YouTube

Got a YouTube account?

New: enable viewer-created translations and captions on your YouTube channel!

Portuguese, Brazilian subtitles

← Como o governo dos EUA vigia as pessoas que protestam - incluindo você

Get Embed Code
27 Languages

Showing Revision 144 created 11/11/2017 by Maricene Crus.

  1. Somos todos ativistas.

  2. (Aplausos)

  3. Obrigada.

  4. Vou parar por aqui.

  5. (Risos)

  6. Das famílias que lutam para manter
    o financiamento de escolas públicas,

  7. às dezenas de milhares de pessoas
    que participaram da "Occupy Wall Street"
  8. ou marcharam com o "Black Lives Matter"
  9. para protestar contra a brutalidade
    policial contra os afro-americanos,
  10. famílias que participam de manifestações,
  11. a favor e contra o aborto,
  12. aqueles que temem
  13. que amigos e vizinhos sejam deportados
  14. ou fichados, porque são muçulmanos,
  15. pessoas que defendem
    direitos de se ter ou não armas
  16. e os milhões de pessoas que participaram
    das manifestações feministas
  17. em todo o país em janeiro.
  18. (Aplausos)

  19. Somos todos ativistas,

  20. o que significa que todos
    nos preocupamos com espionagem.
  21. Espionagem significa
    o governo reunir e usar
  22. dados confidenciais e sigilosos sobre nós.
  23. A espionagem é essencial
  24. ao cumprimento da lei
    e à segurança nacional.
  25. Mas a história da espionagem
    está repleta de abusos,
  26. em que informações confidenciais
    foram usadas contra pessoas
  27. pela sua raça,
  28. seu país de origem, sua orientação sexual
  29. e, em especial, pelo seu ativismo,
    pelas suas crenças políticas.
  30. Há cerca de 53 anos,

  31. Martin Luther King Jr. fez aquele
    discurso "Eu Tenho um Sonho",
  32. em Washington.
  33. Atualmente, as ideias daquele discurso
    sobre igualdade e tolerância racial
  34. são tão aceitas, que minhas filhas
    estudam o discurso na terceira série.
  35. Naquela época, Martin Luther King
    era extremamente controverso.
  36. O lendário e notório diretor
    do FBI, J. Edgar Hoover, acreditava,
  37. ou queria acreditar,
  38. que o Movimento pelos Direitos Civis
    era uma trama comunista soviética
  39. que pretendia desestabilizar
    o governo americano.
  40. Hoover mandou seus agentes colocarem
    grampos nos quartos de hotel de King
  41. e esses grampos mostraram conversas
    entre líderes de direitos civis
  42. falando sobre as estratégias e táticas
    do Movimento pelos Direitos Civis.
  43. Também gravaram Luther King
  44. tendo relações sexuais extraconjugais
  45. e Hoover viu a oportunidade
  46. para desacreditar e minar
    o Movimento pelos Direitos Civis.
  47. O FBI enviou essas gravações,
  48. juntamente com uma nota
    manuscrita para Luther King,
  49. e um rascunho desta nota foi encontrado
    nos arquivos do FBI anos mais tarde,
  50. e dizia: "Você não é
    um pastor e sabe disso.
  51. King, como todas as fraudes,
    seu fim está se aproximando".
  52. A carta parecia até encorajar
    Luther King a cometer suicídio,
  53. dizendo: "King, resta apenas uma coisa
    para você fazer. Você sabe o que é.
  54. Seria melhor fazê-lo antes que sua vida
    obscena, anormal e fraudulenta
  55. seja revelada ao país".
  56. Mas o importante é que Luther
    King não era anormal.

  57. Todos temos algo a esconder de alguém.
  58. E, mais importante, Hoover
    também não era anormal.
  59. A história dos abusos de espionagem,
  60. não é a história de um homem
    mau, megalomaníaco.
  61. Ao longo de décadas no FBI,
  62. J. Edgar Hoover gozou do apoio
    dos presidentes a quem ele serviu,
  63. igualmente a democratas e republicanos.
  64. Afinal, foram John Kennedy
    e seu irmão Robert Kennedy
  65. que sabiam e aprovaram
    a espionagem de Luther King.
  66. Hoover usou um programa
    chamado COINTELPRO por 15 anos,
  67. destinado à espionagem
    e enfraquecimento de grupos civis,
  68. que estavam envolvidos
    em coisas como direitos civis,
  69. Movimento dos Direitos das Mulheres
  70. e grupos a favor da paz
    e contra as guerras.
  71. A espionagem não parou por aí.
  72. Lyndon Baines Johnson,
    durante a campanha eleitoral,
  73. grampeou o avião de campanha
    de seu rival Barry Goldwater,
  74. como uma estratégia para ganhar a eleição.
  75. Tivemos o Watergate também.
  76. Arrombadores foram flagrados invadindo
    a sede do Comitê Nacional dos Democratas
  77. no Hotel Watergate,
  78. o governo Nixon estava
    envolvido na ocultação da invasão,
  79. resultando na queda do presidente Nixon.
  80. COINTELPRO e Watergate
    foram um alerta aos americanos.
  81. A espionagem estava fora de controle,
  82. sendo usada para silenciar
    inimigos políticos.
  83. O povo americano levantou essa questão,
  84. revisando as leis referentes à espionagem.
  85. A principal ferramenta usada
    para revisar a lei sobre espionagem
  86. foi exigir um mandado de busca,
  87. para permitir que o governo tivesse
    acesso a nossos telefonemas e cartas.
  88. Um mandado de busca é importante
  89. porque insere um juiz
  90. na relação entre
    investigadores e cidadãos,
  91. com o objetivo de garantir
  92. que existam motivos
    concretos para a espionagem,
  93. que ela seja dirigida às pessoas certas
  94. e que as informações obtidas sejam usadas
    somente para fins governamentais legítimos
  95. e não para fins discriminatórios.
  96. Este era o nosso sistema e isso significa
  97. que o presidente Obama
    não grampeou a "Trump Tower".
  98. O sistema está preparado para evitar
    que coisas como essas aconteçam,
  99. sem que haja um juiz envolvido.
  100. O que acontece quando não estamos
    mais falando de telefonemas ou cartas?

  101. Atualmente existe uma tecnologia
  102. que torna a obtenção de informações
    de forma fácil e barata
  103. sobre as pessoas comuns.
  104. Os registros das chamadas telefônicas
  105. podem revelar se você tem
    algum vício, qual é a sua religião,
  106. instituições de caridade
    para as quais você faz doações,
  107. e qual candidato político você apóia.
  108. O governo grampeou, de forma abrangente,
  109. os registros de telefonemas
    dos americanos durante anos.
  110. Em 2012, a Convenção
    Nacional dos Republicanos
  111. apresentou uma nova tecnologia,
    que se planejava usar
  112. para o reconhecimento facial, de forma
    a identificar pessoas em meio a multidões
  113. como ativistas ou desordeiros,
    para detê-los, quando necessário.
  114. Atualmente, mais de 50%
    dos adultos americanos
  115. têm seu rosto fotografado pelo governo.
  116. O Departamento de Álcool, Tabaco,
    Armas de Fogo e Explosivos
  117. concebeu um plano
  118. para descobrir americanos
    que frequentam feiras de armas,
  119. usando detectores de placas,
    para mapear as placas dos carros
  120. estacionados nesses eventos.
  121. Atualmente, acredita-se que mais
    de 70% dos departamentos de polícia
  122. possuem tecnologia automática
    de mapeamento de placas,
  123. que está sendo usada
    para rastrear carros pela cidade.
  124. Toda essa informação,
  125. as placas dos carros,
    os rostos fotografados,
  126. o registro dos telefonemas,
    suas listas de endereços e de amigos,
  127. as fotos que você gravou
    no Dropbox ou no Google Fotos,
  128. e, às vezes, até suas conversas e e-mails,
  129. não estão protegidos
    por um mandado judicial.
  130. Isso que dizer que toda essa
    informação sobre pessoas comuns
  131. está disponível atualmente
    com custos muito baixos.
  132. É a época de ouro para a espionagem.
  133. Os pais vão entender o que isso significa.

  134. Quando você tem
    um bebezinho, muito novinho,
  135. ele não consegue sair do berço.
  136. Mas quando sua garotinha fica mais velha
  137. e consegue sair do berço,
  138. você diz a ela: "Não saia do berço!"
  139. Os pais sabem o que vai acontecer.
    Alguns vão sair do berço.
  140. Essa é a diferença
    entre capacidade e permissão.
  141. O mesmo vale para o governo.
  142. Ele não tinha a capacidade
  143. de fazer uma vigilância maciça
    de centenas de milhões de americanos
  144. e abusar da informação.
  145. Agora o governo cresceu
    e existe toda essa tecnologia.
  146. O governo tem essa capacidade
  147. e isso significa que a lei
    é mais importante do que nunca.
  148. A lei deveria estabelecer quando
    o governo tem permissão de espionar
  149. para garantir que haja algum
    tipo de implicação.
  150. Percebe-se quando essas leis são violadas
  151. e isso resulta em algum tipo
    de implicação ou punição.
  152. A lei é mais importante do que nunca,
    porque vivemos em um mundo
  153. em que somente a regulamentação
    evita que o governo abuse da informação.
  154. Mas a lei perdeu sua eficácia.

  155. Especificamente, desde 11
    de setembro, a lei perdeu força
  156. e não existe a regulamentação necessária.
  157. Estamos vendo as implicações disso.
  158. Os centros de integração
    são as forças-tarefa conjuntas
  159. entre os governos
    local, estadual e federal,
  160. que estão determinados
    a descobrir terrorismo doméstico.
  161. Vimos os relatório
    dos centros de integração,
  162. que dizem que alguém pode ser perigoso,
  163. se votou num determinado candidato,
  164. se possui uma bandeira "Don't Tread On Me"
  165. ou assistiu filmes contra impostos.
  166. Os mesmos centros de integração
    espionaram grupos muçulmanos
  167. e "Quakers", que resistem ao recrutamento
    militar nas escolas secundárias.
  168. A Receita Federal auditou
    desproporcionalmente
  169. grupos que têm as palavras
    "Tea Party" ou "Patriot" no nome.
  170. Agora, a alfândega
    e a patrulha de fronteira
  171. estão parando as pessoas
    que entram no país
  172. e exigindo as senhas
    de suas redes sociais,
  173. o que permite ver quem são
    seus amigos, o que dizem
  174. e até mesmo se fazendo passar por eles.
  175. Defensores das liberdades civis, como eu,

  176. têm tentado chamar a atenção
    das pessoas para esse tipo de coisa
  177. e lutar contra isso há muito tempo.
  178. Este foi um grande problema
    durante o governo de Obama,
  179. mas agora o problema é pior.
  180. Quando o Departamento de Polícia
    de Nova York espiona muçulmanos,
  181. ou um departamento
    de polícia usa detectores de placas
  182. para descobrir onde
    os cônjuges dos oficiais estão,
  183. ou esse tipo de coisa,
    fica extremamente perigoso.
  184. Mas quando um presidente altera o poder
    dos órgãos federais de espionagem
  185. para retaliar a oposição, isso é tirania.
  186. Somos todos ativistas
  187. e tememos a espionagem.
  188. Mas, como na época de Martin Luther King,
  189. podemos melhorar as coisas.
  190. Em primeiro lugar, use criptografia.

  191. A criptografia protege suas informações
  192. da espionagem barata e oportunista.
  193. É a volta da idade de ouro da espionagem.
  194. Em segundo lugar, apoie
    a reestruturação da vigilância.

  195. Você sabia que, se você tiver um amigo
  196. que trabalha para
    os governos francês ou alemão,
  197. para um grupo internacional
    de direitos humanos
  198. ou para uma empresa
    internacional de petróleo,
  199. ele é um alvo estrangeiro
    legítimo da inteligência?
  200. Isso significa que quando
    você conversa com esse amigo,
  201. o governo dos EUA pode
    reunir essas informações.
  202. Quando essas informações são reunidas,
  203. mesmo que sejam conversas com americanos,
    elas podem ser enviadas ao FBI,
  204. que tem a permissão para
    pesquisar tudo, sem um mandado,
  205. sem um motivo plausível, procurando
    informações sobre americanos
  206. e quaisquer crimes
    que se possam ter cometido
  207. sem a necessidade de documentar
    qualquer tipo de suspeita.
  208. A lei que permite
    que essas coisas aconteçam
  209. é a Seção 702 da "FISA Amendments Act",
  210. e teremos uma ótima oportunidade este ano,
  211. porque a Seção 702
    vai expirar no final de 2017,
  212. o que significa que a inércia
    do Congresso está do nosso lado
  213. para fazermos a reforma.
  214. Podemos pressionar nossos representantes
  215. para implementar reformas
    importantes nesta lei
  216. e proteger nossos dados desses abusos.
  217. Uma das razões pelas quais
    as coisas ficaram tão fora de controle

  218. é que muito do que acontece
    com a espionagem,
  219. a tecnologia, as regras de habilitação
  220. e as políticas que estão lá
    para nos proteger ou não,
  221. são secretas ou confidenciais.
  222. Precisamos de transparência
    e precisamos saber, como americanos,
  223. o que o governo está fazendo em nosso nome
  224. de modo que a espionagem
    e o uso da informação
  225. seja reconhecido democraticamente.
  226. Somos todos ativistas,

  227. temos que nos preocupar com a espionagem.
  228. Mas, como na época de Martin Luther King,
  229. há coisas que podemos fazer.
  230. Então, venha trabalhar comigo.
  231. Obrigada.

  232. (Aplausos)