Retourner vers la vidéo

The Internet's Own Boy: The Story of Aaron Swartz

  • 0:25 - 0:27
    Leis injustas existem;
  • 0:27 - 0:30

    devemos estar felizes em obedecê-las,
  • 0:30 - 0:32

    ou deveríamos nos aventurar para corrigi-las,
  • 0:32 - 0:34
    e obedece-las até que tenhamos sucedido,
  • 0:34 - 0:37
    ou deveríamos transgredi-las desde o princípio?
  • 0:50 - 0:58
    Um co-fundador do website social reddit de notícias e entretenimento foi encontrado morto.
  • 0:58 - 1:02
    Ele certamente era um prodígio, mesmo que ele nunca tenha pensado isso de si mesmo.
  • 1:02 - 1:05
    Ele nunca teve interesse
  • 1:05 - 1:10
    em começar um negócio e fazer dinheiro.
  • 1:10 - 1:13
    Existe um profundo sentimento de perda em Highland Park, a cidade natal de Aaron Swartz
  • 1:16 - 1:18
    enquanto relativos queridos dizem adeus a uma das mentes mais brilhantes da internet.
  • 1:18 - 1:22
    Liberdade, acesso livre e ativistas de computadores estão de luto pela sua perda.
  • 1:22 - 1:26
    "Um intelécto surpreendente", se você perguntar a pessoas que o conheceram.
  • 1:26 - 1:27
    Ele foi morto pelo governo. e o MIT traiu todos os seus princípios básicos.
  • 1:30 - 1:35
    Eles queriam fazer dele um exemplo, certo?
  • 1:35 - 1:39
    Governos tem esse desejo insaciável de controle.
  • 1:39 - 1:43
    Ele estava enfrentando 35 anos de cadeia e uma multa de 1 milhão de dólares
  • 1:43 - 1:50
    Levantando questões de caráter julgáveis e, eu acrescentaria, até má conduta.
  • 1:50 - 1:55
    Você verificou este assunto específico e chegou a alguma conclusão?
  • 1:57 - 2:01
    Crescendo, devgar fui chegando a conclusão que todas as coisas ao meu redor que
  • 2:02 - 2:07
    as pessoas me diziam que era a forma natural das coisas, o jeito que sempre iriam ser,
  • 2:07 - 2:08
    não era realmente natural, havia coisas que poderiam ser mudadas
  • 2:10 - 2:13
    e haviam coisas mais importantes que estavam erradas e deveriam mudar.
  • 2:13 - 2:15
    E depois que eu percebi isto, não havia mais como voltar.
  • 2:24 - 2:28
    Bem vindo a hora da leitura.
  • 2:28 - 2:33
    O nome do livro e Paddington at the Fair
  • 2:34 - 2:37
    Bom, ele nasceu em Highland PArk e cresceu aqui
  • 2:37 - 2:41
    Aaron veio de uma familia de tres irmaos, todos extraordinariamente inteligentes
  • 2:41 - 2:45
    "Oh, a caixa esta virando..."
  • 2:45 - 2:49
    Entao nos etavamos todos, voce sabe, nao eramos as criancas mais bem comportadas.
  • 2:49 - 2:52
    Sabe, tres garotos correndo o tempo todo, causando problemas.
  • 2:52 - 2:54
    "Hey, nao, nao, nao!"
  • 2:54 - 2:56
    - Aaron!
    - O que?
  • 2:56 - 3:01
    Mas eu cheguei a conclusao que Aaron foi capaz de aprender desde cedo
  • 3:02 - 3:06
    "Um, dois, tres, quatro, cinco, seis, sete, oito, nove, dez!"
  • 3:06 - 3:10
    - Toc, toc!
    - Quem esta ai?
  • 3:10 - 3:11
    - Aaron.
    - Aaron quem?
  • 3:11 - 3:13
    - Aaron engracadinho.
  • 3:13 - 3:15
    Ele sabia o que queria,
  • 3:16 - 3:19
    Ele sempre realizava o que queria.
  • 3:19 - 3:22
    Sua curiosidade nao tinha fim.
  • 3:22 - 3:28
    "Aqui esta uma foto pequena do que e um planeta. E todos tem um simbolo."
  • 3:28 - 3:34
    "Simbolo de Mercurio, simbolo da Terra, simbolo de Marte, simbolo de Jupiter."
  • 3:34 - 3:37
    Um dia ele disse para Susan: "O que e esse Centro de Entretenimento gratis para familias, em HighLand Park?"
  • 3:37 - 3:40
    "Centro de Entretenimento gratis para familias."
  • 3:40 - 3:43
    Ele tinha tres anos nessa epoca.
  • 3:45 - 3:45
    Ela disse: "Do que esta voce esta falando?"
  • 3:45 - 3:45
    Ele disse: "Olhe, esta dizendo aqui na geladeira,"
  • 3:48 - 3:49
    "Centro de Entretenimento gratis para familias Highland Park"
  • 3:51 - 3:55
    Ela estava emocionada e assombrada que ele podia ler.
  • 3:55 - 3:59
    E chamado "Minha Familia "
  • 4:00 - 4:05
    Uma Seder noite e diferente de todas as outras noites.
  • 4:05 - 4:09
    Eu lembro uam vez, estavamos na biblioteca da Universidade de Chicago.
  • 4:09 - 4:12
    Eu peguei um livro da prateleira que era de 1900.
  • 4:12 - 4:16
    E mostrei a ele e disse: "Sabe, este e realmente um lugar extraordinario."
  • 4:17 - 4:20
    Nos eramos todos criancas curiosas, mas Aaron realmente gostava de aprender e ensinar.
  • 4:23 - 4:25
    "Evamos aprender o ABC de tras para frente."
  • 4:28 - 4:31
    "Z,Y,X,W,V,U,T..."
  • 4:32 - 4:36
    Eu lembro que ele chegou em casa de sua primeira aula de Algebra
  • 4:36 - 4:39
    Ele disse: "Noah, deixe me ensina-lo algebra!"
  • 4:39 - 4:41
    E eu tipo: "O que e algebra?"
  • 4:41 - 4:43
    E ele sempre foi assim.
  • 4:43 - 4:49
    "Agora vamos pressionar o botao 'click', isso! Agora vc aprendeu!"
  • 4:49 - 4:53
    "Agora esta rosa!"
  • 4:53 - 4:57
    Quando ele tinha por volta de doisa ou tres anos, e Bob mostrou a ele um computador,
  • 4:57 - 5:00
    entao ele comecou a mexer neles, como louco.
  • 5:00 - 5:04
    (fala de bebe)
  • 5:04 - 5:09
    Nos todos tinhamos computadores, mas Aaron era quem tinha mais interesse, foi o que o levou a Internet.
  • 5:10 - 5:13
    - Trabalhando no computador?
    - Nao...
  • 5:13 - 5:16
    "Como pode... Mamae, por que nada esta funcionando?"
  • 5:16 - 5:19
    Ele comecou a programar bem cedo.
  • 5:19 - 5:21
    Eu lembro o primeiro programa que eu escrevi com ele era em BASIC,
  • 5:21 - 5:23
    e era um jogo trivial de Star Wars
  • 5:26 - 5:27
    Ele sentou comigo no porao, era la que os computadores estavam,
  • 5:30 - 5:33
    por horas, programando esse jogo.
  • 5:35 - 5:37
    O problema que eu sempre tinha com ele e que nao tinha nada que eu queira que fosse feito.
  • 5:39 - 5:41
    E por ele, sempre tinha algo a fazer,
  • 5:41 - 5:42
    sempre algo que um programa poderia resolver.
  • 5:48 - 5:50
    Da forma que Aaron sempre viu, e que programacao e magica.
  • 5:50 - 5:52
    Voce pode realizar essas coisas que humanos normais nao podem.
  • 5:55 - 5:57
    Aaron fez um caixa eletronico usando um Mac e uma caixa.
  • 5:59 - 6:01
    Um ano para Halloween, eu nao sabia o que queria ser,
  • 6:01 - 6:04
    e ele pensou que poderia ser muito, muito legal se eu me fantasiasse como seu novo computador favorito,
  • 6:07 - 6:09
    que naquele tempo foi um iMac original.
  • 6:09 - 6:11
    Digo, ele sempre detestava se fantasiar para Halloween mas ele amava convencer os outros.
  • 6:13 - 6:14
    Se fantasiar com coisas que ele queria ver.
  • 6:16 - 6:19
    "Aaron, pare!"
    Meninos, vamos la, olhem para a camera.
  • 6:21 - 6:22
    "Homem-aranha olhe para a camera!"
  • 6:24 - 6:24
    Ele fez este site chamado The Info, onde pessoas podem colocar informacao.
  • 6:32 - 6:34
    Eu tenho certeza que alguem la fora sabe tudo sobre ouro, extracao de ouro..
  • 6:35 - 6:36
    Por que eles nao escrevem sobre isso no site?
    Entao outras pessoas podem ver isso mais pra frente,
  • 6:39 - 6:43
    e ler essa informacao, e editar essa informacao se eles pensarem que esta errada.
  • 6:43 - 6:46
    Nao tao diferente da Wikipedia, certo?
  • 6:46 - 6:50
    E isso foi bem antes da Wikipeida comecar, e foi desenvolvido por uma crianca de doze anos,
  • 6:52 - 6:57
    em seu quarto, sozinho, com um pequeno servidor e tecnologia antiga.
  • 6:59 - 7:01
    E um dos professores respondeu, tipo:
  • 7:04 - 7:07
    "E uma ideia terrivel, voce nao pode simplesmente deixar qualquer pessoa editar uma enciclopedia!"
  • 7:08 - 7:10
    "Esta e a razao para termos academicos, e para escrever estes livros para nos"
  • 7:10 - 7:13
    "Como voce pode ter uma ideia tao terrivel dessa?"
  • 7:13 - 7:15
    Eu e meu outro irmao, estavamos tipo:
    "Claro, sabe Wikipedia e legal, mas"
  • 7:17 - 7:18
    "nos tinhamos isso em nossa casa, tipo cinco anos atras."
  • 7:22 - 7:23
    O site de Aaron, theinfo.org, ganhou uma competicao escolar
  • 7:28 - 7:32
    sediado pela empresa de web design ArsDgita em Cambridge.
  • 7:34 - 7:38
    Nos todos fomos a Cambridge quando ele ganhou o premio da ArsDigita
  • 7:38 - 7:41
    e nos nao tinhamos ideia do que Aaron estava fazendo
  • 7:41 - 7:44
    Era obvio que o premio era muito importante.
  • 7:44 - 7:47
    Aaron rapidamente se involveu com comunidades de programacao online,
  • 7:48 - 7:49
    e no processo de moldar uma nova ferramenta para web.
  • 7:51 - 7:56
    Ele chegou pra mim:"Ben, estou trabalhando em uma coisa muito legal."
  • 7:56 - 7:58
    "Voce precisa ouvir sobre isso!"
  • 7:58 - 8:00
    "O que e?"
  • 8:00 - 8:03
    "E essa coisa chamada RSS."
  • 8:03 - 8:05
    E ele me expicou o que RSS era.
    E eu: "No que isso e util Aaron?"
  • 8:08 - 8:10
    "Tem algum site usando, por que eu iria querer usar?"
  • 8:13 - 8:17
    Existe esta lista de emails para pessoas que estao tralahando com RSS e XML de modo geral.
  • 8:17 - 8:21
    E tinha uma pessoa nele chamada Aaron Swartz que era competitivo, mas muito inteligente,
  • 8:22 - 8:23
    e que tinha muitas ideias boas, e
  • 8:26 - 8:29
    ele nunca veio a um dos encontros ao vivo, e eles disseram,
  • 8:29 - 8:32
    sabe, qunado voce vira a um dos encontros ao vivo?
  • 8:32 - 8:35
    E ele disse: "Sabe, nao acho que minha mae ira deixar. Eu acabeid e fazer catorze anos."
  • 8:38 - 8:43
    Entao a primeira reacao deles foi: "Bom, essa pessoa, esse colega aque estamos tarbalhando o ano inteiro"
  • 8:43 - 8:47
    tinha treze anos enquanto nos estavamos trabalhando com ele, agora ele tem catorze"
  • 8:47 - 8:48
    E a segunda reacao deles foi:
  • 8:48 - 8:49
    "Cristo, nos realmente temos que encontra-lo. Isto e extraordinario!"
  • 8:52 - 8:54
    Ele era parte do comite que fez o rascunho do RSS.
  • 8:54 - 8:59
    O que ele estava fazendo era ajudar a contruir o encanamento do moderno hipertexto.
  • 8:59 - 9:02
    A parte que ele estava trabalhando, RSS, era uma ferramenta que voce pode usar para pegar sumarios
  • 9:06 - 9:07
    de coisas que estao em outras paginas da Internet.
  • 9:09 - 9:11
    De forma geral, voce usa isso em um blog.
  • 9:11 - 9:13
    Voce pode ter 10 ou 20 blogs de pessoas que voce quer ler
  • 9:15 - 9:18
    Voce usa as fontes de RSS, esses sumarios do que esta acontecendo nas outras paginas.
  • 9:18 - 9:23
    para criar uma lista unificada de toas as coisas que estao acontecendo.
  • 9:23 - 9:28
    Aaron era realmente jovem, mas ele entendeu tecnologia e viu que era imperfeita
  • 9:28 - 9:32
    e procurou forma de melhora-la
  • 9:36 - 9:40
    Entao sua mae comecou a coloca-lo em avioes em Chicago, e nos o pegqvamos em Sao Francisco.
  • 9:40 - 9:45
    Nos o apresentamos a pessoas interessantes com quem poderia conversar, e ficamos maravilhados com seus habitos alimentares
  • 9:45 - 9:51
    Ele so comia comida branca, so arroz cozido e nao frito, por que nao era suficientemente branco.
  • 9:51 - 9:54
    pao branco, e por ai vai...
  • 9:54 - 9:59
    E voce ficava maravilhado com o tipo de debate que crescia dele,
  • 9:59 - 10:02
    que parecia ser a boca de um pequeno garoto.
  • 10:02 - 10:05
    E voce poderia pensar, isso e uma crianca que realmente chegara em algum lugar se ele nao morrer por deficiencia de vitamina C.
  • 10:05 - 10:07
  • 10:07 - 10:10
  • 10:10 - 10:16
  • 10:16 - 10:18
  • 10:18 - 10:21
  • 10:21 - 10:25
  • 10:25 - 10:29
  • 10:29 - 10:31
  • 10:31 - 10:35
  • 10:35 - 10:39
  • 10:39 - 10:43
  • 10:45 - 10:48
  • 10:48 - 10:53
  • 10:53 - 10:56
  • 10:56 - 10:58
  • 10:59 - 11:03
  • 11:03 - 11:09
  • 11:09 - 11:13
  • 11:13 - 11:18
  • 11:19 - 11:23
  • 11:23 - 11:28
  • 11:28 - 11:31
  • 11:31 - 11:35
  • 11:35 - 11:37
  • 11:37 - 11:41
  • 11:41 - 11:45
  • 11:45 - 11:49
  • 11:49 - 11:53
  • 11:53 - 11:57
  • 11:57 - 12:01
  • 12:01 - 12:05
  • 12:05 - 12:08
  • 12:08 - 12:11
  • 12:11 - 12:15
  • 12:15 - 12:19
  • 12:19 - 12:24
  • 12:24 - 12:29
  • 12:29 - 12:32
  • 12:32 - 12:38
  • 12:38 - 12:43
  • 12:44 - 12:47
  • 12:47 - 12:53
  • 12:53 - 12:57
  • 12:57 - 13:01
  • 13:02 - 13:06
  • 13:06 - 13:09
  • 13:09 - 13:13
  • 13:13 - 13:18
  • 13:18 - 13:23
  • 13:23 - 13:28
  • 13:29 - 13:34
  • 13:34 - 13:39
  • 13:43 - 13:47
  • 13:47 - 13:49
  • 13:49 - 13:54
  • 13:54 - 13:59
  • 13:59 - 14:05
  • 14:05 - 14:09
  • 14:09 - 14:14
  • 14:14 - 14:17
  • 14:17 - 14:21
  • 14:21 - 14:25
  • 14:25 - 14:30
  • 14:30 - 14:32
  • 14:32 - 14:36
  • 14:36 - 14:40
  • 14:40 - 14:43
  • 14:43 - 14:46
  • 14:47 - 14:51
  • 14:51 - 14:57
  • 14:58 - 15:00
  • 15:00 - 15:04
  • 15:04 - 15:06
  • 15:07 - 15:12
  • 15:12 - 15:16
  • 15:16 - 15:21
  • 15:21 - 15:23
  • 15:23 - 15:29
  • 15:29 - 15:30
  • 15:30 - 15:33
  • 15:33 - 15:37
  • 15:37 - 15:41
  • 15:41 - 15:47
  • 15:47 - 15:57
  • 15:58 - 16:02
  • 16:02 - 16:07
  • 16:07 - 16:11
  • 16:11 - 16:16
  • 16:16 - 16:20
  • 16:20 - 16:22
  • 16:22 - 16:26
  • 16:26 - 16:32
  • 16:32 - 16:38
  • 16:41 - 16:46
  • 16:46 - 16:52
  • 16:53 - 16:57
  • 16:57 - 17:01
  • 17:01 - 17:05
  • 17:05 - 17:08
  • 17:08 - 17:13
  • 17:13 - 17:21
  • 17:21 - 17:26
  • 17:26 - 17:29
  • 17:29 - 17:36
  • 17:36 - 17:40
  • 17:40 - 17:43
  • 17:43 - 17:47
  • 17:47 - 17:50
  • 17:50 - 17:55
  • 17:55 - 17:59
  • 17:59 - 18:05
  • 18:05 - 18:10
  • 18:12 - 18:18
  • 18:18 - 18:21
  • 18:21 - 18:25
  • 18:25 - 18:30
  • 18:30 - 18:34
  • 18:34 - 18:38
  • 18:38 - 18:40
  • 18:40 - 18:44
  • 18:44 - 18:50
  • 18:53 - 19:01
  • 19:01 - 19:08
  • 19:08 - 19:12
  • 19:12 - 19:19
  • 19:19 - 19:25
  • 19:25 - 19:30
  • 19:30 - 19:34
  • 19:34 - 19:37
  • 19:37 - 19:41
  • 19:41 - 19:43
  • 19:43 - 19:47
  • 19:47 - 19:51
  • 19:51 - 19:54
  • 19:54 - 20:00
  • 20:00 - 20:03
  • 20:05 - 20:11
  • 20:11 - 20:15
  • 20:15 - 20:19
  • 20:19 - 20:20
  • 20:24 - 20:29
  • 20:29 - 20:34
  • 20:34 - 20:36
  • 20:36 - 20:42
  • 20:43 - 20:46
  • 20:46 - 20:48
  • 20:50 - 20:52
  • 20:52 - 20:54
  • 20:54 - 20:58
  • 20:58 - 21:01
  • 21:01 - 21:04
  • 21:04 - 21:09
  • 21:09 - 21:11
  • 21:11 - 21:16
  • 21:16 - 21:18
  • 21:18 - 21:21
  • 21:21 - 21:25
  • 21:25 - 21:29
  • 21:29 - 21:31
  • 21:31 - 21:34
  • 21:34 - 21:38
  • 21:38 - 21:41
  • 21:45 - 21:50
  • 21:50 - 21:54
  • 21:54 - 21:57
  • 21:57 - 21:59
  • 21:59 - 22:02
  • 22:05 - 22:11
  • 22:11 - 22:15
  • 22:15 - 22:18
  • 22:18 - 22:22
  • 22:22 - 22:24
  • 22:24 - 22:28
  • 22:28 - 22:30
  • 22:33 - 22:40
  • 22:40 - 22:47
  • 22:48 - 22:50
  • 22:50 - 22:54
  • 22:54 - 22:56
  • 22:56 - 22:58
  • 23:01 - 23:05
  • 23:05 - 23:08
  • 23:09 - 23:16
  • 23:16 - 23:23
  • 23:23 - 23:31
  • 23:31 - 23:34
  • 23:34 - 23:43
  • 23:43 - 23:46
  • 23:46 - 23:50
  • 23:50 - 23:54
  • 23:54 - 23:57
  • 23:58 - 24:02
  • 24:02 - 24:07
  • 24:07 - 24:13
  • 24:15 - 24:18
  • 24:18 - 24:22
  • 24:22 - 24:26
  • 24:26 - 24:29
  • 24:29 - 24:36
  • 24:36 - 24:40
  • 24:41 - 24:45
  • 24:45 - 24:51
  • 24:51 - 24:56
  • 24:56 - 24:58
  • 24:58 - 25:01
  • 25:01 - 25:02
  • 25:02 - 25:06
  • 25:06 - 25:08
  • 25:10 - 25:14
  • 25:14 - 25:17
  • 25:24 - 25:29
  • 25:29 - 25:35
  • 25:35 - 25:39
  • 25:39 - 25:43
  • 25:43 - 25:49
  • 25:49 - 25:54
  • 25:54 - 25:58
  • 26:03 - 26:05
  • 26:05 - 26:07
  • 26:09 - 26:12
  • 26:14 - 26:18
  • 26:18 - 26:24
  • 26:25 - 26:29
  • 26:29 - 26:33
  • 26:34 - 26:37
  • 26:37 - 26:41
  • 26:47 - 26:55
  • 26:55 - 26:58
  • 26:58 - 27:02
  • 27:04 - 27:12
  • 27:12 - 27:17
  • 27:17 - 27:25
  • 27:25 - 27:28
  • 27:28 - 27:34
  • 27:34 - 27:37
  • 27:37 - 27:44
  • 27:44 - 27:47
  • 27:47 - 27:50
  • 27:53 - 27:58
  • 28:00 - 28:02
  • 28:02 - 28:05
  • 28:05 - 28:08
  • 28:08 - 28:11
  • 28:11 - 28:15
  • 28:15 - 28:20
  • 28:20 - 28:24
  • 28:24 - 28:30
  • 28:30 - 28:35
  • 28:35 - 28:40
  • 28:40 - 28:44
  • 28:44 - 28:49
  • 28:49 - 28:54
  • 28:54 - 28:59
  • 28:59 - 29:01
  • 29:01 - 29:06
  • 29:07 - 29:11
  • 29:11 - 29:15
  • 29:15 - 29:21
  • 29:21 - 29:27
  • 29:27 - 29:33
  • 29:33 - 29:39
  • 29:39 - 29:42
  • 29:46 - 29:53
  • 29:54 - 30:00
  • 30:00 - 30:03
  • 30:03 - 30:07
  • 30:09 - 30:15
  • 30:15 - 30:23
  • 30:23 - 30:27
  • 30:27 - 30:32
  • 30:32 - 30:37
  • 30:37 - 30:44
  • 30:44 - 30:50
  • 30:50 - 30:55
  • 30:55 - 30:58
  • 30:58 - 31:03
  • 31:09 - 31:11
  • 31:11 - 31:18
  • 31:19 - 31:21
  • 31:21 - 31:32
  • 31:32 - 31:40
  • 31:40 - 31:43
  • 31:43 - 31:51
  • 31:51 - 31:57
  • 31:57 - 32:03
  • 32:03 - 32:09
  • 32:09 - 32:13
  • 32:13 - 32:18
  • 32:18 - 32:25
  • 32:25 - 32:27
  • 32:27 - 32:31
  • 32:50 - 32:54
  • 32:54 - 32:56
  • 32:56 - 33:00
Titre:
The Internet's Own Boy: The Story of Aaron Swartz
Description:

O filme segue a historia do prodigio programador e ativista da informacao Aaron Swartz. Da ajuda de Swartz's no desenvolvimento do protocolo de RSS ate a co-fundacao do site Reddit, suas digitais estao pro toda parte na internet. Mas foi o trabalho sensacional de justica social e politica organizacional combinado com suas medidas agresivas sobre o acesso a infornmacao que o levou a um pesadelo legal de 2 anos. Foi uma batalha que terminou com a perda de sua propria vida com 26 anos. A historia de Aaron sesibilizou pessoas muito alem da comunidade online, na qual ele ja era uma celebridade. Este filme e a historia pessoal sobre o que perdemos quando nos tornamos surdos sobre tecnologia e sua relacao com liberade civil.

Filme de Brian Knappenberger - Luminant Media
http://www.takepart.com/internets-own-boy
https://www.kickstarter.com/projects/26788492/aaron-swartz-documentary-the-internets-own-boy-0
Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License

plus » « moins
Langue de la vidéo:
English
Durée:
01:45:00
  • Ei pessoal, eu tenho um arquivo srt em PT-BR completo do filme, peço que adicionem ao video: https://mega.co.nz/#!mlQSAYiL!rV9jDv7f_YTjJJODJKkvDU8HqMHAMQu-A8GhoY1B3bM

  • Parece quase pronto, a partir de um certo ponto os minutos não estão sincronizados.

sous-titres en Portuguese, Brazilian

Incomplet

Révisions Comparer les révisions