YouTube

Got a YouTube account?

New: enable viewer-created translations and captions on your YouTube channel!

Portuguese subtitles

← Uma história de amor para a crise dos recifes de corais

Get Embed Code
25 Languages

Showing Revision 5 created 11/03/2019 by Margarida Ferreira.

  1. Eu quero contar uma história de amor.
  2. Mas não tem um final feliz.
  3. Era uma vez uma criança
    teimosa de cinco anos
  4. que decidiu ser bióloga marinha.
  5. Ao fim de 34 anos, de 400 mergulhos,
    e de um doutoramento,

  6. eu continuo completamente
    encantada com o oceano.
  7. Passei uma década a trabalhar
    com comunidades piscatórias
  8. nas Caraíbas,
  9. a contar peixes, a entrevista pescadores,
  10. a redesenhar equipamentos de pesca
    e a desenvolver políticas.
  11. Tenho ajudado a imaginar
    como pode ser uma gestão sustentável
  12. em locais onde a segurança alimentar,
    os empregos e as culturas
  13. dependem totalmente do mar.
  14. No meio de tudo isso, apaixonei-me

  15. por um peixe.
  16. Há mais de 500 espécies de peixes
    que vivem nos recifes das Caraíbas
  17. mas os únicos que eu
    não consigo esquecer
  18. são os peixes-papagaios.
  19. Estes peixes vivem em recifes
    de corais no mundo inteiro.
  20. Há 100 espécies,
  21. atingem mais de um metro de comprimento
  22. e podem pesar mais de 20 kg
  23. mas essa é a parte sem graça.
  24. Eu quero contar-vos cinco
    coisas incríveis sobre estes peixes.
  25. Primeira, têm a boca
    como um bico de papagaio

  26. que é bastante forte
    para morder os corais
  27. embora eles prefiram as algas.
  28. São os corta-relva dos recifes.
  29. Isso é importante, porque muitos recifes
    estão cobertos de algas
  30. devido à nutritiva poluição
    dos esgotos e dos fertilizantes
  31. que escorrem da terra.
  32. Não há outros herbívoros
    nos recifes, como o peixe-papagaio,
  33. para limpar aquilo tudo.
  34. Segunda coisa incrível.

  35. Depois de comerem aquilo tudo,
    eles defecam areia fina e branca.
  36. Um único peixe-papagaio
  37. pode produzir 380 kg
    de coral pulverizado por ano.
  38. Às vezes, quando eu mergulhava,
  39. olhava para cima
  40. e via rastos de cocó
    de peixe-papagaio a cair.
  41. Então, da próxima vez que estiverem
    numa praia tropical de areia branca,
  42. pensem no peixe-papagaio.
  43. (Risos)

  44. Terceira, eles têm imenso estilo.

  45. Sarapintados e com listas,
    azul-esverdeado, magenta,
  46. amarelo, laranja, com bolinhas,
  47. os peixes-papagaios são responsáveis
    por os recifes serem tão coloridos
  48. E mais, num verdadeiro estilo de divas,
  49. mudam de roupa várias vezes,
    ao longo da vida.
  50. Um visual juvenil,
  51. uma roupa intermédia,
  52. e um aspeto final.
  53. Quarta, com esta última mudança de roupa
    vem a troca de sexo de fêmea para macho,

  54. chamada hermafroditismo sequencial.
  55. Esses grandes machos juntam haréns
    de fêmeas para desovar.
  56. A monogamia heterossexual
    certamente não é o status quo da Natureza.
  57. Os peixes-papagaios são exemplos
  58. de algumas das belezas
    das diversas estratégias reprodutivas.
  59. Quinta, e a mais incrível,

  60. às vezes, quando o peixe-papagaio
    se aconchega num canto do recife à noite,
  61. segrega uma bolha de muco
    de uma glândula na cabeça
  62. que envolve todo o corpo.
  63. Isso oculta o seu cheiro dos predadores
  64. e protege-os dos parasitas.
  65. Assim, eles dormem profundamente.
  66. Não é fantástico?
  67. (Risos)

  68. Esta é a minha confissão do meu amor
    pelos peixes-papagaios

  69. em toda a sua majestosa glória,
  70. a comer algas, a fabricar areia,
    a mudar de sexo.
  71. (Risos)

  72. Mas com este amor vem o sofrimento.

  73. Agora que as garoupas e os pargos
    são pescados em demasia,
  74. os pescadores estão a pescar
    os peixes-papagaios.
  75. A caça submarina acabou
    com as grandes espécies,
  76. os peixes-papagaios azul escuro
    e arco-íris já são extremamente raros,
  77. as redes e as armadilhas estão a arrasar
    as espécies mais pequenas.
  78. Como bióloga marinha e solteira,
  79. eu posso dizer-vos
  80. que não há muitos peixes no mar.
  81. (Risos)

  82. Depois, há o meu amor pela casa deles,

  83. pelos recifes de coral,

  84. que foram outrora tão vibrantes
    quanto as culturas das Caraíbas,
  85. tão coloridos quanto a arquitetura,
  86. e tão animados quanto o carnaval.
  87. Por causa da alteração climática,
  88. para além da pesca excessiva
    e da poluição,
  89. os recifes de corais podem
    desaparecer dentro de 30 anos.
  90. Um ecossistema inteiro desaparecido.
  91. Isso é devastador,
  92. porque centenas de milhões
    de pessoas do mundo inteiro
  93. dependem dos recifes
    para a sua alimentação e receitas.
  94. Pensem bem nisso.
  95. Algumas boas notícias:

  96. em locais como Belize, Barbuda e Bornéu
    estão a proteger estes VIP
  97. — peixes-papagaios muito importantes.
  98. Também estão a ser instituídas
    cada vez mais áreas protegidas
  99. que protegem todo o ecossistema.
  100. Estes esforços são fundamentais
    mas não são suficientes.
  101. Enquanto eu estou aqui hoje,
  102. só 2,2% do oceano estão protegidos.
  103. Entretanto, 90% dos peixes grandes
  104. e 80% dos recifes de corais das Caraíbas,
  105. já desapareceram.
  106. Nós estamos no meio
    da sexta extinção em massa.
  107. E somos nós, seres humanos
    que estamos a provocá-la.
  108. Mas também temos as soluções.
  109. Inverter a alteração climática
    e a pesca excessiva,
  110. proteger metade do oceano
  111. e deixar de poluir a terra.
  112. Mas essas são empreitadas enormes
  113. que requerem mudanças sistémicas,
  114. e nós estamos a perder
    o nosso precioso tempo.
  115. Porém, cada um de nós pode contribuir

  116. com os nossos votos, as nossas vozes,
    as nossas escolhas de comida,
  117. as nossas competências
    e os nossos dólares.
  118. Precisamos de rever
    as práticas empresariais
  119. e as políticas governamentais.
  120. Temos de transformar a cultura.
  121. Construir a comunidade
    em volta de soluções
  122. é a coisa mais importante.
  123. Eu nunca vou desistir

  124. de trabalhar para proteger
    e restaurar este planeta magnífico.
  125. Cada pedaço de habitat que preservamos,
  126. cada décimo de grau
    de aquecimento que evitamos
  127. realmente faz a diferença.
  128. Felizmente, eu não sou motivada
    pela esperança,
  129. mas sobretudo pelo desejo de ser útil.
  130. Porque eu não sei como fazer
    uma palestra sincera
  131. sobre os meus queridos peixes-papagaios
    e recifes de corais
  132. que tenha um final feliz.
  133. Obrigada.

  134. (Aplausos)