Return to Video

Truques simples para uma vida com Parkinson

  • 0:01 - 0:04
    Na Índia, temos famílias enormes.
  • 0:04 - 0:07
    Muitos de vocês
    já devem ter ouvido falar sobre isso.
  • 0:07 - 0:10
    O que significa muitos eventos familiares.
  • 0:10 - 0:14
    Em criança, os meus pais
    arrastavam-me para estes eventos.
  • 0:14 - 0:18
    Mas a única coisa
    pela qual eu ansiava
  • 0:18 - 0:20
    era brincar com os meus primos.
  • 0:20 - 0:22
    E havia sempre este tio
  • 0:22 - 0:24
    que costumava lá estar,
  • 0:24 - 0:26
    sempre pronto para brincar connosco,
  • 0:26 - 0:28
    para jogar connosco,
  • 0:28 - 0:30
    dava-nos os melhores dias
    da nossa vida.
  • 0:31 - 0:33
    Ele era extremamente bem sucedido:
  • 0:33 - 0:36
    era confiante e poderoso.
  • 0:36 - 0:41
    Mas depois vi a saúde desta pessoa
    sadia e amável deteriorar-se.
  • 0:41 - 0:44
    Foi diagnosticado
    com a doença de Parkinson.
  • 0:45 - 0:49
    Parkinson é uma doença que causa
    a degeneração do sistema nervoso,
  • 0:49 - 0:52
    o que significa que, para esta pessoa,
    outrora independente.
  • 0:52 - 0:55
    coisas como beber café,
    de repente,
  • 0:55 - 0:58
    passam a ser muito difíceis
    devido aos tremores.
  • 0:58 - 1:00
    O meu tio começou a usar um andarilho,
  • 1:00 - 1:02
    e para se virar,
  • 1:02 - 1:06
    tinha, literalmente, de dar
    um passo de cada vez, assim,
  • 1:06 - 1:08
    o que demorava séculos.
  • 1:08 - 1:12
    Então esta pessoa, que costumava
    ser o centro das atenções
  • 1:12 - 1:14
    em todos os eventos familiares,
  • 1:14 - 1:16
    passou a esconder-se atrás dos outros.
  • 1:17 - 1:20
    Escondia-se dos olhares
    de pena das pessoas.
  • 1:20 - 1:23
    E ele não é caso único no mundo.
  • 1:23 - 1:29
    Todos os anos, 60 000 pessoas
    são diagnosticadas com Parkinson,
  • 1:29 - 1:31
    e este número está a aumentar.
  • 1:32 - 1:38
    Como "designers", sonhamos em
    resolver estes problemas multifacetados,
  • 1:38 - 1:41
    uma solução para resolver tudo,
  • 1:41 - 1:43
    mas não tem de ser sempre assim.
  • 1:44 - 1:47
    Podemos focar-nos em problemas simples
  • 1:47 - 1:51
    e criar pequenas soluções
    e eventualmente causar grande impacto.
  • 1:51 - 1:55
    O meu objetivo não era encontrar
    a cura para a doença de Parkinson,
  • 1:55 - 1:58
    mas sim tornar as tarefas diárias
    muito mais simples,
  • 1:58 - 2:00
    e então causar impacto.
  • 2:00 - 2:04
    Bem, o primeiro problema
    são os tremores, certo?
  • 2:04 - 2:09
    O meu tio disse-me que tinha deixado
    de beber café e chá em público
  • 2:09 - 2:11
    por vergonha,
  • 2:11 - 2:15
    então, desenhei um copo anti-derrames.
  • 2:15 - 2:18
    Funciona apenas com base na sua forma.
  • 2:18 - 2:23
    A curva no topo desvia o líquido
    para dentro, quando ele tem tremores.
  • 2:23 - 2:26
    Assim, o líquido nunca sai
    ao contrário de um copo normal.
  • 2:27 - 2:32
    Mas o importante é não classificar isto
    como um produto para doentes de Parkinson
  • 2:32 - 2:36
    Parece um copo que pode ser usado
    por mim, por vocês ou alguém desajeitado.
  • 2:36 - 2:41
    Torna-se reconfortante para eles,
    passam despercebidos.
  • 2:42 - 2:45
    Bom, um problema resolvido,
  • 2:45 - 2:46
    faltam ainda muitos mais.
  • 2:47 - 2:49
    Fazia tudo isto enquanto o entrevistava
  • 2:49 - 2:51
    e o questionava.
  • 2:51 - 2:54
    Entretanto, apercebi-me de que estava
    a ter informações muito superficiais
  • 2:54 - 2:57
    ou apenas respostas às minhas perguntas
  • 2:57 - 3:00
    Precisava de ir mais fundo
    para ter uma nova perspetiva.
  • 3:01 - 3:05
    Então pensei, vamos observá-lo
    nas suas tarefas diárias,
  • 3:05 - 3:07
    enquanto ele come, enquanto ele vê TV.
  • 3:08 - 3:12
    Então, quando estava a observá-lo
    a ir para a mesa de jantar,
  • 3:12 - 3:17
    apercebi-me, este homem que tem
    tanta dificuldade em andar em chão plano,
  • 3:17 - 3:19
    como é que ele consegue subir escadas?
  • 3:19 - 3:23
    Na Índia não temos cadeiras elevatórias
    que nos levam ao cimo das escadas,
  • 3:23 - 3:25
    como nos países desenvolvidos.
  • 3:25 - 3:28
    Temos literalmente de subir as escadas.
  • 3:28 - 3:29
    Então ele disse-me:
  • 3:29 - 3:32
    " Bem, deixa-me mostrar-te como faço"
  • 3:32 - 3:34
    Vamos ver o que vi.
  • 3:37 - 3:40
    Ele demorou imenso tempo
    para ficar nesta posição.
  • 3:40 - 3:41
    Enquanto isso, eu pensava:
  • 3:42 - 3:44
    "Oh meu Deus, será que ele vai conseguir?
  • 3:44 - 3:46
    "ele vai mesmo fazer isto
    sem o andarilho?"
  • 3:46 - 3:48
    E depois...
  • 3:51 - 3:53
    (Risos)
  • 3:57 - 3:59
    ... depois vira-se e sobe facilmente.
  • 4:01 - 4:03
    Chocados?
  • 4:03 - 4:05
    Eu também fiquei.
  • 4:07 - 4:11
    Esta pessoa que não conseguia
    andar em chão plano
  • 4:11 - 4:13
    torna-se um profissional a subir escadas.
  • 4:14 - 4:18
    Ao pesquisar, aprendi que
    é por ser um movimento contínuo.
  • 4:18 - 4:22
    Um outro homem
    que sofre dos mesmos sintomas
  • 4:22 - 4:23
    e usa um andarilho,
  • 4:23 - 4:25
    no momento em que
    é posto numa bicicleta,
  • 4:25 - 4:27
    todos os sintomas desaparecem,
  • 4:27 - 4:29
    porque é um movimento
    continuo.
  • 4:30 - 4:34
    Era importante para mim transportar
    esta sensação de subir as escadas
  • 4:34 - 4:36
    para o chão plano.
  • 4:36 - 4:39
    Tentámos e testámos
    muitas ideias com ele,
  • 4:39 - 4:42
    mas aquela que finalmente
    resultou, foi esta.
  • 4:42 - 4:43
    Vamos ver.
  • 4:46 - 4:48
    (Risos)
  • 4:49 - 4:52
    (Aplausos)
  • 4:53 - 4:55
    Muito mais rápido, não foi?
  • 4:55 - 4:58
    (Aplausos)
  • 4:59 - 5:02
    Chamo-lhe ilusão de escadaria.
  • 5:02 - 5:06
    Na verdade, quando a ilusão
    acabou, ele paralisou.
  • 5:07 - 5:09
    A isto chama-se paralisação da marcha.
  • 5:09 - 5:10
    Acontece muitas vezes.
  • 5:10 - 5:14
    Então, porque não ter uma ilusão
    por todas as divisões,
  • 5:14 - 5:16
    para se sentirem
    muito mais confiantes?
  • 5:17 - 5:20
    Sabem, nem sempre
    a tecnologia é a resposta.
  • 5:20 - 5:23
    O que precisamos é de soluções
    centradas no ser humano.
  • 5:23 - 5:25
    Podia facilmente criar uma projeção,
  • 5:25 - 5:28
    ou uns óculos Google, ou algo do género,
  • 5:28 - 5:30
    mas mantive uma impressão simples no chão.
  • 5:30 - 5:33
    Esta impressão pode ser usada em hospitais
  • 5:33 - 5:36
    para se sentirem bem-vindos.
  • 5:37 - 5:40
    O que desejo é que cada
    doente de Parkinson
  • 5:40 - 5:42
    se sinta como o meu tio
    se sentiu naquele dia.
  • 5:42 - 5:46
    Ele disse-me que o fiz sentir-se
    como nos bons velhos tempos.
  • 5:48 - 5:51
    "Inteligente" nos dias de hoje
    tornou-se sinónimo de alta tecnologia,
  • 5:52 - 5:55
    e o mundo está a ficar mais inteligente
    a cada dia que passa.
  • 5:56 - 6:00
    Mas porque não pode a inteligência
    ser algo simples e eficiente?
  • 6:00 - 6:04
    Tudo o que precisamos é de um pouco
    de empatia e alguma curiosidade,
  • 6:04 - 6:07
    ir para a rua e observar.
  • 6:07 - 6:08
    Mas não paremos por aí.
  • 6:09 - 6:12
    Procuremos estes problemas complexos.
    Não tenham medo deles.
  • 6:12 - 6:16
    Quebrem-nos, transformem-nos
    em problemas mais pequenos
  • 6:16 - 6:18
    e depois encontrem
    soluções simples para eles.
  • 6:18 - 6:21
    Testem essas soluções,
    falhem se necessário,
  • 6:21 - 6:24
    mas com novas ideias para melhorar.
  • 6:24 - 6:28
    Imaginem o que poderíamos fazer
    se todos encontrássemos soluções simples.
  • 6:29 - 6:32
    Como seria o mundo se combinássemos
    todas as nossas soluções?
  • 6:33 - 6:36
    Vamos tornar o mundo mais inteligente,
    mas com simplicidade.
  • 6:36 - 6:37
    Obrigada.
  • 6:37 - 6:40
    (Aplausos)
Title:
Truques simples para uma vida com Parkinson
Speaker:
Mileha Soneij
Description:

As soluções simples são muitas vezes as melhores, mesmo quando lidamos com algo tão complicado como a doença de Parkinson. Nesta palestra inspiradora, Mileha Soneij partilha os seus "designs" simples que tornam as tarefas diárias daqueles que têm de viver com Parkinson um pouco mais fácil. "A tecnologia nem sempre é a resposta", diz ela. "O que precisamos é de soluções centradas no ser humano."

more » « less
Video Language:
English
Team:
TED
Project:
TEDTalks
Duration:
06:57

Portuguese subtitles

Revisions