YouTube

Got a YouTube account?

New: enable viewer-created translations and captions on your YouTube channel!

Portuguese, Brazilian subtitles

← BrightFarms - uma revolução na cadeia de fornecimento de produtos | Paul Lightfoot | TEDxManhattan

Get Embed Code
8 Languages

Showing Revision 70 created 03/19/2019 by Raissa Mendes.

  1. Algumas vezes, sentimos
    que precisamos de uma revolução
  2. quando pensamos nos desafios
    que enfrentamos hoje em dia:
  3. crises financeiras, impasses políticos,
  4. energia, meio ambiente,
  5. a comida com que alimentamos
    nossas famílias.
  6. Mas não acho que devemos
    ficar desencorajados.
  7. E hoje vou contar
    a história da BrightFarms.
  8. Mas também quero que isso seja um exemplo,
  9. para nós como líderes,
    como ativistas e como cidadãos,
  10. um exemplo para pensarmos
  11. como alguns dos maiores problemas
    e desafios da nossa geração
  12. podem ser transformados
    nas maiores oportunidades de negócio.
  13. Quero começar olhando um pouco para trás.
  14. Por favor, levante a mão
    quem trabalhava na indústria alimentícia
  15. cinco anos atrás.
  16. Uau! Mais da metade.
  17. Vamos precisar dessa experiência.
  18. Eu não estava nessa indústria.
  19. Estava administrando um negócio
  20. que aprimorou as cadeias de suprimentos
    de grandes varejistas e seus fornecedores.
  21. Eu tinha o objetivo singular
  22. de tornar mais eficientes
  23. os sistemas que traziam
    mercadorias para as lojas.
  24. E deixem-me dizer, estou programado
  25. para viver, respirar
    e, sim, comer "eficiência".
  26. Tenho uma placa de carro
    que está escrito "Eficiente".
  27. (Risos)
  28. É verdade, eu tenho.
  29. Quando segui minha paixão,
    e entrei na indústria de alimentos
  30. e mergulhei na cadeia
    de suprimentos de produtos,
  31. encontrei um sistema contraditório.
  32. Nossa cadeia de suprimentos de produtos
    é incrivelmente eficiente e ineficiente,
  33. tudo ao mesmo tempo.
  34. Primeiro, vejam o porquê
    dela ser eficiente.
  35. Ela produz enormes quantidades
    de alimentos a preços baixos.
  36. E agora vejam o porquê
    dela ser ineficiente.
  37. Nossos produtos frescos
    suportam viajar bem,
  38. mas não mantêm o sabor.
  39. Na realidade, cultivamos produtos
    para viajar e não para comer.
  40. O sistema gera doenças de origem alimentar
  41. e está destruindo o meio ambiente.
  42. Nossa cadeia de produtos frescos
    é industrializada e centralizada
  43. a tal ponto de utilizar muita terra,
  44. água, petróleo bruto e gás natural.
  45. Quanto mais eu aprendia, mais percebia
  46. que, com todas as boas intenções
    de alimentar o mundo,
  47. partes da cadeia de abastecimento
    não são apenas ineficientes,
  48. elas são tóxicas.
  49. Se o TED tem a ver com inspiração,
    eu estava inspirado.
  50. Eu estava inspirado a repensar
    a cadeia de suprimentos de produtos.
  51. Mais do que inspirado.
  52. Eu me senti compelido a desenvolver
    uma cadeia de suprimentos alternativa:
  53. uma que eliminasse essas ineficiências
  54. e que priorizasse os agricultores,
  55. comida de qualidade, nossa saúde,
  56. e o meio ambiente,
  57. e ainda produzisse grandes quantidades
    de alimentos a preços baixos.
  58. Quero fazer uma pausa por um segundo.
  59. Quero que cada um de vocês
    imagine o melhor tomate
  60. que viram ano passado.
  61. Conseguiram?
  62. Levantem a mão se ele veio
    de um supermercado.
  63. (Risos)
  64. Não acredito que ninguém tenha levantado.
  65. (Risos)
  66. Embora não esteja surpreso
    com esse resultado.
  67. As pessoas visualizam o tomate
    no mercado dos agricultores,
  68. provavelmente muitas delas;
  69. em hortas e restaurantes.
  70. Praticamente ninguém, ou talvez neste caso
    literalmente ninguém, diz supermercados,
  71. até quando faço a pergunta
    a executivos de supermercados.
  72. (Risos)
  73. É sério.
  74. O tomate que imaginei foi produzido
    por uma criança de seis anos,
  75. minha filha linda, Emília, na nossa horta.
  76. Emília e eu gostamos de dizer que o amor
    é o ingrediente mais importante da comida,
  77. e que encontramos amor na comida
    que alguém plantou e preparou
  78. para alguém com quem ela se importa.
  79. O tomate de Emília que imaginei
    e os tomates que crescem na horta
  80. se parecem muito com este tomate.
  81. E o tomate que imaginei
    estava repleto de sabor;
  82. estava cheio de amor.
  83. E este tomate?
  84. Péssimo!
  85. (Risos)
  86. Sério. Este tomate estava horrível.
  87. (Risos)
  88. Ele era orgânico e caro.
  89. Compramos num supermercado
    caro próximo daqui.
  90. Então, por que a falta de sabor?
  91. E nutrição também,
    a propósito, eles andam juntos.
  92. E o que isso nos diz dos tomates
    e das alfaces de supermercado
  93. que compramos e alimentamos nossa família?
  94. Estes tomates são
    viajantes internacionais.
  95. Eles sacolejaram do México até Nova York
    num caminhão de 16 metros.
  96. Não é de admirar que sejam ruins.
  97. Esses são os tomates típicos
    do supermercado dos EUA no inverno.
  98. Vocês sabiam que quase 100% das alfaces
    dos supermercados norte-americanos
  99. vêm de dois lugares?
  100. Perto de Salinas, na Califórnia,
    no verão, e de Yuma, Arizona, no inverno.
  101. Essas alfaces viajam 5 mil km
    para chegar aqui no supermercado local.
  102. Não é surpresa que a alface esteja
    com má aparência antes de ser comprada
  103. ou quando as pessoas a levam para casa.
  104. Isso causa grandes prejuízos
    aos supermercados,
  105. e deixa a minha esposa,
    que gosta de espinafre fresco, infeliz,
  106. e isso me deixa infeliz.
  107. (Risos)
  108. Executivos e compradores
    de produção não querem isso.
  109. Pois a sua própria família
    se alimenta com esses produtos,
  110. e eles são pessoas boas.
  111. Mas não são apenas pessoas boas,
    são pessoas de negócios.
  112. Querem trazer para vocês
    produtos de qualidade,
  113. mas precisam comprar uma grande quantidade
    de produtos por preços baixos.
  114. E, atualmente, só existe
    uma opção para isso,
  115. que é o nosso industrializado
    e centralizado sistema alimentar.
  116. O incrementalismo não vai fazer isso.
  117. Deslocar a comida de forma melhor
    ou mais rápida dentro desse sistema
  118. não vai resolver os problemas.
  119. Está na hora de uma revolução
    na cadeia de suprimentos.
  120. Vocês conseguem imaginar
    um novo sistema revolucionário
  121. com menos quilômetros e caminhões,
  122. menos tomates sem sabor,
  123. menos doenças causadas por alimentos,
    menos petróleo e alfaces podres?
  124. Vocês conseguem imaginar
    um sistema revolucionário
  125. em que voltaríamos às nossas raízes,
  126. cultivaríamos e venderíamos produtos
    dentro da nossa comunidade
  127. por um fazendeiro que, como Emília,
    cultiva para comer e não para viajar?
  128. E talvez até com um pouquinho de amor.
  129. Vocês acham que seria melhor?
  130. Acham que seria melhor?
  131. Plateia: Sim.
  132. PL: Nós da BrightFarms também.
  133. Sabem quem mais pensa assim?
  134. Compradores de produtos de supermercados.
  135. Cerca de 20% dos 50 melhores
    supermercados dos EUA
  136. estão trabalhando com a BrightFarms
  137. tentando tornar realidade
    esse novo sistema revolucionário.
  138. A indústria está reagindo
    com muito entusiasmo.
  139. Compradores de produtos realmente querem
    trazer ótimos alimentos com ótimos preços
  140. para os seus clientes.
  141. Eles só precisam de uma melhor opção.
  142. Então, como a BrightFarms faz isso?
    O que estamos fazendo?
  143. Como entregamos grande quantidade
    de alimentos por um baixo preço,
  144. com melhor qualidade
    e melhor para o meio ambiente?
  145. Parece difícil, mas a resposta
    é surpreendentemente simples.
  146. Estamos construindo fazendas estufas,
  147. mas é como e onde estamos construindo
    que realmente importa.
  148. Nós as estamos construindo
    nos supermercados,
  149. no telhado deles,
    nos centros de distribuição,
  150. sempre na própria comunidade.
  151. A BrightFarms fornece
    uma solução pronta para uso.
  152. Financiamos, construímos e administramos
    para nossos supermercados clientes,
  153. e com isso reduzimos o tempo, a distância
    e os custos no fornecimento de produtos.
  154. Estamos construindo estufas
    hidropônicas e recirculantes
  155. e recrutando agricultores em todo o país
    para trazer melhores produtos para todos.
  156. É isso que fazemos.
  157. Nós colocamos o dinheiro,
    construímos a instalação,
  158. e encontramos, estimulamos, apoiamos
    e treinamos o fazendeiro local.
  159. O supermercado não precisa investir nada.
  160. Simplesmente se comprometem
    a comprar a melhor produção.
  161. Mas ainda não é suficiente.
  162. Investimento zero e melhores produtos
  163. não satisfazem seus requisitos.
  164. Existe um outro fator, que é o preço.
  165. Se não vendermos
    mais barato que os outros,
  166. não vai adiantar de nada.
  167. E eu não quero isso.
  168. Estou interessado em fazer a diferença.
  169. Mas nós podemos vender mais barato.
  170. E conseguimos porque temos uma cadeia
    de suprimentos mais curta e mais simples.
  171. Mais da metade dos custos
    desta alface não é da alface,
  172. e sim da longa e complexa
    cadeia de suprimentos
  173. para fazer a entrega
    no supermercado local.
  174. Simplesmente operamos
    sem essa cadeia longa e complexa,
  175. então temos menores custos operativos
    do que a indústria tradicional.
  176. Conseguimos vender barato o suficiente
    para bater os preços de mercado.
  177. Este é um caso em que menos é mais.
  178. Nosso modelo de negócio está funcionando?
  179. Sim, nós anunciamos recentemente
  180. o primeiro acordo de longo prazo
  181. com um grande supermercado
    chamado McCaffrey's.
  182. Estamos construindo uma estufa
    em sua loja em Yardley, Pensilvânia.
  183. E quero que todos vão lá e vejam isso.
  184. Jim McCaffrey, como muitos
    executivos de supermercado,
  185. se preocupa muito com seus clientes.
  186. Não é só um grande homem de negócios,
  187. ele também é um visionário.
  188. E ele teve visão para participar
    de um novo sistema revolucionário
  189. que traz melhores tomates e alfaces
    consistentes e fantásticos,
  190. para suas prateleiras
    no dia em que são colhidos.
  191. Aliás, também nos preocupamos
    com os clientes do McCaffrey's
  192. tanto quanto Jim.
  193. Não estaremos anônimos a 5 mil km.
  194. Nosso fazendeiro não estará
    a 5 mil km de distância.
  195. Ele estará a três quarteirões da loja.
  196. Ele estará morando,
  197. mandando as crianças para a escola,
    gerando emprego e produzindo
  198. na mesma comunidade
    que os clientes do McCaffrey's
  199. e comprando nos mesmos corredores
    de produtos com eles.
  200. Quando começamos, eu disse
    que as palestras TED são sobre inspiração.
  201. Fui inspirado por muitos de vocês
    hoje aqui, e agradeço por isso.
  202. Espero ter tido a oportunidade
    de inspirar alguns de vocês
  203. a não desanimarem
    pelos problemas que enfrentam
  204. com cadeias de suprimentos
    em que nos sentimos presos,
  205. em vez disso, pensem nesses desafios
  206. como oportunidades para começar
    suas próprias revoluções.
  207. E, no nosso caso,
  208. uma oportunidade revolucionária
    para trazer a à sociedade produtos
  209. que são mais seguros, saudáveis,
    saborosos e melhores para o meio ambiente,
  210. e repletos do ingrediente
    mais importante de todos:
  211. amor.
  212. (Aplausos)