YouTube

Got a YouTube account?

New: enable viewer-created translations and captions on your YouTube channel!

Portuguese, Brazilian subtitles

← Jonathan Edwards: O Uso de Seu Tempo - Steven Lawson

Get Embed Code
3 Languages

Showing Revision 20 created 04/16/2019 by Daniele Lima.

  1. Para se concentrar em Jonathan Edwards e especificamente nas resoluções
  2. que ele escreveu quando jovem, 18 e 19 anos de idade.
  3. Deixe-me começar colocando Edwards em seu lugar certo,
  4. mesmo nessa montanha da história da igreja.
  5. Isso foi o que Martyn Lloyd-Jones disse:
  6. "Estou tentado a comparar os Puritanos com os Alpes,
  7. Lutero e Calvino ao Himaláia,
  8. e Jonathan Edwards ao Monte Everest.
  9. Ele me parece ser o homem mais parecido com o apóstolo Paulo."
  10. Esta é uma afirmação tranquila, do próprio Dr. Lloyd-Jones.
  11. Este foi Jonathan Edwards, que, em essência,
  12. estava nos ombros de Calvino, Lutero e os Reformadores,
  13. e subiu um pouco mais alto e ficou de pé sobre os ombros dos Puritanos
  14. como John Owen e Thomas Watson e outros grandes teólogos .
  15. E ele foi todo o caminho até o topo da montanha, por assim dizer,
  16. e teve a visão mais clara de Deus, e da Teologia Sistemática,
  17. e o funcionamento interno da verdade das Escrituras.
  18. É por isso que eu acho que vale a pena
  19. olhar, nesta última sessão, para Edwards.
  20. E o que eu quero definir antes pra você, é:
  21. Há uma razão pela qual, eu acredito, Deus usou tanto Edwards.
  22. Concedido,
  23. ele foi o maior pastor americano a andar no solo desse continente.
  24. Ele é indiscutivelmente o maior pregador dos últimos três séculos na América.
  25. Ele é chamado o maior teólogo que a América já produziu
  26. e o maior filósofo que a América já produziu.
  27. Ele foi considerado o autor mais profundo.
  28. R. C. Sproul disse, "seu livro, a Liberdade da Vontade, é o maior livro
  29. a ser escrito em solo americano."
  30. Ele certamente pregou o maior sermão a ser pregado nesta terra:
  31. "Pecadores Nas Mãos de um Deus Irado".
  32. É uma coisa maravilhosa que todas essas linhas se cruzem em uma pessoa.
  33. Maior autor,
  34. maior filósofo,
  35. maior pastor
  36. maior teólogo,
  37. maior pregador,
  38. melhor livro,
  39. melhor sermão.
  40. Tudo isso não aconteceu meramente.
  41. Nada acontece meramente.
  42. A soberania de Deus está dentro e através de todas as coisas.
  43. Mas Jonathan Edwardsm quando tinha 18 anos de idade
  44. traçou um curso que ele seguiria o resto de sua vida.
  45. Jonathan Edwards foi convertido pela graça de Deus aos 17 anos.
  46. E, dentro de um ano, ele era o pastor interino
  47. no que hoje é Downtown New York City.
  48. Em Wall Street.
  49. Pastoreando uma igreja onde havia uma divisão, uma divisão,
  50. uma Igreja Presbiteriana Escocesa.
  51. Ele tinha 18 anos de idade.
  52. Ele cresceu na casa de um pastor Puritano
  53. e, logo que foi salvo, seu coração estava inclinado ao ministério e às coisas de Deus,
  54. pois isso era o que ele tinha visto em toda a sua vida.
  55. E aos 18 anos ele começou como pastor em Downtown New York.
  56. Ele ainda tinha a tese de Mestrado para escrever.
  57. Ele completou seu curso em Yale, tanto no nível de Bacharelado quanto no Mestrado.
  58. E como ele começou este pastorado interino aos 18 anos,
  59. havia uma profunda convicção e preocupação em sua alma
  60. de ser fiel a Deus.
  61. Que ele não desperdiçasse essa oportunidade.
  62. Que ele fosse um que perseguiria a santidade
  63. com cada centímetro e com cada área de seu ser.
  64. Então Jonathan Edwards sentou-se e escreveu o que veio a ser conhecido como suas Resoluções.
  65. Ao longo do próximo ano e meio ele escreveu 70 resoluções.
  66. Elas eram como declarações de propósito.
  67. Quase todas elas começaram com a palavra "Resolvi".
  68. E então seguiria uma declaração,
  69. que estava enraizada e fundamentada na Palavra de Deus.
  70. Essas resoluções começaram com um preâmbulo.
  71. E um preâmbulo é um breve parágrafo de duas frases,
  72. que ficam no topo das resoluções
  73. e eles são muito importantes porque nele, neste preâmbulo,
  74. ele declara como é dependente da graça de Deus
  75. para ser capaz de cumprir essas resoluções.
  76. Então, este não é Jonathan Edwards puxando-se por suas próprias tiras de botas
  77. onde ele é auto-desejado para realizar sua própria santificação.
  78. Ele é totalmente dependente da graça de Deus, do ministério do Espírito Santo
  79. para trabalhar e querer seu bom prazer em sua própria vida.
  80. No preâmbulo lê-se:
  81. "Sendo sensível de que sou incapaz de fazer qualquer coisa..."
  82. Agora você ouve João 15, versículo 5, nisso.
  83. Jesus disse: Sem mim, nada podeis fazer.
  84. "Sendo sensível de que sou incapaz de fazer qualquer coisa sem a ajuda de Deus,
  85. humildemente rogo-Lhe, (Deus) pela sua graça
  86. que me capacite a manter estas Resoluções,
  87. até ao ponto em que elas sejam agradáveis, por amor a Cristo."
  88. Tendo dito isso, ele começou a escrever suas resoluções.
  89. As quatro primeiras são direcionadas e apontadas para a Glória de Deus.
  90. Não há rima ou razão quanto à ordem dessas resoluções.
  91. Elas são quase como ler os Provérbios, iniciando o Provérbios 10 e seguindo.
  92. Há alguns, de certo modo, misturados, exceto no começo
  93. em que Edwards estabalece esse fundamento
  94. que a totalidade de sua vida deve ser direcionada para a busca da glória de Deus.
  95. É o transbordamento de seu estudo sobre o catecismo de Westminster,
  96. a confissão de Westminster,
  97. o ensino dos reformadores,
  98. o ensino dos Puritanos,
  99. Tudo estava mergulhado na glória de Deus.
  100. Ele havia lido as Institutas de Calvino
  101. que começam com o conhecimento de Deus e o conhecimento dos homens.
  102. Ele estava mergulhado no catecismo de Westminster: qual é o fim principal dos homens?
  103. Glorificar a Deus, e apreciá-lo para sempre.
  104. Então, como ele toma a caneta na mão aos 18 anos...
  105. As quatro primeiras resoluções, deixe-me ler partes delas, concentra-se na glória de Deus.
  106. Número 1: Resolvi,
  107. que farei tudo aquilo que seja para a maior glória de Deus
  108. Edwards disse que a chave interpretativa em sua vida
  109. na busca da vontade de Deus é:
  110. O que trará a maior glória a Deus?
  111. Com quem devo me casar?
  112. O que eu devo fazer com minha vida?
  113. Onde eu devo morar?
  114. Que esforço eu devo empreender?
  115. O princípio básico fundamental, que Edwards reconheceu para sua vida, foi:
  116. O que mais glorificará Deus?
  117. Não: O que mais me avançará? O que mais me promoverá?
  118. Mas: Que decisões, que giros na estrada, que bifurcações na estrada estão diante de mim...
  119. A resposta será sempre: o que mais glorificará a Deus?
  120. Resolução 2: "Resolvi permanecer na busca contínua de novas maneiras
  121. para poder promover as resoluções acima mencionadas."
  122. Com isso, ele está dizendo:
  123. Enquanto eu estou no caminho para perseguir a glória de Deus,
  124. O que pode ser aumentado para a minha vida, que me levará
  125. ainda mais na promoção, na busca da glória de Deus?
  126. Que novos estudos bíblicos eu poderia realizar?
  127. Que novos ministérios eu poderia iniciar?
  128. Quais novos esforços eu poderia empreender,
  129. que teria uma maior extensão em glorificar a Deus.
  130. Três: Resolvi, se alguma vez eu cair e me cansar ou ficar enfadado,
  131. de modo a negligenciar a manutenção de qualquer parte dessas resoluções,
  132. arrepender-me de tudo o que conseguir lembrar.
  133. Então, se em qualquer ponto ele ficasse cansado ou enfadado,
  134. se tornasse espiritualmente morno na busca da glória de Deus,
  135. ele imediatamente se arrependeria disto,
  136. e se afastaria disso,
  137. para que ele fosse fervoroso na busca da glória de Deus.
  138. Quarta: "Resolvi nunca negar alguma maneira, seja na alma ou no corpo, menos ou mais,
  139. que leve à glorificação de Deus."