Portuguese subtitles

← O porquê de vocês irem fracassar em ter uma excelente carreira — Larry Smith no TEDxUW.

Nesta divertida e contundente palestra, Larry Smith não faz rodeios quando enuncia as desculpas absurdas que as pessoas inventam quando não conseguem perseguir suas paixões.
(Filmado no TEDxUW.)

Get Embed Code
41 Languages

Showing Revision 11 created 06/17/2013 by Isabel Vaz Belchior.

  1. Quero conversar convosco esta tarde
  2. sobre o porquê de irem fracassar em
    ter uma excelente carreira. (Risos)
  3. Eu sou economista. Eu lido com coisas tristes.

  4. No final do dia, está-se pronto para
    observações sombrias.
  5. Eu só quero conversar com aqueles de vocês
    que querem uma excelente carreira.
  6. Eu sei que alguns de vocês já decidiram que
  7. querem uma boa carreira.
  8. Vocês também vão fracassar — (Risos) —
  9. porque — meu Deus, estão todos alegres
    sobre irem fracassar. (Risos)
  10. Um grupo de canadianos, sem dúvida. (Risos)
  11. Aqueles que tentam ter boas carreiras vão falhar,
  12. porque, na verdade, os bons empregos
    estão a desaparecer.
  13. Existem excelentes empregos e
    excelentes carreiras,
  14. e depois há aqueles empregos com
    uma grande carga de trabalho, muito stress,
  15. sugadores de sangue, destruidores da alma,
  16. e praticamente nada entre os dois.
  17. Então as pessoas que procuram bons empregos
    vão fracassar.

  18. Eu vou falar sobre aqueles que procuram
    excelentes empregos, excelentes
  19. carreiras, e porque é que vocês vão fracassar.
  20. A primeira razão é que não importa quantas vezes
    as pessoas vos dizem:
  21. "Se queres uma excelente carreira, tens de
    perseguir a tua paixão,
  22. "tens de perseguir os teus sonhos, tens de perseguir,
  23. "aquilo que mais te fascina na vida."
  24. Vocês ouvem isso uma e outra vez
    e depois decidem
  25. não o fazer. Não importa quantas vezes
    fazem o download
  26. do discurso de abertura do ano letivo
    em Stanford de Steven Jobs,
  27. ainda o veem e decidem não o fazer.
  28. Eu não tenho bem a certeza porque é que
    decidem não o fazer.

  29. São demasiado preguiçosos para o fazerem.
    É demasiado difícil.
  30. Têm medo de que se procurarem
    a vossa paixão e não a encontrarem,
  31. se vão sentir como idiotas, e então
    arranjam desculpas
  32. sobre o porquê de não procurarem
    as vossas paixões.
  33. E elas são desculpas, senhoras e senhores.
  34. Nós vamos analisar uma longa lista completa,
    a vossa criatividade,
  35. e pensar em pretextos para não fazerem
    o que realmente
  36. precisam de fazer se quiserem ter
    uma excelente carreira.
  37. Então, por exemplo, uma das vossas
    grandes desculpas é:

  38. "Bem, carreiras excelentes são realmente e
    verdadeiramente, para a maioria das pessoas,
  39. "apenas uma questão de sorte, pelo que
    vou ficar por aqui,
  40. "vou tentar ter sorte, e se tiver sorte,
  41. "terei uma carreira excelente.
    Senão, terei uma carreira boa."
  42. Mas uma carreira boa é uma impossibilidade,
    pelo que isso não vai funcionar.
  43. Então, a vossa outra desculpa é:
    "Sim, existem pessoas especiais

  44. "que perseguem as próprias paixões,
    mas eles são génios.
  45. "Eles são como o Steven J. Eu não sou um génio.
  46. "Quando eu tinha cinco anos,
    eu pensava que era um génio,
  47. "mas os meus professores
    tiraram-me essa ideia
  48. "da cabeça há bastante tempo."
    (Risos) Hã?
  49. "E agora eu sei que sou
    completamente competente."
  50. Agora, vejam, se estivéssemos em 1950,
  51. ser completamente competente,
  52. ter-vos-ia proporcionado
    uma excelente carreira.
  53. Mas adivinhem só?
    Estamos quase em 2012, e dizer
  54. ao mundo: "Eu sou totalmente,
    completamente, competente",
  55. é condenarem-se a vós mesmos
    com o mais fraco dos elogios.
  56. E depois, claro, vem outra desculpa:

  57. "Bem, eu faria isto, eu faria isto, mas, mas,
  58. "bem, no fim de contas, eu não sou estranho.
  59. "Toda a gente sabe que as pessoas que
    perseguem as suas paixões
  60. "são meio obsessivas. Um pouco estranhas?
    Hum? Hum? Ok?
  61. "Sabem, uma linha ténue entre a loucura e o génio.
  62. "Eu não sou estranho.
    Eu li a biografia do Steven J.
  63. "Pelo amor de Deus. Eu não sou aquela pessoa.
    Eu sou agradável.
  64. "Eu sou normal. Eu sou uma pessoa
    agradável, normal,
  65. "e as pessoas agradáveis e normais
  66. "não têm paixão.
  67. "Ah. Mas eu ainda quero uma
    carreira excelente.
  68. "Não estou preparado para perseguir
    a minha paixão, por isso sei
  69. "o que vou fazer, porque eu tenho,
    eu tenho a solução,
  70. "eu tenho uma estratégia.
  71. "É aquela de que a mamã e o papá me falaram.
  72. "A mamã e o papá disseram-me que
    se eu trabalhasse muito,
  73. "eu teria uma boa carreira.
    Então, se se trabalhar muito
  74. "tem-se uma boa carreira, então, se se trabalhar
    muito, muito, mas muito mesmo.
  75. "vai-se conseguir uma excelente carreira.
    Isso não faz sentido
  76. "tipo, matematicamente?"
  77. Hum. Não. (Risos)
  78. Mas vocês conseguiram convencer-se disso.
  79. Sabem uma coisa?
    Aqui vai um segredinho.

  80. Querem trabalhar? Querem trabalhar muito,
    muito, mas muito mesmo?
  81. Sabem de uma coisa? Vão conseguir.
    O mundo vai dar-vos
  82. a oportunidade de trabalharem muito,
    muito, muito mesmo,
  83. mas têm tanta certeza assim
    de que isso vos vai dar
  84. uma excelente carreira quando
    todas as evidências indicam o contrário?
  85. Vamos supor que, vamos lidar
    com aqueles de vocês

  86. que estão a tentar encontrar a sua paixão.
  87. Vocês entenderam, de facto, que
    é realmente melhor fazê-lo
  88. não interessam as desculpas.
    Vocês estão a tentar encontrar a vossa paixão,
  89. e estão muito felizes.
  90. Vocês encontraram algo em que
    estão interessados.
  91. "Eu tenho um interesse!
    Eu tenho um interesse!" — dizem-me vocês.

  92. Vocês dizem: "Eu tenho um interesse".
    Eu digo: "Isso é maravilhoso!
  93. "E o que é que me estão a tentar dizer?
    Que vocês..."
  94. "Bem, eu tenho um interesse."
  95. Eu digo: "Vocês têm uma paixão?"
  96. "Eu tenho um interesse" — dizem vocês.
  97. "O vosso interesse é comparável a quê?"
  98. "Bem, eu estou interessado nisto."
  99. "E o que dizer do resto das atividades
    da humanidade?"
  100. "Eu não estou interessado nelas."
  101. "Vocês já as pesquisaram todas, não já?
  102. "Não, na verdade não."
  103. A vossa paixão é o vosso maior amor.

  104. A paixão é aquilo que vai vos ajudar a criar
  105. a maior expressão do vosso talento.
  106. Paixão, interesse — não são a mesma coisa.
  107. Vocês vão realmente ter com
    o vosso amor e dizer,
  108. "Casa comigo! Tu és interessante."
    (Risos)
  109. Isso não vai acontecer, não vai acontecer
    e vocês vão morrer sozinhos. (Risos)
  110. O que vocês querem, o que vocês querem

  111. é uma paixão muito além de um interesse.
  112. Vocês precisam de 20 interesses,
    e aí um deles,
  113. um deles pode agarrar-vos,
    um deles vai-vos ocupar
  114. mais do que qualquer outra coisa,
    e aí vocês talvez tenham encontrado
  115. o vosso maior amor em comparação
    a todas as coisas
  116. que vos interessam, e isso é o que é a paixão.
  117. Eu tenho um amigo que se declarou
    à namorada dele.

  118. Ele era uma pessoa economicamente racional.
  119. Ele disse para a namorada dele:
    "Vamos-nos casar.
  120. "Vamos fundir os nossos interesses."
  121. (Risos)

  122. Sim, ele fez isso.

  123. "Eu amo-te de verdade" — disse ele.
    "Eu amo-te profundamente, eu amo-te
  124. "mais do que a qualquer outra mulher
    que alguma vez tenha encontrado.
  125. "Eu amo-te mais do que à Mary, à Jane, à Susie, à Penelope,
  126. "à Ingrid, à Gertrude, à Gretel...
  127. "Eu estava num programa de
    intercâmbio alemão na época." (Risos)
  128. "Eu amo-te mais do que..."
  129. Tudo bem! Ela saiu da sala a meio
    da enumeração dele
  130. do seu amor por ela.
  131. Depois de ele superar a surpresa
    de ter sido, vocês sabem,
  132. rejeitado, ele concluiu que escapou por um triz
  133. de se casar com uma pessoa irracional
  134. embora ele tenha anotado mentalmente
    que da próxima vez que
  135. ele se declarasse, talvez não fosse
    necessário enumerar
  136. todas as mulheres que fizeram uma audição
    para esse papel. (Risos)
  137. Mas o meu argumento ainda é valido,
    vocês devem procurar alternativas

  138. para que possam encontrar
    os vossos destinos,
  139. ou vocês estão com medo da palavra "destino"?
  140. A palavra "destino" assusta-vos?
  141. É disso que estamos a falar, e
    se vocês não acharem
  142. a maior expressão do vosso talento,
    se vocês se conformarem
  143. com o "interessante," o que diabo
    isso possa significar,
  144. vocês sabem o que vai acontecer
    no final das vossas longas vidas?
  145. Os vossos amigos e família
    vão-se reunir no cemitério,
  146. e lá, ao lado da vossa cova
    haverá uma lápide,
  147. e inscrito naquela lápide, vai estar escrito:
  148. "Aqui descansa o distinto engenheiro
    que inventou o velcro."
  149. Mas o que aquela lápide deveria dizer,
  150. numa vida alternativa,
  151. o que ela deveria dizer se vocês tivessem
    alcançado a mais alta expressão
  152. do vosso talento, era: "Aqui descansa o último
    vencedor do prémio Nobel da Física,
  153. "que formulou a Grande Teoria do
    Campo Unificado
  154. "e demonstrou a praticidade da dobra espacial."
  155. (Risos)

  156. Velcro, de facto. (Risos)
  157. Uma era uma excelente carreira.

  158. A outra era uma oportunidade perdida.
  159. Mas, depois, há alguns de vocês,
  160. que, apesar de todas essas desculpas,
    vão encontrar,
  161. vão encontrar a vossa paixão,
  162. e ainda assim vão fracassar.
  163. Vocês vão fracassar, porque,

  164. porque vocês não o vão fazer,
  165. porque vocês terão inventado
    uma nova desculpa,
  166. qualquer desculpa para deixar de agir,
    e essa desculpa
  167. ouvi eu muitas vezes.
  168. "Sim, eu perseguiria uma excelente carreira,
    mas eu dou mais valor
  169. "às relações humanas do que à realização.
  170. "Eu quero ser um excelente amigo,
    eu quero ser um excelente marido.
  171. "Eu quero ser um excelente pai,
    e eu não vou sacrificar isso
  172. "em prol de uma grande realização."
  173. (Risos)

  174. O que vocês querem que eu diga?

  175. Agora, vocês realmente querem que
    eu fale agora, que vos diga:
  176. "A sério, juro que eu não dou pontapés
    em crianças." (Risos)
  177. Hum? Olhem para a visão de mundo
    que deram a vós mesmos.
  178. Vocês são heróis, não importa o que acontecer,
    e eu, por sugerir
  179. mesmo que delicadamente, que vocês
    podem querer uma excelente carreira,
  180. devo odiar crianças. Eu não odeio crianças.
    Eu não lhes dou pontapés.
  181. Sim, havia um menino a andar por este edifício,
  182. quando eu cheguei aqui, e não,
    eu não lhe dei um pontapé. (Risos)
  183. É claro, eu tive que lhe dizer que
    este edifício era só para adultos

  184. e que ele devia sair.
  185. Ele murmurou alguma coisa
    sobre a mãe dele,
  186. e eu disse-lhe que ela provavelmente
    o iria encontrar lá fora, de qualquer maneira.
  187. A última vez que eu o vi, ele estava
    nas escadas, a chorar. (Risos)
  188. Que fracote. (Risos)
  189. Mas o que quer dizer? É isso que vocês
    esperavam que eu dissesse.

  190. Vocês realmente acham que é apropriado
  191. que vocês deveriam, de facto, pegar
  192. em crianças, usando-as como escudo?
  193. Vocês sabem o que vai acontecer um dia,
  194. vocês, os pais ideais, vocês?
  195. A criança vai chegar um dia e vai dizer:
  196. "Eu sei o que eu quero ser.
  197. "Eu sei o que vou fazer na minha vida."
  198. Vocês ficarão tão felizes. É a conversa
  199. que os pais querem ouvir, porque
    o vosso filho é bom em matemática,
  200. e vocês sabem que vão gostar do que ele vai falar em seguida.
  201. O vosso filho diz:
    "Eu decidi
  202. "que quero ser mágico.
  203. "Eu quero fazer truques de magia no palco."
  204. (Risos)
  205. E o que vocês vão dizer?

  206. Vocês vão dizer, vão dizer:
  207. "Ah... isso é arriscado, miúdo,
  208. "pode dar errado miúdo,
    não se faz muito dinheiro com isso, miúdo.
  209. "Sabes, eu não sei, miúdo,
  210. "deverias pensar mais nisso, miúdo,
  211. "és tão bom a matemática,
    porque é que tu não..."
  212. E então o vosso filho interrompe-vos, e diz:

  213. "Mas este é o meu sonho. É o meu sonho fazer isso."
  214. E o que é que vocês vão dizer?
  215. Vocês sabem o que vão dizer?
  216. "Vê bem meu filho. Eu também já tive um sonho,
    uma vez, mas... mas."
  217. Então, como é que vocês vão terminar a frase
    com o vosso "mas"?
  218. "... Mas. Eu também já tive um sonho, filho,
    mas tive medo demais para o perseguir."
  219. Ou, vocês vão dizer-lhe isto?
  220. "Eu já tive um sonho uma vez, miúdo.
  221. "Mas, depois, nasceste tu." (Risos)
  222. (Risos) (Aplausos)

  223. Vocês querem realmente usar
    as vossas famílias,

  224. querem realmente olhar para
    os vossos esposos
  225. e para os vossos filhos e dizer que eles são
    os vossos carcereiros?
  226. Há uma coisa que vocês
    poderiam dizer ao vosso filho
  227. quando ele ou ela disser: "Eu tenho um sonho."
  228. Vocês podem dizer, encarando os vossos filhos:
  229. "Vai atrás dele, miúdo
  230. "assim como eu fiz."
  231. Mas vocês não serão capazes de dizer isso,
  232. porque vocês não o fizeram.
    Portanto, vocês não o podem dizer. (Risos)
  233. E assim os pecados dos pais,

  234. recaem sobre as pobres crianças.
  235. Por que é que procuram refúgio
    em relações humanas
  236. como a vossa desculpa para não
    encontrarem e perseguirem a vossa paixão?
  237. Vocês sabem o porquê.
  238. No fundo dos vossos corações,
    vocês sabem o porquê,
  239. e eu estou a ser mortalmente sério.
  240. Vocês sabem porque é que ficam
    quentes e confortáveis
  241. e se enrolam em relações humanas.
  242. e porque vocês são...
  243. Vocês sabem o que são.
  244. Vocês têm medo de perseguir
    as vossas paixões.

  245. Vocês têm medo de parecer ridículos.
  246. Vocês têm medo de tentar.
    Vocês têm medo de falhar.
  247. Um excelente amigo, excelente marido,
    excelente pai e uma excelente carreira.
  248. Não é esse o pacote?
    Não é isso o que vocês são?
  249. Como é que vocês podem ser um
    sem serem o outro?
  250. Mas vocês têm medo.
  251. E é por isso que vocês não vão ter
    uma excelente carreira, a não ser que...

  252. a não ser que... — a mais evocativa de todas
    as expressões inglesas:
  253. "A não ser que."
  254. Mas, "a não ser que" também está ligada
  255. àquela outra frase mais assustadora,
  256. "Se ao menos eu tivesse..."
  257. "Se ao menos eu tivesse..."
  258. Se vocês alguma vez tiverem esse pensamento
    a ricochetear no vosso cérebro,
  259. vai doer muito.
  260. Então, essas são as muitas razões

  261. pelas quais vocês vão falhar
  262. em ter uma excelente carreira,
  263. a não ser que...
  264. A não ser que.

  265. Obrigado. (Aplausos)