Return to Video

Return Statements - JavaScript Basics

  • 0:00 - 0:02
    Vou mostrar uma coisa legal.
  • 0:02 - 0:05
    Nas ferramentas da guia do Chrome,
    podemos abrir o código fonte de um site.
  • 0:06 - 0:08
    Basta abrir as ferramentas do desenvolvedor,
    o que vou fazer pressionando
  • 0:08 - 0:10
    Cmd+Option+I.
  • 0:11 - 0:13
    E aí temos
    o painel Sources.
  • 0:15 - 0:16
    Aqui, em Sources,
  • 0:16 - 0:20
    podemos ver todo o código fonte
    que levou ao site ali atrás.
  • 0:20 - 0:22
    Portanto, index.html já deve ser bem familiar,
  • 0:22 - 0:24
    e podemos abrir javascripts
  • 0:24 - 0:28
    e ver helper.js, jQuery
    e resumeBuilder.js.
  • 0:28 - 0:30
    Vamos abrir helper.js.
  • 0:31 - 0:32
    Aqui está.
  • 0:32 - 0:34
    Vamos abrir
    um pouco mais de espaço,
  • 0:35 - 0:36
    e vou rolar a tela para baixo.
  • 0:36 - 0:39
    Em helper.js
    temos todas as strings
  • 0:39 - 0:41
    que contêm o html
    que queremos adicionar à página.
  • 0:42 - 0:44
    E podemos ver algumas funções
    na parte inferior.
  • 0:45 - 0:47
    Na verdade, o trabalho aqui
    está criando o mapa
  • 0:47 - 0:48
    que vemos na página.
  • 0:48 - 0:50
    Falaremos mais
    sobre isso, já, já.
  • 0:50 - 0:53
    Por enquanto, vamos
    prestar atenção nesta linha aqui.
  • 0:54 - 0:56
    Na função chamada
    locationFinder,
  • 0:56 - 0:59
    temos esta instrução
    que diz return locations.
  • 1:00 - 1:02
    Já vimos essa palavra-chave
    return algumas vezes,
  • 1:02 - 1:05
    mas ainda não investigamos
    seu propósito.
  • 1:06 - 1:07
    Ela se chama instrução de retorno
  • 1:07 - 1:10
    e seu objetivo é fazer
    com que a função retorne um valor.
  • 1:10 - 1:12
    Acho que sei
    onde você quer chegar.
  • 1:12 - 1:13
    Você não quer explicar um pouco mais?
  • 1:14 - 1:15
    Bom, lembra de console.log?
  • 1:16 - 1:17
    Ele não retorna nada,
  • 1:17 - 1:20
    o que significa que se fôssemos criar
    uma nova variável, como esta,
  • 1:20 - 1:23
    var hello =
    console.log hello
  • 1:24 - 1:26
    ficaria sem definição
    quando tentássemos executá-la.
  • 1:26 - 1:28
    Vemos que console.log funcionou
  • 1:28 - 1:32
    e imprimiu Hello, mas logo vemos
    este undefined abaixo.
  • 1:32 - 1:35
    Se tentarmos examinar a variável depois
    digitando hello
  • 1:35 - 1:38
    e pressionando enter,
    veremos undefined.
  • 1:38 - 1:41
    Isso ocorre porque console.log
    não retornou nada,
  • 1:41 - 1:42
    não nos deu nada de volta.
  • 1:43 - 1:46
    No entanto, a maioria das funções
    na verdade retorna valores.
  • 1:46 - 1:48
    Como um monte de métodos string?
  • 1:48 - 1:50
    Sim, vamos dar uma olhada em string.split.
  • 1:51 - 1:52
    Primeiro, vamos criar
    uma string como esta.
  • 1:53 - 1:54
    Criei uma string
    chamada myString
  • 1:54 - 1:57
    e defini como
    "This is my favorite string!"
  • 1:57 - 2:01
    Depois, vamos prosseguir
    e separar a string em espaços.
  • 2:01 - 2:03
    Isso significa que temos
    cada palavra separada.
  • 2:04 - 2:05
    Split funciona assim.
  • 2:05 - 2:07
    Ele vai agir
    na string aqui.
  • 2:07 - 2:09
    E vai separá-la com base
    no parâmetro aqui.
  • 2:10 - 2:12
    Como este parâmetro
    é apenas um único espaço,
  • 2:12 - 2:16
    devemos obter um array
    das palavras de myString.
  • 2:16 - 2:19
    Vamos prosseguir, salvá-lo
    na variável myArray e pressionar Enter.
  • 2:20 - 2:22
    Certo, e quando tentamos
    acessar myArray,
  • 2:23 - 2:24
    temos um array de strings.
  • 2:24 - 2:26
    This, is, my, favorite, string.
  • 2:26 - 2:28
    Cada uma das palavras
    de myString antes.
  • 2:29 - 2:30
    Em outras palavras,
  • 2:30 - 2:32
    split retornou um array de strings
  • 2:32 - 2:34
    que agora é igual a myArray.
  • 2:35 - 2:36
    Entendo!
  • 2:36 - 2:39
    Quando escrevemos funções
    que queremos transformar em um valor,
  • 2:39 - 2:40
    elas precisam retornar um valor.
  • 2:41 - 2:43
    Examinando esta função
    como um todo,
  • 2:43 - 2:45
    o parâmetro é a entrada.
  • 2:46 - 2:48
    A função faz algo
    usando esse parâmetro
  • 2:49 - 2:50
    na string real
  • 2:51 - 2:52
    e depois nos dá
    um tipo de valor.
  • 2:54 - 2:57
    Vamos pensar nos dados json
    dos currículos e em todos os locais.
  • 2:58 - 3:02
    Para este teste, quero que você escreva
    uma função chamada locationizer.
  • 3:02 - 3:04
    Ela vai usar
    o objeto work.
  • 3:05 - 3:09
    Locationizer deve retornar
    um array dos locais
  • 3:09 - 3:10
    no seu objeto work.
  • 3:10 - 3:13
    Lembre-se de que work contém todos os trabalhos
    que você já teve
  • 3:13 - 3:16
    e cada um deles deve ter
    um local associado.
  • 3:17 - 3:20
    Queremos que você retorne
    um array desses locais.
  • 3:20 - 3:23
    Talvez você ache útil usar
    o método .push do array,
  • 3:23 - 3:25
    que adicionará valores
    ao fim do array.
  • 3:26 - 3:27
    Quando chegar ao teste,
  • 3:27 - 3:29
    você verá um json de exemplo
    pelo qual seu código vai iterar.
  • 3:30 - 3:31
    Boa sorte.
タイトル:
Return Statements - JavaScript Basics
概説:

more » « less
Video Language:
English
Team:
Udacity
プロジェクト:
ud804 - Javascript Basics
Duration:
03:32

Portuguese, Brazilian subtitles

改訂 Compare revisions