Portuguese, Brazilian Untertitel

← Wolfgang Kessling: Como climatizar um estádio

Einbettcode generieren
25 Sprachen

Untertitel aus Englisch übersetzt Zeige Revision 18 erzeugt am 08/13/2012 von Elena Crescia.

  1. Boa noite.
  2. Estamos neste maravilhoso

  3. anfiteatro a céu aberto
  4. aproveitando
  5. esta noite
  6. de temperatura amena,
  7. mas quando o Catar sediar
  8. a Copa do Mundo
  9. daqui a 10 anos,
  10. em 2022,
  11. já ouvimos que ela acontecerá
  12. no verão muito quente e ensolarado,
  13. dos meses de junho e julho.
  14. E quando o Catar foi escolhido
  15. para a Copa do Mundo,
  16. gente do mundo todo começou
  17. a se perguntar como será
  18. possível que jogadores
  19. apresentem um futebol espetacular e
  20. corram nesse clima desértico?
  21. Como será possível que
  22. espectadores consigam sentar
  23. e se divertir em estádios a céu aberto
  24. nesse ambiente tão quente?
  25. Juntos com os arquitetos

  26. de 'Albert Speer & Partner', nossos engenheiros
  27. da Transsolar estão dando
  28. apoio e desenvolvendo
  29. estádios a céu aberto com 100%
  30. de energia solar, 100% de refrigeração solar.
  31. Falarei sobre isso,

  32. mas começarei pelo conforto.
  33. Começarei com o aspecto do conforto,
  34. porque muita gente
  35. confunde
  36. temperatura ambiente
  37. com conforto térmico.
  38. Costumamos ver gráficos como

  39. esse, e olhem essa linha vermelha
  40. mostrando a temperatura do ar
  41. em junho e julho, e sim, ela está correta,
  42. Está chegando a 45ºC.
  43. É realmente muito quente.
  44. Mas a temperatura do ar não é
  45. o único parâmetro climático
  46. a definir conforto.
  47. Vou lhes mostrar a análise

  48. que um colega fez ao observar
  49. diferentes Copas do Mundo e
  50. Jogos Olímpicos pelo mundo afora,
  51. considerando
  52. e analisando o nível de conforto
  53. conforme a percepção das pessoas nessas
  54. diferentes atividades esportivas,
  55. e começarei com o México.
  56. A temperatura do ar no México

  57. costuma estar entre
  58. 15º e 30ºC, e as pessoas
  59. se sentiram bem lá.
  60. Foi um jogo muito agradável
  61. na Cidade do México. Deem uma olhada.
  62. Orlando, mesmo tipo de estádio,
  63. estádio a céu aberto. As pessoas estão
  64. sentadas sob o sol forte,
  65. numa tarde de nível alto
  66. de umidade, e elas
  67. não gostaram. Não estava confortável.
  68. A temperatura do ar não estava muito alta, mas estava
  69. desconfortável durante esses jogos.
  70. E Seul? Seul, por causa

  71. dos direitos de transmissão, todos os
  72. jogos aconteceram ao final
  73. da tarde. O sol já havia se
  74. posto, então os jogos foram
  75. descritos como confortáveis.
  76. E Atenas? Clima mediterrâneo,

  77. mas não era confortável ficar
  78. no sol. Ninguém se sentiu confortável.
  79. E sabemos disso pela Espanha,

  80. conhecemos o "sol y sombra".
  81. Se você tem um ingresso,
  82. compra um assento na sombra,
  83. você paga mais, pois
  84. fica num ambiente mais confortável.
  85. E Pequim?

  86. Também era sol durante o dia
  87. e nível alto de umidade,
  88. e não era confortável.
  89. Então se sobrepormos

  90. todas essas camadas de
  91. conforto, o que vemos
  92. em todos esses lugares, é a temperatura do ar
  93. variando entre 25º
  94. e 35ºC, e se seguirem
  95. a linha, 30, de 30ºC
  96. de temperatura ambiente.
  97. Se seguirem a linha, verão
  98. que há todo tipo de
  99. conforto, todos os tipos de conforto
  100. ao ar livre perceptíveis, variando de
  101. muito confortável
  102. a muito desconfortável.
  103. Então, por que isso?

  104. É porque há
  105. mais parâmetros influenciando
  106. nosso conforto térmico, que são
  107. o sol, o sol direto,
  108. o sol difuso, que é o vento,
  109. vento forte, vento ameno, que é
  110. a umidade do ar, que é
  111. a temperatura radiante dos
  112. arredores de onde estamos.
  113. E isso é a temperatura do ar.
  114. Todos esses parâmetros fazem parte

  115. da sensação de conforto do
  116. corpo humano, e cientistas
  117. desenvolveram um parâmetro,
  118. que é a temperatura
  119. perceptível, onde todos esses
  120. parâmetros entram e ajudam
  121. designers a compreender
  122. qual parâmetro indica
  123. que eu sinto conforto ou
  124. desconforto.
  125. Qual é o parâmetro indicador
  126. que me dá uma temperatura
  127. perceptível? E esses parâmetros
  128. climáticos estão
  129. relacionados ao metabolismo humano.
  130. Por causa do nosso metabolismo,

  131. nós, como seres humanos,
  132. produzimos calor.
  133. Estou empolgado, falando com vocês,
  134. e provavelmente produzindo
  135. 150 watts
  136. no momento. Vocês estão sentados,
  137. relaxados, olhando
  138. para mim. Devem estar produzindo
  139. uns 100 watts cada um,
  140. e precisamos nos livrar dessa
  141. energia. Preciso, com meu corpo,
  142. livrar-me da energia, e
  143. quanto mais difícil for para mim,
  144. para meu corpo, liberar a
  145. energia, menos conforto sentirei.
  146. É isso. E se eu não
  147. me livrar da energia,
  148. morrerei.
  149. Se recobrirmos, o que acontecerá

  150. durante a Copa do Mundo,
  151. o que acontecerá em junho e julho,
  152. veremos, sim, a temperatura
  153. do ar ficará muito mais elevada,
  154. mas, pelo fato dos jogos e
  155. atividades serem à tarde,
  156. ficará, provavelmente, na mesma média
  157. de conforto que encontramos em outros
  158. lugares que consideramos como
  159. desconfortáveis.
  160. Então nos reunimos com uma equipe

  161. que preparou a proposta de Catar, nosso objetivo,
  162. dissemos, vamos visar
  163. a temperatura perceptível,
  164. o conforto ao ar livre nesse nível,
  165. que é perceptível em uma
  166. temperatura de 32 graus
  167. Celsius,
  168. que é extremamente confortável.
  169. As pessoas se sentiriam muito bem
  170. em um ambiente ao ar livre.
  171. Mas o que isso significa?

  172. Se apenas olharmos o que acontece,
  173. veremos, a temperatura fica alta demais.
  174. Se aplicarmos o melhor projeto arquitetônico,
  175. projeto de engenharia climática,
  176. não fará muita diferença.
  177. Então precisamos fazer algo ativo.

  178. Precisamos, por exemplo, trazer
  179. tecnologia de refrigeração radiante,
  180. e precisamos combiná-la
  181. com a refrigeração suave.
  182. E como fica isso em um estádio?

  183. O estádio tem alguns
  184. elementos que criam esse
  185. conforto a céu aberto. O primeiro
  186. é a sombra. Ela precisa
  187. proteger o lugar onde as pessoas
  188. se sentam, do vento
  189. forte e quente.
  190. Mas isso não é tudo que precisamos

  191. fazer. Precisamos usar
  192. sistemas ativos.
  193. Em vez de soprar um furacão
  194. de ar frio pelo estádio,
  195. podemos usar tecnologias
  196. de refrigeração radiante, como um
  197. sistema de aquecimento do piso por onde passa
  198. a tubulação de água sob o solo.
  199. E apenas usando água fria
  200. através da tubulação,
  201. podemos liberar o calor
  202. que é absorvido durante o dia
  203. no estádio, assim podemos
  204. criar esse conforto, e então
  205. adicionando ar seco em vez de
  206. ar frio, por baixo, espectadores
  207. e jogadores de futebol podem
  208. ajustar às suas necessidades de
  209. conforto e
  210. equilíbrio de energias individuais.
  211. Eles podem ajustar e conseguir
  212. o conforto conforme suas necessidades.
  213. Há, provavelmente, 12 estádios

  214. por vir, mas há
  215. 32 campos de treinamento onde
  216. todos os países
  217. irão fazer treinos.
  218. Nós aplicamos o mesmo conceito:
  219. sombrear a área de treinamento,
  220. utilizando um abrigo contra vento,
  221. e depois a grama.
  222. Gramado natural regado d'água é uma
  223. ótima fonte de refrigeração
  224. estabilizando a temperatura,
  225. e utilizando ar desumidificador para
  226. criar conforto.
  227. Mas mesmo o melhor projeto passivo

  228. não ajudaria.
  229. Precisamos de um sistema ativo.
  230. E como fazemos isso?
  231. Nossa ideia para a licitação foi

  232. refrigeração 100 por cento solar,
  233. baseada na ideia de usarmos
  234. o teto dos estádios,
  235. cobriremos os tetos dos estádios
  236. com sistemas PV (fotovoltáico).
  237. Não pegamos energia
  238. emprestada.
  239. Não estamos usando energia fóssil.
  240. Não pegamos emprestada a energia
  241. de nossos vizinhos.
  242. Estamos usando a energia que conseguimos coletar
  243. em nossos telhados, e também nos
  244. campos de treinamento, que serão
  245. cobertos com membranas grandes e
  246. flexíveis, e veremos
  247. nos próximos anos uma indústria
  248. surgindo com fotovoltáicos
  249. flexíveis, trazendo a
  250. possibilidade de sombreamento
  251. contra sol forte e produzindo
  252. energia elétrica ao mesmo tempo.
  253. E essa energia agora é

  254. coletada ao longo do ano,
  255. enviada pela rede,
  256. está substituindo fósseis
  257. na rede, e quando preciso dela
  258. para refrigeração, eu a pego
  259. de volta da rede e
  260. uso a energia solar
  261. que eu trouxe para a rede
  262. de volta quando preciso
  263. dela para refrigeração solar.
  264. E posso fazer isso no primeiro
  265. ano e posso equilibrá-la
  266. nos próximos 10, nos próximos
  267. 20 anos, essa energia,
  268. que é necessária para dar condições
  269. à Copa do Mundo no Catar,
  270. os próximos 20 anos, essa energia
  271. vai para a rede do Catar.
  272. Então -- (Aplausos)

  273. Muito obrigado. (Aplausos)

  274. Isso não é somente útil

  275. para os estádios. Podemos utilizá-lo também
  276. em lugares abertos e ruas,
  277. e estamos trabalhando na
  278. Cidade do Futuro
  279. em Masdar, que fica nos
  280. Emirados Árabes, Abu Dhabi.
  281. Tive o prazer de trabalhar
  282. na praça central.
  283. E a mesma ideia a ser usada lá,
  284. para criar condições ao ar livre
  285. que são perceptíveis
  286. como confortáveis. As pessoas gostam
  287. de ir lá em vez de ir
  288. a um shopping, que é
  289. fresco e
  290. refrigerado. Quisemos criar
  291. um espaço ao ar livre
  292. tão confortável que
  293. as pessoas podem ir lá no
  294. início da tarde, mesmo nesses
  295. meses ensolarados e quentes de verão,
  296. e podem aproveitar e encontrar
  297. seus familiares. (Aplausos)
  298. E o mesmo conceito:

  299. sombra contra sol,
  300. proteção contra vento,
  301. e utilizar e aproveitar
  302. o sol que vocês podem colher
  303. em suas pegadas.
  304. E nessas lindas sombrinhas.
  305. Então gostaria de encorajá-los

  306. a prestar atenção ao
  307. seu conforto térmico, ao seu
  308. ambiente térmico,
  309. hoje à noite e amanhã,
  310. e se vocês quiserem aprender mais
  311. sobre isso, eu os convido
  312. a entrar em nosso site.
  313. Temos uma calculadora de temperatura
  314. perceptível bem simples
  315. onde vocês podem checar
  316. seu conforto ao ar livre.
  317. E também espero que
  318. compartilhem a ideia de que
  319. se engenheiros e designers
  320. podem usar todos esses diferentes
  321. parâmetros climáticos,
  322. será possível criar
  323. condições ao ar livre
  324. muito boas e confortáveis,
  325. para mudar nossa percepção térmica
  326. de sentir conforto
  327. em um ambiente ao ar livre,
  328. e podemos fazer isso
  329. com o melhor design passivo,
  330. mas também usando a fonte de energia
  331. de um lugar no Catar, que é
  332. o sol.
  333. (Aplausos)

  334. Muito obrigado. (Aplausos)

  335. Shukran. (Aplausos)