele
  • 12:06 - 12:08
    e claro, tudo isso acoplado com
  • 12:08 - 12:10
    os governos globais
  • 12:10 - 12:13
    sem fazer nada que não seja
  • 12:13 - 12:15
    continuar com os negócios usuais e dizendo
  • 12:15 - 12:17
    apoio a ruptura das mudanças climátcas
  • 12:17 - 12:19
    o que seria realmente necessário para
  • 12:19 - 12:21
    algum tipo de mitigação, nós não vamos parar
  • 12:21 - 12:23
    talvez mitigar, o que é somente uma ilusão
  • 12:23 - 12:25
    que nunca irá acontecer, então...
  • 12:25 - 12:27
    estamos olhando para massivas
  • 12:27 - 12:29
    extinções de espécies e
  • 12:29 - 12:31
    uma outra reportagem recente mostra que
  • 12:31 - 12:33
    desde 1970 somente,
  • 12:33 - 12:36
    metade de toda a vida no oceano
  • 12:36 - 12:38
    foi apagada, então, somente
  • 12:38 - 12:40
    desde a décade de 70, estamos falando de menos
  • 12:40 - 12:43
    de 5 décadas, e nós conseguimos apagar
  • 12:43 - 12:45
    toda a vida nos oceanos.
  • 12:45 - 12:47
    Isso é somente um exemplo
  • 12:47 - 12:49
    que posso dar, poderia continuar por horas
  • 12:49 - 12:53
    estamos falando de avisos realmente fortes
  • 12:53 - 12:54
    que já estão sobre nós
  • 12:54 - 12:56
    camaradas se mobiliza sobre as reuniões da COP
  • 12:56 - 12:58
    desde que começaram, há 20 anos atrás
  • 12:58 - 13:01
    na prática, quanto é que essas mobilizações
  • 13:01 - 13:04
    rendem quaisquer resultados políticos significativos
  • 13:04 - 13:05
    que irão de fato curvar a mudança climática?
  • 13:05 - 13:07
    bom o famoso provérbio de
  • 13:07 - 13:10
    o que é a insanidade, uma definição é
  • 13:10 - 13:13
    fazer a mesma coisa repetidamente, e esperar resultados diferentes
  • 13:13 - 13:16
    então, é essa é a COP-21
  • 13:16 - 13:18
    o que significa que nós temos 20 outras
  • 13:18 - 13:20
    conferencias dessa laia
  • 13:20 - 13:22
    e tivemos protestos em todas elas
  • 13:22 - 13:25
    em cada uma delas, vimos os protestos aumentarem
  • 13:25 - 13:27
    e com que proveito?
  • 13:27 - 13:30
    Se nos ja fizemos uma coisa 20 vezes, e isso teve zero efeito
  • 13:30 - 13:32
    na política, é...
  • 13:32 - 13:35
    será que fazer pela 21a vez vai provocar mudança?
  • 13:35 - 13:37
    eu vou simplemente deixar isso como uma pergunta aberta...
  • 13:37 - 13:40
    No livro de Naomi Klein "Isso muda tudo"
  • 13:40 - 13:42
    ela propõe nacionalização da indústria
  • 13:42 - 13:44
    de óleo no Canadá, como estratégia
  • 13:44 - 13:46
    pra controlar emissões de carbono
  • 13:46 - 13:49
    você pode falar sobre essas estratégia que ela propõe em seu livro?
  • 13:49 - 13:51
    e quão realísticas elas são?
  • 13:51 - 13:54
    parece que muitas dessas estratégias, particularmente
  • 13:54 - 13:56
    usando essa que você mencionou como exemplo
  • 13:56 - 13:58
    são mais baseadas em reformas
  • 13:58 - 14:00
    e eu penso que tem algo
  • 14:00 - 14:03
    acontecendo entre a idéia
  • 14:03 - 14:05
    de completamente fazer um caminho com o capitalismo
  • 14:05 - 14:10
    no mundo e ...
  • 14:10 - 14:13
    o impacto isso teria no carbono em parar de ser emitido
  • 14:13 - 14:16
    na atmosfera, e então, saindo dessa posição
  • 14:16 - 14:20
    em algo como, "vamos nacionalizar o óleo do País"
  • 14:20 - 14:23
    como uma solução, é claro que é um longo caminho
  • 14:23 - 14:25
    em negligenciar o impacto disso
  • 14:25 - 14:29
    na população nativa, deixando-os sozinhos ter sua voz
  • 14:29 - 14:32
    numa mistura de o que eles acham que é a possível solução
  • 14:32 - 14:35
    então, eu acho que tem alguns
  • 14:35 - 14:37
    assuntos que deveriam ser endereçados
  • 14:37 - 14:40
    e não exatamente ser totalmente endereçados nessa idéia
  • 14:40 - 14:42
    mas eu penso que a realidade é que
  • 14:42 - 14:45
    nossa situação é tão sombria e nós estamos tão
  • 14:45 - 14:48
    distante da ruptura do clima numa escala ampla
  • 14:48 - 14:50
    de mudança cimática no planeta que
  • 14:50 - 14:53
    qualquer idéia de que nós temos tempo suficiente
  • 14:53 - 14:55
    para fazer algo como
  • 14:55 - 14:58
    reformas no sistema, ou fazer mudanças políticas
  • 14:58 - 15:00
    ou nacionalizar o óleo do país
  • 15:00 - 15:03
    é realmente, eu acho que é tipo
  • 15:03 - 15:06
    uma infantilização da maior parte da população
  • 15:06 - 15:08
    de dar às pessoas uma idéia de que ainda há
  • 15:08 - 15:10
    esperanças e ainda há tempo
  • 15:10 - 15:12
    e eu simplesmente não penso que é
  • 15:12 - 15:14
    uma avaliação clara e justa
  • 15:14 - 15:16
    de quanto obscura a crise é
  • 15:16 - 15:18
    nós já estamos dentro e
  • 15:18 - 15:20
    e quantas mais medidas dramáticas
  • 15:20 - 15:22
    realmente necessitam ser tomadas nesse ponto
  • 15:23 - 15:27
    e finalmente, quais movimentos que lutam contra mudança climática te inspiram?
  • 15:27 - 15:31
    o que os Unist'ot'en estão fazendo, no Canadá, e outros nativos
  • 15:31 - 15:35
    estão fazendo para enfrentar a construção de pipelines
  • 15:35 - 15:38
    nós vimos um pouco nos EUA, com parte da
  • 15:38 - 15:41
    população nativa também, eu acho que isso
  • 15:41 - 15:44
    é a vanguarda, o que essas pessoas estão fazendo
  • 15:44 - 15:47
    pegando as questões com as próprias mãos
  • 15:47 - 15:51
    usando a lei a seu favor dizendo -olhem, essa é nossa terra
  • 15:51 - 15:54
    nós técnicamente estamos no comando dela e
  • 15:54 - 15:57
    e nós dizemos o que acontece no final, vamos agir de acordo
  • 15:57 - 16:00
    se isso significa o combate físico
  • 16:00 - 16:04
    se significa barricadas, seja lá o que significar
  • 16:04 - 16:06
    quaisquer medidas necessárias pra parar
  • 16:06 - 16:10
    dutos de óleo de serem construídos, até emissões de serem emitidas
  • 16:10 - 16:13
    nessas áreas, nos outros tipos de projetos industriais
  • 16:13 - 16:17
    e mecanizações do óleo e gás nessas áreas
  • 16:17 - 16:22
    esse é o pessoal que, até agora, são algumas das únicas pessoas que vi
  • 16:22 - 16:27
    que de fato levam essa questão pessoalmente, e pegando essa responsabilidade
  • 16:27 - 16:31
    e colocando suas vidas na linha, seus corpos na linha pra parar isso
  • 16:31 - 16:35
    eu acho que isso, ultimamente, é o que deve acontecer
  • 16:35 - 16:37
    numa escala muito, muito ampla
  • 16:37 - 16:40
    Obrigado, Dahr e aos picas dessa edição de
  • 16:40 - 16:42
    é o fim do mundo e eu me sinto bem
  • 16:42 - 16:46
    se voce quiser ouvir a entrevista inteira com Dahr Jamail
  • 16:46 - 16:49
    visite meu website
  • 16:49 - 16:52
    e segue o mesmo, mas eu vou falar de qualquer jeito
  • 16:52 - 16:56
    seus filhos da puta fizeram eu e minha tripulação de vídeo-ninjas
  • 16:56 - 16:58
    ficar sensibilizados como uma quesadilha quentinha
  • 16:58 - 17:00
    obrigado por acreditar em nós
  • 17:00 - 17:02
    nós não vamos te decepcionar
  • 17:02 - 17:04
    Só nos dê um par de semanas para empacotar e entregar
  • 17:04 - 17:07
    centenas de "obrigados" e nós vamos estar por aqui de novo
  • 17:07 - 17:09
    adicionando vídeos de resistencia global
  • 17:09 - 18:17
    então como disse, agrademos a....
  • 18:20 - 18:28
    eu gostaria também de agradecer aos novos membros da Taconspiracy...
  • 18:28 - 18:32
    como sempre, você pode encontrar uma playlist das músicas que você ouviu
  • 18:32 - 18:35
    links das filmagens que roubamos, inscrever-se na lista de e-mails
  • 18:35 - 18:38
    se insrever em nosso podcast, ou nos deixar cartas de amor
  • 18:38 - 18:40
    tudo no meu fucking website
  • 18:42 - 18:45
    e para citar o grande Elliot Alderson: Foda-se a sociedade!
Title:
The Ferguson Effect
Description:

This week we bring you black and brown power worldwide as peeps from Manila to Chicago fight the powers that be. In the Philippines, anti-capitalist warriors told APEC leaders to pack up and get the fuck out of dodge, while comrades in Minneapolis took a page from the Ferguson riots, and stormed a police station and in Chi-town, a strong reaction to the Laquan McDonald shooting tape. On the music break Argentine-French rapper, Keny Arkana with “Gens Pressés” In our featured interview, climate change journalist Dahr Jamail, tells us just how fucked we are and what we need to do to unfuck ourselves.

more » « less
Video Language:
English
Duration:
19:07

Portuguese, Brazilian subtitles

Revisions Compare revisions