YouTube

Got a YouTube account?

New: enable viewer-created translations and captions on your YouTube channel!

Portuguese, Brazilian subtitles

← Emma Watson Discurso ElePorEla | ONU Mulheres 2014

Emma Watson, Embaixadora da Boa Vontade da ONU Mulheres faz suas observações tocantes durante o evento especial na base das Nações Unidas: ElePorEla em Nova York no dia 20 de setembro de 2014.
Visite HeForShe.org para tomar alguma atitude.

Get Embed Code
36 Languages

Showing Revision 1 created 09/26/2014 by Yohanna Cordeiro.

  1. Vossas excelências,

  2. Secretário Geral da ONU,
  3. Presidente da Assembléia Geral,
  4. Diretor Executivo da ONU Mulheres,
  5. e ilustres convidados.
  6. Hoje estamos lançando a campanha
    "Ele por Ela".
  7. Estou falando com vocês porque
    precisamos de ajuda.
  8. Queremos acabar com a
    desigualdade de gênero,
  9. e para conseguirmos, precisamos
    que todo mundo se engaje nisso.
  10. É a primeira campanha desse
    tipo na ONU.
  11. Queremos tentar e galvanizar o máximo
    de homens e meninos possível
  12. para serem defensores da mudança.
  13. E não queremos apenas falar sobre isso.
  14. Queremos fazer com que isso
    seja tangível.
  15. Fui nomeada como Embaixadora da
    Boa Vontade para ONU Mulheres
  16. há 6 meses atrás. E quanto mais falo de
    feminismo, mais eu percebo
  17. que lutar pelos direitos das mulheres,
    se torna sinônimo de "odiar a homens"
  18. com frequência demais.
  19. E se há algo que sei com certeza
  20. é que isso precisa parar.
  21. Só para constar:
    Feminismo, por definição,
  22. é a convicção de que homens e
    mulheres devam ter direitos
  23. e oportunidades iguais.
  24. É a teoria de igualidade de gênero
    política, econômica
  25. e social.
  26. Comecei a questionar presunções
    baseadas em gênero há muito tempo.
  27. Aos 8 anos de idade, fiquei confusa ao
    ser chamada de "mandona"
  28. que queria dirigir as peças que
    apresentaríamos para nossos pais.
  29. Mas os meninos não eram.
  30. Aos 14 comecei a ser sexualizada por
    algumas mídias.
  31. Aos 15 minhas amigas passaram a
    desistir de seus esportes tão adorados
  32. porque não queriam ficar muito musculosas.
  33. Quando aos 18, meus amigos não
    podiam expressar seus sentimentos...
  34. decidi que eu era feminista.
  35. E não me pareceu complicado.
  36. Mas minhas pesquisas recentes me
    mostraram que feminismo se tornou
  37. uma palavra impopular.
  38. Mulheres preferem não se identificar
    como feministas.
  39. Pelo visto estou no grupo de mulheres
  40. das quais as expressões são vistas como
    muito fortes, agressivas,
  41. isoladoras, anti-homem.
    E até não atraentes.
  42. Por que a palavra se tornou
    tão desconfortável?
  43. Sou britânica,
  44. e creio que eu mereça ser paga o mesmo
    que meus homólogos masculinos.
  45. E creio que eu possa tomar as decisões
    sobre meu próprio corpo.
  46. Creio -
    (Aplausos)
  47. Creio que mulheres devam ter envolvimento,
  48. em meu nome, nas políticas e decisões
    que afetarão minha vida.
  49. Creio que, socialmente, eu seja fornecida
    com o mesmo respeito que homens.
  50. Mas infelizmente, posso dizer
    que não há país algum
  51. no mundo onde mulheres
    possam esperar receber esses direitos.
  52. Nenhum país do mundo pode
    dizer alcançou
  53. a igualdade de gênero.
  54. Esses direitos,
    considero que sejam direitos humanos,
  55. mas sou uma das afortunadas.
  56. Minha vida é de muito privilégio
    porque meus pais
  57. não me amaram menos
    porque nasci mulher.
  58. Minha escola não me limitou
    por eu ser menina.
  59. Meus mentores não presumiram que
    eu iria menos longe
  60. porque talvez um dia eu pudesse
    dar à luz.
  61. Essas influências, com
    Embaixadores da Igualdade de Gênero
  62. fizeram de mim quem eu sou hoje...
  63. Talvez não saibam, mas eles são
    feministas inadvertidos
  64. que estão mudando o mundo hoje.
  65. Precisamos de mais desses.
  66. E se você ainda odeia a palavra,
    não é a palavra que importa.
  67. É a ideia e ambição por trás dela.
  68. Porque nem toda mulher tem recebido
    os mesmos direitos que eu.
  69. Na verdade, estatisticamente,
    pouquíssimas receberam.
  70. Em 1997, a Hillary Clinton deu
    um discurso famoso em Pequin
  71. sobre direitos das mulheres.
  72. Infelizmente, muitas das coisas que ela
    quis mudar ainda se mantém hoje.
  73. Mas o que mais me chamou atenção foi
  74. que menos de 30% da plateia era masculina.
  75. Como podemos mudar o mundo
    se só metade dele é convidado,
  76. ou se sente bem vindo a participar
    da conversa?
  77. Homens...
  78. Gostaria dessa oportunidade
    para formalmente convidá-los.
  79. (Aplauso)
  80. Equidade de gênero é um assunto
    para vocês também.
  81. Porque, até hoje,
    vejo o meu pai
  82. tendo a paternidade menos valorizada
    pela sociedade, embora eu
  83. necessitasse sua presença quando
    menor, tanto quanto minha mãe.
  84. Vejo rapazes
    sofrendo de doenças mentais
  85. incapazes de pedir ajudar
    por medo de que os faria
  86. menos masculino
    ou menos homem.
  87. No Reino Unido, suicídio é a principal
    causa de morte de homens
  88. entre 20-49 anos, superando acidentes
    de carro, câncer e doenças do coração.
  89. Tenho visto homens sendo fragilizados
    e inseguros por uma distorção
  90. do que consiste o sucesso masculino.
  91. Homens tampouco têm o benefício
    da equidade de gênero.
  92. Não costumamos falar de homens
    aprisionados num esteriótipo de gênero
  93. mas vejo que de fato são,
  94. e quando estiverem livres,
    as coisas mudarão para mulheres
  95. como consequência natural.
  96. Se homens não precisarem ser
    agressivos para serem aceitos,
  97. mulheres não sentirão obrigadas
    a serem submissas.
  98. Se homens não precisarem controlar,
    mulheres não serão controladas.
  99. Homens e mulheres deveriam
    sentir-se livres para serem sensíveis.
  100. Homens e mulheres deveriam
    sentir-se livres para serem fortes.
  101. Chegou o momento em que todos nós
    deveríamos pôr gênero
  102. num espectro ao invés de em
    dois ideais conflitantes.
  103. (Aplauso)
  104. Se pararmos de definirmos uns aos
    outros pelo que NÃO somos,
  105. e começarmos a definirmos a nós mesmo
    por quem somos, seremos mais livres.
  106. E "Ele por Ela" é sobre isso.
    É sobre liberdade.
  107. Quero homens nesse manto
    para que suas filhas, irmãs
  108. e mães possam se ver livres de
    preconceito.
  109. Mas também para que seus filhos
    tenham permissão de serem vulneráveis
  110. e humanos também, reinvindicarem as
    partes deles mesmos que abandonaram.
  111. Ao fazer isso, serão uma versão mais
    verdadeira e completa de si.
  112. Vocês devem estar pensando
    "Quem é essa garota do Harry Potter?"
  113. (Risos)
  114. "E por que ela está falando na ONU?"
  115. E é uma boa ótima pergunta.
  116. Tenho me perguntado o mesmo.
  117. Só sei que
    me importo com essa questão
  118. e eu quero ajudar.
  119. E tendo visto o que vi,
    e tendo recebido essa proposta,
  120. sinto que é minha responsabilidade
    falar a respeito.
  121. O estadista Edmund Burke disse:
  122. "Tudo que é preciso
    para forças ruins triunfarem,
  123. é que bons homens e mulheres
    façam nada."
  124. No meio do meu nervosismo
    preparando esse discurso,
  125. e nos meus momentos de dúvida,
    me perguntei:
  126. "Se não for eu, quem?"
  127. "Se não for agora, quando?"
  128. Se você tem dúvidas semelhantes
    quando oportunidades surgem para você,
  129. Espero que aquelas palavras ajudem
  130. porque...
  131. a realidade é que se não fizermos nada
    demorará 75 anos,
  132. ou, pra eu estar com quase 100,
    antes que mulheres possam
  133. ser pagas o mesmo que homens.
  134. Pelo mesmo trabalho.
  135. 15,5 milhões de meninas casarão nos
    próximos 16 anos, ainda crianças.
  136. E com os índices atuais, não será antes
    de 2086 que todas meninas rurais
  137. na África tenham acesso
    à educação secundária.
  138. Se você acredita na igualdade,
    talvez você seja um daqueles
  139. feministas inadvertidos que
    mencionei antes.
  140. E por isso, eu os aplaudo.
  141. Estamos nos esforçando por uma palavra
    que nos una, mas a boa notícia
  142. é que temos um movimento de união.
  143. Chama-se "Ele por Ela".
  144. Estou convidando você para erguer-se,
    ser visto e perguntar-se:
  145. "Se não eu, quem?
    Se não agora, quando?"
  146. Muito, muito obrigada.
  147. (Aplausos)