Retourner vers la vidéo

The Internet's Own Boy: The Story of Aaron Swartz

  • 0:25 - 0:27
    Leis injustas existem;
  • 0:27 - 0:30

    devemos estar felizes em obedecê-las,
  • 0:30 - 0:32

    ou deveríamos nos aventurar para corrigi-las,
  • 0:32 - 0:34
    e obedece-las até que tenhamos sucedido,
  • 0:34 - 0:37
    ou deveríamos transgredi-las desde o princípio?
  • 0:50 - 0:58
    Um co-fundador do website social reddit de notícias e entretenimento foi encontrado morto.
  • 0:58 - 1:02
    Ele certamente era um prodígio, mesmo que ele nunca tenha pensado isso de si mesmo.
  • 1:02 - 1:05
    Ele nunca teve interesse
  • 1:05 - 1:10
    em começar um negócio e fazer dinheiro.
  • 1:10 - 1:13
    Existe um profundo sentimento de perda em Highland Park, a cidade natal de Aaron Swartz
  • 1:16 - 1:18
    enquanto relativos queridos dizem adeus a uma das mentes mais brilhantes da internet.
  • 1:18 - 1:22
    Liberdade, acesso livre e ativistas de computadores estão de luto pela sua perda.
  • 1:22 - 1:26
    "Um intelécto surpreendente", se você perguntar a pessoas que o conheceram.
  • 1:26 - 1:27
    Ele foi morto pelo governo. e o MIT traiu todos os seus princípios básicos.
  • 1:30 - 1:35
    Eles queriam fazer dele um exemplo, certo?
  • 1:35 - 1:39
    Governos tem esse desejo insaciável de controle.
  • 1:39 - 1:43
    Ele estava enfrentando 35 anos de cadeia e uma multa de 1 milhão de dólares
  • 1:43 - 1:50
    Levantando questões de caráter julgáveis e, eu acrescentaria, até má conduta.
  • 1:50 - 1:55
    Você verificou este assunto específico e chegou a alguma conclusão?
  • 1:57 - 2:01
    Crescendo, devgar fui chegando a conclusão que todas as coisas ao meu redor que
  • 2:02 - 2:07
    as pessoas me diziam que era a forma natural das coisas, o jeito que sempre iriam ser,
  • 2:07 - 2:08
    não era realmente natural, havia coisas que poderiam ser mudadas
  • 2:10 - 2:13
    e haviam coisas mais importantes que estavam erradas e deveriam mudar.
  • 2:13 - 2:15
    E depois que eu percebi isto, não havia mais como voltar.
  • 2:24 - 2:28
    Bem vindo a hora da leitura.
  • 2:28 - 2:33
    O nome do livro e Paddington at the Fair
  • 2:34 - 2:37
    Bom, ele nasceu em Highland PArk e cresceu aqui
  • 2:37 - 2:41
    Aaron veio de uma familia de tres irmaos, todos extraordinariamente inteligentes
  • 2:41 - 2:45
    "Oh, a caixa esta virando..."
  • 2:45 - 2:49
    Entao nos etavamos todos, voce sabe, nao eramos as criancas mais bem comportadas.
  • 2:49 - 2:52
    Sabe, tres garotos correndo o tempo todo, causando problemas.
  • 2:52 - 2:54
    "Hey, nao, nao, nao!"
  • 2:54 - 2:56
    - Aaron!
    - O que?
  • 2:56 - 3:01
    Mas eu cheguei a conclusao que Aaron foi capaz de aprender desde cedo
  • 3:02 - 3:06
    "Um, dois, tres, quatro, cinco, seis, sete, oito, nove, dez!"
  • 3:06 - 3:10
    - Toc, toc!
    - Quem esta ai?
  • 3:10 - 3:11
    - Aaron.
    - Aaron quem?
  • 3:11 - 3:13
    - Aaron engracadinho.
  • 3:13 - 3:15
    Ele sabia o que queria,
  • 3:16 - 3:19
    Ele sempre realizava o que queria.
  • 3:19 - 3:22
    Sua curiosidade nao tinha fim.
  • 3:22 - 3:28
    "Aqui esta uma foto pequena do que e um planeta. E todos tem um simbolo."
  • 3:28 - 3:34
    "Simbolo de Mercurio, simbolo da Terra, simbolo de Marte, simbolo de Jupiter."
  • 3:34 - 3:37
    Um dia ele disse para Susan: "O que e esse Centro de Entretenimento gratis para familias, em HighLand Park?"
  • 3:37 - 3:40
    "Centro de Entretenimento gratis para familias."
  • 3:40 - 3:43
    Ele tinha tres anos nessa epoca.
  • 3:45 - 3:45
    Ela disse: "Do que esta voce esta falando?"
  • 3:45 - 3:45
    Ele disse: "Olhe, esta dizendo aqui na geladeira,"
  • 3:48 - 3:49
    "Centro de Entretenimento gratis para familias Highland Park"
  • 3:51 - 3:55
    Ela estava emocionada e assombrada que ele podia ler.
  • 3:55 - 3:59
    E chamado "Minha Familia "
  • 4:00 - 4:05
    Uma Seder noite e diferente de todas as outras noites.
  • 4:05 - 4:09
    Eu lembro uam vez, estavamos na biblioteca da Universidade de Chicago.
  • 4:09 - 4:12
    Eu peguei um livro da prateleira que era de 1900.
  • 4:12 - 4:16
    E mostrei a ele e disse: "Sabe, este e realmente um lugar extraordinario."
  • 4:17 - 4:20
    Nos eramos todos criancas curiosas, mas Aaron realmente gostava de aprender e ensinar.
  • 4:23 - 4:25
    "Evamos aprender o ABC de tras para frente."
  • 4:28 - 4:31
    "Z,Y,X,W,V,U,T..."
  • 4:32 - 4:36
    Eu lembro que ele chegou em casa de sua primeira aula de Algebra
  • 4:36 - 4:39
    Ele disse: "Noah, deixe me ensina-lo algebra!"
  • 4:39 - 4:41
    E eu tipo: "O que e algebra?"
  • 4:41 - 4:43
    E ele sempre foi assim.
  • 4:43 - 4:49
    "Agora vamos pressionar o botao 'click', isso! Agora vc aprendeu!"
  • 4:49 - 4:53
    "Agora esta rosa!"
  • 4:53 - 4:57
    Quando ele tinha por volta de doisa ou tres anos, e Bob mostrou a ele um computador,
  • 4:57 - 5:00
    entao ele comecou a mexer neles, como louco.
  • 5:00 - 5:04
    (fala de bebe)
  • 5:04 - 5:09
    Nos todos tinhamos computadores, mas Aaron era quem tinha mais interesse, foi o que o levou a Internet.
  • 5:10 - 5:13
    - Trabalhando no computador?
    - Nao...
  • 5:13 - 5:16
    "Como pode... Mamae, por que nada esta funcionando?"
  • 5:16 - 5:19
    Ele comecou a programar bem cedo.
  • 5:19 - 5:21
    Eu lembro o primeiro programa que eu escrevi com ele era em BASIC,
  • 5:21 - 5:23
    e era um jogo trivial de Star Wars
  • 5:26 - 5:27
    Ele sentou comigo no porao, era la que os computadores estavam,
  • 5:30 - 5:33
    por horas, programando esse jogo.
  • 5:35 - 5:37
    O problema que eu sempre tinha com ele e que nao tinha nada que eu queira que fosse feito.
  • 5:39 - 5:41
    E por ele, sempre tinha algo a fazer,
  • 5:41 - 5:42
    sempre algo que um programa poderia resolver.
  • 5:48 - 5:50
    Da forma que Aaron sempre viu, e que programacao e magica.
  • 5:50 - 5:52
    Voce pode realizar essas coisas que humanos normais nao podem.
  • 5:55 - 5:57
    Aaron fez um caixa eletronico usando um Mac e uma caixa.
  • 5:59 - 6:01
    Um ano para Halloween, eu nao sabia o que queria ser,
  • 6:01 - 6:04
    e ele pensou que poderia ser muito, muito legal se eu me fantasiasse como seu novo computador favorito,
  • 6:07 - 6:09
    que naquele tempo foi um iMac original.
  • 6:09 - 6:11
    Digo, ele sempre detestava se fantasiar para Halloween mas ele amava convencer os outros.
  • 6:13 - 6:14
    Se fantasiar com coisas que ele queria ver.
  • 6:16 - 6:19
    "Aaron, pare!"
    Meninos, vamos la, olhem para a camera.
  • 6:21 - 6:22
    "Homem-aranha olhe para a camera!"
  • 6:24 - 6:24
    Ele fez este site chamado The Info, onde pessoas podem colocar informacao.
  • 6:32 - 6:34
    Eu tenho certeza que alguem la fora sabe tudo sobre ouro, extracao de ouro..
  • 6:35 - 6:36
    Por que eles nao escrevem sobre isso no site?
    Entao outras pessoas podem ver isso mais pra frente,
  • 6:39 - 6:43
    e ler essa informacao, e editar essa informacao se eles pensarem que esta errada.
  • 6:43 - 6:46
    Nao tao diferente da Wikipedia, certo?
  • 6:46 - 6:50
    E isso foi bem antes da Wikipeida comecar, e foi desenvolvido por uma crianca de doze anos,
  • 6:52 - 6:57
    em seu quarto, sozinho, com um pequeno servidor e tecnologia antiga.
  • 6:59 - 7:01
    E um dos professores respondeu, tipo:
  • 7:04 - 7:07
    "E uma ideia terrivel, voce nao pode simplesmente deixar qualquer pessoa editar uma enciclopedia!"
  • 7:08 - 7:10
    "Esta e a razao para termos academicos, e para escrever estes livros para nos"
  • 7:10 - 7:13
    "Como voce pode ter uma ideia tao terrivel dessa?"
  • 7:13 - 7:15
    Eu e meu outro irmao, estavamos tipo:
    "Claro, sabe Wikipedia e legal, mas"
  • 7:17 - 7:18
    "nos tinhamos isso em nossa casa, tipo cinco anos atras."
  • 7:22 - 7:23
    O site de Aaron, theinfo.org, ganhou uma competicao escolar
  • 7:28 - 7:32
    sediado pela empresa de web design ArsDgita em Cambridge.
  • 7:34 - 7:38
    Nos todos fomos a Cambridge quando ele ganhou o premio da ArsDigita
  • 7:38 - 7:41
    e nos nao tinhamos ideia do que Aaron estava fazendo
  • 7:41 - 7:44
    Era obvio que o premio era muito importante.
  • 7:44 - 7:47
    Aaron rapidamente se involveu com comunidades de programacao online,
  • 7:48 - 7:49
    e no processo de moldar uma nova ferramenta para web.
  • 7:51 - 7:56
    Ele chegou pra mim:"Ben, estou trabalhando em uma coisa muito legal."
  • 7:56 - 7:58
    "Voce precisa ouvir sobre isso!"
  • 7:58 - 8:00
    "O que e?"
  • 8:00 - 8:03
    "E essa coisa chamada RSS."
  • 8:03 - 8:05
    E ele me expicou o que RSS era.
    E eu: "No que isso e util Aaron?"
  • 8:08 - 8:10
    "Tem algum site usando, por que eu iria querer usar?"
  • 8:13 - 8:17
    Existe esta lista de emails para pessoas que estao tralahando com RSS e XML de modo geral.
  • 8:17 - 8:21
    E tinha uma pessoa nele chamada Aaron Swartz que era competitivo, mas muito inteligente,
  • 8:22 - 8:23
    e que tinha muitas ideias boas, e
  • 8:26 - 8:29
    ele nunca veio a um dos encontros ao vivo, e eles disseram,
  • 8:29 - 8:32
    sabe, qunado voce vira a um dos encontros ao vivo?
  • 8:32 - 8:35
    E ele disse: "Sabe, nao acho que minha mae ira deixar. Eu acabeid e fazer catorze anos."
  • 8:38 - 8:43
    Entao a primeira reacao deles foi: "Bom, essa pessoa, esse colega aque estamos tarbalhando o ano inteiro"
  • 8:43 - 8:47
    tinha treze anos enquanto nos estavamos trabalhando com ele, agora ele tem catorze"
  • 8:47 - 8:48
    E a segunda reacao deles foi:
  • 8:48 - 8:49
    "Cristo, nos realmente temos que encontra-lo. Isto e extraordinario!"
  • 8:52 - 8:54
    Ele era parte do comite que fez o rascunho do RSS.
  • 8:54 - 8:59
    O que ele estava fazendo era ajudar a contruir o encanamento do moderno hipertexto.
  • 8:59 - 9:02
    A parte que ele estava trabalhando, RSS, era uma ferramenta que voce pode usar para pegar sumarios
  • 9:06 - 9:07
    de coisas que estao em outras paginas da Internet.
  • 9:09 - 9:11
    De forma geral, voce usa isso em um blog.
  • 9:11 - 9:13
    Voce pode ter 10 ou 20 blogs de pessoas que voce quer ler
  • 9:15 - 9:18
    Voce usa as fontes de RSS, esses sumarios do que esta acontecendo nas outras paginas.
  • 9:18 - 9:23
    para criar uma lista unificada de toas as coisas que estao acontecendo.
  • 9:23 - 9:28
    Aaron era realmente jovem, mas ele entendeu tecnologia e viu que era imperfeita
  • 9:28 - 9:32
    e procurou forma de melhora-la
  • 9:36 - 9:40
    Entao sua mae comecou a coloca-lo em avioes em Chicago, e nos o pegqvamos em Sao Francisco.
  • 9:40 - 9:45
    Nos o apresentamos a pessoas interessantes com quem poderia conversar, e ficamos maravilhados com seus habitos alimentares
  • 9:45 - 9:51
    Ele so comia comida branca, so arroz cozido e nao frito, por que nao era suficientemente branco.
  • 9:51 - 9:54
    pao branco, e por ai vai...
  • 9:54 - 9:59
    E voce ficava maravilhado com o tipo de debate que crescia dele,
  • 9:59 - 10:02
    que parecia ser a boca de um pequeno garoto.
  • 10:02 - 10:05
    E voce poderia pensar, isso e uma crianca que realmente chegara em algum lugar se ele nao morrer por deficiencia de vitamina C.
  • 10:05 - 10:07
    Aaron, voce e o proximo.
  • 10:07 - 10:10
    Eu penso que a diferenca e que agora voce nao pode criar companias tipo .com
  • 10:10 - 10:16
    Voce nao pode ter companias que vendem lixo pela Internet, ou pelo seu celular.
  • 10:16 - 10:18
    Mas existe muita inovação acontecendo também.
  • 10:18 - 10:21
    Pense que talvez se você não ver a inovação, talvez sua cabeça esteja enterrada na areia!
  • 10:21 - 10:25
    Ele pega, e com uma personalidade de nerd alpha, onde ele fica tipo:
  • 10:25 - 10:29
    "Eu sou mais inteligente que você, e por ser mais inteligente que você sou melhor que você,
  • 10:29 - 10:31
    e posso te dizer o que fazer."
  • 10:31 - 10:35
    É uma extensao dele sendo tipo um idiota.
  • 10:35 - 10:39
    Então você agrega todos esses computadores, e agora eles estão resolvendo grandes problemas,
  • 10:39 - 10:43
    como procurar por alienígenas ou tentar curar o câncer.
  • 10:45 - 10:48
    Eu o conheci primeiro no IRC, ou Internet Relay Chat
  • 10:48 - 10:53
    Ele não só programava, como também motivava as pessoas a resolver os problemas que ele tinha.
  • 10:53 - 10:56
    Ele era um agregador.
  • 10:56 - 10:58
    O movimento da livre cultura, ele tinha muito dessa energia.
  • 10:59 - 11:03
    Eu acho que o Aaron estava tentando fazer o mundo funcionar. Ele estava tentanto consertá-lo.
  • 11:03 - 11:09
    Ele tinha um tipo de personalidade muito forte, que incomodava algumas vezes.
  • 11:09 - 11:13
    Não era necessariamente o caso de ele se sentir sempre confortável no mundo
  • 11:13 - 11:18
    e o mundo nem sempre estava confortável com ele.
  • 11:19 - 11:23
    Aaron entrou pra o segundo grau e ele estava realmente de saco cheio da escola.
  • 11:23 - 11:28
    Ele não gostava, não gostava de nenhuma das aulas que estavam sendo lecionadas, ele não gostava dos professores.
  • 11:28 - 11:31
    Aaron realmente sabia como conseguir informações.
  • 11:31 - 11:35
    Ele dizia: "Eu não preciso ir até este professor
    para aprender geometria.
  • 11:35 - 11:37
    Eu posso simplesmente ler o livro de geometria.
  • 11:37 - 11:41
    E eu não preciso ir a este professor para aprender a versão dele da história dos Estados Unidos,
  • 11:41 - 11:45
    tipo, eu tenho três volumes de história aqui, eu posso simplesmente lê-los.
  • 11:45 - 11:49
    E eu não estou interessado nisso, estou interessado na web."
  • 11:49 - 11:53
    Eu estava muito frustrado com a escola, eu achava que os
    professores não sabiam do que estavam falando.
  • 11:53 - 11:57
    Eles eram dominadores e controladores, o para-casa era
    tipo uma enganação
  • 11:57 - 12:01
    e era tudo como uma maneira de juntar os estudantes e forçá-los a fazer trabalhos burocráticos.
  • 12:01 - 12:05
    E, você sabe, eu comecei a ler livros sobre a história da educação
  • 12:05 - 12:08
    e sobre como esse sistema de ensino foi desenvolvido.
  • 12:08 - 12:11
    Aí, sabe, alternativas para ele, e maneiras para as pessoas realmente aprenderem coisas
  • 12:11 - 12:15
    ao invés de simplesmente regurgitar fatos descritos pelos professores.
  • 12:15 - 12:19
    E isso meio que me levou a esse caminho de questionar as coisas, uma vez que eu questionei a minha escola,
  • 12:19 - 12:24
    eu questionei a sociedade que construiu a escola, questionei as empresas para as quais essas escolas estavam treinando essas pessoas,
  • 12:24 - 12:29
    questionei o governo que montou toda essa estrutura.
  • 12:29 - 12:32
    Uma das coisas pela qual ele era mais apaixonado era
    sobre direito autoral, especialmente no começo.
  • 12:32 - 12:38
    O direito autoral foi sempre algo como um fardo para as editoras e para os leitores,
  • 12:38 - 12:43
    mas não era um fardo, era uma instituição razoável para se ter,
  • 12:44 - 12:47
    para garantir que as pessoas são pagas.
  • 12:47 - 12:53
    A experiência que a geração de Aaron teve foi a colisão entre o velho e o novo sistema de direitos autorais
  • 12:53 - 12:57
    e essa coisa sensacional que estávamos tentando construir, a Internet e a Web.
  • 12:57 - 13:01
    Esses dois sistemas colidiram e o que tivemos foi o caos.
  • 13:02 - 13:06
    Então ele encontrou o professor de direito do Harvard Lawrence Lessing,
  • 13:06 - 13:09
    que estava desafiando a lei de direitos autorais na suprema corte.
  • 13:09 - 13:13
    O jovem Aaron Swartz voou para Washington para ouvir a audiência da suprema corte.
  • 13:13 - 13:18
    Eu sou Aaron Swartz e estou aqui para ouvir a audiência e ver os documentos.
  • 13:18 - 13:23
  • 13:23 - 13:28
    Esta é uma questão mais dificil...
  • 13:29 - 13:34
    Não sei. É muito legal ver a Suporema Corte,
  • 13:34 - 13:39
    especialmente em um caso de prestígio como este.
  • 13:43 - 13:47
    Lessig também estava avançando com uma nova forma de definir direitos autorais na Internet.
  • 13:47 - 13:49
    Era chamando de Creative Commons.
  • 13:49 - 13:54
    Então a simples ideia da Creative Commons é dar as pessoas, criadores,
  • 13:54 - 13:59
    uma forma simples de marcar sua criatividade com a liberdade que elas gostariam de ter.
  • 13:59 - 14:05
    Então se o direito autoral e´sobre "Todos os direitos reservados", esse novo modelo é tipo "Alguns direitos reservados".
  • 14:05 - 14:08
    Eu quero uma forma simples de dizer a você: aqui esta o que é permitido que você faça com meu trabalho,
  • 14:09 - 14:10
    mesmo se você ainda precise da minha permissão para outras coisas antes de usá-lo
  • 14:14 - 14:17
    E o papel de Aaron era a parte do computador.
  • 14:17 - 14:21
    Como você arquiteta as licenças de forma que elas sejam simples e claras
  • 14:21 - 14:25
    e expressadas de uma forma que outras maquinas possam processá-las.
  • 14:25 - 14:30
    E as pessoas pensavam: Por que temos esse garoto de 15 anos escrevendo as especificações da Creative Commons?
  • 14:30 - 14:32
    Você não acha que isso e um erro enorme?
  • 14:32 - 14:36
    E Larry dizia: Oenorme erro que podemos ter é não ouvir esse garoto.
  • 14:36 - 14:40
    Ele quase nem era alto suficiente para alcançar o palanque.
  • 14:40 - 14:43
    E foi esse palanque móvel, e essa coisa embaraçosa,
  • 14:43 - 14:46
    que uma vez que ele abria a tela do notebook ninguém conseguia ver seu rosto.
  • 14:47 - 14:51
    Quando você vem ao noso site e vai em "Escolher licença",
  • 14:51 - 14:57
    ele te da esta lista de opções, explica o que são, e você tem 3 simples questões:
  • 14:58 - 15:00
    "Você requer uma atribuição?"
  • 15:00 - 15:04
    Você permite uso comercial do seu trabalho?""
  • 15:04 - 15:06
    "Você permite que seu trabalho seja modificado?"
  • 15:07 - 15:12
  • 15:12 - 15:16
    E Aaron ficou a frente de toda aquela audiência cheia de pessoas e começou a falar
  • 15:16 - 15:21
    sobre a plataforma que ele havia criado para o Creative Commons.
  • 15:21 - 15:23
    E eles estavam todos ouvindo o que ele dizia. Apenas...
  • 15:23 - 15:29
    Eu estava no fundo, pensando: Ele é apenas uma criança, por que eles o estão ouvindo?
  • 15:29 - 15:30
    Mas eles ouviram...
  • 15:30 - 15:33
    Bem, eu não penso que compreendi inteiramente.
  • 15:33 - 15:37
    Embora criticos tenham dito que isso faz pouco para garantir que os artistas sejam pagos pelo seu trabalho
  • 15:37 - 15:41
    o sucesso do Creative Commons foi enorme.
  • 15:41 - 15:47
    Atualmente somente no site Flickr, mais de 200 milhoes de pessoas usam alguma forma de licença do Creative Commons
  • 15:47 - 15:57
    Ele contribuiu com suas habilidades técnicas, e isso não era apenas uma questão técnica para ele.
  • 15:58 - 16:02
    Aaron geralmente escrevia francamente no seu blog:
  • 16:02 - 16:07
    Eu penso profundamente sobre as coisas, e eu quero que os outros façam o mesmo.
  • 16:07 - 16:11
    Eu trabalho por ideias e aprendo das pessoas. Não gosto de excluir as pessoas.
  • 16:11 - 16:16
    Sou um perfeccionista, mas não deixo isso atrapalhar as publicações.
  • 16:16 - 16:20
    Exceto por educação e entretenimento, eu não vou desperdiçar meu tempo
  • 16:20 - 16:22
    em coisas que não terão um impacto.
  • 16:22 - 16:26
    Tento ser amigo de todos, mas odeio quando não me levam a sério.
  • 16:26 - 16:32
    Não guardo mágoas, não é produtivo, mas eu aprendo com minha experiência.
  • 16:32 - 16:38
    Eu quero tornar o mundo um lugar melhor.
  • 16:41 - 16:46
    Em 2004, Swartz deixou Highland Park e fez sua matricula na universidade de Stanford.
  • 16:46 - 16:52
    Ele tinha uma colite ulcerosa que era bem problemática e nós estávamos preocupados se ele tomava seus remédios.
  • 16:53 - 16:56
    Ele foi hospitalizado e teve que tomar um cocktail de pilulas todo dia.
  • 16:57 - 16:58
    E uma dessas pilulas era um esteroide que enganou seu crescimento,
  • 17:01 - 17:05
    e fez ele se sentir diferente de qualquer outro estudante
  • 17:05 - 17:08
    Aaron, eu acho, apareceu em Stanford pronto para sua bolsa de estudos
  • 17:08 - 17:13
    e efetivamente encontrou a si mesmo em um programa designado para conseguir super alunos
  • 17:13 - 17:21
    que em 4 anos são preparados para ser executivos de industrias e 1%
  • 17:21 - 17:26
    penso que fizeram deles apemas bananas.
  • 17:26 - 17:29
    Em 2005, após apenas 1 ano de universidade,
  • 17:29 - 17:36
    ofereceram a Swartz um lugar em uma nova incubadora de start-up chamada YCombinator, liderada por Paul Graham.
  • 17:36 - 17:40
    Ele disse: "Ei, eu tenho uma idea para um site."
  • 17:40 - 17:43
    E Paul Graham, que gostava dele disse: "Claro, diga."
  • 17:43 - 17:47
    Então aaron largou a escola, se mudou para o apartamento dele...
  • 17:47 - 17:50
    Então esse costumava ser o apartamento de Aaron quando ele se mudou pra ca.
  • 17:50 - 17:55
    Eu tenho uma vaga memoria do meu pai dizendo como era difícil conseguir um empréstimo.
  • 17:55 - 17:59
    pois Aaron não tinha crédito e largou a universidade.
  • 17:59 - 18:05
    Aaron vivia no que é agora a sala de estar e alguns dos posters são sobras de quando ele morava aqui.
  • 18:05 - 18:10
    E a biblioteca... tem mais livros, mas a maioria pertencia ao Aaron.
  • 18:12 - 18:18
    O site de Aaron na YCombinator se chamava infogami, e era uma ferramenta para construir sites
  • 18:18 - 18:21
    Mas o infogami estava com dificuldades para achar usuários, e Swartz eventualmente
  • 18:21 - 18:25
    associou sua empresa com outro projeto da Y Combinator que precisava de ajuda
  • 18:25 - 18:30
    Era um projeto que tinha a liderança de Steve Huffman e Alexis Ohanian, chamado reddit.
  • 18:30 - 18:34
    Lá estavamos, começando praticamente do nada. Sem usuários, sem dinheiro, sem código,
  • 18:34 - 18:38
    e crescendo dia após dia para se tornar um site muito popular.
  • 18:38 - 18:40
    E o crescimento não mostrava sinais de parar tão cedo.
  • 18:40 - 18:44
    Primeiro tinhamos 1000 usuários, depois 10000, depois 20000, e ia, ia... Era simplesmente incrivel...
  • 18:44 - 18:50
    Reddit se tornou grande e é realmente um canto geek na Internet.
  • 18:53 - 19:01
  • 19:01 - 19:08
    e faz dele o proncipal site para ir toda manhã para ver as novidades.
  • 19:08 - 19:12
    Reddit as vezes beira o caos em alguns níveis,
  • 19:12 - 19:19
    e de outro lado é um site onde as pessoas discutem noticias do dia, tecnologia, politica e problemas,
  • 19:19 - 19:25
    e mesmo assim tem muito material do tipo Não recoendado para trabalho, material ofensivo,
  • 19:25 - 19:30
    existe alguns sub-reddits onde as pegadinhas encontram um lugar bem vindo,
  • 19:30 - 19:34
    então, neste sentido reddit tem sido um local de controvérsia também.
  • 19:34 - 19:37
    Ele tipo fica no topo do caos.
  • 19:37 - 19:41
    Reddit chamou a atenção da gigante empresa de revistas Condé Nast,
  • 19:41 - 19:43
    que fez uma oferta para comprar a empresa.
  • 19:43 - 19:47
    Uma quantia grande, grande o suficiente para meu pai se preocupar com questões
  • 19:47 - 19:51
    tipo: "Como vou guardar esse dinheiro?"
  • 19:51 - 19:54
    - Tipo muito dinheiro..
    - Tipo muito dinheiro.
  • 19:54 - 20:00
    tipo provavelmente mais de 1 milhão de dólares, mas eu realmente não sei.
  • 20:00 - 20:03
    E que idade ele tinha naquele tempo?
    - 19, 20.
  • 20:05 - 20:11
    Então foi nesse apartamento. Ele sentaram em volta, do que na época precedia esse sofá,
  • 20:11 - 20:15
    hackeando reddit, e quando eles o venderam
  • 20:15 - 20:19
    eles fizeram uma grande festa, e depois todos voaram para Califórnia no dia seguinte,
  • 20:19 - 20:20
    e deixaram a chave comigo.
  • 20:24 - 20:27
    Foi interessante, sabe, ele vendeu a start-up então todos nós presumimos
  • 20:27 - 20:30
    que ele era a pessoa mais rica do grupo
  • 20:30 - 20:32
    mas ele disse: "Ah não, eu vou pegar esse quartinho do tamanho de uma caixa de sapatos. É tudo que preciso. "
  • 20:34 - 20:36
    Era apenas um pouco maior que um armário.
  • 20:36 - 20:42
    A ideia dele gastar seu dinheiro em objetos moderninhos parecia implausível.
  • 20:43 - 20:46
    Ele explicou: "Eu gosto de morar em um apartamento, então ano vou gastar um dinheirão com um novo local, não vou comprar uma mansão"
  • 20:48 - 20:50
    e eu gosto de usar calça jeans e camiseta,
  • 20:50 - 20:52
    então não vou gastar mais e mais em roupas.
  • 20:52 - 20:54
    Então realmente não e uma coisa importante."
  • 20:54 - 20:58
    O que era importante para Swartz era como o trafego fluía na Internet,
  • 20:58 - 21:01
    e o que comanda nossa atenção.
  • 21:01 - 21:04
    No sistema antigo de broadcast, voce esta fundamentalmente limitado pela quantidade de
  • 21:04 - 21:09
    espaço nas ondas de radio. Você podia apenas enviar apenas 10 canais pelas ondas de radio, televisão
  • 21:09 - 21:11
    ou até com cabo, você tinha 500 canais.
  • 21:11 - 21:16
    Na Internet, todos podem ter um canal.
    Todos podem ter um blog, uma página no myspace.
  • 21:16 - 21:18
    Todos tem uma forma de se expressar.
  • 21:18 - 21:21
    O que você vê agora não é uma questão de quem consegue acessar as ondas de radio,
  • 21:21 - 21:25
    é uma questão de quem tem controle sobre as formas de encontrar as pessoas.
  • 21:25 - 21:29
    Sabe, você vê a força concentrada em sites como Google, estes tipos de portais que dizem a você
  • 21:29 - 21:31
    onde na Internet você quer ir.
  • 21:31 - 21:34
    As pessoas que fornece a você suas fontes de notícias e informação.
  • 21:34 - 21:38
    Então não é somente certas pessoas que tem a licença para falar, agora todos tem
  • 21:38 - 21:41
    a licença para falar. É uma questão de quem é ouvido.
  • 21:45 - 21:50
    Depois de começar a trabalhar em São Francisco na Condé Nast, ele chegou no escritório
  • 21:50 - 21:54
    e eles queriam dar a ele um computador com todo aquelas porcarias instaladas nele
  • 21:54 - 21:57
    e disseram que ele não podia instalar nada novo neste computador,
  • 21:57 - 21:59
    o que para um desenvolvedor é bem ofensivo.
  • 21:59 - 22:02
    Desde o primeiro dia ele estava reclamando sobre tudo.
  • 22:05 - 22:11
    Paredes cinza, mesas cinza, barulho cinza. No primeiro dia que apareci aqui eu simplesmente não consegui aguentar.
  • 22:11 - 22:15
    Na hora do almoço eu literalmente me tranquei no banheiro e comecei a chorar.
  • 22:15 - 22:18
    Não imagino ficar são com alguém buzinando no meu ouvido o dia inteiro.
  • 22:18 - 22:22
    Deixe me sozinho para realmente conseguir fazer algum trabalho.
  • 22:22 - 22:24
    Ninguém parecia conseguir trabalhar também.
  • 22:24 - 22:28
    Todos sempre vinham no nosso escritório para passear e conversar, ou nos convidar para jogar
  • 22:28 - 22:30
    o novo video game que a Wired estava testando.
  • 22:33 - 22:38
    Ele realmente tinha aspirações diferentes que eram politicamente orientadas.
  • 22:38 - 22:42
    e Silicon Valley não tem realmente essa cultura.
  • 22:42 - 22:46
    que orienta atividade técnica com um objetivo politico.
  • 22:47 - 22:49
    Aaron odiava trabalhar para corporações.
  • 22:51 - 22:54
    Eles todos odiavam trabalhar para a Condé Nast, mas Aaron é o único que não iria suportar.
  • 22:54 - 22:56
    E Aaron basicamente se demitiu.
  • 22:56 - 22:58
    Não aparecendo para trabalhar mais, nunca.
  • 23:01 - 23:05
    Foi uma demissão bem bagunçada.
    Ambos Alexis Ohanian e Steve Huffman
  • 23:05 - 23:08
    não quiseram ser entrevistados para este filme.
  • 23:09 - 23:16
    Ele rejeitou o mundo dos negócios. Uma coisa que é realmente importante de lembrar sobre
  • 23:16 - 23:23
    aquela escolha quando Aaron decidiu deixar a cultura start-up é que ele estava também deixando para trás
  • 23:23 - 23:31
    as coisas que o tornaram famoso e amado e ele corria o risco de decepcionar os fãs.
  • 23:31 - 23:34
    Ele foi para onde supostamente teria que ir, e tinha a consiencia
  • 23:34 - 23:43
  • 23:43 - 23:46
    uma simples rosa e descobrir que ele perdeu o senso do cheiro,
  • 23:46 - 23:50
    e em vez de sentar la e insistir que não era tão ruim quanto parecia,
  • 23:50 - 23:54
    e ele conseguiu a rosa nesse evento,
  • 23:54 - 23:57
    ele escalou de volta para baixo o que era bem legal.
  • 23:58 - 24:02
    A forma que Aaron sempre viu, era que a programação é uma coisa mágica
  • 24:02 - 24:07
    você pode realizar essas coisas que humanos normais não podem, por conseguir programar.
  • 24:07 - 24:13
    Então se você tem poderes mágicos, ira usá-los para o bem ou ira fazer montanhas de dinheiro?
  • 24:15 - 24:18
    Swartz foi inspirado por um dos visionários que ele tinha conhecido quando criança.
  • 24:18 - 24:22
    O homem que inventou a World Wide Web, Tim Berners-Lee
  • 24:22 - 24:26
    Nos anos 90, Berners-Lee estava sem dúvida sentado em cima
  • 24:26 - 24:29
    de uma das mais lucrativas invenções do seculo 20,
  • 24:29 - 24:36
    mas em vez de lucrar com a invenção da World Wide Web, ele a deu de graça.
  • 24:36 - 24:40
    Esta é a única razão da World Wide Web existir hoje.
  • 24:41 - 24:45
    Aaron certamente é profundamente influenciado por Tim.
  • 24:45 - 24:51
  • 24:51 - 24:56
    Ele não esta nada interessado em como ele fará para conseguir 1 bilhão de dolares.
  • 24:56 - 24:58
    As pessoas diziam: "Ah, conseguimos fazer dinheiro lá"
  • 24:58 - 25:01
    então existiria um monte de pequenas webs,
  • 25:01 - 25:02
    em vez de uma grande,
  • 25:02 - 25:06
    e uma pequena, e todos os tipos de web não funcionam
  • 25:06 - 25:08
    porque você não pode seguir o link de uma para a outra.
  • 25:10 - 25:14
    Voce teria que ter toda a massa, que é o planeta inteiro,
  • 25:14 - 25:17
    então não irá funcionar a menos que todo o planeta esteja a bordo.
  • 25:24 - 25:29
    Eu sinto fortemente que não é suficiente viver no mundo como ele é,
  • 25:29 - 25:35
    apenas tipo, pegar o que lhe é dado, e você sabe, seguir as coisas que os adultos disseram para fazer,
  • 25:35 - 25:39
    e que seus pais disseram para fazer, que a sociedade te diz para fazer. Eu acho que você deve estar sempre questionando.
  • 25:39 - 25:43
    Eu tenho essa atitude bem cientifica, que tudo que aprendeu é apenas providencial,
  • 25:43 - 25:49
    que esta sempre aberto para retratação, refutação ou questionamento, e acho que o mesmo se aplica a sociedade.
  • 25:49 - 25:54
    Uma vez que percebi que existiam problemas reais, problemas fundamentais --
  • 25:54 - 25:58
    quando percebi que eu poderia fazer algo para ajudar, eu não vejo uma forma de esquecer isso. Não vejo uma forma de ignorar isso.
  • 26:03 - 26:05
    Nós começamos a gastar bastante tempo,
  • 26:05 - 26:07
    apenas como amigos.
  • 26:09 - 26:12
    Nós conversávamos por horas, noite adentro.
  • 26:14 - 26:18
    Eu definitivamente deveria ter entendido que ele estava flertando comigo em algum nível.
  • 26:18 - 26:24
    Eu ficava tipo, isto é uma ideia terrível e impossível, e fingia que não estava acontecendo.
  • 26:25 - 26:29
    Com meu casamento acabando, eu estava realmente presa sem nenhum lugar para ir,
  • 26:29 - 26:33
    nós nos tornamos amigos de quarto, e eu trouxe também minha filha.
  • 26:34 - 26:37
    Nós nos mudamos, decoramos a casa, era um lugar realmente calmo.
  • 26:37 - 26:41
    Minha vida não estava sendo tranquila por um tempo, e nem a dele.
  • 26:47 - 26:55
    Nós eramos bem amigos desde o começo do nosso relacionamento romântico.
  • 26:55 - 26:58
    Nos apenas... nos estávamos em contato constante.
  • 26:58 - 27:02
    Mas nos eramos ambos pessoas dificeis de lidar. [risos]
  • 27:04 - 27:12
    Em uma conversa bem acalorada, ele confessou que tinha uma canção tema, e eu fiz ele tocar pra mim.
  • 27:12 - 27:17
    Era "Extraordinary Machine" da Fiona Apple.
  • 27:17 - 27:25
  • 27:25 - 27:28
  • 27:28 - 27:34
    "A pé é uma subida devagar, mas estou bem em ficar desconfortavel então não posso parar
  • 27:34 - 27:37
    de mudar o tempo todo."
  • 27:37 - 27:44
    Em varias formas, Aaron era muito otimista sobre a vida. Mesmo quando ele não estava tão bem
  • 27:44 - 27:47
    ele podia ser tremendamente otimista sobre a vida.
  • 27:47 - 27:50
    "Extraoridary machine"
  • 27:53 - 27:58
    - O que esta fazendo?
    (Quinn) - Flickr tem vídeo agora.
  • 28:00 - 28:02
    Swartz focou sua energia em alguns novos
  • 28:02 - 28:05
    projetos envolvendo acesso publico a informação,
  • 28:05 - 28:08
    incluindo um site de auditoria chamado Watchdog.net,
  • 28:08 - 28:11
    e um projeto chamado "The Open Library".
  • 28:11 - 28:15
    Então o projeto "Open Library" é um site que você pode visitar em openlibrary.org.
  • 28:15 - 28:20
    e a ideia é ter uma imensa wiki, um site editável com uma página por livro.
  • 28:20 - 28:24
    Então para cada livro já publicado, nos queremos ter uma pagina que combine
  • 28:24 - 28:30
    todas as informações de editores, de livrarias, de bibliotecas, de leitores
  • 28:30 - 28:35
    em um site, e entao te dar links onde você pode comprar, emprestar, ou navegar.
  • 28:35 - 28:40
    Eu amo bibliotecas. Eu sou o tipo de pessoa que chega em uma nova cidade e imediatamente procura a biblioteca.
  • 28:40 - 28:44
    Este e o sonho da Open Library, é construir este site onde ambos podem pular
  • 28:44 - 28:49
    de livro para livro, de pessoa para autor, de assuntos para ideias, por esta vasta arvore
  • 28:49 - 28:54
    de conhecimento que foi colocado e perdido em grandes bibliotecas fisicas, que é dificil de encontrar,
  • 28:54 - 28:59
    que não e tão acessível online. E realmente importante pois livros são nosso legado cultural.
  • 28:59 - 29:01
    Livros são o lugar que pessoas vão para escrever coisas,
  • 29:01 - 29:06
    e para ter tudo isso engolido por uma corporação é medonho.
  • 29:07 - 29:11
    Como você pode trazer acesso publico para o domínio publico?
  • 29:11 - 29:15
    Pode soar obvio que voce pode ter acesso publico ao dominio publico,
  • 29:15 - 29:21
    mas de fato não é verdade. Então o domínio publico deve ser gratis para todos, mas é geralmente trancado.
  • 29:21 - 29:27
    Existem guardas. É como ter um parque nacional com cercas em volta,
  • 29:27 - 29:33
    e armas apontadas para fora, caso alguém possa querer realmente vir e aproveitar o domínio publico.
  • 29:33 - 29:39
    Uma das cosias que Aaron estava particularmente interessado era trazer acesso publico ao domínio publico.
  • 29:39 - 29:42
    Isto foi uma das coisas que o levou a ter muitos problemas.
  • 29:46 - 29:53
    Eu estive tentando ter acesso aos registros federais da corte dos Estados Unidos.
  • 29:54 - 30:00
    O que descobri foi um sistema de quebra cabeça chamado PACER.
  • 30:00 - 30:03
    Que significa Acesso Publico a registros eletrônicos da corte.
  • 30:03 - 30:07
    Eu comecei a ver no Google, foi quando cheguei em Carl Malamud.
  • 30:09 - 30:15
    Acesso a material legislativo nos Estados Unidos é um negócio de dez bilhões de dólares por ano.
  • 30:15 - 30:23
    PACER é esta incrível abominação de serviços de governo. Custa dez centavos por página,
  • 30:23 - 30:27
    é o pior código que existe, não existe uma busca. Não podem marcar nenhuma página.
  • 30:27 - 30:32
    Você tem que ter um cartão de crédito, e estes são registros públicos.
  • 30:32 - 30:37
    Os tribunais distritais são muito importantes; é onde muito dos conflitos legais começam.
  • 30:37 - 30:44
    Casos de direito civil, de patente, todo tipo de casos. Jornalistas, estudantes, cidadãos e advogados
  • 30:44 - 30:50
    todos precisam de acesso ao PACER, e o acesso é complicado em todos os passos.
  • 30:50 - 30:55
    Pessoas sem meios não podem ter acesso a lei tão prontamente quanto pessoas com cartão American Express ouro
  • 30:55 - 30:58
    É uma taxa para acesso a justiça
  • 30:58 - 31:01
    Sabe, a lei é o sistema operacional da nossa democracia, e temos que pagar para vê-la?
  • 31:04 - 31:06
    Isso não me parece muito com uma democracia.
  • 31:08 - 31:09
    Eles faturam por volta de 120 milhões de dólares por ano com o sistema PACER,
  • 31:12 - 31:12
    E não custa nada perto disso, de acordo com seus próprios registros. De fato, é ilegal.
  • 31:18 - 31:19
    O decreto E-GOV de 2002, diz que os tribunais podem cobrar apenas o necessário,
  • 31:26 - 31:27
    de maneira a reembolsar o custo operacional do sistema PACER.
  • 31:35 - 31:37
    Como fundador de Public.Resource.Org, Malamud quis contestar a cobrança no PACER.
  • 31:40 - 31:42
    Ele começou um programa chamado o projeto de Reciclagem do PACER,
  • 31:45 - 31:48
    Onde pessoas poderiam enviar documentos que elas já comprado no PACER
  • 31:48 - 31:51
    para um banco de dados onde outros pudessem acessá-los.
  • 31:51 - 31:54
    O pessoal do PACER estavam recebendo muitas críticas do Congresso e outros sobre acesso público,
  • 31:57 - 32:01
    então eles montaram esse sistema em 17 bibliotecas pelo país onde havia acesso livre ao PACER.
  • 32:01 - 32:05
    É uma biblioteca a cada 35 mil kilometros quadrados, acredito, então não era exatamente conveniente
  • 32:09 - 32:09
    Eu motivei voluntários a juntarem-se ao chamado Corpo do Pen Drive,
  • 32:13 - 32:17
    a baixarem documentos das bibliotecas com livre acesso, e enviá-los para o site de reciclagem do PACER.
  • 32:18 - 32:21
    As pessoas pegavam um pen drive em uma dessas bibliotecas, baixavam um punhado de documentos,
  • 32:21 - 32:24
    e enviavam a mim. Quer dizer, era apenas uma piada.
  • 32:25 - 32:27
    De fato, quando clicava em Corpo do Pen Drive, era o Mágico de Oz,
  • 32:29 - 32:29
    sabe, o canto dos Munchkin, e um vídeo apareceu:
  • 32:34 - 32:36
    ♪ Nós representamos a guilda do pirulito...♪
  • 32:36 - 32:40
    mas é claro, recebi telefonemas de Steve Shultz e Aaron, dizendo,
  • 32:40 - 32:44
    "Viu, gostaríamos de nos juntar ao Corpo do Pen Drive."
  • 32:44 - 32:47
    Naquela época, encontrei Aaron numa conferência.
  • 32:47 - 32:50
    Isto é algo que realmente tem que ser uma colaboração entre um bocado de gente diferente.
  • 32:52 - 32:53
    Então me aproximei dele e disse,
  • 32:54 - 32:54
    "Ei, estou pensando numa intervenção no problema com o PACER."
  • Non synchronisé
    Schultz tinha desenvolvido um programa que poderia baixar automaticamente documentos no PACER
  • Non synchronisé
    a partir das bibliotecas em teste.
  • Non synchronisé
    Swartz quis dar uma olhada.
  • Non synchronisé
    Então, mostrei a ele o código, e não sabia o que viria depois,
  • Non synchronisé
    mas finalmente, após algumas horas naquela conferência,
  • Non synchronisé
    ele estava sentado num canto, melhorando meu código, recrutando um amigo dele
  • Non synchronisé
    que morava perto de uma dessas bibliotecas para entrar la e começar a testar o novo código,
  • Non synchronisé
    no momento o povo dos tribunais perceberam que algo não ia bem de acordo com o plano.
  • Non synchronisé
    E dados começaram a chegar, e chegar, e chegar
  • Non synchronisé
    e rapidamente havia 760GB de documentos, 20 milhões de páginas.
  • Non synchronisé
    Usando informação recuperada das bibliotecas teste,
  • Non synchronisé
    Swartz estava conduzindo um download em paralelo e em massa do sistema PACER.
  • Non synchronisé
    Ele tinha conseguido extrair perto de 2,7 milhões de documentos do tribunal federal, quase 20 milhões de páginas de texto.
  • Non synchronisé
    Agora, euposso garantir que 20 milhões de páginas de porventura tenha excedido as expectativas das pessoas
  • Non synchronisé
    operando o projeto de acesso piloto, mas surpreender um burocrata não é ilegal.
  • Non synchronisé
    Aaron e Carl decidiram falar com o New York Times sobre o que aconteceu.
  • Non synchronisé
    Eles também chamaram a atenção do FBI, que começou a vigiar a casa dos pais de Swartz em Illinois.
  • Non synchronisé
    E recebi um tweet de sua mãe dizendo, "ME LIGA!"
  • Non synchronisé
    Então, pensei, tipo, que merda tá acontecendo?
  • Non synchronisé
    E então finalmente falei com Aaron e, tipo, a mãe dele tava tipo, "Ai MEU DEUS, FBI, FBI, FBI."
  • Non synchronisé
    Um agente do FBI na sua rampa da garagem, tentando enxergar se Aaron estava em seu quarto.
  • Non synchronisé
    Lembro de estar em casa naquele dia, e imaginando porque aquele carro entrando na nossa garagem,
  • Non synchronisé
    e depois apenas voltando para rua. Que estranho!
  • Non synchronisé
    Tipo, cinco anos depois li um arquivo do FBI, tipo, minha nossa: aquele era o agente do FBI, na minha porta.
  • Non synchronisé
    Ele estava morrendo de medo, totalmente.
  • Non synchronisé
    Estava com muito mais medo depois que o FBI ligou para ele,
  • Non synchronisé
    e tentou trazê-lo para uma cafeteria sem um advogado.
  • Non synchronisé
    Ele disse que foi pra casa e deitou na cama e estava tremendo.
  • Non synchronisé
    O download também revelou violações de privacidade maciças nos documentos dos tribunais.
  • Non synchronisé
    Finalmente, os tribunais foram forçados a mudar sua política,
  • Non synchronisé
    e o FBI fechou a investigação sem realizar acusações.
  • Non synchronisé
    Até hoje, acho impressionante
  • Non synchronisé
    que alguém, até o mais ralé oficial de campo do FBI,
  • Non synchronisé
    pensou que um uso justo de dinheiro público era investigar pessoas
  • Non synchronisé
    de roubo criminoso pelo motivos que eles mesmos abriram o acesso aos documentos.
  • Non synchronisé
    Como você se intitula um homem da lei,
  • Non synchronisé
    e pensa que poderia possivelmente existir algo errado em todo mundo
  • Non synchronisé
    em tornar o acesso a lei pública?
  • Non synchronisé
    Aaron estava disposto a se colocar em risco pelas causas em que acreditava.
  • Non synchronisé
    Irritado com a disparidade de meios, Swartz se lança além da tecnologia num grande leque de causas políticas.
  • Non synchronisé
    Fui para o Congresso, e convidei o convidei para conversar e fazer um estagio conosco por um tempo
  • Non synchronisé
    para que ele pudesse arender o precesso politico
  • Non synchronisé
    Ele estava aprendendo sobre novas comunidades e novos conjuntos de habilidades e tipo aprendendo a hackera a politica.
  • Non synchronisé
    Parece ridiculo que mineradores tenham que escavar ate que see corpo inteiro esteja pingando de suor
  • Non synchronisé
    savbendo que se eles ousarem parar, eles nao conseguirao colocar comida na mesa naquela noite,
  • Non synchronisé
    enquanto eu consigo fazer quantias maiores de dinheiro apenas sentando e vendo TV.
  • Non synchronisé
    Mas aparentemente o mundo e ridiculo
  • Non synchronisé
    Entao, eu co-fundei um grupo chamado "Comite de campanha da Mudanca Prgressiva",
  • Non synchronisé
    e o que estavamos tentando fazer e tentar organizar pessoas na Internet que se preocupam com a politca progressiva
  • Non synchronisé
    e movendo o pais para uma direcao mais progressiva
  • Non synchronisé
    do tipo junte se a nos, assine nossa lista de email, participe de nossas campanhas
  • Non synchronisé
    e nos ajude a eleger candidatos progressias por todo pais.
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
    Ele pode ter pensado que era um sistema bobo mas ele chegou pra mim e disse "Eu preciso aprender esse sistema,
  • Non synchronisé
    por que ele pode ser manipulado como qualquer sistema social."
  • Non synchronisé
    Mas sua paixao por conhecimento e bibliotecas nao ficaram em segundo plano.
  • Non synchronisé
    Aaron comecou a olhar mais de perto para instituicoes que publicavam artigos em jornais academicos.
  • Non synchronisé
    Pela virtude de ser alunos de uma das maiores universidades dos Estados Unidos, Eu assumo que voce tem acesso
  • Non synchronisé
    a uma variedade de jornais escolares.
  • Non synchronisé
    Quase toda universidade grande nos Estados Unidos paga um tipo de taxa para organizacoes como
  • Non synchronisé
    JSTOR e Thompson Isi para ter acesso a jornais escolares que o resto do mundo nao pode ler.
  • Non synchronisé
    Esses jornais e artigos escolares sao essencialmente toda a saude do conhecimento humano online,
  • Non synchronisé
    e muitas pessoas foram pagas com dinheiro das taxas ou com incentivos do governo,
  • Non synchronisé
    mas para os ler, voce geralmente tem que pagar novamente taxas para XXXX como Reed-Elsevier.
  • Non synchronisé
    Essas taxas de licencas sao tao substanciais que pessoas que estao estudando na India, em vez de estudar nos Estados Unidos,
  • Non synchronisé
    nao tem esse tipo de acesso. Eles estao trancados fora de todos esses jornais.
  • Non synchronisé
    Eles estao trancados fora de um legado cinetifico inteiro.
  • Non synchronisé
    Quer dizer, muitos desses artigos de jornais, eles vao ate a epoca do Iluminismo.
  • Non synchronisé
    Toda vez que alguem escreveu um artigo cientifico, ele foi escaneado, digitalizado, e colocado nestas colecoes.
  • Non synchronisé
    Este e um legado que foi trazido a nos pela historia de pessoas fazendo tabalhos interessantes, historias de cientistas.
  • Non synchronisé
    E uma heranca que deve pertencer a nos como comuns, como um povo,
  • Non synchronisé
    mas ao inves disso, foi trancado e colocado online por algumas corporacoes com fim lucrativo
  • Non synchronisé
    que entao tentam conseguir o maximo de lucro que podem.
  • Non synchronisé
    Entao um pesquisador pago pela universidade ou as pessoas publicam um artigo,
  • Non synchronisé
    e bem proxmio ao ultimo passo desse processo, depois de todo trabalho ter sido feito,
  • Non synchronisé
    depois de toda pesquisa original foi feita-- o pensar, o trabalho de laboratorio, a analise, depois que tudo e feito,
  • Non synchronisé
    no ultimo estagio, entao o pesquisador tem que entregar os direitos autorais de seou ou sua pesquisa para essas companias multibilionarias.
  • Non synchronisé
    E doentio. E uma comunidade inteira construida no trabalho voluntario,
  • Non synchronisé
    e entao editores sentam bem no topo e XXX o creme
  • Non synchronisé
    Sem falar da enganacao. Um editor na Inglaterra teve um lucro de 3 bilhoes de dollares ano passado.
  • Non synchronisé
    Quer dizer XXXX
  • Non synchronisé
    JSTOR e apenas uma peca bem, bem pequena nessa historia
  • Non synchronisé
    mas por alguma razao, JSORT e a peca que Aaron decidiu confrontar.
  • Non synchronisé
    Ele foi a algumas conferencias de Acesso Livre e Publicacao Livre,
  • Non synchronisé
    e eu nao sabia quem a pessoa do JSTOR era,
  • Non synchronisé
    mas eu acho que eles, em algum momento Aaron fez uma pergunta,
  • Non synchronisé
    "Quanto iria custar para abrir o acesso ao JSORT para sempre?"
  • Non synchronisé
    E eles disseram tipo, acho que era 200 milhoes de dolares,
  • Non synchronisé
    algo que Aarom pensou que era totalmente ridiculo.
  • Non synchronisé
    Trabalhando em um estagio em Harvard, ele conhecia usuarios da famosa e rapida rede do MIT que ficava bem perto
  • Non synchronisé
    tinha autorizado o acesso aos precioso JSTOR. Swartz viu uma oportuindade.
  • Non synchronisé
    Você tem a chave para aqueles portões,
  • Non synchronisé
    e com um pouco de magica shell scropt, voce pode pegar aqueles artigos dos jornais.
  • Non synchronisé
    Em 24 de setembro de 2010,
  • Non synchronisé
    Swartz registrou um novo laptop Acer
  • Non synchronisé
    na rede do MIT, com o nome de "Garry Host".
  • Non synchronisé
    O nome do cliente da rede era "GHost laptop".
  • Non synchronisé
    Ele não hackeou JSTOR na forma tradicional de hacking
  • Non synchronisé
    O banco de dados do JSTOR estava organizado,
  • Non synchronisé
    então foi simples achar como voce poderia fazer o download de todos os artigos do JSTOR,
  • Non synchronisé
    porque baiscamente era numerado.
  • Non synchronisé
    Era basicamente barra, barra, barra, artigo numero 4440-24 e 25, 26, 27.
  • Non synchronisé
    Ele escreveu um script em Python chamado keepgrabbing.pi,
  • Non synchronisé
    que pegava um artigo após o outro.
  • Non synchronisé
    No outro dia o laptop GHost comecou a pegar artigos,
  • Non synchronisé
    mas nao demorou muito para o endereço IP do computador ser bloqueado. Para Swartz era apenas uma lombadinha na estrada.
  • Non synchronisé
    Ele rapidamente configurou outro endereco IP para o computador e continuou fazendo o download.
  • Non synchronisé
    Bom, JSTOR e o MIT tentaram algumas medidas para interferir,
  • Non synchronisé
    quando eles notaram que estava acontecendo,
  • Non synchronisé
    e quando medidas mais simples não funcionam,
  • Non synchronisé
    então em um certo ponto, JSTOR cortou o acesso do MIT ao seu banco de dados.
  • Non synchronisé
    Então era meio um jogo de gato e rato
  • Non synchronisé
    ter acesso ao banco de dados do JSTOR.
  • Non synchronisé
    Aaron, obviamente é o gato porque ele tem mais capacidade tecnica
  • Non synchronisé
    que as pessoas que defendiam o banco de dados do JSTOR.
  • Non synchronisé
    Eventualmente, existia um quartinho de mantimentos no porão de um dos prédios,
  • Non synchronisé
    e ele foi e ao invés de acessar pela rede WiFi, ele foi até o porão e e ele conecotu o computador direto na rede
  • Non synchronisé
    e deixou lá com um disco externo fazendo o download dos artigos para o computador.
  • Non synchronisé
    Sem Swartz saber, seu laptop foi encontrado pelas autoridades.
  • Non synchronisé
    Eles não pararam o download.
  • Non synchronisé
    Em vez disso, eles instalaram uma camera de segurança.
  • Non synchronisé
    Eles encontraram esse computador no porão do prédio do MIT.
  • Non synchronisé
    Eles poderiam ter desconectado. Eles poderiam ter esperado o dono voltar e dizer:
  • Non synchronisé
    "Ei amigo, o que esta fazendo? Desconecte.. quem é você?"
  • Non synchronisé
    Eles poderiam ter feito todo esse tipo de coisa, mas eles não fizeram.
  • Non synchronisé
    O que eles queriam era filmar para conseguir evidencias para criar um caso.
  • Non synchronisé
    Esta e a única razão que você filma algo como aquilo.
  • Non synchronisé
    A principio, a única pessoa pega na camera
  • Non synchronisé
    estava usando o quarto para guardar latas e garrafas.
  • Non synchronisé
    Mas alguns dias depois, ela pegou Swartz.
  • Non synchronisé
    Swartz estava trocando o disco esterno. Ele tira da sua mochila,
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
    e deois vai embora.
  • Non synchronisé
    E então eles organizaram tudo e quando ele estava voltando de bicicleta para casa do MIT,
  • Non synchronisé
    os policiais vieram dos dois lados da rua,
  • Non synchronisé
    ou algo assim, e comecaram a persegui-lo
  • Non synchronisé
    Ele descreve que foi pressionado, e XXX pela policia.
  • Non synchronisé
    Ele me disse que eles - nao esta claro se eram poilciais que estavam atras dele.
  • Non synchronisé
    Ele pensou que alguém estava tentando ataca-lo.
  • Non synchronisé
    Ele me disse que eles bateram nele.
  • Non synchronisé
    Era devastador. A noção de qualquer tipo de processo criminal de qualquer pessoa na nossa familia ou algo assim,
  • Non synchronisé
    era tao estranho e incompreensivel, Eu não sabia o que fazer.
  • Non synchronisé
    Bom, eles fizeram revistas na casa de Aaron, em seu apartamento em Cambridge, em seu hospital em Harvard.
  • Non synchronisé
    Dois dias antes da prisão, a investigação foi além do JSTOR e da poilica local de Cambridge.
  • Non synchronisé
    Foi o serviço secreto americano.
  • Non synchronisé
    O serviço secreto americano comecou a investigar fraudes em computadores e cartões de crédito em 1984,
  • Non synchronisé
    mas seis semanas após o ataque de 9 de setembro, sua função aumentou.
  • Non synchronisé
    [aplausos]
  • Non synchronisé
    O Presidente Bush usou o Ato Patriota para estabelecer uma rede que eles chamavam de "Força Tática de Crimes Eletrônicos".
  • Non synchronisé
    O projeto leva em consideração novas realidades e perigos que modernos terroristas podem causar.
  • Non synchronisé
    De acordo com o Serviço Secreto, eles estão primariamente engajados em atividade com impacto economico,
  • Non synchronisé
    grupos de crime organizados, ou usar esquemas envolvendo nova tecnologia.
  • Non synchronisé
    O Servico Secreto encaminhou o caso de Swartz para o escritório de Boston,
  • Non synchronisé
    Tinha um cara no escritório de Boston que tinha o título de:
  • Non synchronisé
    "Chefe da Força Tática ou Divisão de Crimes do Computador"
  • Non synchronisé
    Eu não sabia o que mais ele fazia,
  • Non synchronisé
    mas voce não é muito um "XXX" sem um crime de computador para processar,
  • Non synchronisé
    entao ele pegou o caso, deixou para si mesmo, nao encaminhou para ninguém mais no escritório,
  • Non synchronisé
    e este era Steve Heymann.
  • Non synchronisé
    O Procurador Stephen Heymann tem ficado fora da vista publica desde a prisao de Aaron Swartz,
  • Non synchronisé
    mas ele pode ser visto aqui, em um episodio do show de televisao "American Greed"
  • Non synchronisé
    filmado na epoca da prisao de Aaron.
  • Non synchronisé
    Ele estava descrevendo seu caso anterior contra o notorio hacker Alberto Gonzales,
  • Non synchronisé
    um caso que garantiu a Heymann uma enorpe atencao da imprensa e elogios.
  • Non synchronisé
    Gonzales planejou o roubo de mais de 100 milhoes de numeros de cartoes de credito e caixas eletronicos,
  • Non synchronisé
    a maior fraude do tipo na historia.
  • Non synchronisé
    Aqui, Heymann descrevendo Gonzales da sua opniao seobre a mente de um hacker:
  • Non synchronisé
    Estas pessoas sao motivadas por muitas coisas que tambem somos.
  • Non synchronisé
    Eles tem um ego, eles gostam de desafio, e claro eles gostam de dinheiro e tudo que voce pode conseguir com ele.
  • Non synchronisé
    Um dos suspeitos acusados no caso de Gonzales era um jovem hacker chamado Jonathan James.
  • Non synchronisé
    Acreditando que os crimes de Gonzales cairima sobre ele,
  • Non synchronisé
    JAmes cometeu suicidio durante a investigacao.
  • Non synchronisé
    Em uma nota de imprensa descrevendo a posicao do governador no caso de Aaron Swartz,
  • Non synchronisé
    O adovgado do distrito de Massachusetts Caren Ortiz, chefe deHaymann, disse:
  • Non synchronisé
    Nao e verdade. E obvio que nao e verdade.
  • Non synchronisé
    Eu nao estou dizendo que e inofensivo,
  • Non synchronisé
    e nao estou dizendo que nos nao devemos tornar crime o roubo de informacao,
  • Non synchronisé
    mas voce tem que ser muito mais sutil
  • Non synchronisé
    em tentar descobrir exatamentequais tipos de danos sao perigosos aqui.
  • Non synchronisé
    Entao a questao com a alavanca e, toda vez que arrombo um local com uma alavanca,
  • Non synchronisé
    eu causo danos. Nao ha duvida nisso.
  • Non synchronisé
    Mas quando Aaron escreve um script que diz,
  • Non synchronisé
    "download, download, download" cem vezes em um segundo,
  • Non synchronisé
    nao existe dano obvio a ninguem.
  • Non synchronisé
    Se ele fez aquilo com o proposito de juntar um arquivo para fazer pesquisa academica nele,
  • Non synchronisé
    nunca existira dano a niguem.
  • Non synchronisé
    Ele nao estava roubando. Ele nao estava vendendo ou dando o que conseguiu.
  • Non synchronisé
    Ele estava provando um ponto ate onde possso dizer.
  • Non synchronisé
    A prisao cobrou seu preco de Swartz.
  • Non synchronisé
    Ele apenas nao falava sobre isso.
  • Non synchronisé
    Quer dizer, ele estava muito estressado.
  • Non synchronisé
    Se voce pensar que o FBI poderia aparecer na porta da sua casa qualquer dia,
  • Non synchronisé
    qualquer hora que voce passasse pelo corredor, fosse lavar roupa,
  • Non synchronisé
    e eles iriam invadir o seu apartamento porque voce deixou a porta destrancada,
  • Non synchronisé
    tipo... eu estaria bem estressado.
  • Non synchronisé
    e estava claro, Aaron estaca sepre com o humor nao muito bom
  • Non synchronisé
    Ele nao iria dar nenhuma informacao sensivel sobre seu paradeiro nesse tempo,
  • Non synchronisé
    por que ele estava com muito medo do FBI estar esperando por ele.
  • Non synchronisé
    Foi uma epoca de ativiso social e politico sem precedentes.
  • Non synchronisé
    A revista Time mais tarde o nomearia como a pessoa do ano 2011. "O Protestador".
  • Non synchronisé
    Havia um foco de ativismo hacker acontecendo.
  • Non synchronisé
    WikiLeaks tinha disponibilizado varios documentos diplomaticos,
  • Non synchronisé
    Manning tinha sido preso na epoca,
  • Non synchronisé
    era incerto se ele era a fonte do vazamento da informacao.
  • Non synchronisé
    Anonymous, que era um tipo de protesto que,
  • Non synchronisé
    tinha um grande numero de hackers entre seus membros,
  • Non synchronisé
    estavam atuando em varios locais.
  • Non synchronisé
    Se voce comparar aquilo com o que ele fez,
  • Non synchronisé
    o caso dele deveria ser deixado parao MIT e o JSTOR lidarem,
  • Non synchronisé
    de uma maneira privada e profissional.
  • Non synchronisé
    Nunca deveria ter tido a atencao do sistema criminal.
  • Non synchronisé
    Nao pertencia a eles.
  • Non synchronisé
    Antes de ser indiciado, ofereceram a Swartz um acordo
  • Non synchronisé
    que envolvia 3 meses de prisão em regime semi-aberto,
  • Non synchronisé
    e um ano de detenção em casa,
  • Non synchronisé
    tudo sem poder usar o computador.
  • Non synchronisé
    Isso se Aaron se considerasse culpado das acusações.
  • Non synchronisé
    Aqui estamos: não temos descobertas, nenhuma evidencia,
  • Non synchronisé
    sobre qual é o caso do governador,
  • Non synchronisé
    e temos que tomar essa imensa decisão
  • Non synchronisé
    onde os advogados estao sugerindo que você aceite o acordo,
  • Non synchronisé
    o governo esta lhe dando um acordo não negociavel,
  • Non synchronisé
    e é dito a você que suas chances de sucesso fora do acordo são pequenas.
  • Non synchronisé
    Então nao importa se você é culpado ou não, é melhor aceitar o acordo.
  • Non synchronisé
    Boston tem sua própria divisão de Crimes por Computador,
  • Non synchronisé
    muitos advogados, provavelmente mais do que precisam.
  • Non synchronisé
    Então, você imagina todos os tipos de casos que seriam dificeis de processar,
  • Non synchronisé
    por que tem alguns criminosos na Russia,
  • Non synchronisé
    ou vocÊ tem algumas pessoas dentro de uma corporação
  • Non synchronisé
    que tem advogados que custam 500 ou 700 dolares a hora
  • Non synchronisé
    sentados, contra você, e então você tem esse caso com esse garoto,
  • Non synchronisé
    que é bem facil de provar que ele fez algo.
  • Non synchronisé
    e ele ja esta marcado como "causador de tumulto" pelo FBI,
  • Non synchronisé
    então porque não ir com tudo pra cima desse garoto?
  • Non synchronisé
    É bom para o promotor. é bom para a republica,
  • Non synchronisé
    por que esta lutando com todos esses tipos de terroristas.
  • Non synchronisé
    Eu estava muito assustado.
  • Non synchronisé
    Esta assustado em ter meu computador confiscado.
  • Non synchronisé
    Estava assustado de ir para prisão por ter meu computador confiscado.
  • Non synchronisé
    Eu tinha materiais confidenciais de fontes do meu trabalho anterior no meu laptop,
  • Non synchronisé
    e isto é, acima de tudo, minha priodade - manter minhas fontes seguras.
  • Non synchronisé
    Eu estava com medo do que poderia acontecer com Ada.
  • Non synchronisé
    Aaron me disse que eles ofereceram um acordo,
  • Non synchronisé
    e ele finalmente disse que aceitaria se eu dissesse para fazer isso.
  • Non synchronisé
    e eu disse, chegando bem perto dele, "Aceite."
  • Non synchronisé
    Ele tinha desenvolvido serias aspirações politicas
  • Non synchronisé
    no intervalo entre, voce sabe,
  • Non synchronisé
    o momento que ele terminou sua vida de empreendedor com a sua start-up,
  • Non synchronisé
    e começou essa nova vida que veio com esse ativismo politico,
  • Non synchronisé
    ele ele nao acreditava que podia continuar sua vida com esse crime.
  • Non synchronisé
    Sabe, ele me disse um dia que estavamos passando pela Casa Branca,
  • Non synchronisé
    "Eles não deixam criminosos trabalharem lá."
  • Non synchronisé
    E voce sabe que ele realmente queira aquilo para sua vida.
  • Non synchronisé
    Ele nao tinha matado ningém. Ele não tinha machucado ninguem.
  • Non synchronisé
    Ele nao tinha roubado dinheiro.
  • Non synchronisé
    Ele nao tinha feito nenhum ato de criminoso, sabe? E...
  • Non synchronisé
    existe essa ideia que nao ha razao para ele ser rotulado de criminoso.
  • Non synchronisé
    e tirar seu direito de votar em muitos estados
  • Non synchronisé
    por ter feito o que ele fez. Isto é monstruoso.
  • Non synchronisé
    Pode fazer sentido para ele talvez ter uma fianca a ser paga,
  • Non synchronisé
    ou ser informado para nao voltar ao MIT novamente.
  • Non synchronisé
    Mas ser um criminoso? Enfrentar um tempo preso?
  • Non synchronisé
    Swartz não aceitou o acordo.
  • Non synchronisé
    Heymann redobrou seus esforços.
  • Non synchronisé
    Ele continuou a nos pressionar por todos os lados.
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
  • Non synchronisé
Titre:
The Internet's Own Boy: The Story of Aaron Swartz
Description:

O filme segue a historia do prodigio programador e ativista da informacao Aaron Swartz. Da ajuda de Swartz's no desenvolvimento do protocolo de RSS ate a co-fundacao do site Reddit, suas digitais estao pro toda parte na internet. Mas foi o trabalho sensacional de justica social e politica organizacional combinado com suas medidas agresivas sobre o acesso a infornmacao que o levou a um pesadelo legal de 2 anos. Foi uma batalha que terminou com a perda de sua propria vida com 26 anos. A historia de Aaron sesibilizou pessoas muito alem da comunidade online, na qual ele ja era uma celebridade. Este filme e a historia pessoal sobre o que perdemos quando nos tornamos surdos sobre tecnologia e sua relacao com liberade civil.

Filme de Brian Knappenberger - Luminant Media
http://www.takepart.com/internets-own-boy
https://www.kickstarter.com/projects/26788492/aaron-swartz-documentary-the-internets-own-boy-0
Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License

plus » « moins
Langue de la vidéo:
English
Durée:
01:45:00
  • Ei pessoal, eu tenho um arquivo srt em PT-BR completo do filme, peço que adicionem ao video: https://mega.co.nz/#!mlQSAYiL!rV9jDv7f_YTjJJODJKkvDU8HqMHAMQu-A8GhoY1B3bM

  • Parece quase pronto, a partir de um certo ponto os minutos não estão sincronizados.

sous-titres en Portuguese, Brazilian

Incomplet

Révisions Comparer les révisions