Return to Video

CPPs de custos de oportunidade crescentes, decrescentes e constantes

  • 0:00 - 0:02
    RKA4 - E aí, pessoal! Tudo bem?
  • 0:02 - 0:07
    Nessa aula vamos falar a respeito
    de curvas de possibilidades de produção
  • 0:07 - 0:11
    ou fronteiras de possibilidades de produção.
  • 0:11 - 0:13
    Para isso temos três curvas aqui
  • 0:14 - 0:19
    em que estamos relacionando os coelhos
    com as quantidades de frutas vermelhas.
  • 0:19 - 0:25
    E claro, muito do que veremos neste vídeo
    se refere ao contexto dos Estados Unidos,
  • 0:25 - 0:31
    então a moeda, bancos e sistemas de governos
    se referem a esse país.
  • 0:31 - 0:35
    A razão pela qual eu estou mostrando
    essas três curvas
  • 0:35 - 0:38
    é que elas possuem formas
    completamente diferentes
  • 0:39 - 0:41
    e queremos pensar a respeito disso.
  • 0:41 - 0:48
    Nesta primeira nossa curva de possibilidades
    de produção, ou CPP, é uma reta.
  • 0:48 - 0:53
    Aqui parece que está se afastando
    da origem, indo nessa direção,
  • 0:53 - 0:55
    e, aqui, indo para a origem.
  • 0:55 - 0:58
    A primeira coisa
    que eu quero te perguntar é:
  • 0:59 - 1:04
    qual desses gráficos descreve
    uma maior perda de frutas vermelhas coletadas
  • 1:04 - 1:06
    para cada coelho que eu caço?
  • 1:06 - 1:11
    Outra maneira de pensar nisso é:
    conforme eu pego mais e mais coelhos,
  • 1:11 - 1:16
    o custo de oportunidade, em termos
    de frutas vermelhas, está aumentando,
  • 1:16 - 1:19
    e qual dessas curvas descreve isso?
  • 1:19 - 1:23
    Se você lembra o que é aumento
    do custo de oportunidade,
  • 1:23 - 1:27
    consegue ver facilmente que essa é a curva
    que eu estou querendo saber,
  • 1:28 - 1:31
    mas caso você não lembre,
    eu posso dar uma revisada aqui.
  • 1:32 - 1:35
    Só para ficar claro,
    como verificamos nesse gráfico,
  • 1:36 - 1:41
    o custo de oportunidade em termos
    de frutas vermelhas está aumentando.
  • 1:42 - 1:47
    Isso significa dizer
    que minha perda na coleta de frutas
  • 1:47 - 1:50
    é maior a cada coelho que eu caço.
  • 1:50 - 1:57
    Digamos que eu tenha um cenário
    em que consiga colher 300 frutas vermelhas por dia
  • 1:57 - 2:02
    e que eu decida caçar um coelho
    que esteja atrapalhando a minha colheita.
  • 2:03 - 2:09
    Quando faço isso, eu acabo desistindo
    de pegar algumas frutas vermelhas,
  • 2:09 - 2:14
    mas não tantas ainda, porque
    de certa forma ainda é fácil coletá-las.
  • 2:14 - 2:19
    Pensando em uma lógica
    de disponibilidade, neste cenário,
  • 2:19 - 2:26
    quando eu tenho muitas frutas vermelhas
    prontas para a colheita, fica fácil de pegá-las
  • 2:26 - 2:31
    porque, por exemplo, ainda teremos
    uma grande quantidade delas
  • 2:31 - 2:34
    em lugares mais acessíveis da árvore,
  • 2:34 - 2:37
    mas por causa dessa escolha
    eu tenho um custo de oportunidade,
  • 2:38 - 2:41
    ou seja, eu vou colher 20 frutas a menos.
  • 2:41 - 2:45
    Então note que aumentar
    a caçada de coelhos em 1
  • 2:45 - 2:49
    fez com que a colheita de frutas
    diminuísse em 20.
  • 2:49 - 2:55
    Com isso o meu custo de oportunidade
    é de 20 frutas para o primeiro coelho.
  • 2:55 - 3:01
    Agora digamos que eu veja um segundo coelho
    que é um pouco mais difícil de se caçar,
  • 3:01 - 3:06
    mas que eu ainda não desista de fazer
    as duas tarefas ao mesmo tempo.
  • 3:06 - 3:11
    Mas quando faço isso,
    eu acabo deixando de colher 40 frutas,
  • 3:11 - 3:15
    ou seja, o meu custo de
    oportunidade aumentou.
  • 3:15 - 3:19
    Para a primeira decisão,
    esse custo foi de 20 frutas.
  • 3:19 - 3:22
    Para o segundo, foi de 40
  • 3:22 - 3:25
    e daqui em diante
    continua com esse padrão.
  • 3:25 - 3:30
    Para caçar o terceiro coelho
    eu desisto de 60 frutas vermelhas,
  • 3:30 - 3:33
    para o quarto eu desisto de 80
  • 3:33 - 3:37
    e para o último, e não menos importante,
    que é o quinto coelho,
  • 3:37 - 3:40
    que é o máximo
    que eu posso caçar em um dia,
  • 3:40 - 3:43
    eu acabo desistindo de 100 frutas.
  • 3:43 - 3:49
    Isso porque aqui eu vou atrás de um coelho
    mais ágil, quem sabe, mais difícil de se caçar
  • 3:50 - 3:54
    e por isso eu tenho que desistir
    totalmente de colher as frutas.
  • 3:54 - 3:58
    O importante neste vídeo
    é notar essa curva bem aqui.
  • 3:58 - 4:02
    Ela descreve um custo de
    oportunidade crescente.
  • 4:03 - 4:08
    Com isso entendido, qual dessas curvas descreve
    um custo de oportunidade decrescente?
  • 4:09 - 4:13
    Imagine, por exemplo, um cenário
    em que a cada coelho que cace,
  • 4:14 - 4:18
    você acabe ficando melhor
    e mais forte para a próxima caçada.
  • 4:18 - 4:24
    Por dedução, acredito que você
    diga que essa curva aqui seja decrescente.
  • 4:24 - 4:29
    Sim, de fato ela representa
    um custo de oportunidade decrescente.
  • 4:29 - 4:37
    Para isso fazer sentido, vamos voltar ao cenário
    onde você não está fazendo nada além de colher frutas
  • 4:37 - 4:41
    e digamos que para caçar
    o primeiro coelho dessa vez,
  • 4:41 - 4:46
    eu tive que treinar, tive que comprar
    ferramentas, me alongar, coisas do tipo,
  • 4:46 - 4:51
    ou seja, tive que fazer
    um esforço maior para caçá-lo
  • 4:51 - 4:55
    e por causa disso eu desisto
    de colher 100 frutas.
  • 4:55 - 5:01
    Então o custo de oportunidade para caçar
    o primeiro coelho foi de 100 frutas,
  • 5:01 - 5:07
    mas, para caçar o segundo, o meu custo
    de oportunidade diminui para 80 frutas.
  • 5:07 - 5:11
    Isso porque, digamos que agora
    que peguei o primeiro coelho,
  • 5:11 - 5:14
    eu aprendi,
    eu melhorei a minha caçada,
  • 5:14 - 5:18
    eu já me adaptei com as ferramentas,
    as roupas, coisas assim,
  • 5:19 - 5:24
    e conforme vou fazendo isso, vou me
    especializando cada vez mais na caçada
  • 5:24 - 5:30
    e por causa disso o custo de oportunidade
    para caçar o terceiro coelho é de 60 frutas.
  • 5:30 - 5:35
    Nesse sentido, perceba que o meu
    custo de oportunidade está diminuindo
  • 5:36 - 5:39
    e vamos fazendo isso
    até o quinto coelho,
  • 5:39 - 5:42
    que tem um custo
    de oportunidade de 20 frutas,
  • 5:42 - 5:47
    ou seja, para pegar o quinto coelho
    eu estou desistindo de 20 frutas.
  • 5:47 - 5:52
    Isso fica mais fácil de ver olhando
    para essa curva decrescente
  • 5:52 - 5:56
    que mostra que o custo
    de oportunidade é decrescente.
  • 5:56 - 6:04
    Intuitivamente você consegue ver que essa reta
    representa um custo de oportunidade constante.
  • 6:04 - 6:12
    Isso quer dizer que para cada coelho que caçar,
    você acaba desistindo de 60 frutas,
  • 6:12 - 6:17
    ou seja, toda vez que caço um coelho,
    eu desisto de 60 frutas.
  • 6:17 - 6:23
    Por causa disso, o meu custo de oportunidade
    para caçar coelhos é de 60 frutas
  • 6:23 - 6:25
    e é um termo constante.
  • 6:25 - 6:33
    Nesse cenário que criamos é como se a dificuldade
    para caçar coelho e coletar as frutas fosse a mesma,
  • 6:33 - 6:39
    ou seja, eu estou desistindo de uma quantidade
    fixa de frutas para caçar cada coelho novo.
  • 6:39 - 6:46
    Esse é o custo de oportunidade constante
    e você o representa com uma reta.
  • 6:47 - 6:51
    Enfim, eu espero que essa aula tenha
    te ajudado e até a próxima, pessoal!
Titel:
CPPs de custos de oportunidade crescentes, decrescentes e constantes
Beschreibung:

more » « less
Video Language:
Portuguese
Team:
Khan Academy
Projekt:
Accessibility Brazil
Duration:
06:58

Untertitel in Portuguese

Revisionen Compare revisions