Portuguese subtitles

← O mito dos dois maiores guerreiros da Irlanda — Iseult Gillespie

Get Embed Code
21 Languages

Showing Revision 3 created 08/27/2020 by Margarida Ferreira.

  1. Cú Chulainn, herói do Ulster,
    estava no vau em Cooley,
  2. pronto a enfrentar sozinho
    um exército inteiro
  3. — tudo por causa de um touro.
  4. O exército em questão pertencia
    à Rainha Meadhbh de Connaught.

  5. Furiosa por o marido possuir
    um touro branco de força descomunal,
  6. estava decidida a capturar
    o lendário touro castanho do Ulster
  7. a qualquer preço.
  8. Infelizmente, o Rei do Ulster
    tinha escolhido esse momento

  9. para forçar a deusa Macha
  10. a fazer uma corrida no seu carro,
    embora grávida.
  11. Em retaliação, ela castigou-o,
    e ao seu exército, com dores de estômago
  12. semelhantes estranhamente a dores de parto
    — a todos exceto Cú Chulainn.
  13. Embora fosse o melhor guerreiro do Ulster,

  14. Cú Chulainn sabia que não podia
    vencer todo o exército da Rainha Meadhbh
  15. ao mesmo tempo.
  16. Invocou o sagrado ritual
    do combate a sós
  17. para lutar com os invasores
    um por um.
  18. Mas, quando o exército
    da Rainha Meadhbh se aproximou,
  19. havia uma coisa que o preocupava mais
    que a prova extenuante que se avizinhava.
  20. Anos antes, Cú Chulainn tinha
    viajado até à Escócia

  21. para treinar com a famosa
    guerreira Scáthach.
  22. Aí, conhecera um jovem guerreiro
    de Connaught chamado Ferdiad.
  23. Tinham vivido e treinado lado a lado
    e depressa se tornaram grandes amigos.
  24. Quando regressaram às respetivas casas,

  25. Cú Chulainn e Ferdiad encontraram-se
    em campos opostos da guerra.
  26. Cú Chulainn sabia que Ferdiad
    estava a marchar no exército de Meadhbh
  27. e que, se conseguisse
    derrotar as suas tropas
  28. em breve se encontrariam.
  29. Dia após dia, Cú Chulainn
    defendeu o Ulster sozinho.

  30. Enviou as cabeças de alguns adversários
    para o acampamento de Meadhbh,
  31. enquanto as águas revoltas do vau
    arrebatavam outras.
  32. Por vezes, entrava em transe
  33. e chacinava centenas de soldados
    uns atrás dos outros.
  34. Sempre que via a rainha à distância,
    atirava-lhe pedras,
  35. sem nunca a atingir,
  36. mas uma delas chegou ao ponto de derrubar
    um esquilo que estava no ombro dela.
  37. No acampamento de Connaught,
    Ferdiad mantinha-se afastado

  38. fazendo tudo o que podia
    para evitar o momento
  39. em que teria de enfrentar
    em combate o seu melhor amigo.
  40. Mas a Rainha estava impaciente
    para deitar a mão ao apreciado touro
  41. e sabia que Ferdiad era a sua melhor
    hipótese de derrotar Cú Chulainn.
  42. Por isso, apertou com ele
    e pôs em dúvida a honra dele
  43. até ele não ter
    outra hipótese senão lutar.
  44. Os dois enfrentaram-se no vau,
    exatamente iguais em força e perícia,

  45. quaisquer que fossem as armas que usassem.
  46. Depois, no terceiro dia da sua luta,
    Ferdiad começou a mostrar vantagem
  47. sobre o exausto Cu Chulainn.
  48. Mas Cu Chulainn tinha um último
    truque na manga:

  49. a professora tinha-lhe contado
    um segredo, só a ele.
  50. Tinha-lhe dito como invocar o Gáe Bulg,
  51. uma lança mágica fabricada
    com os ossos de monstros marinhos
  52. que jazia no fundo do oceano.
  53. Cu Chulainn invocou a lança,
  54. desfechou um golpe mortal em Ferdiad
  55. e desmaiou.
  56. Meadhbh aproveitou a oportunidade
    e correu com o resto do exército

  57. para capturar o touro castanho.
  58. Por fim, os homens do Ulster foram
    recuperando da sua doença mágica
  59. e correram em perseguição dela.
  60. Mas era tarde demais. A Rainha Meadhbh
    atravessou a fronteira incólume
  61. levando o touro castanho com ela.
  62. Depois de voltar à sua terra,
    Meadhbh exigiu outra batalha,

  63. desta vez entre o touro castanho
    e o touro branco do marido.
  64. Os touros eram equilibrados em força
    e lutaram pela noite dentro,
  65. arrastando-se um ao outro
    por toda a Irlanda.
  66. Por fim, o touro castanho
    matou o touro branco

  67. e a Rainha Meadhbh
    finalmente ficou satisfeita.
  68. Mas a vitória do touro castanho
    não significou nada para ele.
  69. Estava cansado, ferido e exausto.
  70. Pouco depois, morreu
    com uma paragem do coração,
  71. deixando atrás de si uma terra
  72. que se manteria devastada
    pela guerra de Meadhbh
  73. durante muitos anos.