YouTube

Got a YouTube account?

New: enable viewer-created translations and captions on your YouTube channel!

Portuguese, Brazilian subtitles

← A Princesa e o Robô (FILME COMPLETO em HD) | Turma da Mônica

Get Embed Code
1 Language

Showing Revision 12 created 06/17/2019 by Erick Soares Figueiredo.

  1. De uma criação de
    Mauricio de Sousa

  2. A Turma da Mônica
    em
  3. A Princesa e o Robô
  4. Nos confins do universo,
  5. foram descobertas recentemente,
    misteriosas estrelas pulsantes.
  6. Batizadas pelos astrônomos
    de pulsar,
  7. elas não brilham
    como outras estrelas,
  8. elas pulsam como um
    grande coração de luz,
  9. batendo sem parar.
  10. Diz a lenda que, às vezes,
  11. um raio de luz desgarrado
    de uma distante estrela pulsar,
  12. pode atingir alguém, e esse
    alguém, nunca mais será o mesmo.
  13. Um, dois… esquerda, direita!
  14. Acertem o passo!
  15. Vamos!
  16. Você aí!
  17. Em forma! Rápido!
  18. Já não se fazem mais recrutas
    como antigamente.
  19. [SARGENTO] Pelotão!
  20. Ordinários!
  21. Marche!
  22. [NARRADOR] Planeta Terra,
    algum tempo depois.
  23. - Você ouviu um barulho, Cebolinha?
    - Ouvi sim, Mônica.
  24. - Foi o balulho que me acordou.
    - O que foi aquilo?
  25. - Não sei, Magali.
    - Veio de lá, oh!
  26. O que será
    que está acontecendo?
  27. Vamos ver o que é!
  28. Vamos!
  29. É por ali!
  30. Oh! Um pacote!
  31. - O que será que tem dentro?
    - Deixa que eu...
  32. - As vezes é de comer.
    - Não sei não. Acho bom a gente voltar a dormir.
  33. Ah! Então está aí.
  34. - O quê é isso?
    - Um robozinho.
  35. O que foi, amiguinho?
    Não chore!
  36. A gente pode ajudar?
    Falta um palafuso para você?
  37. O que me falta… é um coração.
  38. Coração?!
  39. É sim, um coração.
  40. Eu vou explicar tudo
    que me aconteceu.
  41. [ROBOZINHO] Tudo começou em um
    planetinha muito distante daqui
  42. chamado Cenourando.
  43. Era um dia muito especial
    quando…
  44. Vai ter início o torneio.
  45. [ANUNCIADOR] O vencedor
    terá direito a mão da nossa
  46. querida princesa Mimi.
  47. Vamos Mimi,
    meu povo a clama.
  48. Está bem, papai.
  49. Continue Araldo.
  50. [VOZ DESCONHECIDA]
    Esperem!
  51. Como vai querida?
  52. Desculpe o atraso.
  53. Eu não perderia esse
    torneio por nada.
  54. Meu amo adorado.
  55. Aqui está seu fiel servidor,
    Lord Coelhão.
  56. Como vai sua coluna, Majestade?
  57. Muito bem, obrigado.
  58. E que comece o torneio.
  59. É claro majestade.
    Que belíssima lembrança.
  60. Que memória fantástica!
  61. Que comece o torneio!
  62. Sim é claro, com sua permissão,
    naturalmente, Majestade.
  63. Competidores! Atenção!
  64. Estão todos prontos?
  65. Sim!
  66. Sim!
  67. Sim!
  68. Sim!
  69. Sim!
  70. Sim!
  71. Sim!
  72. Sim!
  73. Majestade.
  74. Princesa Mimi.
  75. Majestade, eu quero a sua permissão
    para participar deste torneio.
  76. Permissão concedida.
  77. Uh! Fora! Fora!
  78. Competidores!
  79. Preparem-se em dois grupos.
  80. Ao cair o lenço
    considero aberto o torneio.
  81. Primeira etapa: luta livre!
  82. Pare!
    É a hora do chá.
  83. Obrigado, adoro chá.
  84. Meu adorado rei,
  85. não precisamos
    continuar a disputa.
  86. Eu já ganhei.
  87. Vamos logo marcar
    a data do casamento.
  88. Ainda faltam mais duas provas
    para definir o campeão.
  89. Idiota intrometido!
    Espere até eu virar Rei!
  90. Com licença Majestade
    eu vou continuar a luta.
  91. Segunda prova!
  92. Cenoulanças a galope!
  93. Todos a postos!
  94. Eh! Pra você também!
  95. Ele trapaceou!
  96. Ah se eu pego
    esse Lold Coelhão!
  97. Olhe.
  98. É a vez do Coelho Negro.
  99. Viva! Viva!
  100. Atenção!
  101. Finalistas:
  102. Coelho Negro e Lord Coelhão.
  103. Terá início ao confronto final.
  104. Ao vencedor será dada
    a mão da princesa Mimi.
  105. Cara ou coroa?
  106. Cara.
  107. [REI] E deu cara.
  108. O vencedor: o Coelho Negro!
  109. Aproxime-se meu jovem.
  110. [LORD COELHÃO] Espere aí.
  111. Este casamento
    não poderá se realizar.
  112. Mas porquê
    ele não pode se casar?
  113. Ele venceu o torneio!
  114. Ele não poderá
    se casar com Mimi.
  115. Explique-se melhor.
  116. Pois bem.
    Ele não tem coração!
  117. Está escrito aqui nas nossas leis.
  118. É, de acordo com a lei.
  119. Só poderá se casar com a princesa
  120. aquele que tiver coração.
  121. E meu amado Rei, não vai
    desobedecer as Ordens do Rei, não é?
  122. Eu não sei se é justo.
  123. Justo?
    O único que pode achar
  124. o que é justo e o que não é, sou eu!
  125. Mas é claro. Sempre sob
    as ordens do mais incrível,
  126. fantástico e amado soberano.
  127. Mas já que ele não tem coração,
    foi desclassificado.
  128. Portanto quem vai
    se casar com Mimi sou eu.
  129. Por favor Majestade,
  130. dê-me uma chance? Eu sei que
    posso arranjar um coração e
  131. Pode nada!
  132. Esse cara é um papudo.
  133. Vamos marcar logo
    o dia do meu casamento.
  134. Ah paizinho,
    dê-lhe uma chance, vai?
  135. Então está decidido.
  136. O desejo de Mimi é uma ordem.
  137. Velho idiota!
  138. Você terá três dias cenouras
    para encontrar um coração
  139. [REI] e colocá-lo no peito.
  140. Mas se terminado o prazo,
    você não tiver voltado
  141. a mão de minha filha
    será do Lord Coelhão.
  142. Vá meu jovem,
    seu tempo já está correndo.
  143. Não se preocupe Mimi,
  144. eu conseguirei um coração!
  145. Robozinho! Robozinho?
  146. Toma.
  147. Bah! Mulheres!
  148. Ele pensa encontrar um coração, é?
  149. Não vou permitir
    que um mísero robô
  150. me tire a chance
    de me tornar um Rei.
  151. Lord Coelhão, você está bem?
  152. [LORD COELHÃO] Claro Majestade.
  153. É uma honra ser sentado
    por tão nobre figura.
  154. E agora, com licença.
  155. [Música romântica]
  156. Procurando um coração
  157. Que te complete com calor
  158. Devolver para alguém depois
  159. sinal do amor
  160. Pulsar, estrela nobre
  161. Explosão de alegria
  162. O calor dos seus sentidos
  163. Fará o universo orbitar
  164. Pulsar, teus sentimentos
  165. Da força de uma paixão
  166. Verá nascer o amor
  167. Vocês já sabem o que
    fazer com esse paspalho.
  168. Ele nunca se casará com a
    princesa, nunca! E agora levem-no!
  169. Zoiudo.
  170. - Vá! Suba com esse pacote.
    - Certo, chefe.
  171. [ZOIUDO] Chamando Lord Coelhão.
  172. - [LORD COELHÃO] Pode falar
    [ZOIUDO] - Oh, chefinho,
  173. o negócio é o seguinte.
  174. o robô vai ser jogado
    no planeta Terra.
  175. [LORD COELHÃO]
    É, ótimo, não poderia ser pior.
  176. E foi assim.
  177. Esse Lord Coelhão, se eu
    pego esse bandido eu
  178. Calma Mônica, guarde
    essa força pra ele.
  179. Oh Turma! Nós temos que ajudar
    o robozinho a encontrar um coração.
  180. Só assim que ele vai poder
    se casar com a princesinha.
  181. - É isso aí.
    - Isso mesmo! Vamos procurar.
  182. Coração, coraçãozinho!
  183. Procurar um coração?
  184. La encima, os anjinhos
    me falaram de uma pulsar.
  185. É isso mesmo.
  186. [ANJINHO] Pulsar é uma estrela pequeninha
    que fica pulsando sem parar.
  187. Dizem que ela na verdade
  188. é um coraçãozinho a espera de um
    dono que tenha sentimentos nobres,
  189. e amor, muito amor!
  190. Por isso, lobozinho, que você
    é diferente dos outros lobôs.
  191. Mas como poderemos ajudá-lo, Anjinho?
  192. - Como pegar a estrela?
    - Mas como?
  193. Ora essa, turma.
    É uma coisa muito simples.
  194. Tudo que a gente precisa fazer,
    é pegar um foguete
  195. ir até o final do universo,
    e aí então a gente vai pegar
  196. Ei turma.
  197. O Lord Coelhão
    vai gostar de saber disso.
  198. - Mas e o coração do robozinho?
    - Robozinho? Que robozinho?
  199. Nunca vi um na minha vida.
  200. Magina ficar voando pelo
    espaço atrás de um coração.
  201. - Minha mãe ia me por de castigo.
    - Não façam isso!
  202. Não podem abandonr o robozinho.
    Eu não vou deixar que abandonem o robozinho.
  203. Vão ficar com a consciência pesada
    só porque não ajudaram o robozinho.
  204. Não vão nem conseguir dormir,
    vão ficar com a consciência pesada
  205. só porque não ajudaram...
  206. Imagine, gente, que ideia mais boba.
  207. A gente não pode ficar voando pelo
    espaço procurando um coração.
  208. pra um robô.
  209. [CEBOLINHA]
    Ele é apenas um lobô.
  210. Por que a gente ia se
    arriscar por causa dele?
  211. Já pensou a enclenca
    que podemos alanjar?
  212. Eu não posso ir não.
  213. Tadinho, mas que ele deve
    tá sofrendo, isso deve.
  214. Já pensou o que é perder
    a mão de uma princesinha?
  215. Mas como será que ele está?
  216. Os dois na neve, oh!
  217. Anjinho no vento
    de cabeça pla baixo.
  218. Cabeça pla baixo?!
  219. Agora mude o cartaz.
  220. Pegue o que a gente tá na neve.
  221. Eles vão ficar com tanta peninha
    que não vão recusar ajuda.
  222. Não tão vendo que tô tocando?
    Fiquem quietos!
  223. Oh! Turma, espera.
  224. Não estão vendo
    que fiz isto só para ajudar o robozinho?
  225. Eu não fiz por mal, me escutem.
  226. Não se mate!
  227. Tá legal Anjinho! A gente vai ajudar
    achar um coração pra ele.
  228. Mas onde a gente vai arranjar
    uma nave espacial?
  229. O Franjinha pode ajudar.
  230. Já sei. Eu tenho a saída
    pra vocês.
  231. Oba!
  232. Muito bem, venham comigo.
  233. Olha a máquina
    que desentorta banana.
  234. Veja! Um jogador
    de figulinhas automático.
  235. Franjinha! Você sabe
    o que a gente tá procurando.
  236. É claro.
  237. Está aqui, oh!
  238. Eu guardei ela
    da nossa última aventura.
  239. Atenção!
  240. Aqui está ela.
  241. O quê acharam?
  242. É nisso que a gente vai viajar?
  243. Como nós vamos
    conseguir reformar isso?
  244. Com o material do Flanjinha
    e com ajuda de todos
  245. podemos leformar essa nave.
  246. É isso!
  247. Mas como vamos fazer
    pra levar esta coisa lá pra fora?
  248. Pela janela não passa.
  249. [CASCÃO]
    Ei turma!
  250. Olha só o que eu encontrei:
    uma entrada!
  251. Puxa! Como tem botão aqui dentro, meu!
  252. Ei, ei, ei! Cascão!
    Não mexe nesse botão vermelho!
  253. Qual? Esse?
  254. Pelo menos tirei a nave ai de dentro.
  255. - Turma, ao trabalho.
    - Vamos lá.
  256. Oh Bidu, o quê que há?
  257. Puxa vida! Eu semple achei
    que você gostava de floles.
  258. E por onde começamos?
  259. A gente faz assim: vocês tiram a nave daí
    enquanto pego meu projeto.
  260. Deixa comigo.
  261. Chamando Lord Coelhão.
  262. [LORD COELHÃO]
    Fala idiota!
  263. Chefinho, não vai ser...
  264. O quê? Pulsar? E ainda por cima
    estão consertando uma nave?
  265. Eu quero ver isso, imbecil!
  266. Pois não, chefinho! Veja com os seus…
    com os meus próprios olhos.
  267. De nada vai adiantar a ajuda
    desse míseros humanos.
  268. Pra alcançar este pulsar eles
    primeiro terão de ver comigo,
  269. o terrível Lord Coelhão.
  270. [LORD COELHÃO]
    Continue observando! Imbecil!
  271. Continuo.
  272. Deixe eu ver: essa peça, coloque ali!
  273. Agora esta peça do lado de lá - vai, vai!
  274. De novo?
  275. Alô Bidu.
  276. Lá vai.
  277. Venham ver.
  278. Um mapa!
  279. Legal!
  280. Esse é o caminho.
    Aí está.
  281. Ah, então é aqui?
  282. Vamos lá! Todos a bordo!
  283. Você não vai, Franjinha?
  284. Eu não! Vou ficar nos controles
    para o lançamento.
  285. Muito interessante.
  286. Então eles conseguiram
    reformar aquela lata.
  287. Atenção para
    a contagem regressiva.
  288. Rápido paspalho. Vá atrás
    deles. Vamos! Não os perca de vista.
  289. Certo amado chefe,
    "xá" comigo.
  290. Vamos lá.
  291. [FRANJINHA] Dez…
  292. Nove…
  293. Oito, sete...
  294. Mais rápido imundo,
    antes que eles partam.
  295. Dois…
  296. Um...
  297. Rápido, rápido! Aí não paspalho!
  298. Porquê não?
  299. Lá vai.
  300. Tchau! Voltem logo!
    Estou esperando vocês!
  301. Chefinho, o senhor por aqui?
  302. O que faz aqui na Terra?
  303. Idiota! Você é que está
    no planeta Cenourando.
  304. É mesmo? Eu?
    Como é que vim parar aqui? Hein? Explica?
  305. Isso eu não sei, imbecil!
    Aliás, isso nem me interessa.
  306. O que é isso na sua mão?
  307. Na minha mão?
    É o mapa da mina.
  308. Mapa?
  309. Veja chefinho, com ele poderemos impedi-los
    de chegarem até a pulsar.
  310. Olha bem, olha só.
  311. Mas isto é ótimo.
  312. [LORD COELHÃO]
    Então é esse o plano, hein?
  313. Meu espião,
    você é um grande espião.
  314. [ZOIUDO]
    Obrigado chefinho.
  315. Boa, meu querido espião.
  316. Com isso impediremos
    que a Turminha da Mônica
  317. ajude o robô
    a pegar seu coração.
  318. E vamos destruir a nave deles
    muito antes de chegar ao pulsar.
  319. E agora, siga-os. Eu mandarei
    minha nave-mãe para ajudá-lo.
  320. Vá!
  321. Vá imbecil.
  322. Eu liquidarei este mísero robô.
  323. Então meu amor está
    quase conseguindo um coração.
  324. E esse bruxo malvado,
    pensa que vai impedi-lo.
  325. Pois enganou-se,
    vou contar tudo pro papai!
  326. [MIMI]
    Me solta! Me solta!
  327. Seu monstro, malvado!
    Me solta, me solta, me larga!
  328. Quer dizer que
    a minha princesa ouviu tudo.
  329. Quando eu tiver destruído o robô, você
    será obrigada a se casar comigo.
  330. Levem-na e não a
    deixem sair do quarto.
  331. [ZOIUDO]
    Chamando Lord Coelhão.
  332. Atende!
  333. - Pronto, pode falar.
    [ZOIUDO] - Vou falar, olha, chefe.
  334. Se o Sr. mandar a sua mãe…
    a nave-mãe imediatamente..
  335. ao quadrante alfa. Poderemos
    surpreendê-los numa emboscada, tá?
  336. Perfeito meu fiel cretino.
  337. Mandarei minha
    nave-mãe e os meus
  338. melhores guardas imediatamente.
  339. Como poderei ajudar o meu amor?
  340. Se ao menos se pudesse avisar.
  341. [LORD COELHÃO]
    Guardas, preparem-se!
  342. Esta será uma missão
    muito especial.
  343. Vocês terão de destruir uma navezinha
    que se dirige ao quadrante alfa.
  344. Eu vou ter de ficar por aqui
    de agora em diante.
  345. Sigam instruções do meu espião.
    Entenderam?
  346. Entendido.
  347. Querido robô,
  348. você e seus amiguinhos foram espionados.
  349. Lord
    Coelhão sabe onde vocês estão
  350. e quer destruí-los.
    Cuidado.
  351. Nossa! Quantos botões! Qual
    deles fará isso funcionar?
  352. Raios! Ela fugiu!
  353. - Temos que achá-la.
    - Rápido! Por ali.
  354. Será que é este?
  355. Lá está ela.
  356. Vamos antes
    que ela acione o correio!
  357. Botãozinho, botãozinho
    querido, rápido, vamos!
  358. Pare!
  359. Pare já, é uma ordem!
  360. [MIMI]
    Boa sorte robozinho.
  361. [Música]
  362. Nós queremos um coração
  363. Prateado não serve não
  364. Tem que ser verdadeiro
    [E palpitar!]
  365. Nós queremos um coração
  366. Vamos subindo
    e no espaço procurar
  367. Pra longe no infinito
    O brilho de um pulsar
  368. Vamos subindo
    e no espaço procurar
  369. Pra longe no infinito
    O brilho de um pulsar
  370. Nós queremos um coração
  371. É a coisinha mais
    bonita do universo
  372. Nós pedimos esse verso
  373. Que nos guie
    e que nos leve até você
  374. O que a gente quer
    é só chegar pertinho
  375. E pedir um coração
  376. prum robozinho
  377. Mas tem que pulsar
  378. Fazer tum tum!
  379. Nós queremos um coração
  380. Vamos subindo
    e no espaço procurar
  381. Pra longe no infinito
  382. O brilho de um pulsar
  383. Vamos subindo
    e no espaço procurar
  384. Pra longe no infinito
  385. O brilho de um pulsar
  386. Não adianta chorar,
    minha querida princesa.
  387. Não fique triste.
  388. Enquanto você
    chora, ele se diverte.
  389. Se diverte?
    Como assim? Fale, fale!
  390. Você pensa
    que ele está sozinho?
  391. O quê você está querendo insinuar?
    Existe outra coelhinha?
  392. Coelhinha não! Mas uma menininha
    dentucinha muito engraçadinha
  393. e que tem um
    fraco por coelhinhos.
  394. Eu não acredito em você.
  395. Eu sabia que não
    acreditaria em mim.
  396. Eu, tenho provas disso.
  397. Provas?
  398. Veja!
  399. E ela é dentucinha como eu.
  400. Como você conseguiu essa foto?
  401. Foi o meu espião Zoiudo, num
    momento de distração dos dois pombinhos.
  402. Não posso acreditar.
    É mentira. Não pode ser.
  403. Não!!!
  404. Lord, abra!
  405. [LORD COELHÃO]
    Fique quieta!
  406. Lord, você está bem?
  407. Lord, que barulho é esse?
  408. [LORD COELHÃO]
    Já vou Majestade!
  409. Já vou, já estou indo.
  410. - Oi Majestade.
    - Oi Lord, o Sr. está bem?
  411. Claro Majestade, por quê?
  412. É que eu passava por aqui
    e ouvi gritos e muito barulho.
  413. Mais uma de minhas experiências
    científicas Majestade. Não se preocupe.
  414. Certo Lord, mas até os
    grandes cientistas podem errar.
  415. Ah, sim, mas não é o meu caso.
  416. Me aguarde, se sua Majestade me permitir,
    eu voltarei ao meu trabalho. Tchauzinho.
  417. Bem, darei boa noite a minha
    filha e depois irei descançar.
  418. - Boa noite, Lord.
    - Boa noite, Majestade.
  419. Oh, o que?
  420. Mimi, é o papai.
    Posso entrar?
  421. Espere só um pouquinho.
  422. Pronto, filhinha?
  423. [LORD COELHÃO FINGINDO]
    Pronto, papai.
  424. [REI] - Tudo bem, filha?
    - Tudo bem, já tava deitada.
  425. [REI] Só queria lhe desejar
    boa noite, filhinha.
  426. Boa noite, papai.
    Durma comigo.
  427. Quer dizer,
    durma com os anjos.
  428. Claro, filha.
    Ela deve estar gripada.
  429. Ora, ora, ora, a minha
    princesa está triste.
  430. Que peninha, que peninha.
  431. Ele não é fiel e nem
    sincero com você.
  432. Esqueça-o e case logo comigo.
  433. Nunca!
  434. Quer dizer que esta foto
    não foi o suficiente.
  435. Pois espere! Eu não desistirei
  436. Você ainda mudará de ideia.
  437. [ZOIUDO]
    Atenção nave-mãe!
  438. Atenção nave-mãe!
  439. Falando o espião Zoiudo.
  440. Uma nave mensageira foi
    lançada do planeta Cenourando.
  441. Em pouco tempo passará
    por vocês. Destruam-na!
  442. Certo, chefe.
  443. - Ei, o que foi isso?
    - Parecia a nave mensageira.
  444. Vamos interceptá-la.
    Temos que destruí-la!
  445. Ei, Anjinho,
    tem um xis a nossa flente?
  446. Tem sim, eu tô vendo.
  447. Temos que virar à direita, certo?
  448. [CEBOLINHA]
    Celto.
  449. Deixa eu ver.
  450. Eu estou aqui,
    e eles estão aqui.
  451. Muito interessante.
  452. Preciso chamar a
    nave-mãe, rápido.
  453. Chamando a nave-mãe.
    Chamando a nave-mãe.
  454. [ZOIUDO]
    Chamando a nave-mãe.
  455. Chamando a mamãe.
  456. Mamãe não, quer dizer:
    chamando a nave-mãe.
  457. Pronto, Sr. espião.
  458. Eles acabaram de passar pelo xis,
    temos que pegá-los, rápido!
  459. [PILOTO]
    Certo, espião Zoiudo.
  460. Majestade!
    Majestade!
  461. Fale Ministro,
    o que está havendo?
  462. É o tempo, Majestade.
  463. Falta apenas algumas horas para
    que o prazo dado ao robô se esgote
  464. e ainda não temos
    nenhuma notícia dele.
  465. - Sabe?
    - Aahm?
  466. Parece que ele sumiu,
    evaporou.
  467. E Mimi? Ela já sabe disso?
  468. Não, achei melhor que sua
    Majestade falasse com ela.
  469. Está bem, Ministro,
    farei isso.
  470. - O senhor poderia me acompanhar?
    [MINISTRO] - Sim, como quiser.
  471. Vamos lá.
  472. Mimi, é o papai.
    Eu preciso falar com você.
  473. Posso entrar?
  474. Mimi?
  475. Mas será que ela está aí?
  476. Não sei. Vamos entrar.
  477. Filhinha, é o papai.
    Onde está você?
  478. Mimi, Mimi!
  479. Princesinha?
  480. [LORD COELHÃO FINGINDO]
    O que foi, papai?
  481. Eu estou no banho.
    O Sr. deseja alguma coisa?
  482. Filha, desculpe-me, depois
    do seu banho conversaremos.
  483. É, vamos indo, Ministro.
  484. Ai que droga.
    Eu odeio banho de espuma.
  485. Sabia, minha cara,
    que o prazo que o seu
  486. pai deu ao robô já
    está se esgotando?
  487. Eles nunca conseguirão a pulsar.
  488. Desista.
  489. Com aquela garotinha do lado,
    o robô já deve tê-la esquecido.
  490. Não é verdade.
    Não é verdade.
  491. Atenção, turma.
    Formação de asteroides à frente.
  492. Lá vão eles, acertem os
    meteoros próximos a eles.
  493. O que está acontecendo?
  494. - É uma chuva de meteoros.
    - Ahn, chuva?
  495. Cuidado, seremos atingidos!
  496. Anjinho, me passa a direção,
    que de chuva eu entendo.
  497. Se prepare turminha, que o
    Cascão vai entrar em ação.
  498. Vamos lá!
  499. Acho que alguém tá
    provocando tudo isso.
  500. [MÔNICA] Um monte de meteoros
    atrás da gente!
  501. Mais essa agora!
  502. Xii.
  503. Xii!
  504. [ANJINHO] Boa, Cascão, agora
    deixa que eu continuo.
  505. [PILOTO] Chamando Sr. Zoiudo.
    Chamando Sr. Zoiudo
  506. Sr. Zoiudo?
  507. Sim, pronto, nave-mãe.
  508. [PILOTO] Fomos gravemente atingidos.
    Aguardamos novas ordens.
  509. [ZOIUDO] Dirijam-se ao planeta logo
    abaixo de vocês e aterrissem.
  510. É pra lá que eles vão.
  511. Estacione naquelas
    montanhas lá embaixo.
  512. Rápido, seus idiotas, rápido.
  513. Não podemos perdê-los.
    Rápido!
  514. [MÔNICA]
    Olha, olha que bonito!
  515. Que lugar legal!
  516. É, mas cadê meu coração?
  517. Calma, robozinho,
    falta pouco.
  518. É isso aí.
  519. Uau!
  520. O que está acontecendo?
  521. A-ha! Rápido, rapazes.
    Por ali!
  522. Rapazes, esperem seu líder!
  523. Ah, estão brincando?
  524. - Fomos atingidos.
    - Pé na tábua, pé na tábua, turma.
  525. [ANJINHO]
    Onde é que a gente está?
  526. Pessoal, vocês esperem aí.
    Nós vamos tentar arrumar o reator.
  527. Cebolinha, é melhor a
    gente ir lá fora.
  528. Já que não podemos ajudá-los,
    nós podemos vigiar, né?
  529. Ah, eu plefilo vigiar
    aqui de dentlo mesmo.
  530. Não, senhor.
    Você vem comigo.
  531. Tá bom, tá bom.
  532. - E você...
    - O Anjinho mandou ficar nos controles.
  533. Ei, Magali.
  534. Vem, Cebolinha, anda.
    Vem.
  535. Vem, Cebolinha.
  536. Espela Mônica, esqueceu
    o seu coelhinho.
  537. Brigada. Agora vem!
  538. Alto!
  539. É melhor a gente se
    separar aqui e rápido.
  540. Certo, chefe.
  541. Ah! Esperem por mim!
  542. Mônica...
  543. porque a gente
    tá subindo?
  544. Ora, Cebolinha, do alto
    a gente vê melhor.
  545. Cadê eles, não podem ter sumido.
  546. Ah, Cebolinha, você tá
    respirando muito alto.
  547. Eu? Eu nem tô respilando.
  548. Xii, acho que vamos
    ter mais encrencas.
  549. Temos que avisar
    a turma rápido.
  550. Ei, Cebolinha,
    venha rápido!
  551. [CEBOLINHA] Espela aí!
  552. E pare de respirar assim!
  553. Ah!
  554. O que é isso?
  555. O que é isso, Mônica?
  556. Está se mexendo
    o chão, Mônica.
  557. Mônica, está mexendo.
    Mônica!
  558. O que é isso?
    Socolo, Mônica!
  559. [CEBOLINHA]
    Um monstlo!
  560. Cebolinha!
  561. Que coisa horrível!
  562. [CEBOLINHA]
    Oh, Mônica.
  563. - Cebolinha!
    - Mônica, socolo, Mônica!!!
  564. Me solta, seu malvado!
  565. Aguenta aí, Cebolinha!
  566. Vamos, Cebolinha!
  567. [MÔNICA]
    Meu coelhinho!
  568. Ahh!
    Toma!
  569. Ei, pessoal, pessoal.
    Vamos embora rápido.
  570. Temos um monstro e
    robôs assassinos!!
  571. Vamos, entrem todos.
    Rápido!
  572. Rápido, guardas.
    Ouvi algo ali.
  573. Vamos, vamos em frente!
  574. Desse jeito não pegaremos a pulsar
    e nem voltaremos a tempo.
  575. Nós conseguiremos.
    Nós conseguiremos.
  576. [LORD COELHÃO] O tempo está se esgotando.
    Falta pouco para as três cenouras.
  577. Como é princesa?
    Agora acredita em mim?
  578. Oh, as fotos não mentem.
  579. Ele não iria me esquecer.
  580. Ele te esqueceu mesmo.
    Veja, veja como os dois se amam.
  581. Eu não acredito.
  582. [LORD COELHÃO]
    Olhe, veja como os dois se amam.
  583. Veja como os dois se amam.
    Veja.
  584. Não! Não!
  585. [MIMI]
    Você deve estar certo!
  586. Claro bobinha. Agora você
    confia em mim e eu em você.
  587. Nós dois juntinhos.
  588. E seremos muito
    felizes, não é?
  589. É.
  590. Ei, isso é estreito demais!
  591. Cuidado!
  592. Muito cuidado!
  593. [ROBÔS] Certo, chefe.
  594. Deve existir um muro
    invisível protegendo ela.
  595. Droga!
  596. Não consigo passar.
  597. Vamos lá, turma.
  598. Espera aí.
  599. Afastem-se!
  600. Precisamos fazer alguma coisa!
  601. - Não vou conseguir o coração.
    - É claro que conseguirá.
  602. [MÔNICA]
    Ah, robozinho, não chore.
  603. [MÔNICA] Chegamos até aqui.
    Não vamos desistir agora.
  604. [CEBOLINHA]
    Não é, turma?
  605. [MÚSICA]
  606. Pulsar, teus sentimentos
  607. Da força de uma paixão
  608. Verá nascer o amor
  609. Vejam, uma lágrima
    de verdade!
  610. Acho que conseguimos.
  611. Que bom, robozinho.
  612. Quero dizer, agora você
    não é mais um robô.
  613. [MÔNICA] Tem um coração e
    é de verdade.
  614. Obrigado a todos vocês.
    Agora posso me casar com a Mimi.
  615. - Não!
    - Turma, vamos logo.
  616. O tempo está acabando.
  617. Pra a nave,
    depressa, rápido!
  618. E agora? Agora o que que eu faço?
  619. Ah! A nave-mãe.
  620. Preciso chegar rápido
    na nave-mãe.
  621. [LORD COELHÃO]
    Chamando Zoiudo, chamando Zoiudo.
  622. Pois não, chefinho?
  623. Onde você esteve?
    Impediu aquele imbecil?
  624. - Não chefinho.
    [LORD COELHÃO] - O que?
  625. [ZOIUDO] Ele conseguiu
    o que queria, chefinho.
  626. [LORD COELHÃO] O que?
    Vá atrás dele, imbecil.
  627. - Vá com os guardas.
    [ZOIUDO]- Não tem guardas.
  628. Foram todos destruídos, chefinho.
  629. [LORD COELHÃO]
    Idiota, pegue a nave-mãe e siga-os!
  630. Zoiudo, o que aconteceu?
    Abra os olhos, tire as mãos.
  631. Mas eu não posso.
  632. [LORD COELHÃO] Abra, seu idiota, que eu quero ver.
  633. Abra!
  634. Abra!
  635. O que está acontecendo?
  636. O que fizeram com a minha nave?
  637. Maldição, ainda te pego
    espião, você me paga!
  638. Acho melhor ficar por aqui.
    Não quero virar picadinho.
  639. [LORD COELHÃO]
    O tempo deles está acabando.
  640. Vamos, princesinha.
    Vamos.
  641. Majestade, Majestade,
    meu caro Rei.
  642. Tenho a honra de convidá-lo para ser
    padrinho do nosso casamento.
  643. Sim, claro...
    O que?
  644. Ora, Majestade,
    sejamos realistas.
  645. O prazo que foi dado já acabou.
  646. Isto é verdade, Ministro?
  647. Deixa eu ver.
  648. Falta pouco, Majestade,
    mas não terminou.
  649. O que?
  650. O seu relógio deve
    estar errado, Lord.
  651. O senhor está muito apressadinho.
  652. Eu declararei o senhor vencedor
    e lhe darei a mão da
  653. minha filhinha somente depois
    de ter terminado o prazo.
  654. [REI]
    Aguardemos.
  655. [MÔNICA]
    Pé na tábua. Pé na tábua.
  656. Mas Majestade,
    pra que esperar?
  657. Pode me proclamar vencedor.
  658. Não insista Lord.
  659. Droga! Droga!
  660. [CEBOLINHA]
    Deplessa, deplessa!
  661. Olha aí.
    Que raiva.
  662. O prazo terminou,
    olha aí, olha aí.
  663. Nada disso, ainda
    falta mais um pouquinho.
  664. Cale essa boca, Ministro!
  665. Estou chegando, Mimi.
  666. Escutem aqui.
    Não vou esperar mais nada.
  667. Venha.
  668. O povo precisa saber que eu
    serei o herdeiro do trono.
  669. Pare!
  670. Guardas!
    Guardas!
  671. - Venha cá.
    - Não papai!
  672. [ROBOZINHO]
    Mimi! Mimi!
  673. - Oh, não!
    - Oh, sim!
  674. - O que é isso, Ministro?
    - Eu não sei.
  675. Consegui, Mimi.
    Sou eu.
  676. Mas, essa não!
  677. Veja, Mimi, agora o
    coração de verdade.
  678. Sou coelho de verdade!
  679. Uh, será que é ele?
  680. - O prazo acabou, Majestade.
    - Não importa agora.
  681. É inacreditável.
  682. É... é...
    é você mesmo?
  683. Claro, minha princesa.
  684. Veja...
    lembra disto?
  685. Meu lencinho.
  686. Eu guardei com todo carinho.
  687. Então é você mesmo!
  688. - Oba!
    - Ahn-han.
  689. Espere aí.
  690. Espere aí.
    As coisas não serão assim tão...
  691. fáceis!
  692. Seu coelhinho metido.
  693. Lord, pare já com isto.
  694. Ah, não se intrometa.
  695. Ousou desafiar a mim.
    Lord Coelhão.
  696. Chegou o seu fim,
    mísero coelhinho.
  697. Robozinho!
  698. Tome.
  699. - Desista.
    - Nunca!
  700. Oh, meu Deus!
  701. Um por todos!
  702. Seu tolo.
  703. Cuidado!
  704. Um por todos!
  705. Dá uma
    nele, robozinho.
  706. Tudo perdido.
  707. Não adiantou
    enganar o Rei...
  708. e a Mimi.
  709. [REI]
    Tentar enganar-me?
  710. Mísero robô,
    agora estou, morrendo.
  711. Estou morrendo.
  712. O que? Hein?
  713. [LORD COELHÃO]
    Eu falei tudo!
  714. Prendam-no!
  715. O senhor será exilado e empacotado.
  716. Droga, isso não é justo.
    Não é justo.
  717. Espere, espere.
  718. Meu príncipe.
  719. Meu amor.
  720. Feliz sonho.
  721. Você não iria machucar
    o Lold de verdade, né?
  722. Que nada, veja.
    Essa espada não machuca ninguém.
  723. Ei turma, agora temos
    que voltar pra a Terra.
  724. O Franjinha está nos esperando.
  725. Adeus amigos
    e um bom regresso à Terra!
  726. - Tchau!
    - Tchau!
  727. Felicidades!
  728. Você não tem coração, mas
    eu te adoro assim mesmo!
  729. [NARRADOR]
  730. E assim tudo acabou bem e todos
    viveram felizes para sempre.
  731. Todos?
  732. Será que a pulsar
    se lembrou de mim?
  733. [LORD COELHÃO]
    Ah, idiota! Idiota!
  734. Legendas: Pedro Polidoro e Kilo