Return to Video

Configuring the map with XML

  • 0:01 - 0:02
    Com esse aplicativo básico
    que acabou de compilar,
  • 0:02 - 0:06
    você poderá configurar o estado inicial
    do mapa de várias maneiras.
  • 0:06 - 0:09
    Consulte as notas do instrutor
    para ver a documentação sobre
  • 0:09 - 0:12
    todas as formas de configuração
    usando os atributos XML.
  • 0:12 - 0:14
    Mas, por enquanto, vamos configurar só
    alguns atributos para mostrar
  • 0:14 - 0:16
    uma coisa interessante.
  • 0:16 - 0:19
    Esse é o layout que você acabou
    de criar com o seu fragmento
  • 0:19 - 0:21
    contendo o fragmento de mapas.
  • 0:21 - 0:23
    E isso forneceu o
    Google Maps padrão que você
  • 0:23 - 0:24
    usou o tempo todo.
  • 0:24 - 0:27
    Porém, agora vamos
    mudar isso.
  • 0:27 - 0:31
    Vamos olhar uma vista aérea da
    cidade de Nova York.
  • 0:31 - 0:33
    Primeiramente, haverá uma
    série de atributos
  • 0:33 - 0:35
    no fragmento que
    teremos que definir.
  • 0:35 - 0:38
    Faremos isso
    usando o namespace Maps.
  • 0:38 - 0:42
    Temos que informar ao XML
    sobre o namespace Maps primeiro.
  • 0:42 - 0:43
    Vou fazer isso aqui em cima.
  • 0:43 - 0:47
    E você pode ver que temos
    a ferramenta de namespace XML igual a isso.
  • 0:47 - 0:50
    Vamos criar um novo
    namespace XML para o nosso mapa.
  • 0:50 - 0:53
    E aqui estão os detalhes do
    namespace XML para o mapa.
  • 0:53 - 0:55
    Como você pode ver, xmlns:map é
    igual a
  • 0:55 - 1:00
    http://schemas.android.com/apk
    /res-au-to/.
  • 1:00 - 1:03
    Isso nos fornecerá os atributos do mapa
    que podemos adicionar
  • 1:03 - 1:04
    ao nosso fragmento.
  • 1:04 - 1:07
    Os atributos do mapa serão formados
    por coisas, como a latitude
  • 1:07 - 1:09
    e a longitude do local para onde
    você quer olhar.
  • 1:09 - 1:10
    Então, é a latitude e a longitude
  • 1:10 - 1:14
    da área em Nova York
    para a qual vamos olhar agora.
  • 1:14 - 1:17
    Aqui você pode ver que eu adicionei
    a latitude e a
  • 1:17 - 1:19
    longitude do alvo da câmera do mapa.
  • 1:19 - 1:22
    Não se preocupe com os sublinhados
    vermelhos ainda.
  • 1:22 - 1:24
    Agora, você está olhando para um mapa,
  • 1:24 - 1:27
    você olha para um mapa
    por meio de uma câmera virtual.
  • 1:27 - 1:29
    Você informa à câmera a
    latitude e longitude
  • 1:29 - 1:31
    do alvo para onde vai olhar.
  • 1:31 - 1:36
    Então, a latitude do centro de
    Nova York é 40.7484
  • 1:36 - 1:39
    e a longitude
    é -73.9857.
  • 1:39 - 1:41
    Mas, na realidade, o que isso vai fazer é...
    você deve se lembrar de que quando executou o mapa primeiro,
  • 1:41 - 1:44
    tinha uma vista
    de cima em órbita
  • 1:44 - 1:46
    voltada para baixo na Terra.
  • 1:46 - 1:48
    E é isso que vai acontecer aqui, mas vamos estar
    olhando para Nova York.
  • 1:48 - 1:50
    Só a
    posição da câmera vai mudar.
  • 1:50 - 1:53
    Do alto em órbita
    olhando para baixo no Equador
  • 1:53 - 1:56
    para o alto em órbita
    olhando para baixo para Nova York.
  • 1:56 - 2:00
    Nós também queremos mover a câmera,
    então a aproximamos para baixo, para Nova York.
  • 2:00 - 2:01
    E vamos mudar
    algumas coisas.
  • 2:01 - 2:04
    Vou adicioná-las e depois
    explicar uma de cada vez.
  • 2:04 - 2:06
    Esses são os três
    atributos que eu adicionei.
  • 2:06 - 2:08
    O primeiro foi Camera-Bearing.
  • 2:08 - 2:12
    Camera-Bearing é a direção para
    a qual a câmera está apontada,
  • 2:12 - 2:16
    com zero grau para o Norte e
    180 graus para o sul.
  • 2:16 - 2:19
    Como resultado, estou olhando a
    112.5 graus
  • 2:19 - 2:22
    em direção Leste
    com a minha câmera.
  • 2:22 - 2:26
    Em seguida, adicionei a inclinação da câmera.
    Imagine que a câmera
  • 2:26 - 2:29
    apontada para baixo
    estará inclinada a 90 graus.
  • 2:29 - 2:32
    Se eu mudar para
    65 graus,
  • 2:32 - 2:34
    a câmera vai parecer estar
    em um ângulo
  • 2:34 - 2:38
    olhando para baixo, então teremos uma vista
    isométrica em 3-D do mundo
  • 2:38 - 2:39
    abaixo de nós.
  • 2:39 - 2:40
    E, por fim, o ZOOM da câmera.
  • 2:40 - 2:44
    Quanto maior o número, mais perto
    você está da superfície da Terra.
  • 2:44 - 2:46
    Se você imaginar uma câmera com
    ZOOM 0, é isso que vimos
  • 2:46 - 2:48
    o tempo todo,
    quando a câmera está totalmente em cima.
  • 2:48 - 2:50
    Olhando para baixo, para a Terra.
  • 2:50 - 2:53
    Mas, com uma câmera com ZOOM 17, estarei mais
    em baixo, muito perto da Terra.
  • 2:53 - 2:57
    E como você vai ver, como a câmera
    está inclinada a 65 graus,
  • 2:57 - 3:00
    tenho uma visão em 3D
    dos arranha-céus de Nova York.
  • 3:00 - 3:02
    E com a câmera com o ZOOM em 17,
  • 3:02 - 3:05
    estou mais baixo do que o nível
    de alguns desses edifícios.
  • 3:05 - 3:08
    Vamos executar o aplicativo
    para ver o que acontece.
  • 3:08 - 3:10
    Agora, estou executando o aplicativo
    no meu tablet.
  • 3:10 - 3:13
    Temos uma vista do centro de
    Nova York e eu posso mudar a
  • 3:13 - 3:16
    posição e ver a cidade
    em três dimensões.
  • 3:16 - 3:19
    Vejo alguns arranha-céus
    cilíndricos.
  • 3:19 - 3:20
    Anteriormente,
  • 3:20 - 3:23
    estávamos olhando para a base
    do Empire State Building,
  • 3:23 - 3:25
    e aqui você pode ver
    o Empire State Building crescendo
  • 3:25 - 3:26
    pela vista
    da câmera.
  • 3:26 - 3:29
    Porque a câmera está mais baixa
    do que a altura do edifício.
  • 3:29 - 3:32
    Conforme aumento o zoom em Nova York
    e movo a câmera ao redor, podemos ver algumas
  • 3:32 - 3:34
    coisas interessantes
    em alguns edifícios.
  • 3:34 - 3:36
    Por exemplo, essa é a sede da United
    Nations,
  • 3:36 - 3:37
    de frente para o rio.
  • 3:37 - 3:41
    Essas são algumas ilhas
    do rio,
  • 3:41 - 3:43
    e podemos ver os arranha-céus
    nelas.
  • 3:43 - 3:45
    Às vezes, demora um pouco
    para as coisas aparecerem.
  • 3:45 - 3:47
    Você tem tudo isso
    de graça,
  • 3:47 - 3:49
    não foi preciso configurar
    nada para obter as vistas em 3D
  • 3:49 - 3:50
    .
  • 3:50 - 3:53
    Basicamente, bastou
    inclinar a câmera
  • 3:53 - 3:56
    e chegar perto o suficiente da Terra
    para ver as vistas em 3D.
  • 3:56 - 3:58
    Se eu afastar o zoom,
  • 3:58 - 4:02
    vou ter uma vista panorâmica de
    Nova York sem 3D.
  • 4:02 - 4:05
    Quando eu afastar o zoom, você verá
    que estamos voltados para o Leste
  • 4:05 - 4:07
    com vista sobre Long Island.
  • 4:07 - 4:10
    Quando aproximo o zoom da cidade de novo,
    quando estivermos próximos o suficiente,
  • 4:10 - 4:13
    começaremos a ver os edifícios
    e os arranha-céus.
  • 4:13 - 4:15
    E aqui estão eles.
  • 4:15 - 4:18
    Muito simples! E tudo isso foi feito
  • 4:18 - 4:19
    definindo atributos no fragmento
    do mapa.
  • 4:19 - 4:20
    Muito bacana, certo?
Cím:
Configuring the map with XML
Leírás:

more » « less
Video Language:
English
Team:
Udacity
Projekt:
ud876-4 - Google Play Services - Maps
Duration:
04:22

Portuguese, Brazilian subtitles

Felülvizsgálatok