Portuguese, Brazilian subtitrai

← Presidente Obama autoriza ataques aéreos no Iraque

Get Embed Code
8 Languages

Showing Revision 18 created 03/31/2015 by Rafael Rodrigues.

  1. Boa noite
  2. Hoje eu autorizei duas
    operações no Iraque:
  3. Ataques aéreos direcionados para
    proteger nossos soldados
  4. e um esforço humanitário
    para ajudar a salvar milhares de
  5. Civis iraquianos que ficaram presos em um
    montanha, sem comida
  6. e água e enfrentando
    a quase morte certa.
  7. Explicarei as ações
    que estamos tomando
  8. e por quê. Em primeiro lugar,
    eu disse em junho
  9. como o grupo terrorista Estado Islâmico
    começou uma avançar em todo o Iraque
  10. e como os Estados Unidos estariam preparando
    uma ação militar direcionada no Iraque
  11. quando determinássemos e
    quando a situação exigisse.
  12. Nos últimos dias, esses terroristas têm
    continuado a mover-se por todo o Iraque
  13. e se aproximaram da cidade de Erbil, onde
    Diplomatas e civis americanos servem
  14. em nosso consulado
  15. e militares americanos aconselham
    as forças iraquianas.
  16. Para parar o avanço em Erbil
  17. Eu tenho dirigido os nossos
    militares para direcionar ataques
  18. contra o terroristas do Estado Islâmico
    que se movem em direção à cidade.
  19. Temos a intenção de
    permanecer vigilantes e agir
  20. se estas forças terroristas ameaçarem
    nossos militares ou instalações
  21. em qualquer lugar no Iraque,
    incluindo o nosso consulado em Erbil
  22. e nossa embaixada em Baghdad.
    Estamos prestando assistência urgente ao
  23. Governo e as forças curdas iraquianas
    pois assim é possível combater a luta
  24. Contra o Estado Islâmico.
  25. Em segundo lugar, a pedido
  26. do governo iraquiano, nós começamos
    operações para ajudar a salvar
  27. Civis iraquianos encurralados na montanha.
  28. Como os terroristas tem marchado
    por todo o Iraque, e tem travado
  29. uma campanha implacável contra inocentes
    Iraquianos, e esses terroristas têm sido
  30. especialmente bárbaros
    com minorias religiosas
  31. incluindo cristãos e iazidis,
  32. e pequenos e antigos setores religiosos.
    Inúmeros iraquianos foram deslocados.
  33. Relatórios descrevem terroristas
    rondeando famílias,
  34. realizando de execuções em massa,
    e escravizando mulheres iáziges.
  35. Nos últimos dias, as mulheres iáziges,
  36. homens, e crianças da região de
    Sinjar fugiram para salvar suas vidas
  37. e milhares, talvez dezenas de milhares
    estão se escondendo no alto da montanha
  38. com pouco e alguns com
    as roupas do corpo. Eles estão sem comida
  39. Eles estão sem água.
    As pessoas estão morrendo de fome.
  40. As crianças estão morrendo de sede.
    Enquanto isso,
  41. Forças do Estado Islâmico
    pediram a destruição sistemática
  42. de todo o povo iázige, que
    deveria constituir genocídio.
  43. Assim, essas famílias inocentes
  44. são confrontados com uma escolha terrível:
    descer a montanha, e serem mortos,
  45. ou ficar e morrer lentamente de sede e
    fome. Eu já disse antes,
  46. os Estados Unidos não podem e não devem
    intervir sempre que há uma crise no mundo
  47. Então deixe-me ser claro sobre
    isso e porque agir agora.
  48. Quando enfrentamos uma situação
    como a que temos nessa montanha,
  49. com inocentes
    enfrentando a perspectiva
  50. de violência em uma escala horrível,
    e nós temos um pedido de ajuda -
  51. neste caso um pedido do governo
    do Iraque - e quando temos
  52. as capacidades para evitar um massacre,
    eu acredito que os Estados Unidos
  53. não pode fechar os olhos.
  54. Nós podemos agir, com cuidado
    e responsabilidade, para evitar
  55. um ato potencial de genocídio. Isso é o que
    fazemos naquela montanha.
  56. Tenho, portanto, autorizado
    ataques aéreos direcionados
  57. se necessário, para ajudar as forças
    Iraquianas à romper o cerco
  58. no Monte Sinjar e proteger os civis
    presos lá. Já, aviões americanos
  59. começaram a realizar lançamentos
    aéreos de alimentos e água
  60. para ajudar homens desesperados, mulheres e crianças a sobreviver. No início desta semana,
  61. um iraquiano na área gritou para o mundo,
    "Não há ninguém vindo para ajudar."
  62. Bem, hoje a América
    está vindo para ajudar.
  63. Estamos consultando outros
    países e as Nações Unidas
  64. que têm chamado à ação para
    resolver esta crise humanitária.
  65. Eu sei que muitos de vocês
    estão justamente preocupado com
  66. qualquer ação militar americana no Iraque,
    até mesmo ataques direcionados como estes.
  67. Eu entendo isso. Vim à esta sala em parte
    para acabar com a nossa guerra no Iraque e
  68. acolher os nossos soldados em casa.
    E isso é o que temos feito.
  69. Como Presidente, eu não
    vou permitir que os Estados Unidos
  70. ser arrastado para lutar outra guerra
    no Iraque.
  71. E por isso mesmo como apoiamos
    os iraquianos como eles travam
  72. a luta com estes terroristas, Tropas de
    combate americanas não irão voltar à
  73. lutar no Iraque,
  74. porque não há nenhuma solução militar
    para a maior crise no Iraque.
  75. A única solução duradoura é a
    reconciliação entre as comunidades
  76. e as forças de segurança iraquianas.
  77. No entanto, podemos e devemos apoiar
    forças moderadas que podem trazer estabilidade
  78. ao Iraque.
  79. Assim, mesmo que executarmos estas duas
    missões, vamos continuar a perseguir
  80. uma estratégia mais ampla que capacita
    os iraquianos à enfrentar esta crise.
  81. Os líderes iraquianos precisam se unir e
    forjar um novo governo
  82. que represente os interesses
    legítimos de todos os iraquianos.
  83. E podendo lutar contra
    ameaças como o Estado Islâmico.
  84. Os Iraquianos nomearam um novo presidente,
    um novo presidente do Parlamento,
  85. e buscam consenso sobre
    um novo primeiro-ministro.
  86. Este é o progresso que precisa
    continuar a fim de reverter o
  87. ímpeto dos terroristas que atuam em
  88. Divisões do Iraque. Uma vez que
    o Iraque tem um novo governo,
  89. os Estados Unidos vão trabalhar com ele e
    outros países da região para fornecer
  90. maior apoio para lidar com essa
    crise humanitária e
  91. contra o terrorismo.
    Nenhum dos vizinhos do Iraque
  92. têm interesse nesse terrível
    sofrimento ou instabilidade
  93. e por isso vamos continuar a trabalhar com a nossos
    amigos e aliados para ajudar os refugiados levando
  94. ao abrigo a comida e água que
    precisam desesperadamente
  95. e para ajudar os iraquianos
    novamente contra o Estado Islâmico.
  96. As várias centenas de conselheiros americanos
    que eu mandar ao Iraque continuarão
  97. a avaliar o que mais podemos
    fazer para ajudar,treinar, aconselhar,
  98. e apoiar as forças iraquianas daqui para frente.
    E assim como eu consultei o Congresso
  99. sobre as decisões que eu fiz hoje,
  100. vamos continuar a fazê-lo
    daqui para frente
  101. Meus compatriotas americanos,
    o mundo está confrontado
  102. por muitos desafios,
    e a América nunca foi
  103. capaz de corrigir todos os males,
    a América tem feito
  104. o mundo um lugar mais seguro e próspero.
  105. E a nossa liderança é necessário para
    garantir a segurança global e
  106. prosperidade que nossos filhos
  107. e os nossos netos irão depender.
  108. Fazemos isto através da adesão
    à um conjunto de princípios.
  109. Nós fazemos o que for
    necessário para proteger nosso povo.
  110. Apoiamos nossos aliados
    quando estão em perigo.
  111. Deixamos coalizões de países
    apoiar as normas internacionais.
  112. E nós nos esforçamos para
    permanecer fiel aos valores fundamentais:
  113. o desejo de viver com
    liberdade básica e dignidade
  114. que é comum para os seres
    humanos onde quer que estejam.
  115. É por isso que pessoas de todo o mundo olham
    para os Estados Unidos da América como uma liderarança.
  116. E é por isso que fazemos.
  117. Deixe-me assegurar que não há
    uma decisão que eu leve mais
  118. à sério do que o uso da força militar.
  119. Ao longo dos últimos anos,
  120. nós trouxemos a grande maioria de nossas
    tropas de volta do Iraque e do Afeganistão,
  121. e eu tenho tido o cuidado de resistir aos pedidos para
    tornar usar outra vez as forças armadas,
  122. porque a América tem outras ferramentas no
    arsenal que nossos militares.
  123. Nós também podemos levar a força da nossa
    diplomacia, a nossa economia,
  124. e nossos ideais. Mas quando a vida de cidadãos norte-americanos estão em risco,
  125. vamos agir. Essa é a minha
    responsabilidade como Presidente.
  126. E quando muitos milhares de inocentes
    civis são confrontados com o perigo
  127. de serem varridos,
  128. e nós temos a capacidade de fazer
    algo sobre isso, vamos agir.
  129. Essa é a nossa responsabilidade como americanos. É uma característica da liderança americana.
  130. Isso é o que somos.
  131. Portanto, esta noite vamos dar graças
    à nossos homens e mulheres de uniforme
  132. especialmente os nossos bravos
    pilotos e equipes por todo o Iraque,
  133. que estão protegendo os nossos colegas
    americanos à salvar vidas de tantos homens,
  134. mulheres e crianças que nunca
    conheceram.
  135. Eles representam o melhor
    da liderança americana.
  136. Como uma nação, devemos estar orgulhosos deles, e do compromisso permanente do nosso país
  137. de defender a nossa própria segurança e da
    dignidade de nossos companheiros seres humanos.
  138. Deus abençoe as nossas forças armadas,
    e que Deus abençoe os Estados Unidos da América.