Portuguese, Brazilian subtitles

← Que veut dire " traduire" ?

Get Embed Code
3 Languages

Showing Revision 17 created 12/18/2017 by Magaly Rocha.

  1. xx
  2. A conversa científica, por Etienne Klein.
  3. O que significa traduzir atualmente?
  4. Grande leitor e grande tradutor,
  5. Valéry Larbaud estava rodeado por livros
    que ele tinha reunido em uma cor
  6. em função da língua
    na qual esses livros foram escritos:
  7. os romances ingleses foram reunidos
    no azul, os espanhóis no vermelho,
  8. os alemães no verde, e por aí vai.
  9. Tratava-se de mostrar que as línguas
    não são neutras,
  10. que elas colorem os textos
    de uma forma singular e tão intensa
  11. que nenhuma obra pode ser considerada
  12. como independente de sua língua original.
  13. Portanto, é claro, as transformações
    em forma de passarelas são possíveis,
  14. mas elas sempre revelam
    uma operação delicada: a tradução.
  15. "Todo o trabalho da tradução",
    escreveu o próprio Valéry Larbaud,
  16. "é o de pesar as palavras.
  17. Em uma das bandejas colocamos
    umas após as outras as palavras do autor,
  18. e na outra experimentamos sucessivamente
    um número indeterminado de palavras
  19. pertencentes à língua
    na qual traduzimos esse autor
  20. e esperamos pelo momento
    em que as duas bandejas estarão equilibradas."
  21. Fim de citação.
  22. Mas é assim mesmo
    que se deve conceber a tradução?
  23. Uma operação de pesagem muito delicada,
    ao mesmo tempo rigorosa e literária?
  24. O que é certo é que a tradução
  25. não é apenas um pequeno evento inofensivo
  26. que seria acessível por meio de simples
    programas de informática.
  27. Ela continua sendo uma verdadeira
    atividade intelectual,
  28. uma espécie de savoir faire
    com suas peculiaridades,
  29. os jogos sutis com as palavras, as frases,
    os sentidos, as rimas, as ideias.
  30. Em suma, traduzir é bombear as sombras
    provenientes de diversos horizontes.
  31. Não há uma, mas várias línguas: é um fato.
  32. Então, como traduzir um mundo comum,
  33. um mundo onde cada um será capaz
    de falar a qualquer pessoa
  34. e de se fazer compreender.
  35. Vemos bem que há dois obstáculos:
  36. o primeiro é a globalização das trocas,
  37. que nos faz falar uma espécie
    de idioma global pobre,
  38. sem alma, sem gênio,
  39. uma espécie de désesperanto que
    nos leva a uma cultura universal,
  40. plana e tristemente homogênea.
  41. O segundo é a justaposição
    de comunidades linguísticas estancadas,
  42. retraídas em sua surdez
    e fixadas em suas identidades.
  43. Como evitar essas duas armadilhas?
  44. Entendendo que a diversidade das línguas
    é uma riqueza, uma oportunidade,
  45. mas com a condição, é claro,
    de se traduzir.
  46. De onde vem a questão a ser abordada
    hoje em nossa discussão científica:
  47. O que significa "traduzir"?
  48. E para responder essa questão,
    convidei Barbara Cassin: bom dia.
  49. - Bom dia.
    - Bom dia. Você é filósofa e filóloga,
  50. diretora de pesquisa no CNRS
  51. e publicou Eloge de la traduction
    Compliquer l'universel
    ,
  52. lançado pela editora Fayard,
  53. e minha primeira questão é sobre a capa.
  54. O que ela representa?
    Vemos uma placa com letras, signos.
  55. Sim, é uma placa de escola
    que indica a École des Dunes.
  56. A École des Dunes foi a escola
    construída em Calais, e esta placa,
  57. - o que há de extraordinário...
    - Dentro da selva?
  58. Dentro da selva, na zona sul.
  59. E esta placa, o que há de extraordinário
  60. fui eu que tirei a foto,
    é que ela está no meio do nada,
  61. porque ela sobreviveu sozinha
    após a destruição.
  62. E, então, vemos uma paisagem desértica,
    em que às vezes
  63. surge um sapato ou uma boneca
    e lixo sendo queimado
  64. com uma grande seta vermelha
  65. E a placa indica "escola"
    em um grande número de línguas,
  66. não somente em inglês, mas também
    em urdu, árabe, 6 ou 7 línguas
  67. que eram as línguas faladas
    pelos imigrantes nesta zona.
  68. E, então, é uma seta em direção ao vazio,
    ao vazio que é nossa acolhida,
  69. que é nossa forma de acolher
    essas pessoas que falam várias línguas.
  70. Exceto que quando eu estive lá,
    a destruição tinha acabado de acontecer,
  71. mas a escola não tinha sido demolida.
    Ela continua lá.
  72. E nessa Ecole des Dunes, havia crianças
  73. que aprendiam e trabalhavam
    com os professores.
  74. E ninguém conseguia acreditar
    que ainda havia alguma coisa lá.
  75. Mas ainda havia sim algo lá,
    e é isso que lá no fundo
  76. me deu a única esperança
    que podia ter nessa visita.
  77. E essa escola que continua a funcionar,
  78. enquanto que ao seu redor
    era quase o deserto.
  79. Sim e quantos carros pretos pararam
    enquanto eu estava lá
  80. os homens bem vestidos em ternos,
    usando gravatas
  81. e começaram a me perguntar
    se eu era jornalista.
  82. Eu disse: "Não, sou filósofo",
    isso soou estranho.
  83. E depois, eles entraram na escola,
  84. esperando que não houvesse
    mais nada nem ninguém.
  85. Na verdade, havia crianças trabalhando.
  86. E eu perguntei-lhes... eu escutei
    que eles eram oficiais, acho,
  87. o novo subprefeito, e eu perguntei-lhe:
  88. "Evidentemente, o senhor organizou
    a coleta da escola?"
  89. Mas você foi até lá para ver essa escola
  90. ou a descobriu por outras razões?
  91. Eu fui até lá a convite
    de um certo número de associações
  92. e um livro foi produzido
    que se chama Décamper,
  93. com... a convite de, por exemplo,
    Samuel Lequette
  94. que organizou este livro coletivo.
  95. E então eu fui ver, compreender,
    tentar compreender.
  96. Então, neste livro Eloge de la traduction,
  97. você aborda diversos problemas,
  98. especialmente, como consideramos
    a língua do outro
  99. quando não a compreendemos.
  100. Então, em francês, dizemos:
    "É chinês" ou "É Hebreu",
  101. depende, em árabe, as pessoas dizem
    que é persa ou hindu,
  102. em hindu dizem que é tâmil etc.
  103. - Sim.
    - Isso quer dizer que cada língua
  104. culpa uma outra ou muitas outras,
  105. como radicalmente estrangeiras.
    - Com certeza.
  106. Isso quer dizer que somos
    sempre levados a considerar
  107. que a nossa língua materna
    é a melhor língua possível?
  108. Se formos gregos, antigos gregos, sim.
  109. Eu sou helenista e, para mim,
    o que é muito claro,
  110. enquanto que o grego é
    uma língua absolutamente magnífica
  111. e os textos em grego antigo são textos
  112. que eu eu acho que todos podem precisar.
  113. Quero dizer, um texto
    como A Metafísica de Aristóteles,
  114. que se inicia com: "Todos os homens têm,
    por natureza, desejo de conhecer",
  115. mas você precisa, como eu, bom.
  116. E que está implícito nisso,
    apesar de tudo,
  117. é uma apropriação do universal.
  118. Isso quer dizer que os gregos
    chamavam de logos
  119. o que os latinos traduziram
    muito corretamente por ratio et oratio,
  120. razão e discurso.
    - Então, há dois sentidos, para o mesmo...
  121. Isso, é o mesmo.
  122. E é esse o problema,
    que o sentido seja o mesmo.
  123. Isso quer dizer que o logos
    que os gregos falavam
  124. seja também a razão universal.
  125. É isso o que eu chamo
    de "apropriação do universal".
  126. Assim, uma pessoa que fala
    e não a compreendemos, se somos gregos,
  127. é um bárbaro que faz "bla bla bla".
  128. Isso quer dizer que ela é ininteligível.
  129. Talvez ele não pense realmente,
  130. em todo caso, ele não fala mesmo
    quando ele não fala como você.
  131. Então, os gregos não falavam uma língua,
  132. mas falavam a língua.
  133. Eles falavam a língua.
  134. eram como Modigliano,
    orgulhosamente monolingues.
  135. Isso quer dizer que o verbo traduzir
    não existia no grego antigo?
  136. Não existia, veja bem
    como ele é construído,
  137. é um verbo latino, tra-ducere:
    leva adiante ou transfere.
  138. Bom, e no latim... em grego,
    havia muitos candidatos, mas a posteriori
  139. para a palavra traduzir.
  140. Um dos primeiros candidatos, é hermeneuein
    que nos deu a "hermenêutica"
  141. e que foi traduzido em latim
    por interpretari.
  142. O De Interpretatione de Aristóteles,
    é o Peri hermeneias, bon.
  143. Então, veja que não significa
    traduzir a princípio,
  144. significa algo como "interpretar".
  145. É, aliás, o sentido
    que essa palavra "traduzir"
  146. também tem, literalmente, em árabe.
  147. E na exposição que faço em Marselha,
    Après Babel, traduire,
  148. o primeiro texto da sala
    é um texto em chinês, árabe, inglês,
  149. pois tem de ser de toda forma,
    e em francês.
  150. E, toda vez, aparece a palavra traduzir
    na primeira frase,
  151. Not Synced
    em... cada um na sua língua.
  152. Not Synced
    Em seguida, faço como
    um tipo de codicilo, se preferir assim,
  153. Not Synced
    ou de nota,
    mas na parte superior da página,
  154. Not Synced
    que indica o que significa literalmente
    traduzir nesta língua.
  155. Not Synced
    Assim, no árabe, ela significa interpretar
  156. Not Synced
    e no chinês, Fānyì,
    significa "virar um tecido",
  157. Not Synced
    "permutar" e "virar um tecido".
  158. Not Synced
    E há uma bela frase
    de um mestre chinês que diz:
  159. Not Synced
    "Tá aí, traduzir é virar um tecido,
    virar uma renda bordada
  160. Not Synced
    e perceber que a flor da parte de trás
    não é a mesma da frente.
  161. Not Synced
    Vê-se que é um outro gesto
    técnico que é realizado.
  162. Not Synced
    Então, não traduzimos apenas as línguas,
  163. Not Synced
  164. Not Synced
  165. Not Synced
  166. Not Synced
    Uma tradução de atos,
    para uma outra língua,
  167. Not Synced
    que é a da lei, por exemplo?
  168. Not Synced
    Absolutamente. Levamos também um acusado
  169. Not Synced
    para a frente dos juízes,
    traduzimos na justiça.
  170. Not Synced
    Não é apenas o ato, é a própria pessoa
  171. Not Synced
    que é colocada diante dos juízes.
  172. Not Synced
    Mas traduzimos...
  173. Not Synced
  174. Not Synced
    traduzimos sentimentos...