YouTube

Got a YouTube account?

New: enable viewer-created translations and captions on your YouTube channel!

Portuguese subtitles

← The Internet's Own Boy: The Story of Aaron Swartz

Get Embed Code
43 Languages

Showing Revision 1 created 08/03/2014 by patriciacornils2.

  1. "Existem leis injustas; devemos nos contentar em obedecê-las; devemos lutar para modificá-las e obedecê-las até conseguirmos; ou devemos transgredi-las de uma vez?

  2. Um dos fundadores do site de rede social, notícias e entretenimento Reddit foi encontrado morto.

  3. Ele era, com certeza, um prodígio, apesar de nunca ter enxergado a si mesmo dessa maneira.
  4. Ele não via nenhuma graça
  5. em formar empresas e ganhar dinheiro.
  6. Há um profundo sentimento de perda esta noite em Highland Park, cidade onde nasceu Aaron Swartz,
  7. enquanto entes queridos se despedem de uma das luzes mais brilhantes da Internet.
  8. Ativistas da liberdade, do acesso livre e do mundo digital lamentam sua perda.
  9. "Uma inteligência espantosa", dizem pessoas que o conheceram.
  10. Ele foi morto pelo governo e o MIT traiu todos os seus princípios básicos.
  11. Queriam fazer dele um exemplo, ok?
  12. Governos têm um desejo insaciável por controle.
  13. Ele corria o risco de receber uma pena de 35 anos de prisão e uma multa de um milhão de dólares.
  14. Há questões acerca do zelo, eu diria até de má conduta, do Ministério Público.
  15. Vocês avaliaram essa questão específica e chegaram a alguma conclusão?
  16. Enquanto crescia, passei por um lento processo de perceber que coisas a minha volta que
  17. as pessoas diziam que eram naturalmente de certa maneira, da maneira que as coisas sempre foram,
  18. não eram naturais de jeito nenhum. Eram coisas que podiam ser mudadas
  19. e o mais importante é que eram coisas erradas e que deveriam mudar
  20. e no momento em que me dei conta disso, já não havia como voltar atrás.
  21. Bem-vindos à hora de ler histórias.
  22. O nome do livro é "Paddington na Feira".
  23. Bom, nasci em Highland Park e cresci aqui.
  24. Aaron veio de uma família de três irmãos, todos extraordinariamente brilhantes.
  25. "Xi, a caixa está caindo..."
  26. "vocês estão livres..."
  27. Nós não éramos, sabe, as crianças mais bem-comportadas.
  28. Três meninos correndo o tempo todo, criando confusão.
  29. "Ei, não, não, não!"
  30. -- Aaron!
    -- O que?
  31. Mas eu cheguei à conclusão de que o Aaron aprendeu muito cedo como aprender as coisas.
  32. "Um, dois, três, quatro, cinco, seis, sete, oito, nove, dez!"
  33. -- Toc, toc!
    -- Quem é?
  34. -- Aaron.
    -- Aaron quem?
  35. -- Aaron Engraçadinho.
  36. Ele sempre soube o que queria e sempre quis realizar o que queria.
  37. Sempre conseguiu o que queria.
  38. Sua curiosidade não tinha fim.
  39. "Esta é uma figura de como os planetas são, e cada planeta tem um símbolo:

  40. o símbolo de Mercúrio, o símbolo de Vênus, o símbolo da Terra, o símbolo de Júpiter."
  41. Um dia ele perguntou a Susan, "O que é esse lugar de entretenimento familiar gratuito no Centro de Highland Park?"
  42. "Lugar de entretenimento familiar gratuito no Centro de Highland Park".
  43. Ele tinha três anos.
  44. A mãe perguntou, "do que você está falando?"
  45. Ele disse: "Olha, está escrito aqui na geladeira,"
  46. "Lugar de entretenimento familiar gratuito no Centro de Highland Park."
  47. Ela se deu conta e ficou pasma com o fato de que ele já sabia ler.
  48. Se chama "O Seder de minha família".
  49. A noite do Seder é diferente de todas as outras noites.
  50. Me lembro de uma vez, estávamos na biblioteca da Universidade de Chicago.
  51. Tirei da prateleira um livro que era, tipo, de 1900,
  52. mostrei a ele e disse, "sabe, este é um lugar sensacional".
  53. Éramos crianças curiosas, mas o Aaron gostava de verdade de aprender e de ensinar.
  54. "... hoje vamos aprender o ABC de trás para frente."
  55. "Z, Y, X, W, V, U, T..."
  56. Lembro que ele chegou em casa depois de sua primeira aula de álgebra.
  57. Ele dizia, "Noah, quero ensinar álgebra para você!"
  58. E eu, "o que é álgebra?"
  59. Ele era sempre assim.
  60. "Vamos apertar esse botão aqui! Agora fica assim!"
  61. "Ficou cor de rosa!"
  62. Quando ele tinha dois ou três anos e Bob mostrou computadores a ele,
  63. ele se debruçou como doido nos computadores.
  64. (fala de bebê)
  65. Todos nós tínhamos computadores, mas Aaron se apaixonou de verdade, se apaixonou pela Internet,
  66. -- Trabalhando no computador?
    -- Nãoo...
  67. "Como pode... mamãe, porque nada funciona?"
  68. Ele começou a programar bem novo.
  69. Me lembro que o primeiro programa que escrevi com ele era em BASIC,
  70. e era um jogo com informações sobre Star Wars.
  71. Ele ficava sentado comigo no porão, onde ficava o computador,
  72. por horas, programando esse jogo.
  73. O problema que eu tinha com ele era que não havia mais nada que eu quisesse fazer,
  74. e para ele, tinha sempre algo mais para fazer,
  75. alguma coisa que podia ser resolvida com programação.
  76. Aaron sempre enxergou programar como algo mágico.
  77. Você pode conseguir coisas que os seres humanos normais não conseguem.
  78. Aaron fez um terminal de autoatendimento usando tipo um Macintosh e uma caixa de papelão.
  79. Uma vez, em um Halloween, eu não sabia que fantasia queria usar
  80. e ele achou que seria muito, muito bacana eu me fantasiar como seu computador favorito,
  81. que na época era o iMac original.
  82. Quer dizer, ele detestava usar fantasias no Halloween mas adorava convencer as pessoas
  83. a se fantasiar de coisas que queria ver.
  84. "Aaron, para!
    Gente, vamos, olhem para a câmera!"
  85. "Homem Aranha olha para a câmera!"
  86. Ele fez um site chamado "The Info", onde as pessoas podiam colocar informações.
  87. Tenho certeza de que existe alguém que sabe tudo sobre ouro, sobre folheamento de ouro...
  88. Por que não escrevem sobre isso em um site? Aí alguém pode vir depois,
  89. ler a informação, e editar se achar que não está boa.
  90. Não é muito diferente da Wikipedia, não é?
  91. Isso foi antes da Wikipedia começar, e foi desenvolvido por um garoto de 12 anos,
  92. neste quarto, sozinho, rodando em um pequeno servidor, usando tecnologia antiga.
  93. E um dos professores disse,
  94. "Essa idéia é péssima. Não dá para deixar qualquer um escrever uma enciclopédia!"
  95. "É por isso que existem estudiosos, para escrever esses livros para nós."
  96. "Como é que você teve uma ideia tão ruim?"
  97. Eu e meu irmão pensamos, "ah, a Wikipedia é legal mas...
  98. a gente já tinha uma em casa, há uns cinco anos."
  99. O site de Aaron, theinfo.org, ganhou um concurso escolar
  100. realizado pela empresa de web design ArsDigita, de Cambridge.
  101. Fomos todos para Cambridge quando Aaron ganhou o prêmio ArsDigita
  102. e a gente não tinha a mínima ideia do que ele andava fazendo.
  103. Era óbvio que se tratava de um prêmio muito importante.
  104. Logo Aaron começou a participar de comunidades de programadores online,
  105. que estavam criando uma nova ferramenta para a Internet.
  106. Ele me dizia, "Ben, tem essa coisa incrível na qual estou trabalhando."
  107. "Você precisa conhecer isso!"
  108. E eu, "tá, o que é?"
  109. Ele me diz"é uma coisa chamada RSS."
  110. E me explica o que é RSS. E eu pergunto "mas isso serve para que, Aaron?"
  111. "Tem algum site usando?"
    "Por que eu usaria algo assim?"
  112. Havia uma lista de e-mails das pessoas que estavam desenvolvendo o RSS, e XML de uma maneira mais geral,
  113. e havia na lista uma pessoa chamada Aaron Swartz que era briguenta mas muito inteligente,
  114. e tinha ideias muito boas e
  115. ele nunca aparecia nos encontros presenciais, e eles diziam
  116. "Ei, quando você vai aparecer em um de nossos encontros presenciais?"
  117. E ele respondia, "acho que minha mãe não vai deixar. Acabo de completar 14 anos".
  118. E a primeira reação das pessoas era: "Bom, esse colega com o qual estamos trabalhando há um ano
  119. tinha 13 anos enquanto trabalhava conosco e agora tem somente 14."
  120. E a segunda reação do grupo foi:
  121. "Nossa, a gente precisa encontrá-lo. Isso é extraordinário!"
  122. Ele fez parte do comitê que esboçou o RSS.
  123. E o que estava fazendo era ajudar a construir o sistema de encanamento do hipertexto moderno.
  124. O trecho do RSS que ele estava desenvolvendo era uma ferramenta que pode ser usada para receber resumos
  125. de coisas que estão aparecendo em outras páginas da web.
  126. De maneira geral, isso podia ser usado em um blog.
  127. Você pode querer ler os blogs de outras 10 ou 20 pessoas.
  128. Se você usa os feeds RSS deles, esses resumos do que está acontecendo nessas outras páginas,
  129. para criar uma lista do que está rolando.
  130. Aaron era muitonovo, mas ele entendia a tecnologia e enxergava quando ela não estava perfeita
  131. e ficava procurando jeitos para ajudar a melhorá-la.
  132. Então sua mãe começou a embarcá-lo em voos em Chicago, e nós íamos buscá-lo em São Francisco.
  133. Apresentávamos ele a pessoas interessantes com as quais pudesse conversar e ficávamos espantados com seus hábitos alimentares horríveis.
  134. Ele só comia alimentos brancos, como arroz cozinho. Refogado não, porque era branco o suficiente
  135. e pão branco e assim por diante...
  136. e era admirável ver a qualidade do debate que surgia daí,
  137. as coisas que saiam da boca daquele garoto pequeno,
  138. e a gente ficava pensando "esse garoto vai realmente fazer algo importante se não morrer antes de escorbuto".
  139. Aaron,