YouTube

Got a YouTube account?

New: enable viewer-created translations and captions on your YouTube channel!

Portuguese, Brazilian subtitles

← Como poderíamos ensinar nosso corpo a se curar mais rapidamente

Get Embed Code
40 Languages

Showing Revision 16 created 12/05/2018 by Maricene Crus.

  1. E se você pudesse tomar
    um comprimido ou uma vacina
  2. e, assim como superar um resfriado,
  3. você curasse suas feridas
    mais rapidamente?
  4. Hoje, após uma operação ou um acidente
  5. ficamos semanas em um hospital.
  6. Ficamos então com cicatrizes
    e dolorosos efeitos colaterais
  7. vindos da nossa incapacidade de regenerar
    ou reproduzir órgãos saudáveis e íntegros.
  8. Eu trabalho para criar materiais
  9. que instruem nosso sistema imunológico
    a sinalizar a produção de novos tecidos.
  10. Assim como vacinas instruem nosso corpo
    a combater uma doença,
  11. nós poderíamos instruir
    nosso sistema imunológico
  12. a construir tecidos e curar feridas
    de forma mais rápida.
  13. Crescer novas partes do corpo do nada
    pode parecer mágica,

  14. mas existem vários organismos
    que conseguem fazer isso.
  15. Alguns lagartos conseguem
    crescer novas caudas,
  16. a humilde salamandra consegue
    regenerar completamente sua pata,
  17. e até nós meros humanos
    conseguimos recuperar nosso fígado
  18. após perder mais da metade
    de sua massa original.
  19. Para trazer esta mágica
    mais próxima da realidade,

  20. estou investigando como nosso corpo
    consegue curar feridas e construir tecidos
  21. através de instruções
    do nosso sistema imunológico.
  22. De um raspão no joelho
    até uma chata sinusite,
  23. nosso sistema imunológico defende
    nosso corpo contra o perigo.
  24. Sou imunologista,
  25. e usando o que conheço
    sobre o sistema de defesa do nosso corpo,
  26. consegui identificar os elementos-chave
  27. responsáveis por reconstruir
    cortes e machucados.
  28. Ao olhar para os materiais
    que estão sendo testados

  29. por suas habilidades
    na reconstrução muscular,
  30. nosso time se deu conta que após tratar
    músculos danificados com estes materiais,
  31. existia um grande número
    de células imunológicas
  32. naquele material e no músculo ao redor.
  33. Então, neste caso,
  34. em vez das células imunológicas correrem
    para a infecção e combaterem as bactérias,
  35. elas estão se direcionando
    para um ferimento.
  36. Eu descobri que um tipo específico
    de célula imunológica,
  37. a célula T colaboradora,
  38. estava presente dentro
    daquele material que implantei
  39. e foi absolutamente crítico
    para a cura do ferimento.
  40. Agora, assim como quando você
    era criança e quebrava um lápis

  41. e depois tentava colar ele de volta,
  42. nós podemos nos curar,
  43. talvez não da forma mais funcional
    e ficaremos com uma cicatriz.
  44. Assim, se não tivermos ajuda
    destas células T colaboradoras,
  45. ao invés de ter músculos saudáveis,
  46. nossos músculos desenvolvem
    células de gordura neles,
  47. e se há gordura em nosso músculo,
    este não será forte.
  48. Usando nosso sistema imunológico,
  49. nosso corpo pode se regenerar
    sem essas cicatrizes
  50. e se assemelharem ao que eram
    antes de nos machucarmos.
  51. Trabalho para criar materiais

  52. que provoquem a construção
    de novos tecidos
  53. ao mudarem a resposta imunológica.
  54. Sabemos que sempre que um material
    é implantado em nosso corpo,
  55. o sistema imunológico responderá a isso.
  56. Desde marcapassos até bombas de insulina,
  57. até materiais utilizados por engenheiros
    para tentar construir novos tecidos.
  58. Então, ao colocar um material,
    ou um suporte tecidual, dentro do corpo,
  59. o sistema imunológico cria
    um pequeno ambiente de células e proteínas
  60. que pode mudar a forma
    como nossas células-tronco se comportam.
  61. Agora, assim como o clima afeta
    nossas atividades diárias,
  62. como sair para correr
  63. ou ficar assistindo compulsivamente
    um programa na Netflix,
  64. o ambiente imunológico
    de um suporte tecidual
  65. afeta a forma como nossas células-tronco
    crescem e se desenvolvem.
  66. Se tivermos os sinais errados,
  67. digamos, da Netflix,
  68. teremos células de gordura
    ao invés de músculo.
  69. Estes suportes teciduais são feitos
    de uma variedade de coisas,
  70. desde plásticos até materiais
    derivados da natureza,
  71. nanofibras de diferentes espessuras,
  72. esponjas mais ou menos porosas,
  73. géis de diferentes densidades.
  74. Pesquisadores podem fazer
    com que estes materiais
  75. liberem diferentes sinais
    ao longo do tempo.
  76. Ou seja, podemos orquestrar
    um show da "Broadway" com células
  77. dando-lhes o palco, os sinais
    e acessórios corretos
  78. que podem ser mudados
    para diferentes tecidos,
  79. assim como um produtor
    mudaria o cenário
  80. de "Os Miseráveis" contra
    "A Pequena Loja dos Horrores".
  81. Estou combinando
    tipos específicos de sinais
  82. que simulam como nosso corpo responde
    a um ferimento pra ajudar a nos regenerar.
  83. No futuro, poderemos ver
    um band-aid à prova de cicatrizes,
  84. um enchimento muscular moldável
    ou até uma vacina que cure ferimentos.
  85. Bem, nós não acordaremos amanhã
    conseguindo nos curar como o "Wolverine".

  86. Provavelmente nem na próxima terça-feira.
  87. Mas com estes avanços,
  88. trabalhando com nosso sistema imunológico
    que construa tecidos e cure feridas,
  89. poderemos começar a ver
    produtos no mercado
  90. que trabalhem com nosso sistema de defesa
    corporal para ajudar na nossa regeneração,
  91. e talvez um dia conseguiremos
    acompanhar o ritmo de uma salamandra.
  92. Obrigada.

  93. (Aplausos)