Portuguese, Brazilian subtitles

← O segredo para ser um autônomo de sucesso

Frequentemente, autônomos ouvem que precisam escolher entre ser criativo e ganhar dinheiro. A consultora financeira Paco de Leon nega esse pensamento e dá conselhos práticos de como você pode se destacar e ser pago pelo que merece.

Get Embed Code
40 Languages

Showing Revision 38 created 12/05/2020 by Elisa Santos.

  1. Eu era muito ruim em ganhar dinheiro.
  2. Era consultora financeira júnior
  3. e ajudava as pessoas
    a gerenciarem suas riquezas.
  4. Mas meu salário era tão baixo
    que comecei a ir trabalhar de bicicleta
  5. para economizar gasolina,
  6. e criei uma horta
    para economizar na alimentação.
  7. Atualmente gerencio
    um escritório de contabilidade
  8. que atende especificamente
    a empresas de criação.
  9. [A Maneira como Trabalhamos]

  10. [Este vídeo conta com o apoio da Dropbox]

  11. Pode parecer estranho
    para uma ex-consultora financeira,

  12. mas não sou fã do capitalismo.
  13. Quase todos com quem trabalho,
    que conheço e amo são artistas,
  14. inclusive eu.
  15. Sei que, devido ao modo
    de funcionamento do sistema,
  16. autônomos e artistas
    são muitas vezes mal pagos.
  17. Eles acham que o foco no dinheiro
    irá corromper sua criatividade,
  18. ou não se consideram bons o bastante
    para ganhar dinheiro.
  19. Mas a verdade é que podemos ser bons nisso

  20. e, na realidade, temos que ser bons
    porque nossa liberdade está em jogo:
  21. nossa liberdade para criar, influenciar
    e usar o poder do dinheiro
  22. para mudar a exploração
    que mantém os artistas falidos.
  23. Não estou mais com dificuldades.

  24. Aprendi muito desde que comecei
    a ser consultora financeira
  25. e quero compartilhar meu conhecimento.
  26. Eis o que aprendi e fiz.
  27. Primeiro: o que você faz.

  28. Ao oferecer seus serviços,
    você tem que saber responder à pergunta:
  29. por que alguém contrataria você
    em vez de seu concorrente?
  30. Se não souber responder,
    seu cliente também não saberá,
  31. ou seja, você não poderá cobrar mais
    pelo que torna seu trabalho especial.
  32. O preço se torna seu diferencial,
    e a negociação, uma disputa pelo cliente.
  33. Seu diferencial pode ser o que você faz,
    por que faz ou como faz:
  34. um quarteto de cordas que toca hip-hop,
  35. uma agência de marketing digital
    para "baby boomers"
  36. ou um cenógrafo conhecido por criar
    lindas miniaturas em papel machê.
  37. Segundo: para quem você faz.

  38. Depois de identificar seu diferencial,
  39. posicione-se para conquistar
    seu cliente ideal.
  40. Para ter eficiência, ajuste seu foco.
  41. Sem foco, você acaba tentando
    ser tudo para todos
  42. e acaba sendo nada para ninguém.
  43. Use uma linguagem
    que capte seu público-alvo.
  44. Crie o tipo de propaganda e de portfólio
    que atraia esse público.
  45. Esteja em lugares reais ou virtuais
    onde seu cliente estiver.
  46. Por exemplo, se você for cinegrafista
  47. e quiser trabalhar para uma empresa
    com o propósito de levar água potável
  48. a lugares com escassez,
  49. crie um vídeo que mostre como um filme
    pode levar as pessoas a agirem.
  50. Terceiro: na hora de negociar,
    entenda o valor real que você produz.

  51. Você não está sendo pago
    só pelo tempo que trabalhou em um projeto,
  52. mas por tudo que aprendeu
    e fez durante anos,
  53. que tornaram você excelente
    no que faz hoje.
  54. Faça a si mesmo algumas perguntas.
  55. Como seu serviço impacta o cliente final?
  56. Como você cria soluções
    que resultam em economia?
  57. Quanto dinheiro seu cliente pode ganhar
    com um produto que você o ajudou a criar?
  58. Por exemplo, se você for um autônomo
  59. que ajuda "YouTubers" a desenvolverem
    produtos como camisetas e bonés,
  60. mostre quanto dinheiro
    você os ajudou a ganharem.
  61. Ou, se criou um programa de treinamento
    em diversidade e inclusão para empresas,
  62. diga quanto a empresa economiza
    ao comprar seu produto
  63. em vez de desenvolvê-lo internamente.
  64. Quarto: certifique-se de que seu preço
    inclua impostos, custos indiretos e lucro.

  65. Como autônomo, você é seu próprio negócio.
  66. Então você é responsável por propaganda,
  67. contabilidade, impostos,
    questões jurídicas, seguro,
  68. custos indiretos e lucro.
  69. Se você cobrar pouco,
  70. estará negociando contra si mesmo.
  71. E se um cliente potencial
    reclamar de seu preço,
  72. não se desculpe.
  73. Só diga a ele que você dirige uma empresa
    e terá prejuízo se cobrar menos.
  74. Em vez de corromper sua criatividade,

  75. o foco no ganho de dinheiro
    pode, na verdade, melhorá-la,
  76. dando a você a liberdade de escolha.
  77. Quando você ganha o suficiente
  78. trabalhando com clientes
    que valorizam seu trabalho,
  79. não precisa se comprometer
    com quem não o valoriza.