YouTube

Got a YouTube account?

New: enable viewer-created translations and captions on your YouTube channel!

Portuguese, Brazilian subtitles

← As incríveis avós dos baleais das orcas - Darren Croft

Get Embed Code
17 Languages

Showing Revision 9 created 12/27/2018 by Carolina Aguirre.

  1. Distante da costa rochosa
    do noroeste pacífico,
  2. baleais de orcas habitam as águas geladas.
  3. Cada família consegue sobreviver aqui
  4. graças principalmente a um membro,
  5. seu caçador mais experiente:
  6. a avó.
  7. Essas matriarcas podem
    viver 80 anos ou mais,

  8. enquanto a maioria dos machos
    morrem por volta dos 30 anos.
  9. Embora as orcas habitem
    todo grande oceano,
  10. até recentemente sabíamos
    muito pouco sobre elas.
  11. Os detalhes da vida delas
    frustravam os cientistas
  12. até que uma organização chamada
    Center for Whale Research
  13. começou a estudar uma única população
  14. próxima ao estado de Washington
    e a Columbia Britânica em 1976.
  15. Graças ao trabalho constante deles,
  16. aprendemos muito sobre essas baleias,
  17. conhecidas como residentes do sul.
  18. E quanto mais descobrimos,
  19. mais o papel vital das anciãs
    desta população entra em foco.
  20. Cada avó começa sua vida como um filhote

  21. nascido no grupo familiar
    de sua mãe, ou seja, matrilinear.
  22. A família faz tudo junto,
  23. caçam, brincam e até se comunicam
    através de um conjunto próprio de cantos.
  24. Os filhotes machos e fêmeas passam
    a vida toda com a família materna deles.
  25. Isso não significa que uma baleia jovem
    apenas interaja com seus parentes.

  26. Além dos próprios cantos especiais,
  27. a família materna dela compartilha
    um dialeto com as famílias próximas
  28. e elas se socializam regularmente.
  29. Quando uma fêmea atinge
    por volta de 15 anos,
  30. esses encontros se tornam oportunidades
    para se acasalar com machos
  31. de outros grupos.
  32. As relações não duram muito
    além do acasalamento;
  33. a fêmea e seus filhotes
    ficam com a família dela,
  34. enquanto o macho retorna para a mãe dele.
  35. Até aproximadamente os 40 anos,

  36. ela dá à luz a cada seis anos em média.
  37. Então ela passa pela menopausa
  38. o que é quase inédito no reino animal.
  39. Na verdade, humanos,
    orcas e algumas outras baleias
  40. são as únicas espécies cujas fêmeas
    continuam a viver por anos
  41. depois que param de reproduzir.
  42. Depois da menopausa,

  43. avós assumem a liderança
    na caça ao salmão,
  44. principal fonte de alimento
    das residentes do sul.
  45. A maior parte do inverno,
    elas se alimentam no mar,
  46. suplementando o salmão com outros peixes.
  47. Mas quando o salmão segue em massa
    em direção à costa para desovar,
  48. as orcas os seguem.
  49. A matriarca mostra às baleias mais jovens
  50. onde encontrar
    a área de captura mais fértil.
  51. Ela também compartilha até 90%
    do salmão que pega.
  52. A cada ano que passa,
  53. as contribuições dela
    se tornam mais vitais:
  54. a sobrepesca e a destruição do habitat
    decimaram populações de salmão,
  55. colocando as baleias
    em risco de fome quase constante.
  56. A experiência dessas avós

  57. pode significar a diferença entre
    vida e morte para a família delas.
  58. Mas por que elas param de reproduzir?
  59. É quase sempre vantajoso
    para uma fêmea continuar reproduzindo,
  60. mesmo que ela também cuide
    dos filhos e netos dela.
  61. Algumas circunstâncias únicas
    mudam esta equação para as orcas.
  62. O fato de que nem filhos nem filhas

  63. deixam suas famílias de origem
    é extremamente raro;
  64. em quase todas as espécies animais,
  65. um ou ambos os sexos se dispersam.
  66. Isso significa que, conforme
    a orca fêmea envelhece,
  67. uma porcentagem maior da família dela
  68. consiste em seus filhos e netos
  69. enquanto parentes mais distantes morrem.
  70. Como as fêmeas mais velhas são mais
    próximas do grupo do que as mais jovens,
  71. elas fazem de tudo para investir
    na família como um todo,
  72. ao passo que as fêmeas mais jovens
    devem investir na reprodução.
  73. No ambiente da orca,

  74. cada novo filhote
    é outra boca para alimentar
  75. em recursos limitados e compartilhados.
  76. Uma fêmea mais velha pode favorecer
    seus genes sem sobrecarregar sua família
  77. apoiando seus filhos adultos,
  78. que procriam filhotes
    que outras famílias vão criar.
  79. Pode ser por isso que as fêmeas evoluíram
  80. para parar de reproduzir
    completamente na meia-idade.
  81. Mesmo com as contribuições das avós,

  82. as orcas residentes do sul
    estão criticamente em perigo,
  83. em grande parte devido
    a um declínio do salmão.
  84. Precisamos urgentemente investir
    na restauração das populações de salmão
  85. para salvá-las da extinção.
  86. A longo prazo,
  87. precisaremos de mais estudos
    como o do Center for Whale Research.
  88. O que descobrimos
    sobre as residentes do sul
  89. pode não ser verdade para outros grupos.
  90. Ao estudar outras populações de perto,
  91. podemos descobrir mais
    adaptações surpreendentes,
  92. e anteceder suas vulnerabilidades
    à interferência humana
  93. antes que a sobrevivência
    delas corra risco.