Portuguese, Brazilian subtitles

← Como voltar ao trabalho depois de uma pausa na carreira | Carol Fishman Cohen | TEDxBeaconStreet

Get Embed Code
14 Languages

Showing Revision 7 created 05/13/2016 by Maricene Crus.

  1. Pessoas voltando ao trabalho
    depois de uma pausa na carreira:
  2. eu os chamo de reiniciantes.
  3. Estas são pessoas que tiveram pausas
    na carreira para cuidar de idosos,
  4. para cuidar de crianças,
  5. indo atrás de um objetivo pessoal
  6. ou por um problema de saúde pessoal.
  7. Estão relacionadas com transições
    de carreira de todos os tipos:
  8. veteranos, esposas de militares,
  9. aposentados saindo da aposentadoria
  10. ou repatriamento de exilados.
  11. Voltar a trabalhar depois
    de uma pausa na carreira é difícil
  12. por causa da desconexão
    entre os empregadores
  13. e os reiniciantes.
  14. Empregadores podem ver a contratação
    de pessoas com uma lacuna no currículo
  15. como uma situação de alto risco,
  16. e pessoas em pausa na carreira
    podem ter dúvidas sobre suas habilidades
  17. para reiniciar suas carreiras,
  18. especialmente se ficaram
    afastados por muito tempo.
  19. Essa desconexão é um problema
    que estou tentando ajudar a resolver.
  20. Reiniciantes de sucesso estão
    em toda parte e em todos os campos.
  21. Este é Sami Kafala,
  22. um físico nuclear no Reino Unido
  23. que fez uma pausa de cinco anos
    para ficar em casa com seus cinco filhos.
  24. A imprensa de Singapura escreveu
    sobre enfermeiros que voltam ao trabalho
  25. depois de longas pausas na carreira.
  26. E falando em longas pausas na carreira,
  27. esta é Mimi Kahn.
  28. É uma assistente social
    em Orange County, Califórnia,
  29. que voltou a trabalhar em uma
    organização de serviços sociais
  30. depois de uma pausa de 25 anos.
  31. É a mais longa pausa na carreira
    de que tenho notícia.
  32. Pessoas proeminentes
    fazem pausas na carreira.
  33. A juíza do Supremo Tribunal
    de Justiça, Sandra Day O'Connor
  34. fez uma pausa de cinco anos
    no início de sua carreira.
  35. E também há os reiniciantes na ficção.
  36. Provavelmente, a mais famosa
    é Alicia Florrick,
  37. a personagem interpretada por Julianna
    Margulies na série "The Goodwife".
  38. Ela é uma advogada que retorna ao trabalho
    depois de uma pausa de 13 anos.
  39. Eis aqui uma pessoa de verdade
    que fez uma pausa de 13 anos.
  40. E esta é Tracy Shapiro, com sua família.
  41. Tracy respondeu a um anúncio
    do "Today Show" para relatos
  42. de pessoas que estavam
    tentando voltar ao trabalho,
  43. mas tendo dificuldades com isso.
  44. Tracy escreveu que era uma mãe de cinco
    que amava seu tempo em casa,
  45. mas ela passou por um divórcio
    e precisava voltar ao trabalho,
  46. e, além disso, queria trazer
    o trabalho de volta para sua vida
  47. porque adorava trabalhar.
  48. Tracy estava fazendo
    o que muitos de nós fazemos
  49. quando sentimos que demos
    uma boa tacada na procura de emprego.
  50. Ela estava procurando um emprego
    em finanças ou contabilidade,
  51. e ela tinha passado os últimos nove meses
  52. diligentemente pesquisando
    empresas on-line,
  53. e se candidatando a empregos,
    sem resultados.
  54. Conheci Tracy em junho de 2011,
  55. quando o "Today Show" me perguntou
    se eu podia trabalhar com ela
  56. para ver se poderia
    ajudá-la a mudar as coisas.
  57. A primeira coisa que disse a Tracy
    foi que tinha que sair da casa.
  58. Disse que tinha que ir a público
    com sua busca de trabalho
  59. e dizer a todos que ela conhecia
    sobre seu interesse em voltar a trabalhar.
  60. Eu também disse a ela:
  61. "Você terá muitas conversas
    que não irão a lugar nenhum.
  62. Espere por isso e não desanime.
  63. Haverá um punhado
  64. que acabará levando
    a uma oportunidade de trabalho".
  65. Vou lhe dizer o que aconteceu
    com Tracy daqui a pouco,
  66. mas quero compartilhar
    uma descoberta que fiz,
  67. quando estava voltando a trabalhar,
  68. após 11 anos fora do mercado
    de trabalho de tempo integral.
  69. A visão das pessoas sobre você
    está congelada no tempo.
  70. Quero dizer que quando você começa
    a entrar em contato com as pessoas
  71. e você volta a ter contato
    com aquelas pessoas do passado,
  72. as pessoas com quem você
    trabalhou ou estudou,
  73. eles vão se lembrar de você como você era,
    antes de sua pausa na carreira.
  74. E isso mesmo que o seu senso de si mesmo
    tenha diminuído com o tempo,
  75. como acontece com muitos de nós
  76. quanto mais distante estivermos
    de nossas identidades profissionais.
  77. Assim, por exemplo, você pode pensar
    em si mesmo como alguém parecido com isso.
  78. Esta sou eu, louca depois de um dia
    dirigindo minha minivan por aí.
  79. Ou aqui estou eu na cozinha.
  80. Mas essas pessoas do passado
    eles não sabem nada sobre isso.
  81. Eles só lembram de como você era,
  82. e é um grande impulso de confiança
    estar de novo em contato com elas
  83. e ouvir o entusiasmo delas
    porque você quer voltar a trabalhar.
  84. Há mais uma coisa que me lembro bem
    de minha própria pausa na carreira.
  85. E foi que eu mal me mantive atualizada
    sobre notícias de negócios.
  86. Minha formação é em finanças,
    e quase não guardei nenhuma notícia
  87. enquanto estive cuidando
    dos meus quatro filhos pequenos.
  88. Estava com medo de ir a uma entrevista
  89. e começar a falar sobre
    uma empresa que não existia mais.
  90. Tive que assinar novamente
    o Wall Street Journal
  91. e lê-lo por uns bons seis meses
    de capa a capa antes de me sentir
  92. como se tivesse noção do que estava
    acontecendo no mundo dos negócios de novo.
  93. Acredito que reiniciantes
    são uma joia da força de trabalho,
  94. e é por isso aqui.
  95. Pense no nosso estágio da vida:
  96. para aqueles que tiveram pausas
    de carreira para cuidar de crianças,
  97. temos menos ou nenhuma
    licença de maternidade. Já fizemos isso.
  98. Temos menos realocações
    do emprego do cônjuge ou parceiro.
  99. Estamos em uma época mais estável da vida.
  100. Temos vasta experiência de trabalho.
  101. Temos uma perspectiva mais madura.
  102. Não estamos tentando nos encontrar
    às custas de um empregador.
  103. Além disso, temos uma energia,
    um entusiasmo de voltar a trabalhar
  104. justamente porque estivemos
    longe dele por um tempo.
  105. Por outro lado, falo com empregadores,
  106. e aqui estão duas preocupações
    que os empregadores têm
  107. sobre a contratação de reiniciantes.
  108. O primeiro é, empregadores
    estão preocupados que os reiniciantes
  109. sejam tecnologicamente obsoletos.
  110. Posso dizer,
  111. tendo sido eu mesma tecnologicamente
    obsoleta até certo ponto,
  112. o que é uma condição temporária.
  113. Eu tinha feito minha análise financeira
    há tanto tempo que usei Lotus 1-2-3.
  114. Não sei se alguém ainda
    se lembra de algo tão antigo,
  115. mas tive que reaprender no Excel.
  116. Na verdade, não foi tão difícil;
    muitos dos comandos são iguais.
  117. Achei PowerPoint muito mais desafiador,
  118. mas agora uso PowerPoint o tempo todo.
  119. Digo aos reiniciantes que os empregadores
    esperam que venham trabalhar
  120. com algum conhecimento
    dos softwares básicos para escritório.
  121. E se eles não têm essa desenvoltura,
    é responsabilidade deles chegar lá.
  122. E eles chegam.
  123. A segunda preocupação dos empregadores
    em relação aos reiniciantes
  124. é que os reiniciantes não saibam
    o que querem fazer.
  125. Digo aos reiniciantes
    que eles precisam fazer o trabalho duro
  126. para descobrir se os seus interesses
    e habilidades mudaram ou não
  127. enquanto estavam em pausa na carreira.
  128. Isso não é o trabalho do empregador.
  129. É responsabilidade do reiniciante
    demonstrar ao empregador
  130. onde eles podem agregar mais valor.
  131. Em 2010, comecei a perceber uma coisa.
  132. Eu vinha rastreando programas
    de recolocação desde 2008,
  133. e, em 2010, comecei a notar
  134. o aparecimento de oportunidades
    de trabalho temporário,
  135. sendo chamadas de estágio ou não,
  136. mas uma experiência similar ao estágio,
  137. como uma maneira para profissionais
    voltarem ao trabalho.
  138. Eu vi Goldman Sachs e Sara Lee
  139. iniciarem programas de estágio
    corporativos para recolocação.
  140. Vi um engenheiro, um candidato
    não-tradicional para recolocação,
  141. se candidatar para um programa de estágio
    para iniciantes nas Forças Armadas,
  142. e obter um emprego permanente depois.
  143. Vi duas universidades
    integrarem estagiários
  144. aos programas de educação
    executiva de meio de carreira.
  145. Escrevi um relatório
    sobre o que eu estava vendo,
  146. e tornou-se este artigo
    para a "Harvard Business Review"
  147. chamado "O Estagiário de 40 Anos".
  148. Tenho que agradecer
    aos editores de lá por esse título,
  149. e também por esta arte final
  150. onde podemos ver um estagiário de 40 anos
    entre os estagiários universitários.
  151. E, cortesia da "Fox Business News",
  152. eles chamaram o conceito
    de "O Estagiário de 50 Anos".
  153. (Risos)
  154. Mês passado, foi lançado um filme
    chamado "Um Senhor Estagiário",
  155. que traz um estagiário de 70 anos.
  156. (Risos)
  157. Robert De Niro interpreta
    um aposentado de 70 anos,
  158. que sai da aposentadoria
  159. para se tornar estagiário da CEO
    de uma empresa em rápido crescimento,
  160. interpretada por Anne Hathaway.
  161. Não tenho visto muitos
    estagiários de 70 anos.
  162. Mas estes estágios não-tradicionais
    não acontecem apenas nos filmes.
  163. Cinco das maiores empresas
    de serviços financeiros
  164. têm programas de estágio de recolocação
    para retorno de profissionais de finanças.
  165. E centenas de pessoas já participaram.
  166. Estes estágios são pagos,
  167. e as pessoas que seguem em frente
    para cargos permanentes
  168. estão recebendo salários competitivos.
  169. Sete das maiores empresas de engenharia
  170. estão iniciando programas de estágio
    de recolocação para retorno de engenheiros
  171. como parte de uma iniciativa conjunta
    com a Society of Women Engineers.
  172. Por que as empresas estão adotando
    a ideia do estágio de recolocação?
  173. Porque o estágio permite ao empregador
  174. tomar sua decisão de contratação
    com base numa amostra de trabalho real
  175. em vez de numa série de entrevistas,
  176. e o empregador não tem que tomar
    essa decisão de contratação definitiva
  177. até que o período de estágio termine.
  178. Esse período de teste
    remove o risco percebido
  179. que alguns gerentes vinculam
    à contratação de reiniciantes,
  180. e estão atraindo excelentes candidatos
  181. que se tornam grandes contratações.
  182. Pense sobre como fomos longe.
  183. Antes disso, a maioria
    dos empregadores não se interessavam
  184. em contratar reiniciantes.
  185. Mas agora, não só programas
    estão sendo desenvolvidos
  186. pensando especificamente nos reiniciantes,
  187. mas você sequer pode
    se inscrever nesses programas
  188. a menos que você tenha
    uma lacuna em seu currículo.
  189. Essa é a marca de uma mudança real,
  190. de verdadeira mudança institucional,
  191. porque se podemos resolver
    este problema para os reiniciantes,
  192. podemos resolvê-lo para outros
    em transição de carreira também.
  193. Na verdade, um empregador me disse
  194. que seu programa de retorno
    ao trabalho para veteranos
  195. é baseado em seu programa
    de estágio de recolocação.
  196. E não há razão pela qual não possa haver
    um programa estágio para aposentados.
  197. Como no filme "Um Senhor Estagiário".
  198. Caso diferente, mesmo conceito.
  199. Deixe-me dizer o que aconteceu
    com Tracy Shapiro.
  200. Lembre-se de que eu disse que ela tinha
    que dizer a todos que conhecia
  201. sobre seu interesse em voltar a trabalhar.
  202. Uma conversa crucial
    com outro pai em sua comunidade
  203. levou a uma oferta de emprego para Tracy,
  204. e foi um trabalho contábil
    em um departamento de finanças.
  205. Mas era um trabalho temporário.
  206. A empresa disse que havia
    uma possibilidade
  207. de que poderia se transformar
    em algo mais, mas não havia garantias.
  208. Isto foi no outono de 2011.
  209. Tracy amou esta empresa, e amou as pessoas
  210. e o escritório era a menos
    de dez minutos de sua casa.
  211. E mesmo ela tendo
    uma segunda oferta de emprego
  212. em outra empresa para um cargo
    permanente em tempo integral,
  213. ela decidiu tentar a sorte neste estágio
  214. e torcer pelo melhor.
  215. Ela acabou superando
    todas as expectativas deles,
  216. e a empresa não só lhe fez
    uma oferta permanente
  217. no início de 2012,
  218. mas tornou isso ainda mais
    interessante e desafiador,
  219. porque eles sabiam
    com o que Tracy podia lidar.
  220. Avançando para 2015,
  221. Tracy foi promovida,
  222. e eles pagaram para ela fazer
    seu MBA à noite.
  223. Ela até contratou outra reiniciante
    para trabalhar para ela.
  224. O emprego temporário
    de Tracy foi um teste,
  225. apenas como um estágio,
  226. e acabou sendo um ganho
    para Tracy e seu empregador.
  227. Meu objetivo é levar o conceito
    de estágio de recolocação
  228. para mais e mais empregadores.
  229. Mas, no meio tempo,
  230. se você está retornando ao trabalho
    depois de uma pausa na carreira,
  231. não hesite em sugerir
    um estágio ou algo parecido
  232. a um empregador que não tem
    um programa formal de recolocação.
  233. Seja o primeiro caso de sucesso deles,
  234. e você pode ser o exemplo
    para mais reiniciantes que virão.
  235. Obrigada.
  236. (Aplausos)