Portuguese Untertitel

← Porque é que o lápis é perfeito

Porque é que os lápis têm o formato de hexágonos e como ganharam a sua icónica cor amarela? Caroline Weaver, dona de uma loja de lápis, transporta-nos para a fascinante história do lápis.

Einbettcode generieren
40 Sprachen

Zeige Revision 7 erzeugt am 08/12/2020 von Margarida Ferreira.

  1. O som é uma parte enorme, penso eu,
    da experiência de usar um lápis
  2. e o riscar tem um som bastante audível.
  3. (Arranhar dos riscos)

  4. [Uma coisa pequena. Uma grande ideia]

  5. [Caroline Weaver sobre o Lápis]

  6. O lápis é um objeto muito simples.

  7. É feito de madeira
    com umas camadas de tinta,
  8. uma borracha e um interior,
    feito de grafite, argila e água.
  9. Foram precisas centenas de pessoas
    ao longo de séculos
  10. para chegar a este "design".
  11. É esta longa história de colaboração
  12. que, para mim, o torna um objeto perfeito.
  13. A história do lápis começa com a grafite.

  14. As pessoas começaram
    a descobrir aplicações úteis
  15. para esta nova substância.
  16. Cortavam-na em pequenos palitos,
  17. envolviam-nos em cordéis,
    em pele de carneiro ou papel
  18. e vendiam-nos nas ruas de Londres
  19. para serem usados
    para escrever ou desenhar
  20. ou, muitas vezes,
    por agricultores e pastores,
  21. para marcar os seus animais.
  22. Em França,
  23. Nicolas-Jacques Conté descobriu
    um método de moer a grafite,
  24. misturando-a com argila em pó
    e água para criar uma pasta.
  25. Enchia-se um molde com esta pasta,
    que era aquecida num forno,
  26. e o resultado era um núcleo
    de grafite bem forte,
  27. inquebrável, macio e utilizável.
  28. Era muito melhor
    do que tudo o resto, na altura,
  29. e, até hoje, continua a ser o método
    utilizado para fabricar lápis.
  30. Entretanto, nos EUA,
    em Concord, em Massachusetts,

  31. Henry David Thoreau criou
    a escala de classificação
  32. para diferentes graus de dureza dos lápis.
  33. Foram graduados de um a quatro,
  34. sendo o número dois
    a dureza ideal para uso geral.
  35. Quanto mais mole for o lápis,
    mais grafite tem
  36. e mais escuro e suave será o seu traço.
  37. Quanto mais firme for o lápis,
    mais argila tem
  38. e mais leve e fino será.
  39. No início, quando os lápis
    eram feitos à mão, eram redondos.

  40. Não havia uma forma fácil de os fazer,
  41. e foram os americanos
    que mecanizaram o fabrico.
  42. Muitas pessoas consideram Joseph Dixon
  43. como um dos primeiros a começar
    a desenvolver máquinas
  44. para fazer coisas para cortar madeira
    em lâminas, fazer ranhuras na madeira,
  45. ou aplicar-lhes cola.
  46. Descobriram que era mais fácil
    e gerava menos desperdícios
  47. fazer um lápis hexagonal
  48. que, por isso, se tornou o padrão.
  49. Desde os primórdios dos lápis,

  50. as pessoas adoram
    poder apagar o seu traço.
  51. Inicialmente, usavam-se migalhas de pão
  52. para apagar os riscos dos lápis
  53. e depois, a borracha e a pedra-pomes.
  54. A borracha ligada ao lápis
    apareceu em 1858,
  55. quando um americano, Hymen Lipman,
    dono de uma papelaria,
  56. patenteou o primeiro lápis
    com uma borracha anexada,
  57. o que revolucionou o negócio dos lápis.
  58. O primeiro lápis amarelo do mundo
    foi o KOH-I-NOOR 1500.
  59. A KOH-I-NOOR fez uma loucura
  60. ao pintar um lápis com 14 camadas
    de tinta amarela
  61. e mergulhar a ponta
    em ouro de 14 quilates.
  62. Há um lápis para toda a gente

  63. e cada lápis tem uma história.
  64. O Blackwing 602 é famoso
    por ser usado por muitos escritores,
  65. especialmente por John Steinbeck
    e por Vladimir Nabokov.
  66. Depois há a companhia de lápis Dixon.
  67. São responsáveis pelo Dixon Ticonderoga.
  68. É um ícone,
  69. é nele que as pessoas pensam
    quando pensam num lápis
  70. e é nele que pensam
    quando pensam na escola.
  71. O lápis é uma coisa em que,
    segundo penso,
  72. o utilizador normal
    nunca pensou duas vezes,
  73. em como ou porque é que é feito
    da maneira que é,
  74. porque sempre foi assim.
  75. Na minha opinião,
    não há nada a fazer

  76. para melhorar o lápis.
  77. É perfeito.