Portuguese, Brazilian subtitles

← Diana Thater: "Delphine" | ART21 "Exclusive"

Get Embed Code
13 Languages

Showing Revision 1 created 01/15/2017 by Mateus Henrique.

  1. [Antigo Zoológico de Los Angeles]
  2. Pensei que pudesse ser aqui
    o lugar em que deixavam os leões.
  3. Nos anos 60 e 70, meus pais
    nos levavam para os zoológicos.
  4. Mas eles me deixavam triste.
  5. Eu tinha um amigo que levou
    sua filha ao zoológico.
  6. Eu disse, "por que você faria isso,"
  7. "mostrar para alguém, uma criança,"
  8. "que essa é a forma que nós
    nos comportamos perante a natureza."
  9. Ele disse, "E onde ela
    verá uma girafa?"
  10. E eu disse, "talvez ela não devesse ver."
  11. Talvez o único lugar que você devesse
    ver uma girafa
  12. é no National Geographic.
  13. E talvez seja por isso que temos
    o National Geographic, sabe?
  14. Assista os documentários
    sobre os animais.
  15. Ric O'Barry sempre diz que os deixa
    parecidos com psicóticos
  16. quando os colocam
    em um espaço assim.
  17. Há similaridades com o desastre
    de Chernobil.
  18. Mas é...
  19. É um tipo diferente de desastre.
  20. Isso não...
    Isso ainda está acontecendo.
  21. Minha vida como ativista
    é uma vida contra cativeiros.
  22. [Taiji]
    [Pós-prod. e ed. por: Diana Thater]
  23. Quando trabalhei para o
    Projeto Dolphin,
  24. Ric O'Barry - o trabalho foi para parar
    a captura e venda dos cetáceos
  25. aos parques marinhos e parar o
    entretenimento com animais.
  26. Não fiz nenhum trabalho ativista
    desde 2010.
  27. E eu meio que sinto falta disso
    na minha vida.
  28. ["Delphine" (1999)]
  29. Eu não misturo a política ativista
    com a do meu trabalho.
  30. Acho que cria uma confusão.
  31. Minha vida como artista
    é uma vida diferente.
  32. As políticas são bem mais sutis.
  33. Quando você faz filmes sobre
    o mundo natural que não são histórias
  34. ai que está o problema
  35. [RISADAS] não há história.
  36. Então por que está editando?
  37. Pode simplesmente por uma imagem
    de um golfinho após outra imagem dele?
  38. Todas elas ficam ótimas.
  39. Você filma golfinhos,
    todas as imagens ficam fantásticas.
  40. Você tem que encontrar uma forma de por
    imagens umas após outras
  41. e isso requer que você pense
    no tempo.
  42. Como você faz o telespectador
    se manter focado,
  43. para que eles não se percam?
  44. Não quero que as pessoas se percam
    em uma história.
  45. Por exemplo, em uma instalação
    como "Delphine",
  46. tudo lá está impulsionando ou
    priorizando
  47. ou fazendo que seja possível--
  48. em que veja um golfinho
    girando abaixo d'água
  49. e que praticamente
    possa senti-lo.
  50. É meio que é nesse tipo de resposta
    congenial em que estou interessada.
  51. As pessoas frequentemente
    falam sobre deleite,
  52. sobre beleza em seu trabalho.
  53. Ao estar naquela espécie
    de lugar enlevado,
  54. ou aquele lugar onde você está
    contemplando a beleza,
  55. eu acho que está completamente
    ciente de si mesmo.
  56. Eu quero que esteja consciente
    do seu corpo
  57. Eu gostaria que humanos
    reconhecessem
  58. que eles pertencem a um complexo
    ecossistema
  59. que inclui todos os tipos de vida.
  60. Só por que nós não conseguimos
    nos comunicar verbalmente
  61. não significa que não conseguimos
    nos comunicar de outra forma.
  62. E eu quero formar um modelo
    de comunicação possível
  63. através disso, dessa espécie de
    aventura congenital corporal.
  64. É realmente importante para mim
    poder fazer algo para,
  65. meio que melhorar as condições
    de vida dos animais
  66. mas também melhorar as condições
    da humanidade.