Return to Video

Como uma cientista levou a melhor à indústria química — Mark Lytle

  • 0:07 - 0:10
    Em 1958, Rachel Carson recebeu uma carta
  • 0:10 - 0:13
    descrevendo aves canoras a cair
    repentinamente dos ramos das árvores.
  • 0:13 - 0:17
    O escritor atribuía a morte deles
    a um pesticida chamado DDT
  • 0:17 - 0:20
    que os exterminadores tinham
    pulverizado num pântano vizinho.
  • 0:20 - 0:22
    A carta foi o empurrão
    de que Carson precisava
  • 0:22 - 0:24
    para investigar o DDT.
  • 0:24 - 0:28
    Já tinha ouvido a preocupação
    dos cientistas e dos conservacionistas
  • 0:28 - 0:32
    de que o uso desenfreado do pesticida
    era uma ameaça para peixes, aves
  • 0:32 - 0:34
    e, possivelmente, para seres humanos.
  • 0:34 - 0:37
    Começou a fazer inquéritos
    através de contactos no governo
  • 0:37 - 0:41
    ganhos nos anos em que trabalhara
    no Gabinete de Pescas dos EUA.
  • 0:41 - 0:45
    Perguntava: "O que é que já silenciou
    as vozes da primavera?"
  • 0:46 - 0:51
    Em 1962, Carson publicou
    as suas conclusões em "Silent Spring".
  • 0:51 - 0:54
    Esse livro documentava
    o abuso dos químicos
  • 0:54 - 0:57
    e as consequências disso na Natureza
    e na saúde humana.
  • 0:57 - 1:01
    "Silent Spring" recebeu de imediato
    os aplausos e a reprovação apaixonada,
  • 1:01 - 1:04
    juntamente com violentos ataques à autora.
  • 1:04 - 1:10
    Como é que esta bióloga e escritora
    de modos delicados acendeu tal polémica?
  • 1:10 - 1:14
    Carson começara a sua carreira
    como universitária dedicada,
  • 1:14 - 1:18
    equilibrando os estudos de Biologia
    na Universidade John Hopkins
  • 1:18 - 1:19
    com trabalhos a tempo parcial.
  • 1:19 - 1:23
    Mas teve de abandonar os estudos
    antes de completar o doutoramento
  • 1:23 - 1:25
    para assistir ao seu pai doente
    e à sua irmã.
  • 1:25 - 1:29
    Carson arranjou um trabalho
    a tempo parcial no Gabinete de Pescas
  • 1:29 - 1:32
    escrevendo para um programa de rádio
    sobre biologia marinha.
  • 1:32 - 1:36
    A sua capacidade de escrever artigos
    que prendiam a atenção do público em geral
  • 1:36 - 1:39
    impressionou os superiores
    e, em 1936,
  • 1:39 - 1:42
    tornou-se na segunda mulher
    a ser contratada
  • 1:42 - 1:44
    pelo gabinete, a tempo inteiro.
  • 1:44 - 1:48
    Em 1941, publicou o primeiro
    de três livros sobre o oceano,
  • 1:48 - 1:52
    aliando a ciência com meditações líricas
    sobre os mundos submersos.
  • 1:52 - 1:56
    Estas explorações ecoaram
    numa ampla audiência.
  • 1:57 - 2:00
    Em "Silent Spring",
    Carson virou a sua atenção
  • 2:00 - 2:03
    para a forma como as ações humanas
    ameaçavam o equilíbrio da Natureza.
  • 2:04 - 2:07
    O DDT foi usado inicialmente
    durante a II Guerra Mundial
  • 2:07 - 2:09
    para proteger as culturas dos insetos
  • 2:09 - 2:13
    e proteger os soldados
    das doenças motivadas por insetos.
  • 2:13 - 2:16
    Depois da guerra, era rotineiramente
    pulverizado em grandes faixas
  • 2:16 - 2:18
    para combater pragas
  • 2:18 - 2:20
    muitas vezes, com resultados imprevistos.
  • 2:20 - 2:23
    Uma tentativa de erradicar
    formigas lava-pés no sul dos EUA
  • 2:23 - 2:26
    matou indiscriminadamente a vida selvagem
  • 2:26 - 2:28
    mas pouco conseguiu
    para eliminar as formigas.
  • 2:29 - 2:33
    Apesar disso e de outros azares,
    o Departamento de Agricultura dos EUA
  • 2:33 - 2:37
    e as empresas químicas
    elogiavam os benefícios do DDT.
  • 2:37 - 2:40
    Havia pouca regulamentação
    ou consciência pública
  • 2:40 - 2:41
    sobre os seus possíveis danos.
  • 2:41 - 2:44
    Mas Carson mostrou como
    o abuso dos químicos
  • 2:44 - 2:47
    levava à evolução de espécies resistentes
  • 2:47 - 2:50
    o que, por sua vez, encorajava
    o desenvolvimento
  • 2:50 - 2:52
    de químicos mais mortíferos.
  • 2:52 - 2:54
    Como o DDT não se dissolve na água,
  • 2:54 - 2:59
    ela afirmou que, com o tempo,
    se acumularia no ambiente,
  • 2:59 - 3:03
    nos corpos dos insetos, nos tecidos
    de animais que consomem esses insetos,
  • 3:03 - 3:05
    e, por fim, nos seres humanos.
  • 3:05 - 3:10
    Sugeria que a exposição ao DDT
    podia alterar a estrutura dos genes
  • 3:10 - 3:13
    com consequências desconhecidas
    para as gerações futuras.
  • 3:14 - 3:17
    A reação ao "Silent Spring"
    foi explosiva.
  • 3:17 - 3:21
    Para muita gente, o livro era uma chamada
    para regulamentar substâncias
  • 3:21 - 3:23
    capazes de danos catastróficos.
  • 3:23 - 3:27
    Outros objetaram que Carson
    não se tinha referido ao papel do DDT
  • 3:27 - 3:28
    que controlava a ameaça
  • 3:28 - 3:31
    que os insetos representavam
    para a saúde humana.
  • 3:31 - 3:35
    O antigo Secretário da Agricultura,
    Ezra Taft Benson, queria saber
  • 3:35 - 3:41
    "porque é que uma solteirona sem filhos
    estava tão preocupada com a genética?"
  • 3:41 - 3:44
    e classificou Carson
    como "provavelmente comunista".
  • 3:45 - 3:50
    Um advogado dum fabricante de pesticidas
    aludiu a Carson e aos seus apoiantes
  • 3:50 - 3:55
    como "influências sinistras" que queriam
    pintar o negócio como "imoral".
  • 3:56 - 3:59
    Na realidade, Carson tinha-se concentrado
    nos perigos dos químicos
  • 3:59 - 4:04
    porque não eram amplamente conhecidos
    enquanto os méritos eram muito elogiados.
  • 4:04 - 4:06
    Rejeitava a crença predominante
  • 4:06 - 4:09
    de que os seres humanos deviam
    e podiam controlar a Natureza.
  • 4:09 - 4:12
    Em vez disso, desafiava as pessoas
    a cultivar
  • 4:12 - 4:16
    "a maturidade e o domínio,
    não da Natureza, mas de si mesmas".
  • 4:17 - 4:20
    Carson morreu com um cancro em 1964,
  • 4:20 - 4:24
    dois anos apenas depois
    da publicação de "Silent Spring".
  • 4:24 - 4:28
    O trabalho dela galvanizou uma geração
    de ativistas ambientais.
  • 4:29 - 4:32
    Em 1969, sob pressão
    dos ambientalistas,
  • 4:32 - 4:36
    o Congresso aprovou a Lei
    da Política Ambiental Nacional
  • 4:36 - 4:39
    que exigia que as organizações federais
  • 4:39 - 4:42
    avaliassem os impactos
    ambientais das suas ações.
  • 4:42 - 4:43
    Para pôr a lei em vigor,
  • 4:43 - 4:47
    o presidente Richard Nixon criou
    a Agência de Proteção Ambiental.
  • 4:47 - 4:52
    E em 1972, essa agência
    emitiu uma proibição parcial
  • 4:52 - 4:53
    quanto ao uso do DDT.
  • 4:54 - 4:58
    Muito depois da sua morte, Rachel Carson
    continuava a defender a Natureza,
  • 4:58 - 5:01
    através do impacto duradouro
    dos seus escritos.
Title:
Como uma cientista levou a melhor à indústria química — Mark Lytle
Speaker:
Mark Lytle
Description:

Vejam a lição completa: https://ed.ted.com/lessons/how-one-scientist-took-on-the-chemical-industry-mark-lytle

Em 1958, depois de receber uma carta, descrevendo a morte de aves canoras devido a um pesticida conhecido por DDT, Rachel Carson começou uma investigação sobre o abuso dos químicos e as consequências para a Natureza. Em 1962, publicou as suas conclusões em "Silent Spring" que, de imediato, suscitou os aplausos e uma reprovação apaixonada. Como é que esta bióloga e escritora acendeu uma tal polémica? Mark Lytle investiga.

Lição de Mark Lytle, realização de Héloïse Dorsan Rachet.

more » « less
Video Language:
English
Team:
TED
Project:
TED-Ed
Duration:
05:03

Portuguese subtitles

Revisions