YouTube

Got a YouTube account?

New: enable viewer-created translations and captions on your YouTube channel!

Portuguese, Brazilian subtitles

← Chris Ware: Alguém que Não Sou | Art21 "Extended Play"

Get Embed Code
18 Languages

Showing Revision 6 created 09/20/2017 by Mauricio Antero.

  1. [Art21 "Extended Play"]
  2. Eu sou obviamente um cara nervoso
    e estava criando uma personagem feminina,
  3. através de sua memória
    e de suas histórias.
  4. Era meio que um experimento
  5. de escrever do ponto de vista
    de alguém que eu não sou,
  6. o que é um perigo, com certeza.
    [RISADAS]
  7. ["Chris Ware: Alguém que Não Sou"]
  8. Quando estava na escola de artes,
  9. disseram-me que eu não
    poderia desenhar mulheres.
  10. Isso exclui metade da humanidade.
  11. Eu lembro muito bem de um dos
    meus professores dizendo,
  12. "Se você desenhar mulheres, estará
    colonizando-as com seus olhos."
  13. Você não desenha mulheres e então
  14. mantém uma aliança com alguma espécie de
    experiência que apenas você teve?
  15. Ou você tenta expandir seu conhecimento
    e sua empatia por outros seres humanos?
  16. Como um escritor branco, como ousava
    começar a pensar
  17. que eu poderia mesmo escrever do
    ponto de vista de outra pessoa.
  18. O que estou tentando fazer aqui é desenhar
    o gesto de uma mulher
  19. afastando levemente o
    cabelo de seus olhos,
  20. mas agora parece mais que
    ela está com exaqueca.
  21. Joanne Cole age de maneira estranha
    com mulheres mais jovens,
  22. e isto porque ela acha que é possível
  23. que ela esteja relacionada
    com as mulheres mais jovens
  24. porque ela está imersa em
    suas próprias memórias e pensamentos--
  25. mas isto não está claro
    para o leitor ainda.
  26. Então estou tentando balancear
    algumas emoções aqui.
  27. Estou tentando fazer
    com que pareça autêntico
  28. e não apenas um monte de bobagens--
    ou mal feito.
  29. Esta personagem em especial é uma Afro-
    Americana professora de ensino fundamental
  30. que está dando aula numa escola
    particular nos anos 60 e 70.
  31. Espero que eu esteja atento a algumas
    complexidades
  32. que uma situação incomum pode
    ter trazido à tona.
  33. Sinto muita dificuldade em
    escrever uma história assim.
  34. Estou fazendo a coisa certa?
    Estou fazendo a coisa errada?
  35. Trata-se de empatia?
  36. Estou falando de coisas que desconheço?
  37. Etc.
  38. É uma pergunta complicada
    para um escritor.
  39. [WARE]
    --Obrigado por servir a janta.
  40. [MARNIE WARE]
    --De nada.
  41. [RISADAS]
  42. [CLARA WARE]
    --Plaf!
  43. [CHRIS WARE]
    --Plaf!
  44. Muitos de meus professores estavam
    tentando fazer com que eu e meus colegas
  45. encontrássemos aquilo que
    nos interessa
  46. e então escrever sobre isso.
  47. Eu nunca quis fazer aquilo.
  48. Eu queria poder escrever sobre tudo--
  49. e nada--
    porque isso é o que a vida é.
  50. [RISADAS]
  51. --Não faço ideia do que pareço
    quando mastigo
  52. --mas aposto que eu não quero saber.
  53. Cabe a mim como artista tentar decidir
  54. o quanto eu posso tentar sentir
    através de outra pessoa
  55. e ainda fazer com que isso não seja
  56. uma sentimentalização ou falsidade.
  57. Tenho que tentar, de alguma maneira,
    forçar meus limites e minha compreensão de
  58. como eu sinto através de outra pessoa
    no que eu estou fazendo.
  59. E você arrisca errar miseravelmente
    fazendo isto,
  60. mas esse é um risco que você
    deve correr.
  61. Arte significa tentar descobrir
  62. se os sentimentos que você está tendo
    são os mesmo que eu estou.