Return to Video

02-26 Equality Comparisons

  • 0:00 - 0:03
    Tudo o que fizemos atá agora foi bastante limitado --
  • 0:03 - 0:06
    fazemos a mesma coisa para todos os dados.
  • 0:06 - 0:09
    Não podemos fazer nada que realmente dependa do que o dados seja.
  • 0:09 - 0:12
    O que vamos fazer em seguida é aprender uma maneira de fazer o código se comportar de modo diferente,
  • 0:12 - 0:14
    com base em decisões.
  • 0:14 - 0:17
    A primeira coisa que vamos fazer é aprender como fazer comparações,
  • 0:17 - 0:20
    de modo que tenhamos uma maneira de testar, e decidir o que fazer.
  • 0:20 - 0:24
    Python provê vários oeradores diferentes para fazer comparações.
  • 0:24 - 0:26
    Existem operadores similares aos que usamos em matemática:
  • 0:26 - 0:29
    temos <, que compara 2 números;
  • 0:29 - 0:30
    temos >;
  • 0:30 - 0:33
    temos <= e coisas como essas.
  • 0:33 - 0:39
    Todos esses operam sobre números. Então, podemos ter um número seguido de
  • 0:39 - 0:43
    u operador de comparação, seguido de outro número.
  • 0:43 - 0:47
    Isso é muito semelhante à gramática que vimos anteriormente, para expressões aritméticas,
  • 0:47 - 0:50
    mas, ao invés de ter + ou * aqui,
  • 0:50 - 0:52
    temos algo que faz uma comparação.
  • 0:52 - 0:54
    O resultado de uma comparação, entretanto, não é um número,
  • 0:54 - 0:59
    é um valor Booleano, ou do tipo Boolean -- um Boolean pode ser uma de 2 coisas:
  • 0:59 - 1:04
    ele pode ser o valor True, ou o valor false.
  • 1:04 - 1:07
    Vamos ver alguns exemplos no interperetador Python.
  • 1:07 - 1:10
    Primeiro, vou usar <, para comparar 2 e 3.
  • 1:10 - 1:14
    Então 2 é menor que 3 e, portanto, esperamos que o resultado seja True.
  • 1:14 - 1:17
    Quando executamos isso, vemos que o resultado é True.
  • 1:17 - 1:21
    Se comparamos com um número maior que 3, diagmos 21 < 3,
  • 1:21 - 1:23
    o resultado é False.
  • 1:23 - 1:26
    Podemos ter qualquer expressão que desejarmos em uma comparação --
  • 1:26 - 1:29
    por exemplo, 7*3 < 21.
  • 1:29 - 1:33
    Quando executamos isso, também obtemos False, porque 7*3 = 21,
  • 1:33 - 1:36
    que não é maior que 21.
  • 1:36 - 1:40
    Outro operador de comparação que podemos usar é !=.
  • 1:40 - 1:44
    != significa diferente.
  • 1:44 - 1:50
    Então, 73 != 21 é False, porque 73 é igual a 21.
  • 1:50 - 1:56
    Se queremos fazer comparação de igualdade, usamos o operador ==,
  • 1:56 - 1:57
    usamod 2 sinais de =.
  • 1:57 - 1:59
    Chamamos isso de igual igual.
  • 1:59 - 2:05
    Então, agora temos 7*3 == 21, e o resultado é True.
  • 2:05 - 2:08
    Agora vamos fazer um teste para ver se você pode descobrir porque precisamos usar
  • 2:08 - 2:11
    o == aqui, ao invés de simplesmente =.
  • 2:14 - 2:19
    A questão é, porque a comparação de igualdade é feita usando ==,
  • 2:19 - 2:24
    com dois =, ao invés de um único sinal =?
  • 2:24 - 2:29
    As respostas possíveis são: Porque = significa aproximadamente igual,
  • 2:29 - 2:32
    e queremos fazer comparação de igualdade exata.
  • 2:32 - 2:36
    Porque precisamos usar 2 caracteres para a comparação de diferente,
  • 2:36 - 2:38
    e queremos que a igualdade tenha o mesmo comprimento.
  • 2:38 - 2:42
    Porque Guido, o projetista de Python, realmente gosta de sinais de =.
  • 2:42 - 2:45
    Porque um único = significa atribuição.
  • 2:45 - 2:49
    Ou não tem importância, podemos usar tanto == como =.
Title:
02-26 Equality Comparisons
Description:

02-26 Comparação de Igualdade

more » « less
Video Language:
English
Team:
Udacity
Project:
CS101 - Intro to Computer Science
Duration:
02:50

Portuguese, Brazilian subtitles

Revisions