Return to Video

Push Queues - Developing Scalable Apps with Java

  • 0:00 - 0:03
    Vamos falar sobre as diferentes filas de tarefas,
  • 0:03 - 0:05
    começando pela fila de push, que é a mais
  • 0:05 - 0:08
    comum. A execução das filas de push são gerenciadas pelo
  • 0:08 - 0:12
    próprio App Engine. Isso significa que o App Engine tem worker threads
  • 0:12 - 0:16
    que examinam as filas e pegam as tarefas. Esses threads,
  • 0:16 - 0:18
    então, chamam a URL especificada por você ao
  • 0:18 - 0:21
    inserir a tarefa na fila. Isso significa que a
  • 0:21 - 0:26
    execução se separa do fluxo de respostas de requisições HTTP, já que
  • 0:26 - 0:30
    o App Engine fornece os threads para executar as tarefas.
  • 0:30 - 0:32
    No entanto, o código usado para processar cada tarefa ainda assim é
  • 0:32 - 0:35
    fornecido por você, já que é você que fornece a URL que
  • 0:35 - 0:38
    os worker threads chamam. O melhor dos dois mundos,
  • 0:38 - 0:41
    uma metodologia de execução genérica que funciona com o código que você
  • 0:41 - 0:45
    escreve. Portanto, o worker thread pega tarefa por tarefa
  • 0:45 - 0:48
    e chama a sua URL para cada uma delas. E esse
  • 0:48 - 0:51
    comportamento é mantido para todas as tarefas na fila, até
  • 0:51 - 0:55
    a fila ficar vazia. Por padrão, a duração de execução máxima
  • 0:55 - 0:58
    de uma tarefa é de 10 minutos. É claro que é
  • 0:58 - 1:00
    você que decide, durante o desenvolvimento do aplicativo, dividir
  • 1:00 - 1:03
    o trabalho em tarefas que possam ser concluídas dentro desse tempo, como,
  • 1:03 - 1:07
    por exemplo, o envio de 100 emails por cada uma. Há muitas opções diferentes de configuração
  • 1:07 - 1:10
    para filas. Na próxima tela, veremos
  • 1:10 - 1:13
    algumas delas. A primeira coisa a se observar é que as filas
  • 1:13 - 1:16
    são definidas no arquivo de configuração de filas durante o desenvolvimento.
  • 1:16 - 1:19
    Todas as filas têm um nome. Para todos os aplicativos,
  • 1:19 - 1:22
    o App Engine já fornece uma fila padrão como o nome
  • 1:22 - 1:26
    "default". Essa fila pode ser usada sem que nada seja adicionado ao
  • 1:26 - 1:29
    seu arquivo de configuração, mas você pode mudar as
  • 1:29 - 1:31
    opções padrão. Nesse caso, é necessário
  • 1:31 - 1:34
    definir isso no arquivo. Você também pode configurar
  • 1:34 - 1:38
    os parâmetros de desempenho, como a taxa de processamento,
  • 1:38 - 1:41
    a taxa máxima em caso de picos de tráfego, o tamanho de
  • 1:41 - 1:45
    bucket e o número máximo de tarefas simultâneas que podem
  • 1:45 - 1:48
    ser executadas. Também há vários parâmetros para
  • 1:48 - 1:51
    gerenciamento de erros. Agora que já falamos sobre como definir
  • 1:51 - 1:54
    uma fila, vamos terminar esta parte aprendendo a
  • 1:54 - 1:57
    criar uma tarefa e atribuí-la a uma fila para
  • 1:57 - 2:00
    execução. A primeira coisa a fazer é obter a fila por
  • 2:00 - 2:03
    seu nome. Depois, crie uma tarefa e defina
  • 2:03 - 2:07
    as opções, como o nome da tarefa, a URL para processar a
  • 2:07 - 2:10
    tarefa e outro parâmetro, como opções de desempenho e
  • 2:10 - 2:13
    repetição. Por último, adicione a tarefa à
  • 2:13 - 2:16
    fila para que seja executada. Por fim, é importante
  • 2:16 - 2:20
    proteger a URL nas configurações de permissão, para que apenas
  • 2:20 - 2:23
    os administradores possam acessá-la. Você não vai querer que usuários
  • 2:23 - 2:26
    externos consigam executar a lógica da tarefa,
  • 2:26 - 2:30
    caso saibam as URLs. Vimos
  • 2:30 - 2:32
    muita teoria. Por enquanto, é só.
  • 2:32 - 2:35
    Agora é hora de você trabalhar um pouco.
  • 2:35 - 2:39
    Temos um exercício no qual você usará as filas de push. Boa sorte.
タイトル:
Push Queues - Developing Scalable Apps with Java
概説:

more » « less
Video Language:
English
Team:
Udacity
プロジェクト:
UD859 - Developing Scalable Apps
Duration:
02:41

Portuguese, Brazilian subtitles

改訂 Compare revisions