YouTube

Teniu un compte YouTube?

New: enable viewer-created translations and captions on your YouTube channel!

Portuguese, Brazilian subtítols

← Um muro não resolverá os problemas da fronteira dos Estados Unidos

Obtén el codi d'incrustació
17 llengües

Showing Revision 37 created 10/17/2019 by Elena Crescia.

  1. Anne Milgram: Deputado,
    eu estava prestes a apresentá-lo...
  2. Will Hurd: Olá, Anne. Como vai?

  3. AM: Olá, como vai?

  4. Muito obrigada por estar
    conosco esta noite.
  5. Temos muita sorte em tê-lo aqui conosco.
  6. Já expliquei que o senhor
    está em Washington
  7. porque está trabalhando.
  8. Eu ia dizer que o senhor
    representa o 23º distrito do Texas.
  9. Mas talvez o senhor possa nos falar
    um pouco sobre seu distrito
  10. e descrevê-lo para nós.
  11. WH: Meu distrito no sudoeste do Texas
    tem 29 condados, 2 fusos horários,

  12. 1,3 mil km de fronteira
    desde Eagle Pass, no Texas, até El Paso.
  13. Leva-se dez horas e meia para atravessar
    meu distrito a cerca de 130 km/h,
  14. o limite de velocidade
    na maior parte do distrito.
  15. Descobri, há dois finais de semana,
  16. que não é o limite de velocidade
    em todo o distrito.
  17. (Risos)

  18. É um distrito 71% latino,

  19. e é o distrito que venho representando
  20. pelo meu terceiro mandato no Congresso.
  21. Quando se pensa na questão da fronteira,
  22. tenho mais fronteiras do que qualquer
    outro membro do Congresso.
  23. Passei nove anos e meio
    como oficial disfarçado da CIA,
  24. perseguindo os maus elementos
    em todo o país.
  25. Quando se trata de proteger
    nossa fronteira,
  26. é algo que conheço bastante.
  27. AM: Aprendi recentemente,
    eu não sabia antes,

  28. que seu distrito é, na verdade,
    do tamanho do estado da Geórgia?
  29. WH: Exato.

  30. É maior do que 26 estados, aproximadamente
    do tamanho do estado da Geórgia.
  31. É bem grande.
  32. AM: Como especialista
    em segurança nacional

  33. e membro do Congresso,
  34. o senhor foi convidado a analisar questões
  35. relacionadas à imigração
  36. e, nos últimos anos, em especial,
    a respeito do muro da fronteira.
  37. Qual é a sua reação à afirmação
    do presidente Trump
  38. de que precisamos de um grande e belo muro
    que se estenda por toda a nossa fronteira
  39. e tenha de cinco a nove metros de altura?
  40. WH: Digo isso desde minha primeira
    candidatura ao Congresso em 2009.

  41. Não é novidade
  42. que construir uma estrutura
    de concreto de 9 m de altura,
  43. de costa a costa,
  44. é a maneira mais cara e menos eficaz
  45. de fazer segurança nas fronteiras.
  46. Há partes da fronteira
  47. em que o tempo de resposta
    da Patrulha de Fronteira a uma ameaça
  48. é medido em horas a dias.
  49. Se o tempo de resposta dela
    é medido em horas a dias,
  50. um muro não é uma barreira física.
  51. Devemos ter tecnologia
    ao longo da fronteira
  52. e controle operacional da nossa fronteira,
  53. o que significa saber tudo o que ocorre
    em toda a extensão dela.
  54. Podemos fazer muito com a tecnologia.
  55. Também precisamos de mais pessoas
    dentro da nossa patrulha de fronteira,
  56. mas, além de tudo isso,
  57. devemos conseguir agilizar
    a imigração legal.
  58. Se você for um membro produtivo
    da nossa sociedade,
  59. vamos trazê-lo aqui
    o mais rápido possível,
  60. mas de modo legal.
  61. Se conseguirmos agilizar isso,
  62. veremos o alívio de algumas das pressões
    ao longo da nossa fronteira
  63. e permitiremos à Patrulha de Fronteira
    focar a questão do tráfico humano
  64. e também as organizações
    de tráfico de drogas.
  65. AM: Deputado...

  66. também houve uma conversa nacional
  67. sobre o uso de fundos de emergência
    para construir o muro da fronteira
  68. e a retirada desses fundos
    das Forças Armadas dos Estados Unidos.
  69. Qual é a sua posição sobre essa questão?
  70. WH: Sou um dos poucos republicanos aqui
    que se opôs a esse esforço.

  71. Estamos, neste momento,
    reconstruindo nossas forças armadas
  72. e tirando fundos para garantir
  73. que nossos irmãos, irmãs,
    esposas e maridos
  74. tenham o treinamento
    e o equipamento necessários
  75. para cuidar de nós em lugares distantes.
  76. A retirada do dinheiro deles
    não é um uso eficiente de nossos recursos,
  77. especialmente se for para criar um...
  78. sempre digo que é uma solução do século 4
  79. para um problema do século 21.
  80. A realidade é que devemos focar
  81. algumas das outras
    causas principais desse problema,
  82. e muitos palestrantes hoje
    falaram a respeito.
  83. Alguns desses problemas fundamentais são:
    violência, falta de oportunidade econômica
  84. e extrema pobreza,
  85. especificamente no Triângulo Norte:
    El Salvador, Guatemala e Honduras.
  86. Devemos trabalhar...
  87. AM: Eu ia perguntar
    o que o senhor recomendaria

  88. que o governo dos EUA faça
    para abordar os fatores subjacentes,
  89. que chamamos de fatores de pressão
    ou causas principais
  90. nesses três países da América Central?
  91. WH: Uma das coisas que aprendi
    como oficial disfarçado da CIA

  92. é ser bom com caras bons
    e difícil com caras difíceis.
  93. E um dos princípios
    de ser bom com caras bons
  94. é fortalecer nossas alianças.
  95. Atualmente, temos vários programas
    nesses três países
  96. que a USAID e o Departamento de Estado
  97. estão realizando para resolver
    essa questão da violência.
  98. Sabemos que, em El Salvador,
  99. um dos problemas
    era a corrupção da polícia.
  100. Trabalhamos com os salvadorenhos
    para expurgar a polícia,
  101. contratar novas pessoas,
  102. usar táticas de policiamento comunitário,
  103. que homens e mulheres nos Estados Unidos
  104. e forças policiais
  105. usam todos os dias.
  106. Quando fizemos isso em certas comunidades,
    sabe o que aconteceu?
  107. Vimos uma diminuição da violência
    nessas comunidades
  108. e também do número de pessoas
    que deixavam essas áreas
  109. para tentar vir ilegalmente
    para os Estados Unidos.
  110. Portanto, é uma fração do custo
    para resolver um problema lá,
  111. antes que ele chegue à nossa fronteira.
  112. E uma das razões pelas quais
    temos violência e crime
  113. é a corrupção política
  114. e a falta de governos centrais
    para proteger seus cidadãos.
  115. Portanto, é algo em que devemos
    continuar trabalhando.
  116. Não devemos diminuir
    a quantidade de dinheiro que temos
  117. e enviamos para esses países.
  118. Na verdade, acho que devemos aumentá-la.
  119. Creio que a primeira coisa,
    que deveríamos ter feito meses atrás,
  120. é selecionar um representante especial
    para o Triângulo do Norte,
  121. um diplomata sênior
  122. que trabalhará para garantir que usaremos
    todos os nossos esquemas de poder
  123. para ajudar esses três países
  124. e que faremos isso
    em um esforço coordenado.
  125. Esse não é apenas um problema
    para os Estados Unidos e o México,
  126. é um problema para todo
    o hemisfério ocidental.
  127. Onde está a Organização
    dos Estados Americanos?
  128. Onde está o Banco Internacional
    de Desenvolvimento?
  129. Devemos ter um plano coletivo
    para abordar essas causas principais.
  130. Quando falamos sobre violência,

  131. muitas vezes, falamos
    sobre gangues terríveis, como o MS-13,
  132. mas também é violência o espancamento
    de mulheres pelos maridos.
  133. E elas não têm mais ninguém
    a quem recorrer
  134. e não conseguem lidar
    com esse problema atual.
  135. Portanto, esses são os tipos de questões
  136. que devemos ampliar em nossa diplomacia
  137. e em nossa ajuda
    ao desenvolvimento econômico.
  138. AM: Deputado, por favor,
    quero levá-lo agora

  139. do pensamento sobre as causas
    principais da América Central
  140. ao pensamento sobre a separação
    de crianças e famílias nos Estados Unidos.
  141. A partir de abril de 2018,
  142. o governo Trump iniciou
    uma política de não tolerância
  143. com imigrantes e pessoas que buscam
    condição de refugiados e asilo nos EUA.
  144. Isso levou à separação de 2,7 mil crianças
  145. no primeiro ano em que esse
    programa foi implementado.
  146. Agora, quero falar sobre essa questão
  147. e separá-la em duas conversas diferentes.
  148. Uma das atitudes do governo foi
    o arquivamento de documentos judiciais,
  149. explicando que um dos principais
    objetivos das separações
  150. era proceder como uma intimidação
  151. para as pessoas não virem
    para os Estados Unidos.
  152. Quero falar um pouco sobre essa questão
    a partir de uma perspectiva moral
  153. e ter seu ponto de vista.
  154. WH: Não deveríamos fazer isso,
    ponto final. É bem simples.

  155. Veja, não funcionou como intimidação.
  156. Vimos apenas um aumento
    da imigração ilegal.
  157. Enquanto estamos sentados,
    debatendo uma estratégia,
  158. se alguém tiver a ideia de tirar
    uma criança dos braços da mãe,
  159. precisamos voltar à prancheta.
  160. Não é isso que representa
    os Estados Unidos,
  161. não é algo republicano,
    democrata ou independente.
  162. É algo de decência humana.
  163. Assim, o uso dessa estratégia
    não alcançou o objetivo final
  164. e, no final das contas,
    a quantidade realizada de pesquisas
  165. e o impacto da detenção de crianças,
  166. principalmente se for feito
    por mais de 21 dias,
  167. sobre o desenvolvimento e o futuro delas
  168. é desastroso.
  169. Portanto, não devemos prender
    crianças por mais de 21 dias;
  170. devemos receber as crianças,
    se elas estiverem sob nossa custódia;
  171. devemos cuidar delas de modo humano
  172. e garantir que estejam com pessoas
  173. que possam proporcionar a elas
    um ambiente seguro e afetuoso.
  174. AM: Eu contestaria o senhor,
    mesmo sobre os 21 dias,

  175. mas, para os propósitos desta conversa,
  176. quero acompanhar
    o que senhor acabou de dizer,
  177. que é errado prender crianças
  178. e não é eficaz.
  179. Portanto, a questão é: por que
    o governo continua a fazer isso,
  180. quando vimos mais 900 crianças
    separadas dos pais
  181. desde o verão de 2018?
  182. Por que está acontecendo isso?
  183. WH: Bem, isso é algo que você teria
    que perguntar ao governo.

  184. São essas perguntas que venho fazendo.
  185. O centro de detenção em Tornillo
    está em meu distrito.
  186. Esses edifícios não foram projetados
  187. para manter ninguém por vários dias,
  188. muito menos crianças.
  189. Devemos garantir que, se elas
    estiverem sob nossa custódia,
  190. muitas vezes, as crianças desacompanhadas,
  191. não temos...
  192. não conhecemos um padrinho
    ou membro da família nos Estados Unidos,
  193. e devemos garantir que elas
    estejam em lugares
  194. onde possam ir à escola
  195. e ter alimentação
    e assistência médica adequados.
  196. Se conseguirmos encontrar
    um padrinho ou membro da família,
  197. vamos envolvê-los nessa custódia,
  198. enquanto aguardam
    o processo judicial de imigração.
  199. Essa é a outra questão aqui.
  200. Quando temos um acúmulo de processos...
  201. acho que agora são
    900 mil processos acumulados...
  202. devemos conseguir fazer
    uma audiência de imigração
  203. em até nove meses.
  204. Acho que a maior parte
    da comunidade jurídica
  205. considera que é tempo suficiente
    para fazer algo assim,
  206. para que possamos facilitar
  207. se uma pessoa poderá ficar
    nos Estados Unidos
  208. ou terá que retornar
    ao seu país de origem,
  209. em vez de ficar nesse limbo
    por cinco anos.
  210. AM: Se analisarmos
    o sistema atual de asilo,

  211. em que as pessoas dizem
    que têm uma ameaça verossímil,
  212. que serão perseguidas em casa,
  213. e considerarmos que se leva,
    em média, cerca de dois anos
  214. para alguém conseguir
    uma audiência de asilo,
  215. que muitas pessoas não são representadas
    durante esse processo,
  216. isso me faz pensar em algo
  217. que dizem o tempo todo
    no âmbito da assistência médica:
  218. todo sistema é perfeitamente projetado
    para conseguir os resultados que obtém.
  219. Enquanto o senhor pensa nisso
  220. e em como redesenharíamos esse sistema
  221. para não fazer o que fazemos,
  222. que são anos e anos de detenção,
    separações e dificuldades
  223. para pessoas que buscam...
  224. e novamente, o asilo sendo um processo
    governamental legal dos EUA...
  225. para pessoas que desejam
    entrar legalmente em nosso país,
  226. o que deveríamos fazer?
  227. WH: Tentei aumentar em US$ 4 bilhões

  228. os recursos do Departamento de Saúde
    e Serviços Humanos dos EUA
  229. para lidar especificamente com crianças.
  230. Acho que precisamos de mais juízes
    de imigração para tratar desses processos,
  231. bem como garantir que as pessoas
    possam obter representação.
  232. Trabalhei com vários advogados
    ao longo da fronteira
  233. para garantir que consigam ter acesso
  234. às pessoas que estão tendo
    esses problemas.
  235. Isso é algo que devemos
    conseguir projetar.
  236. No final, quando se trata de crianças,
  237. devemos fazer todo o possível,
    quando estão sob nossa custódia,
  238. para cuidar delas.
  239. AM: Tenho mais duas perguntas ao senhor
    antes de deixá-lo retornar ao trabalho.

  240. A primeira é sobre nosso foco nos EUA
  241. sobre as questões de imigração,
  242. porque, se analisarmos
    algumas estatísticas,
  243. vemos que, das pessoas
    não documentadas nos EUA,
  244. a maioria ficou mais tempo
    que o permitido no país.
  245. Elas não passaram pela fronteira.
  246. Se analisarmos as pessoas
    que tentam entrar no país,
  247. que estão na lista de terroristas,
  248. elas entram predominantemente
    pelos aeroportos
  249. e não pela fronteira.
  250. Se analisarmos as drogas
    que entram nos EUA,
  251. que foi uma parte enorme desta conversa,
  252. a grande maioria delas
    passa por nossos portos
  253. e outros locais de entrada
  254. e não pela mochila das pessoas
    que atravessam a fronteira.
  255. Sempre pergunto e me preocupo
    em relação ao governo
  256. sobre o fato de nos concentramos
    muito em um assunto,
  257. e minha pergunta ao senhor
    é se estamos concentrados
  258. nesta conversa, como nação,
    sobre a fronteira,
  259. todos os dias e a todo instante,
  260. ou se estamos olhando totalmente
    na direção errada.
  261. WH: Concordo com sua premissa.

  262. Quando temos...
  263. começando com os benefícios econômicos...
  264. quando temos 3,6% de desemprego,
    o que isso significa?
  265. Que precisamos de pessoas
    em todos os setores,
  266. seja na agricultura
    ou na inteligência artificial.
  267. Por que não agilizamos a imigração legal?
  268. Devemos conseguir criar
    um mercado estabelecido
  269. para que as pessoas que entrem
  270. e sejam membros produtivos
    de nossa sociedade.
  271. Quanto à questão das drogas,
    que você menciona,
  272. ela está em nossos portos de entrada,
    mas também entra pelas costas do país.
  273. A guarda costeira só consegue agir
    em 25% da inteligência conhecida
  274. que tem sobre as drogas
    que entram em nosso país.
  275. Nossa métrica deve ser:
  276. será que veremos uma redução das mortes
    por overdose de drogas no exterior
  277. e uma redução da imigração ilegal?
  278. Não se trata da quilometragem de cerca
    que construímos no final das contas.
  279. Nós nos beneficiamos
    da perda intelectual de países
  280. nas últimas duas décadas.
  281. Quero ver isso continuar
    com a perda diligente.
  282. Consigo negociar isso:
  283. no último Congresso, Pete Aguilar,
    democrata da Califórnia, e eu
  284. tivemos uma legislação chamada USA Act:
  285. forte segurança nas fronteiras,
    imigração legal ágil,
  286. programa DACA, com 1,2 milhão de crianças
    que só conheceram os EUA como lar delas.
  287. Essas crianças,
    ou eu deveria dizer jovens,
  288. já são norte-americanas.
  289. Não vamos deixá-las passarem
    por mais incertezas
  290. e vamos fazer, enfim, acontecer.
  291. Tivemos 245 pessoas dispostas
    a assinar esse projeto de lei.
  292. Não era permitido se apresentar
    sob um orador republicano,
  293. e também o atual orador democrata
    não apresentou esse projeto
  294. como algo que poderíamos aprovar.
  295. AM: Eu gostaria de encerrar,

  296. e o senhor talvez seja o mais famoso...
  297. não sei se é justo, mas o senhor
    viajou com Beto O'Rourke
  298. de seu distrito até Washington, DC,
  299. e se tornou conhecido
    por cruzar as barreiras
  300. e se envolver em conversas bipartidárias.
  301. Vi o senhor falar muitas vezes
  302. sobre como estamos todos unidos.
  303. Creio que, quando pensamos
    na linguagem da imigração
  304. e começamos a ouvir palavras
    sobre inimigos e militarização,
  305. acho que a verdadeira pergunta é:
  306. "Como convencemos
    todos os norte-americanos
  307. a entenderem o que o senhor diz
    a respeito de mais união do que divisão?"
  308. WH: Atravessando um distrito
    realmente dividido como o meu,

  309. 50% democrata e 50% republicano,
  310. ficou bem claro para mim que há muito mais
    coisas que nos unem do que nos dividem,
  311. e que, se nos concentrarmos
    no que concordamos,
  312. estaremos todos melhores.
  313. Não vou receber um prêmio
    por sempre frequentar a igreja,
  314. mas me lembro de quando Jesus
    estava no Segundo Templo,
  315. e os fariseus lhe perguntaram
    qual era o mandamento mais importante,
  316. e ele disse: "Ame o Senhor Deus
    de todo o coração, mente e alma".
  317. Mas as pessoas esquecem
    que ele também disse:
  318. "Igualmente importante
    é amar o próximo como a si mesmo".
  319. Se nós nos lembrarmos disso
    e percebermos o que isso significaria
  320. e pelo que teríamos que estar passando
  321. para viver em uma situação
  322. na qual mandamos nossas crianças
    para uma viagem perigosa de 8 mil km,
  323. porque achamos que é a única coisa
    que podemos fazer
  324. para garantir a elas um futuro brilhante,
  325. se todos nós nos lembrarmos dessa situação
  326. e pensarmos no que faríamos
    nessa situação,
  327. acho que também estaríamos melhor.
  328. AM: Muito obrigada, deputado,
    por estar conosco esta noite.

  329. (Aplausos)