Return to Video

Tania Bruguera: "Movimento Imigrante Internacional"

  • 0:07 - 0:12
    Movimento Imigrante Internacional
  • 0:13 - 0:15
    Queens, Nova Iorque
  • 0:31 - 0:33
    Era muito divertido
    pintar aqui.
  • 0:33 - 0:34
    Aliza Nisenbaum, Artista
  • 0:34 - 0:37
    Eu sempre pintava quando tinha
    uma aula de Zumba
  • 0:37 - 0:40
    ou aula de orquestra infantil.
  • 0:42 - 0:46
    Sempre havia pelo menos três ou quatro
    criancinhas em torno da minha paleta,
  • 0:46 - 0:47
    pondo os dedos na tinta
  • 0:47 - 0:50
    e me pedindo para criar cores específicas
  • 0:50 - 0:54
    e vendo a maneira que eu passava
    o pincel na tela.
  • 0:56 - 0:58
    Sou mexicana,
  • 0:58 - 1:01
    e entrei um pouco mais
    no mundo da arte aqui,
  • 1:01 - 1:03
    e este tem sido um verdadeiro lar
    para mim.
  • 1:06 - 1:09
    Isso, Vero e Marisa estão aqui.
  • 1:09 - 1:10
    Como você está, Vero?
  • 1:10 - 1:12
    Não te vejo há tanto tempo!
  • 1:12 - 1:14
    -Sim, sim.
    -Também senti a sua falta.
  • 1:14 - 1:15
    Eu também.
  • 1:15 - 1:18
    Oi, Marisa! Como vai, querida?
  • 1:18 - 1:19
    Bem.
  • 1:19 - 1:20
    Vocês estão prontas para a festa?
  • 1:20 - 1:22
    Estamos, sim.
    Muito, muito prontas.
  • 1:22 - 1:24
    Eu pintei Vero duas vezes.
  • 1:24 - 1:25
    Ela foi minha primeira modelo
  • 1:25 - 1:29
    e é a pessoa mais inspiradora
    que conheci na minha turma.
  • 1:31 - 1:34
    Me senti muito, muito orgulhosa,
  • 1:34 - 1:36
    pois olha só, estou numa pintura
  • 1:36 - 1:38
    eu, meu marido e minha filha.
  • 1:39 - 1:42
    Na minha cabeça, eu pensava
    que em uma hora
  • 1:42 - 1:45
    uma pintura ficaria pronta.
  • 1:45 - 1:47
    mas não, são muitas horas de trabalho.
  • 1:48 - 1:50
    A conheci quando tive aulas com ela
  • 1:50 - 1:52
    para aprender inglês através da arte.
  • 1:54 - 1:58
    Falamos bastante sobre as ideias
    das mulheres sobre feminismo.
  • 1:58 - 2:01
    Mas elas não usavam a palavra "feminismo"
  • 2:01 - 2:03
    ou evitavam essa palavra, algo assim.
  • 2:03 - 2:07
    Então começamos a discutir sobre
    o que isso significa para outras pessoas.
  • 2:07 - 2:09
    A ideia de sentar frente a frente,
  • 2:09 - 2:13
    torna uma experiência intimista
    ter um modelo e pintá-lo.
  • 2:13 - 2:17
    E isso sempre faz as pessoas se abrirem.
  • 2:17 - 2:22
    Você está pintando cada parte
    da sua carne e da sua pele,
  • 2:22 - 2:24
    a forma e as dobras
    das suas roupas,
  • 2:24 - 2:29
    e faz com que imediatamente isso seja
    uma experiência intima.
  • 2:32 - 2:36
    No México estudei uma dança Asteca.
  • 2:36 - 2:40
    Eu e minha família
    estamos acostumados a vestir
  • 2:40 - 2:43
    as roupas típicas do nosso país.
  • 2:45 - 2:48
    E na verdade usava uma blusa com flores,
  • 2:48 - 2:51
    muito bonita, com cores fortes,
  • 2:51 - 2:53
    e agora sempre vejo,
    tenho o quadro em casa,
  • 2:53 - 2:55
    na minha sala.
  • 2:55 - 2:57
    Antes de tudo, agradeço a Aliza.
  • 3:02 - 3:05
    Muitas dessas mulheres
    se escondem
  • 3:05 - 3:07
    de outras pessoas,
  • 3:07 - 3:08
    para não serem vistas,
  • 3:08 - 3:11
    porque muitas são imigrantes ilegais.
  • 3:11 - 3:16
    Eu estava tentando dar uma sensação
    de poder de ação para essas mulheres,
  • 3:16 - 3:18
    no sentido delas acharem a sua voz,
    com a arte
  • 3:18 - 3:22
    e também com o aprendizado básico
    de inglês.
  • 3:25 - 3:29
    Há uma história rica
    sobre pintura social no México.
  • 3:29 - 3:31
    Quando olhamos para trás
    desde a época dos muralistas.
  • 3:31 - 3:34
    Acho que hoje em dia a arte é muito mais
  • 3:34 - 3:37
    sobre o espaço social, o meio social.
  • 3:37 - 3:39
    Tania Bruguera; Artista, Pioneira MII
  • 3:39 - 3:43
    É importante que todos saibam
    sobre a poética deste espaço.
  • 3:44 - 3:50
    As pessoas aqui no Movimento
    estão usando a arte para se empoderar.
  • 3:50 - 3:53
    Então elas se tornaram
    parte da arte contemporânea,
  • 3:53 - 3:56
    e elas entendem muito melhor agora,
  • 3:56 - 3:58
    como é a arte contemporânea,
  • 3:58 - 4:01
    e tudo que eles podem tirar dela.
  • 4:02 - 4:06
    As pessoas podem crescer e entender
    como trabalhar com o medo delas
  • 4:07 - 4:13
    e com as limitações com que se depararam
    quando elas entraram nesse país.
  • 4:15 - 4:17
    Nós estamos em uma cidade
  • 4:17 - 4:22
    que as vezes é pouquinho difícil.
  • 4:24 - 4:27
    De vez em quando vamos passar
    por momentos difíceis
  • 4:27 - 4:29
    nas nossas vidas, não é?
  • 4:33 - 4:37
    Estar em uma cerimônia me dá
  • 4:37 - 4:39
    força para seguir no dia a dia.
  • 4:39 - 4:42
    Então estar aqui me enche de força,
  • 4:42 - 4:44
    força, alegria,
  • 4:44 - 4:46
    muita energia,
  • 4:46 - 4:49
    e me enche de alegria
    trabalhar com minha família
  • 4:49 - 4:51
    do grupo Tletlpapalotzin.
  • 5:04 - 5:09
    Dia de Celebração da Comunidade no MII
  • 5:12 - 5:15
    O Movimento Imigrante
    ainda não é um produto finalizado.
  • 5:15 - 5:18
    O tempo gasto no Movimento Imigrante
    até agora
  • 5:18 - 5:22
    é para preparar as condições
    para o projeto acontecer.
  • 5:22 - 5:26
    Se perguntar quem eu sou,
    acho que sou uma idealista,
  • 5:26 - 5:29
    porque quero muito
    fundar um partido político,
  • 5:29 - 5:32
    porque é o que eu realmente queria fazer,
  • 5:32 - 5:35
    criar um poder político para imigrantes,
    por eles.
  • 5:35 - 5:38
    E sei que nos Estados Unidos
    o risco de fazer isso
  • 5:38 - 5:40
    é que talvez isso se pareça
  • 5:40 - 5:45
    mais com um gesto
    do que com algo real de fato.
  • 5:46 - 5:47
    Mas veremos.
Title:
Tania Bruguera: "Movimento Imigrante Internacional"
Description:

Episódio n°223: "Movimento Imigrante Internacional" (MII), um projeto fundado pela artista Tania Bruguera em 2010, localizado em Corona, no Queens, Nova Iorque. Ele é um espaço comunitário onde a arte e educação são usadas para empoderar imigrantes pessoalmente e politicamente. A Tania diz que quando os imigrantes se relacionam com a arte contemporânea eles entendem melhor como trabalhar com os seus medos e com as limitações impostas a eles ao entrarem no país. A artista Aliza Nisenbaum ensina inglês no MII usando arte ao pintar retratos de seus estudantes. Ela diz: "Muitas dessas mulheres se escondem de alguma forma, eu tento dar uma sensação de poder de ação para essas mulheres para que elas achem a sua voz, na arte e no aprendizado básico do inglês."
Membros do grupo de dança asteca Tletlpapalotzin apresentam uma cerimônia tradicional no Dia da Celebração da Comunidade do MII e falam sobre as suas experiências como imigrantes vivendo na cidade de Nova Iorque. "Estar em uma cerimônia me dá forças para seguir no dia a dia. Tenho prazer em trabalhar junto com a minha família do grupo Tletlpapalotzin", diz Ana Ramirez, membro da Tletlpapalotzin.

A Tania Bruguera explora a relação entre arte, ativismo e mudança social, apresentando eventos participativos e interações que geram suas próprias observações, experiências e compreensão das políticas de repressão e controle. Seu trabalho desenvolve o conceito de arte útil, no qual a arte pode ser usada como ferramenta de empoderamento social e político.

Saiba mais sobre a artista em:
http://art21.org/artist/tania-bruguera

CRÉDITOS: Producer: Ian Forster. Consulting Producer: Wesley Miller & Nick Ravich. Interview: Wesley Miller & Susan Sollins. Camera: Jarred Alterman, Rafael Salazar & Ava Wiland. Sound: Richard Gin & Merce Williams. Editor: Morgan Riles. Artwork Courtesy: Tania Bruguera & Aliza Nisenbaum. AGRADECIMENTOS: Neshi Galindo, Immigrant Movement International, Queens Museum, Ana Ramirez, Vero Ramirez & Tletlpapalotzin. Theme Music: Peter Foley.

ART21 "Exclusive" is supported, in part, by the New York City Department of Cultural Affairs in partnership with the City Council; 21c Museum Hotel, and by individual contributors.

#TaniaBruguera #Art21 #Art21ExtendedPlay

more » « less
Video Language:
English
Team:
Art21
Project:
"Extended Play" series
Duration:
06:33

Portuguese, Brazilian subtitles

Revisions Compare revisions