YouTube

Got a YouTube account?

New: enable viewer-created translations and captions on your YouTube channel!

Portuguese, Brazilian subtitles

← Como as nanopartículas podem mudar a maneira como tratamos o câncer

Get Embed Code
23 Languages

Showing Revision 12 created 10/20/2019 by Leonardo Silva.

  1. Foi numa tarde de domingo,
    em abril deste ano.
  2. Meu telefone tocou,
  3. e eu atendi.
  4. A voz disse: "É Rebecca.
  5. Só estou ligando para te convidar
  6. para o meu enterro".
  7. Falei: "Rebecca,
    do que você está falando?"
  8. Ela disse: "Joy, como minha amiga,
    você tem que me deixar partir.
  9. Chegou a minha hora".
  10. No dia seguinte, ela havia morrido.
  11. Rebecca tinha 31 anos quando morreu.

  12. Lutou oito anos contra o câncer de mama,
  13. que voltou três vezes.
  14. Eu fracassei com ela.
  15. A comunidade científica fracassou com ela.
  16. E a comunidade médica também.
  17. Ela não é a única.
  18. A cada cinco segundos,
  19. alguém morre de câncer.
  20. Hoje, nós, pesquisadores médicos,
    temos o compromisso
  21. de fazer com que Rebecca
    e pessoas como ela
  22. sejam alguns dos últimos pacientes
    com quem fracassamos.
  23. Só o governo dos EUA
    gastou mais de US$ 100 bilhões

  24. em pesquisas sobre o câncer
    desde a década de 1970,
  25. com progressos limitados
    em relação à sobrevivência dos pacientes,
  26. especialmente para certos tipos
    de câncer muito agressivos.
  27. Precisamos de uma mudança
    porque, claramente,
  28. o que estamos fazendo até agora
    não está funcionando.
  29. O que fazemos na medicina
    é enviar bombeiros,

  30. porque o câncer é como um grande incêndio.
  31. E esses bombeiros são
    os medicamentos contra o câncer.
  32. Mas nós os enviamos
    sem um caminhão de bombeiros,
  33. portanto, sem transporte, sem escadas,
  34. e sem equipamento de emergência.
  35. Mais de 99% desses bombeiros
    nunca chegam ao fogo.
  36. Mais de 99% dos medicamentos
    contra o câncer nunca chegam ao tumor
  37. porque faltam transporte e ferramentas
  38. para levá-los ao local que pretendem.
  39. Acontece que tudo se trata
    realmente de local, local, local.
  40. (Risos)

  41. Precisamos de um caminhão de bombeiros
    para chegar ao local certo.

  42. Estou aqui para dizer que nanopartículas
    são os caminhões de bombeiros.
  43. Podemos carregar medicamentos
    contra o câncer dentro de nanopartículas,
  44. e elas podem funcionar
    como transportadoras
  45. e equipamentos necessários
  46. para levar os medicamentos
    contra o câncer ao centro do tumor.
  47. O que são nanopartículas

  48. e o que realmente significa
    ser nanométrico?
  49. Existem muitos tipos diferentes
    de nanopartículas,
  50. feitas de vários materiais,
  51. como nanopartículas baseadas em metal
  52. ou nanopartículas baseadas em gordura.
  53. Mas, para realmente ilustrar
    o que significa ser nanométrico,
  54. peguei um fio de cabelo
  55. e o coloquei no microscópio.
  56. Tenho cabelos muito finos,
  57. com espessura aproximada
    de 40 mil nanômetros.
  58. Isso significa que, se pegarmos
    400 de nossas nanopartículas
  59. e as empilharmos umas sobre as outras,
  60. obteremos a espessura
    de um único fio de cabelo.
  61. Dirijo um laboratório de nanopartículas
    para combater o câncer e outras doenças

  62. na Mayo Clinic, aqui em Jacksonville.
  63. Na Mayo Clinic,
  64. temos realmente as ferramentas
    para fazer a diferença para os pacientes,
  65. graças às doações e aos subsídios
    generosos que financiam nossa pesquisa.
  66. Como essas nanopartículas conseguem
    transportar medicamentos contra o câncer
  67. para o tumor?
  68. Elas têm uma ampla caixa de ferramentas.
  69. Medicamentos sem nanopartículas
    são rapidamente eliminados do corpo

  70. pelos rins,
  71. porque são muito pequenos.
  72. É como água que passa por uma peneira.
  73. Eles não têm tempo para chegar ao tumor.
  74. Aqui vemos uma ilustração disso.
  75. Temos os bombeiros,
    medicamentos contra o câncer,
  76. que circulam no sangue,
  77. mas são rapidamente eliminados do corpo
  78. e não acabam dentro do tumor.
  79. Mas, se colocarmos esses medicamentos
    contra o câncer dentro de nanopartículas,
  80. eles não serão eliminados pelo corpo
  81. porque as nanopartículas
    são muito grandes.
  82. Continuarão a circular no sangue,
  83. dando-lhes mais tempo
    para encontrar o tumor.
  84. Estes são os medicamentos
    contra o câncer, os bombeiros,
  85. dentro do caminhão de bombeiros,
    as nanopartículas.
  86. Eles circulam no sangue,
  87. não são eliminados
  88. e acabam, de fato, chegando ao tumor.
  89. E que outras ferramentas
    as nanopartículas possuem?

  90. Elas podem proteger esses medicamentos
    para não serem destruídos dentro do corpo.
  91. Há certos medicamentos
    muito importantes, mas sensíveis,
  92. que são facilmente degradados
    por enzimas no sangue.
  93. A menos que tenham
    essa proteção de nanopartículas,
  94. não conseguirão funcionar.
  95. Outra ferramenta de nanopartículas
    são extensões de superfície,
  96. que são como mãos minúsculas
    com dedos que se agarram ao tumor
  97. e se encaixam exatamente dentro dele,
  98. para que, quando
    as nanopartículas circulem,
  99. elas possam se fixar
    nas células cancerígenas,
  100. dando aos medicamentos contra o câncer
    mais tempo para cumprir a tarefa deles.
  101. Essas são algumas das muitas ferramentas
    que as nanopartículas podem ter.
  102. Hoje temos mais de dez nanopartículas
    clinicamente aprovadas para o câncer

  103. que são dadas a pacientes em todo o mundo.
  104. No entanto, temos pacientes,
    como Rebecca, que morrem.
  105. Então, quais são os principais
    desafios e limitações
  106. das nanopartículas atualmente aprovadas?
  107. Um desafio importante é o fígado,
  108. porque ele é o sistema
    de filtragem do corpo,
  109. que reconhece e destrói objetos estranhos,
  110. como vírus, bactérias
    e também nanopartículas.
  111. As células imunológicas do fígado
    comem as nanopartículas,
  112. impedindo-as de chegarem ao tumor.
  113. Aqui vemos uma ilustração
    em que o rim não é mais um problema,
  114. mas esses caminhões de bombeiros,
    as nanopartículas,
  115. ficam presos no fígado
  116. e, na verdade, menos deles
    acabam chegando ao tumor.
  117. Uma estratégia futura
    para melhorar as nanopartículas

  118. é desarmar temporariamente
    as células imunológicas do fígado.
  119. Como desarmamos essas células?
  120. Examinamos os medicamentos
    que já foram clinicamente aprovados
  121. para outras indicações,
  122. para ver se algum deles
    poderia impedir as células imunológicas
  123. de comer as nanopartículas.
  124. Inesperadamente, em um de nossos
    estudos pré-clínicos,
  125. descobrimos que um medicamento
    de 70 anos contra a malária
  126. conseguia impedir as células imunológicas
    de capturarem as nanopartículas
  127. para que pudessem escapar do fígado
  128. e continuar a jornada delas
    rumo ao objetivo, o tumor.
  129. Esta é a ilustração do bloqueio do fígado.
  130. As nanopartículas não vão para lá
  131. e, em vez disso, acabam no tumor.
  132. Às vezes, conexões inesperadas
    são feitas na ciência
  133. que levam a novas soluções.
  134. Outra estratégia para impedir
    que as nanopartículas

  135. fiquem presas no fígado
  136. é usar as próprias
    nanopartículas do corpo.
  137. Sim, surpresa, surpresa.
  138. Você, você e você, e todos nós
    temos muitas nanopartículas
  139. circulando no corpo.
  140. Como elas fazem parte do corpo,
  141. é menos provável que o fígado
    as identifique como estranhas.
  142. Essas nanopartículas biológicas
    podem ser encontradas na saliva,
  143. no sangue, na urina, no suco pancreático.
  144. Podemos coletá-las do corpo
  145. e usá-las como caminhões de bombeiros
    para medicamentos contra o câncer.
  146. Neste caso,
  147. é menos provável que as células
    imunológicas do fígado comam
  148. as nanopartículas biológicas.
  149. Usamos um conceito
    baseado no cavalo de Tróia
  150. para enganar o fígado.
  151. Aqui vemos as nanopartículas biológicas
  152. circulando no sangue.
  153. Elas não são reconhecidas pelo fígado
  154. e acabam no tumor.
  155. No futuro,
  156. queremos explorar as próprias
    nanopartículas da natureza
  157. para administrar medicamentos
    contra o câncer,
  158. reduzir efeitos colaterais e salvar vidas,
  159. impedindo que os medicamentos
    contra o câncer estejam no local errado.
  160. No entanto, um problema importante é:

  161. como podemos isolar essas nanopartículas
    biológicas em grandes quantidades
  162. sem danificá-las?
  163. Meu laboratório desenvolveu
    um método eficiente para fazer isso.
  164. Podemos processar grandes quantidades
    de líquidos do corpo
  165. para produzir uma substância
    de alta qualidade e altamente concentrada
  166. de nanopartículas biológicas.
  167. Essas nanopartículas
    ainda não estão em uso clínico,
  168. porque leva, em média, 12 anos
  169. para que algo do laboratório
  170. chegue ao seu armário de medicamentos.
  171. Esse é o tipo de desafio
    que exige trabalho em equipe

  172. de cientistas e médicos,
  173. que dedicam a vida a essa batalha.
  174. Continuamos, graças
    à inspiração dos pacientes.
  175. Acredito que, se continuarmos
    trabalhando nesses nanomedicamentos,
  176. conseguiremos reduzir os danos
    a órgãos saudáveis,
  177. melhorar a qualidade de vida
  178. e salvar futuros pacientes.
  179. Gosto de imaginar

  180. que, se esses tratamentos
    estivessem disponíveis para Rebecca,
  181. aquela ligação dela
  182. poderia ter sido um convite
  183. não para o enterro,
  184. mas para o casamento dela.
  185. Obrigada.

  186. (Aplausos)