YouTube

Got a YouTube account?

New: enable viewer-created translations and captions on your YouTube channel!

Portuguese subtitles

← A próxima revolução agrícola global

Get Embed Code
33 Languages

Showing Revision 9 created 08/01/2019 by Margarida Ferreira.

  1. Em 2019, a humanidade recebeu um aviso:
  2. Trinta principais cientistas do mundo
    divulgaram os resultados
  3. de um estudo massivo de três anos
    na agricultura global
  4. e declararam que a produção de carne
    está a destruir o nosso planeta
  5. e a comprometer a saúde global.
  6. Um dos autores desse estudo explicou
  7. que "a humanidade representa uma ameaça
    para a estabilidade do planeta...
  8. "exigindo, assim,
    uma nova revolução agrícola global."
  9. Como passei os últimos 20 anos

  10. a defender um afastamento
    da produção industrial de carne,
  11. quis acreditar que esse toque de clarim
    faria a diferença.
  12. O problema é que eu vi isto
    a repetir-se ao longo das décadas.
  13. Isto foi em 2018,
    retirado da revista Nature.
  14. e isto em 2017, retirado
    do Bioscience Journal.
  15. Em 2016,
    da Academia Nacional dos Cientistas.
  16. O ponto principal destes estudos
    tende a ser a alteração climática.

  17. Mas a resistência a antibióticos
    representa também uma grande ameaça.
  18. Estamos a fornecer doses enormes
    de antibióticos a animais da quinta.
  19. Estes antibióticos transformam-se
    em superbactérias
  20. que ameaçam tornar
    os antibióticos obsoletos
  21. durante a nossa vida.
  22. Querem apanhar um susto?
  23. Pesquisem
    "o fim dos antibióticos funcionais."
  24. Vou esclarecer uma coisa:
  25. Não estou aqui
    para dizer o que devem comer.
  26. A ação individual é ótima,
  27. mas a resistência a antibióticos
    e a alteração climática

  28. requerem mais.
  29. Para além disso, convencer o mundo
    a comer menos carne não tem funcionado.
  30. Durante 50 anos, os ambientalistas,
  31. os especialistas da saúde
    e os defensores dos animais,
  32. têm implorado ao público
    que coma menos carne.
  33. No entanto, o consumo de carne per capita
  34. é o mais elevado que já houve até hoje.
  35. No ano passado, cada norte-americano
    comeu mais de 90 quilos de carne.
  36. E eu não comi nenhuma.
  37. (Risos)
  38. O que significa
    que alguém comeu 180 kg de carne.
  39. (Risos)
  40. Na nossa trajetória atual,

  41. precisaremos de produzir entre 70 a 100%
    de mais carne até 2050.

  42. Isto requer uma solução global.

  43. Temos de produzir a carne
    que as pessoas adoram,

  44. mas temos de a produzir
    de uma forma completamente diferente.
  45. Eu tenho algumas ideias.
  46. Ideia número um:
    produzir carne a partir de plantas.
  47. Ao invés de alimentar
    os animais com plantas
  48. com muito pouca eficácia,
  49. cultivemos essas plantas,
    criemos carne a partir delas,

  50. criemos carne a partir de plantas.
  51. Ideia número dois:
    para a carne animal em si,
  52. criemo-la diretamente a partir de células.
  53. Ao invés de criar animais,
    criemos as células, diretamente.
  54. Leva seis semanas a criar
    uma galinha com peso para abate.
  55. Se criarem as células,
    obtêm o mesmo crescimento
  56. em seis dias.
  57. Isto é apresentado nesta escala.
  58. Isto é a cervejaria
    de carne da vizinhança.
  59. (Risos)
  60. Quero clarificar duas coisas sobre isto.
  61. A primeira é:
    acreditamos que conseguimos.
  62. Nos últimos anos, algumas empresas
    têm produzido carne a partir de plantas,

  63. que os consumidores não conseguem
    distinguir da carne normal.

  64. Há hoje imensas empresas
    a produzir carne animal
  65. diretamente a partir de células.
  66. Esta carne criada
    a partir de plantas e de células
  67. dá aos consumidores
    tudo o que adoram na carne:
  68. o sabor, a textura, entre outros,
  69. mas sem a necessidade de antibióticos
  70. e com uma fração
    do impacto adverso no clima.
  71. Dado que estas duas tecnologias
    são tão eficientes,
  72. numa produção de escala,
  73. estes produtos serão mais baratos.
  74. Mas há um problema:
  75. não será fácil.
  76. Estas empresas têm gasto fortunas
    nos seus hambúrgueres,
  77. e a carne criada a partir de plantas
    ainda não está a ser comercializada.

  78. Precisaremos da ajuda de todos
  79. para tornar esta carne industrial global.
  80. Para começar, precisamos
    da indústria atual da carne.
  81. Não queremos prejudicar
    a indústria da carne,
  82. queremos transformá-la.
  83. Precisamos das economias de escala,

  84. do seu fornecimento global,
    das suas técnicas de "marketing"
  85. e da sua enorme base de consumo.
  86. Também precisamos dos governos.
  87. Os governos gastam
    milhares de milhões de dólares,
  88. todos os anos,
    em investigação e desenvolvimento
  89. focado na saúde global e no ambiente.

  90. Deviam apostar parte desse dinheiro
    em otimizar e aperfeiçoar
  91. a produção de carne criada
    a partir de plantas e de células.
  92. Dezenas de milhares de pessoas morreram
  93. devido a superbactérias
    resistentes a antibióticos,
  94. na América do Norte, no ano passado.
  95. Em 2050, esse número será
    dez milhões por ano, globalmente.
  96. A alteração climática
    representa uma ameaça existencial

  97. para uma enorme proporção
    da nossa família global,
  98. incluindo algumas das populações
    mais pobres do planeta.
  99. Alteração climática,
    resistência a antibióticos,
  100. estas são emergências globais.
  101. A produção de carne está a agravar
    estas emergências globalmente.
  102. Mas não diminuiremos o consumo de carne,
  103. se não dermos alternativas
    aos consumidores,

  104. que custem o mesmo ou menos,
    e que tenham igual ou melhor sabor.
  105. Nós temos a solução.
  106. Criemos carne a partir de plantas,
    ou diretamente a partir de células.
  107. Já passa da hora de mobilizar
    os recursos necessários
  108. para criar a próxima
    revolução agrícola global.

  109. Obrigado.
  110. (Aplausos)