Portuguese, Brazilian napisy

← Robert Walser - Entrelinhas 19/06/2011

Robert Walser, admirado por escritores e pensadores como Franz Kafka, Walter Benjamin, Susan Sontag, ainda é pouco conhecido por aqui. Seu livro mais importante, "Jakob von Gunten: Um Diário", acaba de ser lançado no Brasil.

Get Embed Code
8 Languages

Showing Revision 4 created 01/28/2021 by Andreia Frazão.

  1. [Entrelinhas]
  2. O nome do suíço Robert Walser
    ainda é pouco conhecido por aqui.
  3. Mas ele já foi admirado
    por alguns dos maiores escritores
  4. e intelectuais do século XX,
  5. e acaba de ter seu livro mais importante
    publicado no Brasil.
  6. Veja no comentário de nosso colaborador,
    Carlos Eduardo Ortolan.
  7. O escritor suíço de língua alemã,
    Robert Walser,
  8. pertence à categoria dos autores
    que só foram reconhecidos postumamente.
  9. Alcoólatra, após uma vida
    de sucesso literário medíocre,
  10. e de empregos inexpressivos,
  11. o neurótico depressivo Walser acabaria
    seus dias numa instituição psiquiátrica,
  12. na qual afirmaria: "não estou aqui
    para escrever, mas para ser louco."
  13. A galeria de admiradores
    da pouco extensa obra de Walser
  14. reúne Franz Kafka, que o tinha
    como mestre e modelo,
  15. e, mais modernamente, Walter Benjamin,
  16. Elias Canetti, Susan Sontag e Coetzee.
  17. A obra prima de Walser, a novela
    "Jakob von Gunten: Um Diário",
  18. acaba de ganhar
    edição brasileira.
  19. As memórias ficcionais de Jakob von Gunten
  20. tratam, em resumo, de sua temporada
    no Instituto Benjamenta,
  21. um colégio para rapazes,
  22. na qual o estranho personagem
    é admitido como um aluno interno.
  23. Tudo, entretanto, soa incomum na escola.
  24. Os meninos, que lá estão para aprender
    a ser criados de famílias nobres,
  25. a rigor, não aprendem nada além
    de lições de humildade e comportamento.
  26. Há um único livro, o manual do Instituto,
  27. e uma única professora,
    a senhorita Benjamenta,
  28. irmã do dono da Instituição,
  29. que passa os dias encerrado
    em seu escritório,
  30. contando dinheiro e lendo jornais.
  31. Oriundo de família aristocrática,
    von Gunten afirma todo o tempo
  32. que está ali justamente para aprender
    obediência e humildade.
  33. Mas através de sua lógica paradoxal,
  34. ridiculariza constantemente todos
    os valores de civilização e humanidade,
  35. tudo o que é considerado elevado,
  36. numa espécie de arrivismo de diabrete,
  37. que lembra o nosso Brás Cubas
    e sua desfaçatez e cinismo.
  38. "Tu me darias o primeiro lugar
    entre os mortais,
  39. "acima da ciência e da riqueza,
  40. "porque eras a genuína
    inspiração dos céus.
  41. "Tu serias o alívio
    da nossa melancólica humanidade."
  42. Nas palavras de Coetzee,
    "Ensaio dedicado a Walser",
  43. Gunten seria a espécie de rapaz
  44. que, por seu profundo desprezo
    por tudo o que é humano e moral,
  45. poderia integrar, num futuro próximo,
    os camisas pardas de Hitler.
  46. Estranha alegoria,
  47. o livro do apolítico Robert Walser
    exibe as ruínas da civilização
  48. e a aproximação de tempos
    cada vez mais sombrios.
  49. Tudo muito kafkiano
  50. — ou seja, a expressão mais fiel
    de uma realidade trágica.