Return to Video

Quão felpuda é muito felpuda? Quão macia é muito macia?

  • 0:00 - 0:03
    [Música]
  • 0:05 - 0:09
    [Música]
  • 0:09 - 0:12
    do
  • 0:12 - 0:20
    [Música]
  • 0:20 - 0:22
    uau, então
  • 0:22 - 0:24
    não é o som que você quer ouvir
  • 0:24 - 0:26
    quando você está escalando eu aposto se eu
  • 0:26 - 0:29
    gritar atrás da câmera
  • 0:29 - 0:33
    como fuzzy é fuzzy demais
  • 0:33 - 0:35
    esta é a corda que eu usei para cerca de
  • 0:35 - 0:38
    dois anos de escalada intensa
  • 0:38 - 0:40
    ou pelo menos este é o fim desta corda
  • 0:40 - 0:42
    se eu comparar com o meio é assim
  • 0:42 - 0:45
    o meio da mesma corda parece
  • 0:45 - 0:47
    e como você pode ver é um enorme
  • 0:47 - 0:49
    diferença
  • 0:49 - 0:52
    então a questão é devo me preocupar
  • 0:52 - 0:54
    essa imprecisão ou outra pergunta que
  • 0:54 - 0:57
    vejo os escaladores discordarem muito sobre é se eu
  • 0:57 - 1:00
    pode apertar minha corda assim
  • 1:00 - 1:03
    significa que dentro dos fios do núcleo são
  • 1:03 - 1:06
    danificado ou não para evitar quebrar meu
  • 1:06 - 1:10
    de volta aos experimentos caseiros
  • 1:10 - 1:13
    sim, como alguns de vocês notaram, pode ser
  • 1:13 - 1:14
    bastante estressante
  • 1:14 - 1:17
    então não desta vez desta vez eu decidi
  • 1:17 - 1:20
    chegar ao mamute e perguntar se por qualquer
  • 1:20 - 1:22
    chance eu poderia vir e nerd com
  • 1:22 - 1:25
    seus engenheiros quão perigoso é isso
  • 1:25 - 1:28
    vamos descobrir então este é um produto
  • 1:28 - 1:30
    desenvolvedor da Mahmoud e você disse
  • 1:30 - 1:33
    você é um especialista em têxteis que você
  • 1:33 - 1:35
    chicoteie isso
  • 1:37 - 1:39
    podemos destruir esta corda eu diria que o
  • 1:39 - 1:41
    juntas grossas não falharão se for um
  • 1:41 - 1:42
    normal
  • 1:42 - 1:44
    escalada esportiva se enquadram no primeiro
  • 1:44 - 1:46
    pólo não não não não a primeira forma seria
  • 1:46 - 1:48
    você chicoteia isso oh sim definitivamente como
  • 1:48 - 1:51
    muitas vezes
  • 1:52 - 1:54
    então essa corda não é a mesma corda que
  • 1:54 - 1:57
    usamos em um experimento que um era um
  • 1:57 - 1:59
    um pouco pior que isso
  • 1:59 - 2:02
    e meio que morreu, as cordas podem morrer de qualquer maneira
  • 2:02 - 2:05
    o objetivo era descobrir o que acontece se
  • 2:05 - 2:07
    você toma uma grande queda
  • 2:07 - 2:10
    e este ponto fraco atinge seu rápido
  • 2:10 - 2:11
    desenhar
  • 2:11 - 2:13
    exatamente na força de pico e a propósito
  • 2:13 - 2:16
    este vídeo não é patrocinado, mas no caso
  • 2:16 - 2:18
    você não sabe que mamut é um dos
  • 2:18 - 2:21
    empresas mais antigas que fabricam cordas de escalada
  • 2:21 - 2:24
    então eles têm algum conhecimento sério
  • 2:24 - 2:26
    sobre isso eu queria saber
  • 2:26 - 2:29
    tudo vamos ficar nerd eu tenho um
  • 2:29 - 2:31
    monte de perguntas minhas e minhas
  • 2:31 - 2:33
    seguidores parece ótimo ah você é
  • 2:33 - 2:36
    provavelmente vai adicionar mais 10 000 perguntas
  • 2:36 - 2:36
    Eu sinto Muito
  • 2:36 - 2:38
    e a propósito as perguntas que você
  • 2:38 - 2:40
    caras enviaram
  • 2:40 - 2:41
    teve algum
  • 2:41 - 2:44
    senso sério de praticidade um gato
  • 2:44 - 2:48
    peça na minha corda quão ruim é isso ou um
  • 2:48 - 2:51
    cachorro fez xixi na minha corda quão ruim é isso se
  • 2:51 - 2:53
    você tem uma corda seca
  • 2:53 - 2:56
    nós testamos com xixi humano
  • 2:56 - 2:57
    porque quero dizer, se você estiver em um multi
  • 2:57 - 2:59
    foto você tem que ir
  • 2:59 - 3:00
    então você realmente fez o teste sobre isso
  • 3:00 - 3:02
    sim e
  • 3:02 - 3:04
    a resposta é não, não é perigoso eu
  • 3:04 - 3:08
    me pergunto se o xixi dos gatos ou o xixi do cachorro é mais
  • 3:08 - 3:11
    agressivo do que um xixi humano hey
  • 3:11 - 3:14
    vamos fazer um pouco de ciência, então isso é
  • 3:14 - 3:16
    onde a mágica do teste de corda acontece e
  • 3:16 - 3:18
    é aqui que você pega esses seis sete
  • 3:18 - 3:21
    oito ou o que quer que caia na corda
  • 3:21 - 3:23
    exatamente sim estatísticas o cenário é
  • 3:23 - 3:25
    como realmente muito difícil como se tivéssemos um
  • 3:25 - 3:29
    fator de queda de cerca de 1,7
  • 3:29 - 3:31
    testamos as cordas com os 80 quilogramas
  • 3:31 - 3:33
    massa de aço que é como super estática
  • 3:33 - 3:35
    quais são as forças em testes padrão
  • 3:35 - 3:38
    para uma única corda é cerca de 8 a
  • 3:38 - 3:40
    9 kn para o primeiro na borda para o
  • 3:40 - 3:43
    primeira queda e tivemos o primeiro problema
  • 3:43 - 3:46
    chamado teste de corda padrão que cada
  • 3:46 - 3:49
    fabricante faz é super extremo em
  • 3:49 - 3:51
    para torná-lo mais como um real
  • 3:51 - 3:54
    queda de escalada precisávamos reduzi-la
  • 3:54 - 3:57
    abaixo de 4 kilonewtons e se você perguntar por que 4
  • 3:57 - 4:00
    significa que você não viu esses dois
  • 4:00 - 4:02
    vídeos onde tentamos criar seus
  • 4:02 - 4:04
    mais difícil escalada real cai e mede
  • 4:04 - 4:06
    as forças deles
  • 4:06 - 4:08
    é por isso que eu disse como talvez nós tentemos como
  • 4:08 - 4:11
    com uma nova corda para obter como um sentimento
  • 4:11 - 4:13
    como a altura de queda que precisamos ter
  • 4:13 - 4:16
    como em torno disso menos de 4k e depois
  • 4:16 - 4:20
    mudamos para a europa
  • 4:21 - 4:23
    não olhe acho que 2km 2k
  • 4:23 - 4:26
    eu acho que é menos
  • 4:27 - 4:29
    wow dois e meio como eu disse esses caras
  • 4:29 - 4:32
    são muito bons, levou apenas uma queda
  • 4:32 - 4:34
    e temos a força de dois e meio
  • 4:34 - 4:37
    kilonewtons em uma corda nova e que
  • 4:37 - 4:39
    foi perfeito porque estávamos estimando
  • 4:39 - 4:41
    que uma vez trocamos as cordas para o
  • 4:41 - 4:44
    antigo a força irá um pouco
  • 4:44 - 4:47
    mais alto porque todas as cordas não
  • 4:47 - 4:50
    absorver o impacto também e vai
  • 4:50 - 4:52
    ser uma representação perfeita
  • 4:52 - 4:53
    realista
  • 4:53 - 4:56
    queda de escalada difícil, então aqui está o complicado
  • 4:56 - 4:56
    papel
  • 4:56 - 4:58
    quando você cai na pedra
  • 4:58 - 4:59
    [Música]
  • 4:59 - 5:02
    às vezes acontece, mas quase o mesmo
  • 5:02 - 5:03
    ponto atinge o
  • 5:03 - 5:06
    mosquetão superior sim
  • 5:06 - 5:09
    e agora a parte complicada é como colocar
  • 5:09 - 5:12
    aquele ponto que estaria em um pico
  • 5:12 - 5:14
    força sobre o carbonilo
  • 5:14 - 5:18
    [Música]
  • 5:18 - 5:20
    não é fácil ou doença cardíaca como você pode
  • 5:20 - 5:23
    imagine uma vez que a queda acontece a corda
  • 5:23 - 5:26
    estica e aquele ponto fraco que somos
  • 5:26 - 5:29
    tentando acertar vai se mover
  • 5:29 - 5:34
    [Música]
  • 5:34 - 5:36
    você pensou que seria fácil
  • 5:36 - 5:37
    nerd
  • 5:37 - 5:39
    eu sabia que seria exatamente assim
  • 5:39 - 5:42
    força na corda começará a aumentar
  • 5:42 - 5:44
    crescente crescente crescente
  • 5:44 - 5:46
    aumentando e em algum momento atinge o
  • 5:46 - 5:48
    máximo e então a força começará
  • 5:48 - 5:50
    caindo caindo caindo caindo
  • 5:50 - 5:51
    caindo
  • 5:51 - 5:54
    então o desafio é como posicionar o
  • 5:54 - 5:55
    ponto fraco
  • 5:55 - 5:59
    que passaria pelo saque rápido
  • 5:59 - 6:02
    tão próximo do pico da força com
  • 6:02 - 6:03
    esta
  • 6:03 - 6:06
    pequeno cenário para a frente uma nova corda oh
  • 6:06 - 6:08
    é sobre como o que 400
  • 6:08 - 6:12
    300 400 500 certo
  • 6:12 - 6:16
    muito, então neuro iria segurar cerca de 400
  • 6:16 - 6:20
    cai em queda realista sim vamos ver
  • 6:20 - 6:23
    o que acontece se colocarmos essa corda danificada
  • 6:23 - 6:24
    e veja
  • 6:24 - 6:28
    se são centenas ou são apenas alguns
  • 6:29 - 6:30
    Vietnã
  • 6:30 - 6:35
    [Música]
  • 6:40 - 6:42
    você acha que vamos atingir esse ponto ou nós
  • 6:42 - 6:44
    vai estar muito longe
  • 6:44 - 6:46
    acho que acertamos sim
  • 6:46 - 6:49
    onde está agora como 30 centímetros
  • 6:49 - 6:50
    abaixo
  • 6:50 - 6:53
    sim, está por aqui agora
  • 6:53 - 6:55
    e a corda está tensa, então provavelmente isso
  • 6:55 - 6:57
    vai subir
  • 6:57 - 6:58
    e
  • 6:58 - 7:02
    quanto vamos ver
  • 7:03 - 7:07
    [Música]
  • 7:07 - 7:11
    então ultrapassamos o ponto fraco apenas por um
  • 7:11 - 7:14
    pouco para tentarmos reajustar
  • 7:14 - 7:15
    agora e
  • 7:15 - 7:17
    ver se podemos atingi-lo mais perfeitamente
  • 7:17 - 7:22
    [Música]
  • 7:22 - 7:25
    então conseguimos acertar o ponto
  • 7:25 - 7:26
    no
  • 7:26 - 7:30
    2,47 kilonewtons de força agora vamos
  • 7:30 - 7:32
    tente aumentar um pouco a queda para
  • 7:32 - 7:35
    chegar a quedas muito fortes 20 30
  • 7:35 - 7:36
    centímetros
  • 7:36 - 7:39
    vamos ver se ainda vamos ficar em
  • 7:39 - 7:41
    o local danificado onde ele vai apenas
  • 7:41 - 7:44
    esticar-se
  • 7:48 - 7:51
    então nós quebramos a mudança
  • 7:51 - 7:54
    nós quebramos o turno depois de duas quedas
  • 7:54 - 7:57
    e você disse que vai durar
  • 7:57 - 7:58
    não, mas isso é o que eu disse como o
  • 7:58 - 8:00
    bainha vai quebrar
  • 8:00 - 8:01
    à força
  • 8:01 - 8:03
    a força foi
  • 8:03 - 8:05
    apenas dois pontos
  • 8:05 - 8:07
    apenas 2,1 kilonewtons e a mudança
  • 8:07 - 8:10
    quebrado
  • 8:13 - 8:15
    assim
  • 8:15 - 8:17
    se sua corda é
  • 8:17 - 8:19
    boa sorte suave
  • 8:19 - 8:22
    se a bainha já estiver danificada como nós
  • 8:22 - 8:24
    viu como agora isso vai levar como
  • 8:24 - 8:27
    cortar sua bainha como imediatamente, mas o
  • 8:27 - 8:29
    o bom é que a corda não
  • 8:29 - 8:31
    estalo estalo
  • 8:31 - 8:33
    porque os fios do núcleo como são
  • 8:33 - 8:36
    ainda intacto, então quantas quedas seriam
  • 8:36 - 8:40
    tome agora para quebrar completamente a corda
  • 8:40 - 8:42
    essa é uma boa pergunta eu nunca testei
  • 8:42 - 8:44
    esta
  • 8:44 - 8:46
    mas poderíamos fazer isso, acho que podemos fazer
  • 8:46 - 8:48
    pelo menos como duas ou três dobras agora
  • 8:48 - 8:50
    apenas no curso sim sim adivinhe como
  • 8:50 - 8:53
    muitas quedas vai demorar
  • 8:53 - 8:58
    20 20 sim uau então levou apenas duas quedas
  • 8:58 - 9:00
    para encolher completamente esta bainha, mas o
  • 9:00 - 9:03
    coisa boa é como uma corda é construída
  • 9:03 - 9:05
    de uma forma que a bainha só leva
  • 9:05 - 9:07
    em torno de 10 a 20
  • 9:07 - 9:09
    da carga
  • 9:09 - 9:10
    e o resto como o
  • 9:10 - 9:12
    estrutura de suporte de carga é basicamente apenas
  • 9:12 - 9:13
    o nucleo
  • 9:13 - 9:15
    OK, então
  • 9:15 - 9:17
    a questão é se você pegar uma corda e
  • 9:17 - 9:19
    você aperta para sentir que é
  • 9:19 - 9:21
    macio completamente fora isso significa
  • 9:21 - 9:24
    que o núcleo está danificado ou não não não
  • 9:24 - 9:25
    porque muitas propriedades pensam que
  • 9:25 - 9:27
    está danificado dentro do núcleo ainda está
  • 9:27 - 9:29
    intacto como se eu fosse cortar a corda em
  • 9:29 - 9:31
    nesse ponto eu encontraria algum dano
  • 9:31 - 9:34
    dentro dos fios do núcleo é
  • 9:34 - 9:36
    difícil dizer porque com o tempo o
  • 9:36 - 9:38
    fios do núcleo também quando fazemos testes de queda
  • 9:38 - 9:40
    você pode ver que fica um pouco
  • 9:40 - 9:41
    mais peludo
  • 9:41 - 9:44
    se você pudesse abri-lo, mas é apenas
  • 9:44 - 9:46
    um par de filamentos que podem ter
  • 9:46 - 9:48
    quebrado, mas não é um núcleo inteiro
  • 9:48 - 9:51
    fio está quebrado, mas está enfraquecido para
  • 9:51 - 9:52
    certo
  • 9:52 - 9:55
    vamos ver se podemos tirar esta sala agora
  • 9:55 - 9:58
    sim, quantos telefones você definir
  • 9:58 - 10:00
    não sei
  • 10:00 - 10:03
    10 a 20 10 a 20. vamos ver assim
  • 10:03 - 10:06
    este é um multifilamento multifilamento
  • 10:06 - 10:10
    feito de vários filamentos sim
  • 10:10 - 10:11
    quantos
  • 10:11 - 10:15
    280. isso é 280 dentro disso, então se eu
  • 10:15 - 10:17
    levaria um
  • 10:17 - 10:21
    que força essa coisa teria
  • 10:21 - 10:25
    bem, você não iria testá-lo assim
  • 10:25 - 10:27
    porque um multifilamento você olha para ele
  • 10:27 - 10:30
    como a coisa toda, mas o que eu posso dizer
  • 10:30 - 10:34
    você que esta vertente do núcleo
  • 10:34 - 10:37
    aguentaria 180 quilos e não estamos nem
  • 10:37 - 10:40
    atingindo quedas muito duras, mas isso é
  • 10:40 - 10:42
    nada
  • 10:47 - 10:49
    então você disse 20 quantos fios são
  • 10:49 - 10:50
    lado de dentro
  • 10:50 - 10:53
    [Música]
  • 10:53 - 10:55
    dois de oito
  • 10:55 - 10:59
    então você define 20 false e nós temos 10 a 20
  • 10:59 - 11:02
    20. além dos testes de queda padrão, o que
  • 11:02 - 11:05
    são outros testes que são realizados em
  • 11:05 - 11:07
    escalar cordas o que costumamos fazer é
  • 11:07 - 11:09
    também testar a resistência à abrasão do
  • 11:09 - 11:11
    corda, então temos um em casa
  • 11:11 - 11:13
    método de teste desenvolvido por isso é um
  • 11:13 - 11:16
    máquina que puxa uma corda sobre um afiado
  • 11:16 - 11:20
    borda de metal e estamos contando quantos
  • 11:20 - 11:22
    ciclos necessários para realmente danificar
  • 11:22 - 11:24
    o eixo
  • 11:24 - 11:28
    [Música]
  • 11:29 - 11:32
    temos como duas partes agora quebradas, então nós
  • 11:32 - 11:36
    tem uma parte e duas partes quebradas sim
  • 11:36 - 11:38
    se falamos de resistente à abrasão i
  • 11:38 - 11:41
    tem algumas coisas interessantes para mostrar é
  • 11:41 - 11:44
    200 ciclos então 200 vezes
  • 11:44 - 11:47
    para frente e para trás aqui você vê um clássico
  • 11:47 - 11:49
    corda para que não tenha nenhum tratamento
  • 11:49 - 11:53
    impregnação é um 9.5 está muito desgastado
  • 11:53 - 11:55
    fora está desgastado está no ponto
  • 11:55 - 11:57
    onde eu consideraria talvez até
  • 11:57 - 12:00
    cortando isso sim e você deve então
  • 12:00 - 12:02
    ao lado temos
  • 12:02 - 12:05
    também 9,5 mas tem o tratamento a seco
  • 12:05 - 12:08
    o que isso é uma grande diferença sim isso é
  • 12:08 - 12:11
    exatamente a mesma corda, mas apenas tratamento seco
  • 12:11 - 12:16
    isso sim é uma grande diferença
  • 12:16 - 12:18
    parece um pouco queimado como quando
  • 12:18 - 12:19
    tu
  • 12:19 - 12:20
    toque isso
  • 12:20 - 12:22
    definitivamente ficou quente
  • 12:22 - 12:24
    como na borda
  • 12:24 - 12:26
    então suas seis vidas ficaram um pouco danificadas, mas
  • 12:26 - 12:28
    isso é bom saber e você pode escalar
  • 12:28 - 12:30
    você pode escalar você escalaria neste i
  • 12:30 - 12:31
    significa os britânicos
  • 12:31 - 12:34
    foi feito por jean villanova como com um
  • 12:34 - 12:36
    corda colorida de folha como da
  • 12:36 - 12:38
    começando eu acho que no segundo passo
  • 12:38 - 12:40
    daquele breu ele teve uma queda de pedra e
  • 12:40 - 12:42
    sua corda já foi cortada como o lençol
  • 12:42 - 12:43
    foi completamente danificado e ele fez o
  • 12:43 - 12:46
    todo se encaixa reverso com esta corda então
  • 12:46 - 12:48
    ele gosta de reparar muito sobre isso faz o
  • 12:48 - 12:52
    porcentagem de feixe versus cordões do núcleo
  • 12:52 - 12:54
    nem sempre é o mesmo no esporte
  • 12:54 - 12:56
    cordas de escalada sim ou como escalar
  • 12:56 - 12:58
    cordas em geral nem sempre é o
  • 12:58 - 12:59
    mesmo agora
  • 12:59 - 13:02
    e do que depende bem para nós
  • 13:02 - 13:04
    depende de que tipo de corda queremos
  • 13:04 - 13:06
    fazer escalada esportiva
  • 13:06 - 13:08
    espere, deixe-me mostrar-lhe algo, mostre-me
  • 13:08 - 13:10
    algo bem, então você tem a interação
  • 13:10 - 13:13
    tanto da porcentagem de material que
  • 13:13 - 13:16
    é o chef, mas também
  • 13:16 - 13:19
    como o chef foi construído, por exemplo
  • 13:19 - 13:23
    aqui nesta corda temos mais chef
  • 13:23 - 13:25
    fios tão
  • 13:25 - 13:28
    se você contasse estes
  • 13:28 - 13:31
    singulares eles são muito mais do que em
  • 13:31 - 13:33
    este chef oh sim, isso é quase o dobro
  • 13:33 - 13:35
    no
  • 13:35 - 13:37
    não, não, não é, mas é apenas um leve
  • 13:37 - 13:40
    diferença, mas se você verificar o
  • 13:40 - 13:41
    superfície
  • 13:41 - 13:45
    você pode ver que aqui os cubinhos
  • 13:45 - 13:48
    que eles formam são menores
  • 13:48 - 13:52
    do que neste, então aqui temos um super
  • 13:52 - 13:54
    superfície fina do chef então se
  • 13:54 - 13:57
    você por exemplo tocaria neste
  • 13:57 - 13:59
    parece muito mais áspero sim
  • 13:59 - 14:01
    então isso também é o que o torna mais
  • 14:01 - 14:04
    durável
  • 14:10 - 14:12
    por isso ainda estamos muito longe de vinte, mas
  • 14:12 - 14:15
    qual é o talvez eu pegue um pouco de café
  • 14:15 - 14:18
    hein já era 3.4 sim é
  • 14:18 - 14:20
    aumentando e aumentando para que a dinâmica
  • 14:20 - 14:22
    desempenho da corda fica baixo e
  • 14:22 - 14:25
    cada vez mais baixo este aqui é o nosso
  • 14:25 - 14:27
    construção laboriosa não tem
  • 14:27 - 14:29
    qualquer tratamento, mas estamos usando o melhor
  • 14:29 - 14:32
    e os melhores fios que temos para
  • 14:32 - 14:35
    fazer esta construção e também eu
  • 14:35 - 14:38
    diria que você sabe que é tão bom quanto o
  • 14:38 - 14:40
    corda seca então por que
  • 14:40 - 14:42
    nem todas as cordas são feitas desta forma onde nós
  • 14:42 - 14:44
    ter mais fino
  • 14:44 - 14:46
    construção porque o preço importa sim
  • 14:46 - 14:49
    agora eu gostaria de ver não 200 ciclos
  • 14:49 - 14:53
    mas 1 000. sim, eles vêm aqui oh realmente
  • 14:53 - 14:57
    não o 2000, mas o 500. eu subiria
  • 14:57 - 14:59
    com
  • 14:59 - 15:01
    este e com este ou se eu tenho
  • 15:01 - 15:05
    um dia arriscado eu escolheria isso
  • 15:05 - 15:06
    você tem dias arriscados
  • 15:06 - 15:11
    às vezes acontece que o tamanho ou diâmetro é
  • 15:11 - 15:13
    nem tudo o que importa quando falamos sobre
  • 15:13 - 15:16
    construção de durabilidade e extra
  • 15:16 - 15:19
    tratamentos podem ter um impacto maior
  • 15:19 - 15:21
    é uma diferença louca agora ter em
  • 15:21 - 15:23
    lembre-se de que todos eles irão percorrer
  • 15:23 - 15:25
    o mesmo processo até o ponto em que
  • 15:25 - 15:28
    corda super fina de 9,0 milímetros parecia
  • 15:28 - 15:31
    completamente bem após 500 ciclos de
  • 15:31 - 15:34
    arrastando-o pela borda afiada
  • 15:34 - 15:35
    um parece muito bom
  • 15:35 - 15:37
    como um pouco confuso, mas eu faria
  • 15:37 - 15:40
    definitivamente usá-lo no entanto muito mais grosso
  • 15:40 - 15:43
    9,5 milímetros de corda, mas velha
  • 15:43 - 15:46
    construção e nenhum tratamento foi
  • 15:46 - 15:48
    completamente
  • 15:48 - 15:48
    feito
  • 15:48 - 15:52
    meu palpite é mais cinco quedas e nós
  • 15:53 - 15:55
    estalou acho que temos que aumentar
  • 15:55 - 15:58
    caso contrário, sim, vamos aumentar todos
  • 15:58 - 16:00
    quer quedas mais fortes, mas já é
  • 16:00 - 16:02
    ficando mais difícil fomos sim dois e um
  • 16:02 - 16:04
    meio a três e meio sim para
  • 16:04 - 16:06
    aumentar
  • 16:06 - 16:08
    você não pode simplesmente cair continuar caindo
  • 16:08 - 16:11
    sim continue caindo e vamos tomar café
  • 16:11 - 16:16
    o que você quer café expresso
  • 16:16 - 16:18
    você está perguntando ao espectador com leite são
  • 16:18 - 16:20
    você me manda sim
  • 16:21 - 16:23
    uma observação interessante que recebi enquanto
  • 16:23 - 16:26
    eu estava fazendo essa animação de introdução
  • 16:26 - 16:28
    que por sinal me levou vários dias
  • 16:28 - 16:30
    e várias tentativas
  • 16:30 - 16:33
    foi que enquanto a corda é nova
  • 16:33 - 16:35
    a lima desliza sobre a corda muito
  • 16:35 - 16:38
    suavemente e é muito difícil de fazer
  • 16:38 - 16:40
    qualquer dano a ele, mas uma vez que a corda
  • 16:40 - 16:44
    começa a ficar confuso fica mais fácil
  • 16:44 - 16:46
    para fazer algum dano extra, então parecia
  • 16:46 - 16:47
    como o
  • 16:47 - 16:50
    imprecisão ou o dano à corda é
  • 16:50 - 16:52
    tipo de exponencial quanto pior fica
  • 16:52 - 16:55
    o mais fácil é torná-lo ainda pior
  • 16:55 - 16:57
    oh sim vamos fazer de novo todos esses seis
  • 16:57 - 16:59
    rastros deixados
  • 16:59 - 17:01
    uau, então
  • 17:01 - 17:02
    OK
  • 17:02 - 17:04
    para que você possa voltar já com o seu
  • 17:04 - 17:07
    café então a força foi menor, mas um
  • 17:07 - 17:09
    fio partido
  • 17:09 - 17:12
    muito estalado, mas o som do fio
  • 17:12 - 17:13
    tirar foi bom
  • 17:13 - 17:16
    é ruim se eu gritar atrás da câmera
  • 17:16 - 17:18
    não é o som que você quer ouvir
  • 17:18 - 17:20
    quando você está escalando
  • 17:20 - 17:23
    ok, a parte divertida como fuzzy é muito fuzzy
  • 17:23 - 17:26
    ou quão macia a corda é muito macia quando
  • 17:26 - 17:29
    as pessoas deveriam realmente cortar, eu quero dizer você
  • 17:29 - 17:31
    puxe a corda através de suas mãos como
  • 17:31 - 17:33
    para verificar as cordas, isso você deve fazer
  • 17:33 - 17:35
    regularmente e o que você está fazendo
  • 17:35 - 17:37
    quando você está puxando bem por um lado
  • 17:37 - 17:40
    eu sinto a corda, então eu sinto como o
  • 17:40 - 17:43
    corda se comporta se for super macia se for
  • 17:43 - 17:45
    mais grosso e ao mesmo tempo você sabe
  • 17:45 - 17:48
    você, você puxa-o sobre o dedo e você
  • 17:48 - 17:50
    olhe para isso, então você gosta de um visual
  • 17:50 - 17:53
    inspeção
  • 17:57 - 17:59
    lindo chicote de madeira de corda
  • 17:59 - 18:02
    você chicotearia você chicotearia você
  • 18:02 - 18:05
    veja oh a força foi mais baixa novamente
  • 18:05 - 18:07
    então, basicamente, as vertentes menos centrais que
  • 18:07 - 18:08
    tem melhor a corda é mais macia
  • 18:08 - 18:11
    A pegada
  • 18:11 - 18:14
    eu não veria dessa forma, mas
  • 18:14 - 18:16
    se você quiser uma pega suave, basta quebrar o
  • 18:16 - 18:17
    corda
  • 18:17 - 18:19
    então vamos dizer que eu estou correndo minha corda
  • 18:19 - 18:22
    minha mão e eu encontro aquele ponto que é
  • 18:22 - 18:24
    mais suave, então como eu sei se já está
  • 18:24 - 18:26
    mau
  • 18:26 - 18:28
    ou primeiro considere toda a corda que eu quero dizer
  • 18:28 - 18:30
    se você tem uma corda muito macia porque
  • 18:30 - 18:32
    eles são difíceis, quero dizer, algumas cordas são
  • 18:32 - 18:34
    já macios quando você os compra
  • 18:34 - 18:36
    a loja hein, eu diria que as cordas da hora
  • 18:36 - 18:39
    são um pouco mais rígidos em geral e
  • 18:39 - 18:40
    fazemos isso para torná-los mais
  • 18:40 - 18:42
    duradouro, mas se toda a sua corda for
  • 18:42 - 18:44
    muito macio e você tem uma mancha que é
  • 18:44 - 18:47
    apenas um pouco mais suave
  • 18:47 - 18:49
    eu diria que não gostaria de dizer oh
  • 18:49 - 18:51
    isso é super perigoso hein, mas se você
  • 18:51 - 18:52
    ter
  • 18:52 - 18:54
    a corda é geralmente muito dura e
  • 18:54 - 18:56
    então você tem um lugar com este ultra
  • 18:56 - 18:57
    suave então você sabe
  • 18:57 - 19:00
    algo não está certo lá e exatamente
  • 19:00 - 19:02
    o que não está certo aí
  • 19:02 - 19:05
    ei, há tantas coisas que
  • 19:05 - 19:07
    poderia ser assim como um exemplo se eu seria
  • 19:07 - 19:10
    apenas olhando para este pedaço da corda
  • 19:10 - 19:12
    seria muito difícil dizer como
  • 19:12 - 19:15
    macio precisa ser e se devo cortar
  • 19:15 - 19:15
    isto
  • 19:15 - 19:16
    mas
  • 19:16 - 19:19
    se eu comparar com o meio do
  • 19:19 - 19:21
    mesma corda eu posso ver claramente um grande
  • 19:21 - 19:24
    diferença, então isso claramente está longe de ser
  • 19:24 - 19:26
    o que costumava ser e é melhor
  • 19:26 - 19:29
    corte essa ponta e se quiser algumas dicas
  • 19:29 - 19:33
    em cortar cordas confira este vídeo
  • 19:34 - 19:36
    [Música]
  • 19:36 - 19:38
    eu não acho que podemos fazer outro
  • 19:38 - 19:40
    infelizmente a corda continuou esticando
  • 19:40 - 19:42
    e esticando e esticando até que nós
  • 19:42 - 19:45
    quase atingiu o fundo da queda
  • 19:45 - 19:47
    torre e não podíamos fazer mais nada
  • 19:47 - 19:48
    testando
  • 19:48 - 19:51
    porém decidimos mostrar o que acontece
  • 19:51 - 19:53
    se você tem 80 quilos de massa pendurada
  • 19:53 - 19:56
    em apenas fios do núcleo e você toca o
  • 19:56 - 19:59
    fios do núcleo com a faca
  • 19:59 - 20:01
    teste
  • 20:04 - 20:07
    é só cara
  • 20:07 - 20:10
    você demorou demais
  • 20:10 - 20:12
    o que aconteceu
  • 20:12 - 20:14
    Mas o que houve
  • 20:15 - 20:17
    então não quebrou então eu estava certo com
  • 20:17 - 20:19
    10 a 20 certo
  • 20:19 - 20:21
    sim obrigado
  • 20:21 - 20:24
    então basicamente o que temos é
  • 20:24 - 20:28
    executando corda muito danificada em relativamente
  • 20:28 - 20:30
    prato duro
  • 20:30 - 20:32
    talvez para folha normal sim caso real
  • 20:32 - 20:35
    cenário rasgou a bainha da corda
  • 20:35 - 20:37
    em apenas duas quedas, o que é muito
  • 20:37 - 20:39
    perigoso, mas depois foi bom ver
  • 20:39 - 20:41
    que a corda não arrebentou
  • 20:41 - 20:44
    e apenas os fios do núcleo continuaram segurando
  • 20:44 - 20:45
    para
  • 20:45 - 20:49
    várias mais quedas assim
  • 20:49 - 20:51
    mas quando ele mal tocou com o
  • 20:51 - 20:53
    faca afiada os fios do núcleo que ele acabou de
  • 20:53 - 20:56
    mal tocou, quebrou
  • 20:56 - 20:57
    então se o seu
  • 20:57 - 20:59
    mudança foge
  • 20:59 - 21:01
    e então sua corda atravessa algo
  • 21:01 - 21:03
    afiado na rocha super perigoso
  • 21:03 - 21:04
    sim
  • 21:04 - 21:06
    acho que agora estamos chegando ao segundo
  • 21:06 - 21:08
    cenário que você quer você quer mostrar quando
  • 21:08 - 21:10
    se trata de cenários de ponta sim
  • 21:10 - 21:14
    como as cordas não têm essa altura
  • 21:14 - 21:16
    margem de segurança
  • 21:16 - 21:19
    espero que você esteja inscrito porque
  • 21:19 - 21:21
    o próximo experimento que eu vou mostrar
  • 21:21 - 21:23
    no próximo vídeo vai explodir seu
  • 21:23 - 21:27
    mente e provavelmente mudar um pouco
  • 21:27 - 21:29
    a maneira como você se preocupa com sua escalada
  • 21:29 - 21:31
    equipamento
  • 21:31 - 21:34
    ok agora eu preciso que você faça xixi
  • 21:34 - 21:38
    vamos
Title:
Quão felpuda é muito felpuda? Quão macia é muito macia?
Description:

more » « less
Video Language:
English
Team:
Hard Is Easy
Project:
Belay Masterclass
Duration:
21:36

Portuguese, Brazilian subtitles

Revisions Compare revisions