YouTube

Got a YouTube account?

New: enable viewer-created translations and captions on your YouTube channel!

Portuguese, Brazilian subtitles

← Key Principles of Monetizing a Native App

Get Embed Code
14 Languages

Showing Revision 7 created 06/20/2016 by Udacity Robot.

  1. Agora, vamos para
    o mundo dos aplicativos nativos.
  2. E este é um mundo que está prosperando.
  3. Você pode notar algumas semelhanças
    com o que se fala da web,
  4. mas existem alguns
    métodos de monetização específicos para os aplicativos nativos.
  5. >> Primeiramente, deve-se pensar qual
    seria o melhor modelo para o seu aplicativo?
  6. É provável que mude, mas tudo bem.
  7. É preciso ser ágil e
    ouvir os clientes.
  8. Vamos analisar algumas das
    opções mais populares.
  9. >> Primeiramente, você pode monetizar um aplicativo premium.
  10. Isto é, venda seu aplicativo por
    um preço fixo.
  11. Em muitos casos, isso pode não
    gerar muita renda, assim,
  12. você pode, opcionalmente, incluir anúncios,
  13. conteúdos ou recursos adicionais
    para venda no aplicativo.
  14. Esse modelo funciona bem para
    certas categorias como no caso dos jogos para crianças.
  15. Nesse exemplo, os pais podem
    pagar, antecipadamente, um preço total, já que
  16. um modelo com anúncios ou compras
    em aplicativos pode não funcionar tão bem caso
  17. seja a criança
    a responsável pelas compras.
  18. Entretanto, esse modelo poderá limitar o
  19. potencial de monetização do aplicativo
    nos mercados em desenvolvimento.
  20. É possível conseguir aumentar
    a receita através da assinatura freemium
  21. ou do modelo com publicidade.
  22. >> Monetização de aplicativos freemium.
  23. Os usuários preferem
    baixar um aplicativo gratuito.
  24. Depois, você pode usar várias
    opções para monetizar.
  25. Primeiramente, use o pagamento em aplicativo
    para ter acesso a mais recursos.
  26. Por exemplo, jogos como Angry Birds,
    Clash of Clans e
  27. muitos outros, além de aplicativos de produtividade como
    Evernote e Springnote,
  28. todos estão fazendo assim para
    oferecerem um nível gratuito.
  29. Em segundo lugar, as assinaturas para
    serviços recorrentes.
  30. Ela pode ser usada progressivamente ou
  31. expirar após um certo tempo, como
    um jogo potencializador ou uma nova assinatura.
  32. Alguns dos exemplos são Pandora,
    Financial Times, Strava,
  33. Dropbox além de vários outros que funcionam assim.
  34. Outra opção é simplesmente
    manter o aplicativo gratuito,
  35. utilizando-o como um marketing ou
    como uma melhoria para outro produto.
  36. >> O e-commerce é outra opção de
  37. monetização
    >> Nesse modelo, pode-se vender itens
  38. físicos como tomates, roupas,
    eletrônicos, entre outros.
  39. E pode-se também vender outros serviços.
  40. Considere Etsy e
    Amazon como bons exemplos de e-commerce.
  41. >> A questão é saber qual modelo
    proporcionará melhores resultados para o seu aplicativo?
  42. A maioria dos serviços de aplicativos objetivam
    ajudá-lo a descobrir
  43. qual combinação funciona melhor tanto para
    o seu público como para o seu resultado.
  44. Lembre-se de que
    precisará de muito tráfego
  45. para fazer o modelo funcionar para
    você.