YouTube

Got a YouTube account?

New: enable viewer-created translations and captions on your YouTube channel!

Portuguese, Brazilian subtitles

← 5 common mistakes in SEO (and 6 good ideas!)

Maile Ohye from Google covers the five most common errors
she finds in SEO, and then concludes with six quick tips to make sure
you're on the right track.

Get Embed Code
34 Languages

Showing Revision 1 created 08/08/2012 by Amara Bot.

  1. Eu sou Maile Ohye.
  2. Trabalho no Google como Líder de Tecnologia
    de Desenvolvedores de Programas,
  3. normalmente em nossa sede
    em Mountain View, Califórnia.
  4. Mas hoje estou em casa, em São
    Francisco, para falar sobre os
  5. cinco erros mais comuns
    que encontro no SEO.
  6. O erro número um é trabalhar
    no SEO antes de seu site ter uma
  7. proposta de valor.
  8. Pergunte-se: por que um
    usuário escolheria meu
  9. site nos resultados de pesquisa?
  10. Digamos que você tenha um site
    que promove sua empresa
  11. off-line, como uma loja local
    de conserto de bicicletas.
  12. O que diferencia sua
    empresa de seus
  13. concorrentes?
  14. Você é uma organização
    sem fins lucrativos?
  15. Ou talvez você ofereça orçamentos
    gratuitamente, uma demonstração gratuita,
  16. ou você é o revendedor
    independente mais antigo da cidade.
  17. Ou, se você tiver um site de comércio
    eletrônico, o que diferencia seu site
  18. de outros?
  19. Você possui preços mais
    baixos, frete grátis, ótimo serviço
  20. para o cliente, ou melhores
    descrições de produtos?
  21. Começar com a proposta de
    valor simplifica o SEO.
  22. Independente de como seu site é
    avaliado nos resultados de pesquisa,
  23. se você quiser ficar no topo, os pesquisadores
    precisam de uma proposta de valor
  24. para clicar em seu site, para
    voltar e visitar seu site novamente,
  25. e para recomendá-lo
    a seus amigos.
  26. Comece com uma proposta de valor
    e concentre-se na experiência
  27. de um usuário de qualidade.
  28. Vamos para o erro
    número dois, uma
  29. abordagem segmentada do SEO.
  30. Eu chamo isso de abordagem
  31. marmita, porque sou japonesa.
  32. E é como seu prato do
    jantar, com cada item
  33. segmentado e nenhum
    deles funcionando juntos.
  34. É ótimo para seu sushi
    e para sua salada.
  35. Não é tão bom quando
    não há comunicação entre
  36. suas equipes de marketing,
    desenvolvimento de negócios e SEO.
  37. O erro número dois é relacionado
    a trabalhar com o SEO em um silo.
  38. Uma abordagem aprimorada e
    mais holística do SEO é considerar
  39. toda a experiência do usuário,
    desde a campanha de marketing até
  40. a conversão real
    e, possivelmente,
  41. a continuidade dos negócios.
  42. Vanessa Fox, consultora e
    autora de estratégia de mecanismo
  43. de pesquisa, escreveu sobre esse
    tipo de abordagem ''marmita''
  44. em relação ao Super Bowl,
    quando é difícil para as
  45. empresas de integrar
    completamente seus
  46. anúncios de televisão off-line
    com seus esforços on-line do SEO.
  47. Ela notou que uma empresa de automóveis
    gastou milhões em anúncios de TV para
  48. levar os usuários até um site,
    edityourown.com, no qual
  49. poderiam fazer um vídeo
    de seus próprios carros.
  50. No Superbowl de Domingo,
    esse comercial não apenas
  51. trouxe usuários ao site, mas
    também ajudou de fato a consulta
  52. edityourown a atingir a posição
    36 no Google Hot Trends.
  53. Agora, imagine se
    essa fosse sua empresa.
  54. Como o SEO, você não pode simplesmente
    se concentrar nas palavras-chave comuns
  55. que você usa todo dia.
  56. Mas você também precisa
    integrar campanhas de marketing e
  57. otimizar as palavras
    "edityourown."
  58. O erro número três é
    concentrar esforços em
  59. soluções alternativas que consomem
    muito tempo em vez de pesquisar novos
  60. recursos ou práticas recomendadas
    que possam simplificar suas tarefas.
  61. Por exemplo, para sites com
    conteúdo paginado: anteriormente,
  62. alguns webmasters tentaram a
    solução alternativa de usar
  63. rel="canonical" nas páginas
    subsequentes à primeira página .
  64. Infelizmente, isso pode
    causar uma perda de
  65. conteúdo no índice do Google.
  66. A boa notícia é que há
    novas práticas recomendadas.
  67. Agora, suportamos as
    marcações rel="next" e rel="prev".
  68. Então, seu artigo paginado ou sua
    categoria de produto são tratados como
  69. uma série única, em vez de ter
    uma classificação de páginas diluída
  70. em vários componentes.
  71. No passado, para conseguir
    rastrear várias páginas novas ou
  72. atualizadas o mais rápido possível,
    os webmasters realizaram
  73. a extensa tarefa
    de atualizar o mapa do site
  74. com os novos URLs, enviar
    o novo arquivo do mapa
  75. do site, e depois
    enviar ao Google.
  76. Mas em 2011, expandimos a "Busca com
    o Googlebot" das Ferramentas para
  77. Webmasters para que, por semana,
    você possa enviar até 500 URLs
  78. novos ou atualizados que gostaria
    que fossem rastreados, ou até 10
  79. URLs que gostaria que fossem rastreados,
    junto com suas páginas vinculadas.
  80. Ao enviar através de "Buscar
    como Googlebot," a maioria dos URLs
  81. é rastreada dentro de 24 horas.
  82. Uma maneira fácil de estar em
    contato com os novos recursos e as
  83. práticas recomendadas é inscrevendo-se
    no Blog da Central do webmaster.
  84. Enquanto o erro número três
    é sobre soluções alternativas que
  85. consomem tempo, geralmente
    porque um SEO não está atualizado,
  86. o erro número quatro está
    em um espectro semelhante.
  87. Mas agora está relacionado a
    ser pego pelas tendências do SEO.
  88. Nos início dos mecanismos
    de pesquisa, webmasters e
  89. mecanismos de pesquisa
    buscaram o usuário.
  90. Estávamos na mesma
    corrida: conseguir usuários
  91. para acessar e converter.
  92. Depois, quando o mercado amadureceu,
    as coisas saíram do controle.
  93. Era como se a corrida tivesse se
    dividido em duas corridas simultâneas.
  94. E, em vez de buscar usuários,
    alguns sites começaram a buscar
  95. algoritmos de mecanismos de pesquisa.
  96. Em seis anos no Google,
    vi as tendências de SEO tomarem
  97. muitas formas. Por volta de 2005, os SEOs
    perderam o foco e passaram incontáveis
  98. horas editando seus conteúdos
    para for uma densidade de palavras-chave
  99. ideal, o que significa palavras-
    chave por página.
  100. Não foi muito útil na época.
  101. Em vez disso, eles poderiam ter
    aproveitado melhor o tempo tornando
  102. o conteúdo legível,
    atrativo e informativo.
  103. Tenho certeza que você tem uma
    longa lista de tarefas para seu site.
  104. Tente evitar as tendências de SEO,
    e, em vez disso, priorize as
  105. tarefas que trarão
    valor duradouro.
  106. Por fim, isso nos
    leva ao erro
  107. número cinco, iteração lenta.
  108. No Google, costumamos
    dizer que a constante principal no
  109. SEO é que está em
    constante evolução.
  110. Quanto mais rápido sua equipe
    conseguir iterar, melhor.
  111. Uma boa receita é: primeiro,
    definir métricas para o sucesso.
  112. E, segundo, implementar
    aprimoramentos.
  113. Em seguida, meça o impacto, e
    depois crie novos aprimoramentos.
  114. Por último, priorize aqueles
    aprimoramentos baseados no
  115. mercado e nas
    pessoas de sua equipe.
  116. E depois, é claro, repita.
  117. A vantagem de
    ter um ciclo de SEO
  118. ágil é bem clara.
  119. Em 2009, lançamos
    os Rich Snippets.
  120. Sites de receitas ou eventos
    que podiam iterar rapidamente e
  121. implementar a marcação adequada
    agora podiam mostrar resultados
  122. de pesquisa bem mais atrativos.
  123. O mesmo é válido para
    sites de vídeo que podiam
  124. criar e enviar rapidamente
    mapas de sites de vídeo.
  125. Mais uma vez, aqueles que eram
    ágeis, conseguiram os benefícios.
  126. Esses são os cinco erros que
    acho mais comuns no SEO.
  127. Mas agora vamos abordar as
    práticas recomendáveis de SEO.
  128. Primeiro, faça algo legal.
  129. Tenha uma proposta de
    valor que diferencie você
  130. de seus concorrentes.
  131. Segundo, inclua palavras-
    chave relevantes em sua cópia.
  132. Não há necessidade de pensar sobre
    a densidade das palavras-chave.
  133. Mas certifique-se de que seu conteúdo
    inclua as palavras-chave que as pessoas
  134. realmente pesquisam.
  135. Terceiro, seja esperto em relação
    a suas tags, tags de título e
  136. tags de meta descrição, e
    à arquitetura de seu site.
  137. Quarto, inscreva-se para receber e-mails nas
    Ferramentas do Google para webmasters.
  138. Isso permite que mensagens
    importantes do Google, como
  139. notificações de problemas de
    rastreamento, sejam encaminhadas
  140. diretamente para a caixa de entrada que
    você verifica regularmente, seja ela
  141. sua caixa de entrada do trabalho,
    do Yahoo, ou do Gmail.
  142. Quinto, atraia agitação.
  143. Isso ajuda a trazer links naturais,
    ótimos comentários, votos,
  144. marcações com +1 e seguidores.
  145. E, por último, mantenha-se
    atualizado e relevante.
  146. Quem sabe, expanda seu alcance
    para os sites de mídia social, se
  147. esse for um lugar adequado para
    chegar até seu público.
  148. Ou certifique-se de que seu site
    é acessível em smartphones,
  149. se seu produto for
    adequado em movimento.
  150. Espero que esse vídeo ajude você
    a evitar os erros comuns do SEO
  151. e, em vez disso, concentre você nas
    práticas recomendadas que podem
  152. trazes benefícios duradouros e positivos.
  153. Obrigado por assistir a este vídeo.