Portuguese subtitles

← Cinco exoplanetas espantosos! | The Countdown 33

Get Embed Code
15 Languages

Showing Revision 5 created 10/17/2015 by Margarida Ferreira.

  1. Haverá planetas fora do sistema solar?
  2. Desde 2010 encontramos 100 novos
    exoplanetas por ano
  3. e à medida que a lista aumenta
  4. estas descobertas parecem
    cada vez menos interessantes.
  5. Para ajudar os exoplanetas
    a recuperar o seu interesse
  6. procurámos os mais fixes,
    os mais estranhos e extravagante.
  7. Sou Sophie. Bem-vindos ao Countdown.
  8. A Terra é um planeta azul onde chove água.
  9. O HD 189773b é um planeta azul
    onde chove vidro!
  10. Lateralmente.
  11. No início deste ano o telescópio espacial
    Hubble detetou um planeta azul
  12. a 63 anos-luz de distância.
  13. O azul do HD 189773b
    é mais escuro que o da Terra
  14. e a diferença não termina aqui.
  15. O exoplaneta é um gigante gasoso
    como Júpiter
  16. e está muito mais perto do seu sol.
  17. Essa proximidade faz com que
    a temperatura média seja de 1000º C,
  18. mas no lado sombrio do planeta
  19. pode ser centenas de graus mais baixa
    do que do lado do sol.
  20. A grande diferença de temperaturas
    cria uma enorme turbulência na atmosfera,
  21. ventos com mais de 7000 km/h
    espalham partículas de silicato,
  22. o material que compõe a nossa areia,

  23. e podem formar grãos de vidro
  24. que, quando chovem lateralmente,
    naquele ambiente extremo,
  25. refletem a luz da estrela
    e dão ao planeta a sua cor azul escuro.
  26. Se o vidro não vos impressionou,
  27. talvez prefiram materiais mais cintilantes
  28. como os diamantes!
  29. O 55 Cancri é um planeta rochoso
    chamado uma superterra,
  30. duas vezes maior do que o nosso planeta
  31. com 8 vezes mais massa.
  32. De acordo com um estudo de 2012,
  33. o planeta tem uma camada
    de grafite e diamante sob a superfície.
  34. Por baixo dessa mistura,
    há uma camada ainda mais espessa
  35. que contém basicamente diamantes puros.
  36. Em conjunto, estes materiais representam
    1/3 da massa do exoplaneta.
  37. Mas antes de decidir viajar 40 anos-luz
    até essa brilhante superterra,
  38. vejamos uma investigação mais recente.
  39. Um novo artigo mostra
    que a proporção de carbono para oxigénio
  40. na estrela mãe é menor que se esperava.
  41. Se a composição do planeta
    fosse semelhante á da estrela mãe,
  42. não teria o carbono necessário
    para sintetizar diamantes.
  43. Lá se vai o meu sonho
    duma joalharia celestial.
  44. Se nos afastarmos ainda mais da Terra,
  45. as coisas ficam ainda mais estranhas.
  46. A mais de 1000 anos-luz,
  47. o planeta HAT-P-7b orbita a sua estrela
    na direção errada.
  48. A maioria dos planetas
    orbita na mesma direção
  49. da rotação de sua estrela mãe.
  50. Mas em 2008 os astrónomos descobriram
    um exoplaneta do tamanho de Júpiter
  51. que orbita em sentido oposto.
  52. A órbita inversa permaneceu um mistério
    até ao ano passado,
  53. quando cientistas detetaram
    uma segunda estrela e um planeta exterior
  54. no mesmo sistema; o HAT-P-7b.
  55. A gravidade destes vizinhos
    pode ser responsável
  56. pela órbita invulgar do exoplaneta.
  57. De acordo com o estudo,
    a estrela companheira
  58. reboca o planeta exterior recém-descoberto
  59. alterando a sua órbita.
  60. Essa ação afeta a órbita do HAT-P-7b.
  61. Se os investigadores tiverem razão,
  62. essa teoria pode explicar também
    órbita invulgares noutros sistemas.
  63. A Terra tem 4500 milhões de anos
  64. o que é pouco em comparação com
    o exoplaneta mais velho que se conhece.
  65. O PSRB1620-26b, mais conhecido
    por planeta Matusalém,
  66. é um colosso com 13 mil milhões de anos,
  67. o que significa que se formou menos
    de mil milhões de anos depois do Big Bang.
  68. O Matusalém orbita um sistema binário
    formado por um pulsar e uma anã branca.
  69. De acordo com um estudo de 2003,
    é provavelmente um gigante gasoso,
  70. com duas vezes e meia a massa de Júpiter.
  71. Quando foi descoberto em 1994,
  72. os cientistas pensaram
    que era uma pequena estrela.
  73. No conjunto de estrelas antigas
    onde Matusalém se encontra.
  74. a formação de planetas
    era considerada impossível.
  75. Este exoplaneta está localizado
    a milhares de anos-luz da Terra
  76. no chamado "cluster" globular.
  77. Os astrónomos pensavam
    que o cluster globular
  78. não tinha elementos suficientemente
    pesados para formar planetas,
  79. mas o Matusalém prova que os planetas
    são mais persistentes que o esperado,
  80. capazes de se formar no início do Universo,
    a partir de materiais limitados.
  81. A luz refletida torna
    os exoplanetas visíveis
  82. e dá à Terra a sua tonalidade azul,
  83. mas a 750 anos-luz
    do nosso pálido ponto azul
  84. há um mundo escuro como breu,
  85. que reflete apenas 1% da luz
    que incide nele.
  86. (Marcha Imperial de Star Wars)
  87. Não, não é a Estrela da Morte,
    é um planeta real.
  88. Em 2012 descobrimos
    o mais escuro dos planetas.
  89. E não sabemos o motivo.
  90. Se víssemos de perto o TrES-2b,
    veríamos que é mais negro que o carvão
  91. mas com um leve reflexo vermelho.
  92. Ele orbita a sua estrela
    suficientemente perto
  93. para aquecer até uns tórridos 980º C.
  94. Mas quando ele passa
    em frente dessa estrela
  95. não ofusca significativamente o seu brilho.
  96. Modelos digitais sugerem
    que Júpiters quentes, como o TrEs-2b
  97. não deviam ser mais escuros
    do que Mercúrio,
  98. que é dez vezes mais brilhante.
  99. Como é que este exoplaneta
    se mantém escuro?
  100. Uma forte concentração de compostos
    como óxidos de sódio e de titânio
  101. na atmosfera podem estar a absorver a luz,
  102. mas os investigadores suspeitam
  103. que está envolvido outro fenómeno
    ainda mais misterioso.
  104. Quem sabe?
  105. Estes mundos escuros podem representar
    uma nova categoria de planetas.
  106. Este é o Countdown.
  107. As ligações para muitas destas histórias
    estão na descrição abaixo.
  108. Também não se esqueçam de visitar
    o Spacelab Channel no Youtube.
  109. Para o Scientific American,
  110. sou Sophie Bushwick
  111. e estou ansiosa
    por um exoplaneta com alienígenas,
  112. de preferência parecidos
    com cachorrinhos.
  113. Tradução de Margarida Ferreira