Return to Video

Uma resposta abrangente e de bairro à COVID-19

  • 0:01 - 0:03
    Kwame: Boa noite.
  • 0:03 - 0:06
    É um prazer trabalhar
    na Harlem Children's Zone,
  • 0:06 - 0:09
    uma organização afro-americana
    que tem sido pioneira
  • 0:09 - 0:14
    na área dos serviços abrangentes e locais,
    do berço até à profissão.
  • 0:14 - 0:17
    Esta palavra "abrangente"
    é fundamental para o que fazemos.
  • 0:18 - 0:19
    A maioria das intervenções
  • 0:19 - 0:22
    focam-se numa peça de um "puzzle"
    complicado e gigante.
  • 0:22 - 0:25
    Mas isso não é suficiente
    para resolver o "puzzle".
  • 0:25 - 0:28
    Não se resolve a educação
    sem entender o contexto doméstico
  • 0:28 - 0:31
    ou o ambiente do lar
    do jovem aluno.
  • 0:31 - 0:35
    Ou o contexto mais amplo da saúde,
    da nutrição e da justiça criminal.
  • 0:36 - 0:39
    A unidade de mudança para nós
    não é a criança individualmente,
  • 0:39 - 0:41
    é o bairro inteiro.
  • 0:41 - 0:44
    Têm de se fazer várias coisas
    ao mesmo tempo.
  • 0:45 - 0:48
    Nós temos 20 anos de informações
    que provam que isto funciona.
  • 0:48 - 0:51
    Já tivemos 7000 graduados
    do nosso infantário,
  • 0:51 - 0:55
    eliminámos a distinção
    negros-brancos nas nossas escolas.
  • 0:55 - 0:58
    Diminuímos a taxa de obesidade
    nos nossos programas de saúde
  • 0:58 - 1:01
    e temos quase 1000 estudantes
    matriculados na universidade.
  • 1:02 - 1:05
    Criámos uma rede de serviços
    de malha tão estreita
  • 1:05 - 1:07
    que ninguém escapa pelos buracos.
  • 1:08 - 1:10
    E inspirámos profissionais globais.
  • 1:10 - 1:13
    Tivemos mais de 500 comunidades
    por todos os EUA
  • 1:14 - 1:15
    e mais de 70 países
  • 1:15 - 1:17
    visitaram-nos
    para aprender o nosso modelo.
  • 1:18 - 1:21
    Como vêem, os problemas do globo,
    e os problemas do mundo,
  • 1:21 - 1:24
    não se arrumam ordenadamente
    isolados em gavetas.
  • 1:25 - 1:27
    Portanto, as soluções
    devem ser abrangentes,
  • 1:27 - 1:29
    devem ser holísticas.
  • 1:29 - 1:32
    Agora estamos no meio
    de uma pandemia global.
  • 1:33 - 1:37
    A COVID-19 tem-nos mostrado
    o que sempre soubemos ser verdade.
  • 1:37 - 1:42
    Os mais pobres pagam o preço mais alto,
    com as suas vidas e a sua subsistência.
  • 1:42 - 1:47
    E isso decorre todos os dias
    dentro da comunidade afro-americana,
  • 1:47 - 1:50
    em que estamos 3,6 vezes mais
    em risco de morrer de COVID
  • 1:50 - 1:52
    do que os brancos nas mesmas condições.
  • 1:52 - 1:55
    Temos visto essas disparidades na saúde
    na área de Nova Iorque,
  • 1:55 - 1:57
    o epicentro da nossa nação.
  • 1:57 - 2:00
    E para compor o impacto
    das disparidades na saúde,
  • 2:00 - 2:03
    há uma devastação económica significativa,
  • 2:03 - 2:05
    em que uma em quatro famílias em Harlem
  • 2:05 - 2:06
    regista insegurança alimentar
  • 2:06 - 2:11
    e 57% regista perda de vencimento
    ou perda de emprego.
  • 2:12 - 2:16
    Mas, para entender melhor o trabalho
    da Harlem Children's Zone,
  • 2:16 - 2:18
    quero partilhar uma história convosco,
  • 2:18 - 2:20
    sobre um aluno do 2.º ano chamado Sean.
  • 2:21 - 2:22
    O Sean é um rapaz negro bonito
  • 2:22 - 2:26
    cujo sorriso ilumina sempre
    a espaço em que se encontra.
  • 2:27 - 2:29
    E, quando a quarentena começou em Março,
  • 2:29 - 2:32
    notámos que o Sean
    não estava a assistir às aulas virtuais.
  • 2:32 - 2:34
    Depois de alguma investigação,
  • 2:34 - 2:38
    descobrimos que a mãe do Sean
    estava hospitalizada com COVID.
  • 2:38 - 2:42
    E ele estava em casa
    com a avó e o irmão bebé,
  • 2:42 - 2:44
    e era o único sistema de apoio viável,
  • 2:44 - 2:46
    desde que o pai do Sean fora preso.
  • 2:47 - 2:48
    A avó estava a ter dificuldades.
  • 2:48 - 2:50
    Não havia muita comida em casa,
  • 2:50 - 2:52
    poucas fraldas,
  • 2:52 - 2:54
    e o Sean nem sequer tinha um computador.
  • 2:55 - 2:57
    Quando a mãe saiu do hospital
  • 2:57 - 2:59
    os problemas agravaram-se
  • 2:59 - 3:01
    porque eles já não podiam ficar
    com a avó,
  • 3:01 - 3:03
    devido aos seus problemas
    de saúde anteriores.
  • 3:03 - 3:08
    Por isso, o Sean, o bebé e a mãe
    tiveram de ir para um abrigo.
  • 3:09 - 3:12
    A história do Sean não é incomum
    na Harlem Children's Zone.
  • 3:12 - 3:16
    Sabemos que o Sean e milhões
    como ele, por todo o país
  • 3:16 - 3:19
    merecem ter tudo
    o que este mundo tem para oferecer,
  • 3:19 - 3:22
    sem que a desigualdade
    lhes roube essa oportunidade.
  • 3:23 - 3:24
    Todas as consequências do racismo
  • 3:24 - 3:27
    e a falta de investimento
    histórica e sistémica
  • 3:27 - 3:30
    foram exacerbadas com a COVID-19.
  • 3:31 - 3:33
    O nosso modelo abrangente
  • 3:33 - 3:36
    posiciona a Harlem Children's Zone
    de forma única na luta contra a COVID.
  • 3:37 - 3:39
    O sucesso que temos em Harlem
  • 3:39 - 3:41
    torna-o imperativo
  • 3:41 - 3:44
    e é nossa responsabilidade
    partilharmos o que sabemos que funciona
  • 3:44 - 3:46
    com o país.
  • 3:46 - 3:51
    Desenvolvemos uma resposta abrangente
    de socorro e recuperação à COVID-19
  • 3:51 - 3:52
    para a nossa comunidade,
  • 3:52 - 3:54
    que surgiu da nossa comunidade
  • 3:54 - 3:58
    focada em cinco áreas fundamentais
    de necessidade
  • 3:58 - 4:01
    e que já está a servir
    famílias como a do Sean.
  • 4:01 - 4:03
    São as seguintes:
  • 4:03 - 4:05
    Um, financiamento de emergência.
  • 4:05 - 4:09
    Sabemos que as nossas famílias precisam
    de dinheiro na mão agora mesmo.
  • 4:10 - 4:13
    Dois, proteger os mais vulneráveis.
  • 4:13 - 4:17
    Sabemos que as nossas famílias precisam
    de acesso a bens e informações essenciais.
  • 4:17 - 4:19
    Falo de comida, de máscaras,
  • 4:19 - 4:23
    duma lista de recursos prioritários
    e de campanhas de saúde pública.
  • 4:23 - 4:26
    Três, transpor a divisão digital.
  • 4:26 - 4:29
    Acreditamos que a Internet
    é um direito fundamental.
  • 4:29 - 4:32
    Por isso precisamos de assegurar
    que as famílias têm rede
  • 4:32 - 4:34
    e que todas as crianças do agregado
    em idade escolar
  • 4:34 - 4:37
    têm ferramentas de aprendizagem próprias.
  • 4:37 - 4:39
    Quatro, zero perdas de aprendizagem.
  • 4:39 - 4:42
    Sabemos que há uma geração
    de estudantes em risco
  • 4:42 - 4:44
    de perder um ano inteiro do ensino.
  • 4:45 - 4:49
    Temos de nos certificar que garantimos
    programas virtuais de alta qualidade,
  • 4:49 - 4:53
    para além de termos uma reentrada segura
    planeada para o regresso às aulas.
  • 4:54 - 4:57
    E cinco, mitigar a crise de saúde mental.
  • 4:57 - 4:59
    Há uma geração em risco de ter PSPT,
  • 4:59 - 5:02
    devido à quantidade massiva
    de "stress" tóxico.
  • 5:02 - 5:05
    Precisamos de garantir que
    as famílias têm acesso à tele-saúde
  • 5:05 - 5:08
    e a outros apoios virtuais.
  • 5:08 - 5:13
    Temos seis parceiros fantásticos
    em seis cidades dos EUA
  • 5:13 - 5:17
    que estão a adoptar o nosso modelo
    para o seu contexto de comunidade.
  • 5:17 - 5:20
    São elas Oakland, Minneapolis,
  • 5:20 - 5:24
    Chicago, Detroit, Newark e Atlanta.
  • 5:24 - 5:28
    Para além destes parceiros,
    temos três parceiros nacionais
  • 5:28 - 5:31
    que vão partilhar o nosso modelo
    e as nossas estratégias
  • 5:31 - 5:32
    através da sua rede,
  • 5:32 - 5:36
    para além de aumentarem o nosso impacto
    através da defesa de políticas.
  • 5:37 - 5:39
    Teremos impacto em três níveis.
  • 5:40 - 5:43
    Impacto individual
    no terreno, em Harlem,
  • 5:43 - 5:46
    com uma série de resultados no ensino,
  • 5:46 - 5:47
    na saúde, na economia,
  • 5:47 - 5:50
    chegando a 30 000 pessoas.
  • 5:50 - 5:53
    Há impacto a nível da comunidade
    em seis cidades,
  • 5:54 - 5:56
    mais uma vez, pelos nossos parceiros,
  • 5:56 - 5:59
    que chegará a mais 70 000 pessoas.
  • 5:59 - 6:00
    E depois, o impacto nacional,
  • 6:00 - 6:02
    não apenas através
    da defesa de políticas,
  • 6:02 - 6:05
    mas através de uma capacidade de escala.
  • 6:06 - 6:08
    A nossa resposta ao COVID-19,
  • 6:08 - 6:11
    ao desespero e às desigualdades
    que afectam as nossas comunidades,
  • 6:11 - 6:15
    é equipar os bairros
    com serviços abrangentes.
  • 6:15 - 6:17
    Certamente, não perdemos a esperança.
  • 6:17 - 6:20
    E convidamos-vos a juntarem-se
    às linhas da frente desta guerra.
  • 6:21 - 6:23
    Obrigado.
Title:
Uma resposta abrangente e de bairro à COVID-19
Speaker:
Kwame Owusu-Kesse
Description:

Muitas vezes as intervenções em crises focam-se num aspecto único de um grande e complexo problema, falhando assim no propósito de abarcar um contexto socioeconómico amplo.
Kwame Owusu-Kesse descreve como a Harlem Children's Zone (Zona das Crianças de Harlem) tem abordado a pandemia de forma mais holística, combinando uma rede de serviços de modo a ajudar as comunidades a recuperar e a reconstruírem-se. Descubram mais sobre esta resposta abrangente de socorro e recuperação à COVID-19 focada em cinco áreas de necessidades principais — e sobre os seus planos de expansão nos EUA. (Este plano ambicioso faz parte do Audacious Project — Projecto Audacioso — uma iniciativa TED para inspirar e financiar a mudança global.)

more » « less
Video Language:
English
Team:
TED
Project:
TEDTalks
Duration:
06:36

Portuguese subtitles

Revisions