Return to Video

20 Tips for Instructors about Making Online Learning Courses Accessible

  • 0:02 - 0:05
    [Música]
  • 0:05 - 0:07
    Sheryl Burgstahler compartilha
    destaques históricos
  • 0:07 - 0:11
    E dá dicas para criar atividades de
    aprendizagem on-line acessíveis
  • 0:11 - 0:15
    [Música]
  • 0:23 - 0:24
    Eu vou compartilhar com vocês
  • 0:24 - 0:30
    um pouco sobre o acesso à
    aprendizagem on-line
  • 0:30 - 0:32
    que designers e membros da
    faculdade precisam saber.
  • 0:32 - 0:35
    Muitas vezes quando estamos
    falando sobre esse tópico,
  • 0:35 - 0:42
    membros da faculdade irão dizer
    "eu não tenho tempo suficiente"
  • 0:42 - 0:46
    e aí, se não é isso, "eu não tenho
    financiamento suficiente"
  • 0:46 - 0:47
    Isso recebe algum suporte.
  • 0:47 - 0:52
    "E eu não tenho suporte técnico
    suficiente pra mim."
  • 0:52 - 0:56
    Bom, o que eu posso responder,
    educadamente, claro,
  • 0:56 - 1:00
    é que tem coisas que todos
    nós podemos fazer.
  • 1:00 - 1:02
    Não precisamos fazer tudo
    de uma vez
  • 1:02 - 1:06
    Nós podemos fazê-los de forma incremental
    mas tornar nossos cursos acessíveis.
  • 1:06 - 1:09
    Isso nos leva a essa particular publicação
    chamada
  • 1:09 - 1:12
    "20 Dicas para Ensinar Um Curso
    On-line Acessível"
  • 1:12 - 1:15
    E então eu vou através disso um pouco
  • 1:15 - 1:18
    É parte do nosso projeto
    AccessCyberlearning,
  • 1:18 - 1:21
    uma de nossas fontes para outros projetos.
  • 1:21 - 1:25
    E eu vou dar um passo atrás por um minuto,
    de volta a 1995.
  • 1:25 - 1:27
    Eu realmente ensinei o primeiro
    curso online
  • 1:27 - 1:29
    aqui na Universidade de
    Washington.
  • 1:29 - 1:32
    Isso é um fato pouco conhecido
    sobre mim.
  • 1:32 - 1:35
    Foi em 1995 e eu ainda
    me assusto com esse dia
  • 1:35 - 1:37
    que eles contrataram uma
    menina de 18 anos
  • 1:37 - 1:38
    para oferecer esses cursos!
  • 1:38 - 1:39
    [Risadas da
    audiência]
  • 1:39 - 1:44
    Mas eu era bastante precoce
    então eu ofereci a aula
  • 1:44 - 1:49
    com Dr. Norm Coombs no
    Instituto de Tecnologia Rochester.
  • 1:49 - 1:52
    Ele e eu temos conversado
    sobre tecnologia acessível
  • 1:52 - 1:55
    ao redor do país
  • 1:55 - 1:59
    e a Universidade de Washington
    tinha um extenso
  • 1:59 - 2:04
    programa de ensino à distância,
    baseado no sistema de correio postal
  • 2:04 - 2:07
    E assim enviaram coisas,
    incluindo vídeos para alunos.
  • 2:07 - 2:10
    E eles supervisionaram seus exames em
    centros de assistência em todo o país
  • 2:10 - 2:14
    então era bem elaborado o
    que tínhamos aqui.
  • 2:14 - 2:17
    E eu quis ter certeza, meu
    tipo de agenda um tanto escondida foi
  • 2:17 - 2:20
    Eu quis ter certeza que
    esses cursos online
  • 2:20 - 2:23
    seriam acessíveis aos
    indivíduos com deficiência
  • 2:23 - 2:27
    mas eu também estava curiosa se vocês
    poderiam realmente oferecer uma aula on-line
  • 2:27 - 2:30
    que fosse qualquer coisa próxima ao
    que poderia ser feito no local.
  • 2:30 - 2:32
    Particularmente algo como
    tecnologia assistiva,
  • 2:32 - 2:36
    o que normalmente as pessoas tocam coisas
    e manipulam as coisas.
  • 2:36 - 2:38
    Então eu recrutei Norm Coombs
    para ensinar essa aula comigo,
  • 2:38 - 2:41
    Tecnologia Adaptada para
    Pessoas com Deficiência.
  • 2:41 - 2:45
    Agora, lá trás, para aqueles de vocês
    que são velhos para lembrar,
  • 2:45 - 2:50
    pessoas comunicavam-se usando email
    e tínhamos listas de discussões,
  • 2:50 - 2:57
    e nós tínhamos um servidor Gopher - Gopher de
    a Universidade de Minnesota, é claro.
  • 2:57 - 3:01
    Foi como um sistema de catálogo online,
    tudo baseado em textos.
  • 3:01 - 3:03
    Entraríamos em um pequeno
    esboço dos seus recursos,
  • 3:03 - 3:07
    e então iria ligar a recursos
    ao redor do país.
  • 3:07 - 3:11
    E nós recebemos um prêmio por
    ter o servidor Gopher mais abrangente
  • 3:11 - 3:14
    para pessoas com deficiências no mundo.
  • 3:14 - 3:17
    E eu não sei se tivemos
    qualquer competição.
  • 3:17 - 3:19
    Mas, de qualquer forma, isso foi
    nossa biblioteca de cursos.
  • 3:19 - 3:21
    Então nós usamos Telnet,
  • 3:21 - 3:27
    que nos permitiu entrar dentro da NASA e
    outros grandes sistemas de computação.
  • 3:27 - 3:30
    Os estudantes tiveram que realmente
    aprender um idioma diferente
  • 3:30 - 3:32
    para corresponder com estes sistemas,
    com cada um,
  • 3:32 - 3:35
    porque eles desenvolveram sua
    própria interface.
  • 3:35 - 3:38
    E então nós usamos Protocolo de Transferência
    de Arquivos para mover arquivos ao redor,
  • 3:38 - 3:40
    para obter imagens, seja o que for, que
    queríamos mudar.
  • 3:40 - 3:43
    Então, era uma tecnologia bem básica.
  • 3:43 - 3:46
    Todos os materiais que tivemos colocamos
    em formato de texto.
  • 3:46 - 3:48
    Você tinha que fazer isso.
    Estava no Gopher.
  • 3:48 - 3:49
    Então nós fizemos.
  • 3:49 - 3:51
    Nós usamos correio postal.
  • 3:51 - 3:54
    Enviamos publicações,
    enviamos vídeos.
  • 3:54 - 3:55
    DO-IT estava ao redor.
  • 3:55 - 3:58
    Já tínhamos feito alguns
    vídeos DO-IT em fitas VHS
  • 3:58 - 4:01
    e eles eram legendados e com
    áudio descrito, acredite ou não.
  • 4:01 - 4:04
    E enviamos eles para os
    participantes da aula.
  • 4:04 - 4:07
    Nós conseguimos a aula
    praticamente juntos.
  • 4:07 - 4:10
    Eu dei a eles o currículo de Norm Coombs
  • 4:10 - 4:14
    e o aprovaram como instrutor aqui
    na Universidade de Washington.
  • 4:14 - 4:16
    E então, meio que saiu na reunião
    uma vez
  • 4:16 - 4:18
    quando estávamos conversando sobre
    exames supervisionados
  • 4:18 - 4:20
    e eu disse, "bom, realmente não podemos
    fazer exames supervisionados
  • 4:20 - 4:25
    nessas diferentes localidades porque
    as pessoas escrevem a mão
  • 4:25 - 4:28
    e Norm Coombs é cego então
    ele não será capaz de ler
  • 4:28 - 4:31
    se não estiverem em formato eletrônico e eu
    vou ter que classificar todos aqueles eu mesmo
  • 4:31 - 4:34
    e eu realmente não estou interessada
    em ter que fazer todo o trabalho.
  • 4:34 - 4:38
    Ou nós temos que contratar alguém
    para ir para RIT e ler para ele. "
  • 4:38 - 4:40
    Agora eu tenho que dizer que as pessoas
    do programa não ficaram satisfeitas
  • 4:40 - 4:43
    pelo fato de que eu meio que
    pulei isso,
  • 4:43 - 4:47
    esta informação sobre
    Norm Coombs ser cego.
  • 4:47 - 4:48
    Eu pensei que era um pouco humorístico
    e eu realmente não pensei
  • 4:48 - 4:51
    que tinha algo a ver com eles
    aceitando-o como instrutor
  • 4:51 - 4:54
    mesmo naquela época.
  • 4:54 - 4:56
    E assim eles nos permitiram avançar
    com isso
  • 4:56 - 5:00
    e nós oferecemos este curso
    para ser totalmente acessível
  • 5:00 - 5:04
    e o programa de ensino à distância meio que
    acabou da primeira vez
  • 5:04 - 5:05
    que oferecemos
  • 5:05 - 5:06
    ela disse, "Bem, diga-me, Sheryl,
    Quero dizer, depois de todo esse trabalho,
  • 5:06 - 5:09
    quantas pessoas com deficiência fizeram
    esta aula?
  • 5:09 - 5:11
    Então como você sabe se foi bem sucedido?
  • 5:11 - 5:15
    E eu disse, "Bom, eu estou orgulhosa em
    dizer que não temos a menor ideia
  • 5:15 - 5:17
    quantas pessoas com deficiência
    fizeram este curso.
  • 5:17 - 5:19
    Porque nós apenas criamos isso
    para ser totalmente acessível."
  • 5:19 - 5:21
    Ninguém tinha que divulgar.
  • 5:21 - 5:24
    Então eles não estavam exatamente satisfeitos
    mas continuamos a ensinar essa aula.
  • 5:24 - 5:28
    Mas eu estou feliz em dizer que nossa
    primeira aula foi totalmente acessível.
  • 5:28 - 5:30
    Ao aplicar o design universal para
    aprender on-line,
  • 5:30 - 5:34
    nós fornecemos várias maneiras de obter
    conhecimento, interagir e demonstrar conhecimento.
  • 5:34 - 5:36
    Temos esta publicação
    que criamos em
  • 5:36 - 5:41
    20 dicas para ensinar um curso on-line
    que é totalmente acessível
  • 5:41 - 5:42
    para pessoas com deficiências.
  • 5:42 - 5:48
    Nove das dicas são sobre páginas da web
    e documentos, imagens, vídeos;
  • 5:48 - 5:50
    e os outros 11 são
    métodos de instrução.
  • 5:50 - 5:55
    E quando estou trabalhando com faculdades
    que relutam em admitir
  • 5:55 - 5:59
    que talvez possam ser capazes de adotar
    algumas práticas de tecnologia acessíveis,
  • 5:59 - 6:05
    Eu peço a eles que realmente tenham
    o desafio de selecionar algumas dessas
  • 6:05 - 6:06
    para tornar seus cursos acessíveis.
  • 6:06 - 6:08
    E realmente ressalta
    como a faculdade precisa
  • 6:08 - 6:10
    trabalhar com o pessoal de tecnologia
  • 6:10 - 6:13
    mas também com os designers que
    desenvolvem seus cursos on-line
  • 6:13 - 6:15
    E eu vou através disso
    bem rapidamente.
  • 6:15 - 6:17
    Mas apenas para lhe dar a ideia
  • 6:17 - 6:20
    das coisas que falamos para
    professores e designers
  • 6:20 - 6:22
    para procurar aprendizagem on-line.
  • 6:22 - 6:26
    Fornecer claros e consistentes
    layouts e esquemas organizacionais.
  • 6:26 - 6:28
    Isso é algo que todo instrutor
    deve fazer
  • 6:28 - 6:30
    para apresentar seus materiais claramente.
  • 6:30 - 6:35
    É claro que esses layouts devem ser
    aparente para alguém cego.
  • 6:35 - 6:39
    Então, estruturamos os títulos para ter certeza
    de que alguém possa acessá-los
  • 6:39 - 6:42
    usando leitores de tela e
    organização do conteúdo
  • 6:42 - 6:45
    em vez de simplesmente despejar um
    monte de texto que teria que ser lido
  • 6:45 - 6:48
    do início ao fim.
  • 6:48 - 6:53
    Então este membro da faculdade também
    usaria descritivo para hiperlinks.
  • 6:53 - 6:57
    Como alguém que usa um leitor de tela
    pode querer navegar
  • 6:57 - 7:01
    e ir para cada um dos recursos da web
    em uma página
  • 7:01 - 7:03
    para que eles possam ver onde
    querem começar
  • 7:03 - 7:06
    ou ainda se eles querem ir para algum
    desses recursos ou não
  • 7:06 - 7:11
    E, se você usa a redação
    em cada um dos seus textos sublinhados,
  • 7:11 - 7:13
    "clique aqui",
  • 7:13 - 7:16
  • 7:16 - 7:17
  • 7:17 - 7:21
  • 7:21 - 7:25
  • 7:25 - 7:28
  • 7:28 - 7:31
  • 7:31 - 7:33
  • 7:33 - 7:35
  • 7:35 - 7:39
  • 7:39 - 7:42
  • 7:42 - 7:43
  • 7:43 - 7:48
  • 7:48 - 7:50
  • 7:50 - 7:51
  • 7:51 - 7:53
  • 7:53 - 7:59
  • 7:59 - 8:01
  • 8:01 - 8:04
  • 8:04 - 8:08
  • 8:08 - 8:12
  • 8:12 - 8:17
  • 8:17 - 8:19
  • 8:19 - 8:24
  • 8:24 - 8:28
  • 8:28 - 8:30
  • 8:30 - 8:33
  • 8:33 - 8:35
  • 8:35 - 8:36
  • 8:36 - 8:38
  • 8:38 - 8:39
  • 8:39 - 8:41
  • 8:41 - 8:43
  • 8:43 - 8:49
  • 8:49 - 8:54
  • 8:54 - 8:57
  • 8:57 - 8:59
  • 8:59 - 9:01
  • 9:01 - 9:04
  • 9:04 - 9:07
  • 9:07 - 9:11
  • 9:11 - 9:15
  • 9:15 - 9:20
  • 9:20 - 9:23
  • 9:23 - 9:27
  • 9:27 - 9:30
  • 9:30 - 9:31
  • 9:31 - 9:34
  • 9:34 - 9:37
  • 9:37 - 9:41
  • 9:41 - 9:44
  • 9:44 - 9:47
  • 9:47 - 9:51
  • 9:51 - 9:55
  • 9:55 - 9:56
  • 9:56 - 9:59
  • 9:59 - 10:03
  • 10:03 - 10:04
  • 10:04 - 10:07
  • 10:07 - 10:08
  • 10:08 - 10:13
  • 10:13 - 10:20
  • 10:20 - 10:23
  • 10:23 - 10:27
  • 10:27 - 10:31
  • 10:31 - 10:34
  • 10:34 - 10:41
  • 10:41 - 10:44
  • 10:44 - 10:48
  • 10:48 - 10:51
  • 10:51 - 10:57
  • 10:57 - 11:01
  • 11:01 - 11:04
  • 11:04 - 11:06
  • 11:06 - 11:13
  • 11:13 - 11:14
  • 11:14 - 11:18
  • 11:18 - 11:21
  • 11:21 - 11:23
  • 11:23 - 11:28
  • 11:28 - 11:30
  • 11:30 - 11:32
  • 11:32 - 11:34
  • 11:34 - 11:37
  • 11:37 - 11:39
  • 11:39 - 11:43
  • 11:43 - 11:45
  • 11:45 - 11:49
  • 11:49 - 11:54
  • 11:54 - 11:59
  • 11:59 - 12:03
  • 12:03 - 12:10
  • 12:10 - 12:12
  • 12:12 - 12:15
  • 12:15 - 12:20
  • 12:20 - 12:22
  • 12:22 - 12:25
  • 12:25 - 12:28
  • 12:28 - 12:33
  • 12:33 - 12:35
  • 12:35 - 12:37
  • 12:37 - 12:39
  • 12:39 - 12:41
  • 12:41 - 12:44
  • 12:44 - 12:47
  • 12:47 - 12:51
  • 12:51 - 12:53
  • 12:53 - 12:57
  • 12:57 - 13:01
  • 13:01 - 13:04
  • 13:04 - 13:09
  • 13:09 - 13:12
  • 13:12 - 13:16
  • 13:16 - 13:20
  • 13:20 - 13:24
  • 13:24 - 13:26
  • 13:26 - 13:29
  • 13:29 - 13:32
  • 13:32 - 13:39
  • 13:39 - 13:43
  • 13:43 - 13:46
  • 13:46 - 13:50
  • 13:50 - 13:53
  • 13:53 - 13:56
  • 13:56 - 13:59
  • 13:59 - 14:02
  • 14:02 - 14:07
  • 14:07 - 14:08
  • 14:08 - 14:11
  • 14:11 - 14:12
  • 14:12 - 14:17
  • 14:17 - 14:20
  • 14:20 - 14:24
  • 14:24 - 14:26
  • 14:26 - 14:30
  • 14:30 - 14:33
  • 14:33 - 14:36
  • 14:36 - 14:39
  • 14:39 - 14:42
  • 14:42 - 14:44
  • 14:44 - 14:48
  • 14:48 - 14:50
  • 14:50 - 14:52
  • 14:52 - 14:54
  • 14:54 - 14:56
  • 14:56 - 14:59
  • 14:59 - 15:02
  • 15:02 - 15:05
  • 15:05 - 15:07
  • 15:07 - 15:08
  • 15:08 - 15:11
  • 15:11 - 15:15
  • 15:15 - 15:17
  • 15:17 - 15:19
  • 15:19 - 15:22
  • 15:22 - 15:24
  • 15:24 - 15:26
  • 15:26 - 15:29
  • 15:29 - 15:31
  • 15:31 - 15:34
  • 15:34 - 15:35
  • 15:35 - 15:37
  • 15:37 - 15:41
  • 15:41 - 15:45
  • 15:45 - 15:48
  • 15:48 - 15:55
  • 15:55 - 15:58
  • 15:58 - 16:02
  • 16:02 - 16:04
  • 16:04 - 16:06
  • 16:06 - 16:10
  • 16:10 - 16:13
  • 16:13 - 16:17
  • 16:17 - 16:21
  • 16:21 - 16:24
  • 16:24 - 16:27
  • 16:27 - 16:31
  • 16:31 - 16:37
  • 16:37 - 16:41
  • 16:41 - 16:44
  • 16:44 - 16:46
  • 16:46 - 16:48
  • 16:48 - 16:52
  • 16:52 - 16:57
  • 16:57 - 17:01
  • 17:01 - 17:06
タイトル:
20 Tips for Instructors about Making Online Learning Courses Accessible
概説:

more » « less
Video Language:
English
Team:
DO-IT
Duration:
17:50

Portuguese, Brazilian subtitles

改訂 Compare revisions