Portuguese titulky

← How to weigh a star using gravitational lensing

Získať kód na vloženie
40 Languages

Ukazujem Revíziu 6 vytvorenú 12/30/2020 od Margarida Ferreira.

  1. Eis notícias espaciais interessantes.
  2. Os astrónomos utilizaram
    o Telescópio Hubble
  3. e uma técnica descoberta
    por Albert Einstein
  4. para pesar uma anã branca
    pela primeira vez.
  5. Em 1916, Einstein disse
  6. que um objeto maciço como uma estrela
  7. deformaria o espaço-tempo.
  8. Isso significa que um raio de luz
    que passasse pela estrela
  9. se curvaria e assumiria
    uma trajetória diferente
  10. da que tinha antes disso.
  11. Em 1936, um engenheiro checo
    chamado Mandl
  12. foi bater à porta de Einstein
  13. e pediu-lhe para fazer uns cálculos.
  14. Perguntou o que aconteceria
  15. se uma estrela passasse
    em frente de outra estrela.
  16. Einstein não estava interessado nisso.
  17. Tinha muito em que pensar
  18. mas teve pena dele e fez os cálculos,
  19. escreveu um artigo
    muito curto para a Science,
  20. dizendo que, se uma estrela
    passasse em frente de outra estrela,
  21. a estrela mais distante
    ficaria aumentada e distorcida
  22. por aquele efeito de lente gravitacional.
  23. Hoje, a lente gravitacional é uma
    das ferramentas mais poderosas
  24. da astronomia.
  25. É utilizada para medir
    a dimensão do universo
  26. e para mapear a matéria negra
  27. e encontrar galáxias distantes
    que não encontrariam de outra forma,
  28. porque são demasiado ténues.
  29. O que se fez com o telescópio espacial
  30. foi observar uma vulgar estrela distante
  31. a passar por detrás duma anã branca.
  32. Estava distorcida, tal como Einstein
    dizia que aconteceria.
  33. Observando a distorção exata,
  34. conseguiu-se calcular até que ponto
  35. a anã branca conseguia
    distorcer o espaço-tempo
  36. e, portanto, que massa tinha
  37. o que se verificou ser
    dois terços da massa do Sol
  38. — mais ou menos —
    que era o que a teoria tinha dito.
  39. Mas foi bom ter a confirmação.
  40. Mais uma vez, temos de agradecer
    a Einstein outra descoberta
  41. apesar de ele ter morrido em 1955.
  42. Este é Mike Lemonick,
    para o Scientific American.
  43. Por favor, deem-se ao trabalho
    de subscrever o nosso canal YouTube.
  44. Tradução de Margarida Ferreira